Educadores

Ínicio : Pedagogia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (22)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!A experiência e a pedagogia que nós surdos queremos  Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
MIRANDA, Wilson de Oliveira

A tese trata das ferramentas dos Estudos Surdos. Baseado no pensamento teórico pós-estruturalista de Derrida, a partir da experiência de Joan Mèlich, são relatadas as experiências dos professores surdos sobre a Pedagogia dos Surdos. Evidenciando a diferença entre os estudos dos surdos inclusos nas escolas regulares e o ensino específico para surdos, ministrado por professores igualmente surdos.

Palavras-chave: Educação dos surdos. Língua Brasileira de Sinais. Pedagogia. Pós-estruturalismo.

Downloads 1029  1029  Tamanho do arquivo 470.69 KB  Plataforma UFRS  Site http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/13581
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora! A formação do professor reflexivo sob o olhar da epistemologia marxiana Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
MARINHO, Bruna Ramos

Este estudo analisou a abordagem de formação de professores Professor Reflexivo. Tal abordagem propõe a elaboração de uma epistemologia da prática, que, com base na experiência docente, busca construir um conhecimento voltado às necessidades da prática pedagógica e, com isso, responder às complexas demandas postas à escola tendo em vista o amplo desenvolvimento tecnológico da sociedade atual. Os processos reflexivos que deflagram a construção desse conhecimento prático são estruturados a partir de categorias de análise formadas empiricamente, ou seja, é partindo da ação que se estrutura a teoria para fundamentar o próprio fazer do professor. Para o Professor Reflexivo, portanto, a consciência do docente com base na sua experiência cotidiana é tomada como suficiente para a representação da sua realidade e, assim, produzir teoria e transformar sua prática. Tendo isso em vista, o pressuposto do qual parte este estudo é que estratégias de formação que não levem em conta os condicionantes que alienam o espaço escolar e, por extensão, o trabalho e a consciência do professor, não tem chances de se firmarem como instrumentos reflexivos a serviço da transformação. Sendo assim, à luz da epistemologia marxiana, o objetivo desta tese centrou-se na análise na abordagem reflexiva como recurso para a formação de professores. Verificou-se que o trabalho educativo cuja finalidade é o desenvolvimento consciente das capacidades máximas dos indivíduos tem sido permeado por relações sociais alienantes e, como consequência, a formação desses indivíduos, professor e aluno, tem sido cerceada pelos limites impostos por tais relações. Sendo a atividade do professor alienada, consequentemente, o seu psiquismo estará também alienado. A educação pode romper e superar esses processos alienantes, porém, para isso, é necessário que aos seus sujeitos sejam oferecidas condições materiais objetivas e subjetivas de formação. Portanto, conforme postula Saviani, a educação é essencial nesse processo, porém ela não transforma a realidade, mas as consciências dos sujeitos que vão atuar na prática social.

Palavras-Chave: Formação de professor. Professor reflexivo. Epistemologia marxiana. Trabalho educativo e alienação.

Downloads 3778  3778  Tamanho do arquivo 752.38 KB  Plataforma Universidade Estadual Paulista - Unesp  Site http://www.marilia.unesp.br
Avaliação: 10.00 (3 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Reuniões pedagógicas e autoconfrontações: possíveis espaços de desenvolvimento profissional na escol Popular Versão: PDF
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
FOGAÇA, Francisco Carlos

Esta pesquisa tem por objetivo estudar as reuniões pedagógicas e os procedimentos de autoconfrontação como possíveis espaços de desenvolvimento profissional e de formação continuada e os conflitos e as relações de poder neles vivenciados. Além disso, analisa o agir dos sujeitos da pesquisa em reuniões pedagógicas, suas representações iniciais sobre as reuniões e sobre os conflitos que nelas ocorrem – a pesquisa investiga se tais representações são mantidas, revistas, modificadas a partir das autoconfrontações. Descreve e analisa os tipos de conflitos, polarizações e relações de poder manifestadas nas reuniões pedagógicas e também nas autoconfrontações. Esta pesquisa foi realizada em um contexto de escola pública, em um município do estado do Paraná. Foram gravadas reuniões pedagógicas em vídeo, além de entrevistas e autoconfrontações (simples e cruzada) com os três sujeitos da pesquisa (um professor de geografia, uma professora de matemática e uma de inglês). Os dados da pesquisa são transcrições feitas a partir de entrevistas, de momentos selecionados das reuniões gravadas em vídeo e das autoconfrontações. Para a análise foram utilizados procedimentos oriundos do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD), principalmente, e dos Estudos Críticos do Discurso, com categorias originadas a partir dos dados. As principais teorias e autores que embasam o estudo são o Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 1998, 2003, 2006, 2007, 2008, 2009), as idéias de Vygotsky (2000, 2005) relacionadas a desenvolvimento e aprendizagem; a noção de discurso e poder a partir de Foucault (1982, 2006) e dos estudos Críticos do Discurso (Van Dijk, 2008); a escola como locus de formação continuada (CANDAU, 2003); as reuniões pedagógicas como espaços de desenvolvimento (VASCONCELLOS, 2009; TORRES, 2010) e as autconfrontações como procedimentos metodológicos de coleta de dados e de formação profissional (CLOT, 1998, 2004, 2006a, 2006b; FAÏTA, 1997; FAÏTA et AL, 2000). A pesquisa mostrou que tanto as reuniões pedagógicas como as autoconfrontações podem ser espaços de desenvolvimento profissional, desde que os conflitos (e relações de poder) que neles ocorrem possam agir como catalisadores de desenvolvimento, o que Bronckart (2007) chama de apropriação do debate interpretativo, ou a conversão de artefatos culturais em instrumentos (MACHADO e BRONCKART, 2009).

Palavras-Chave: Desenvolvimento profissional. Conflito. Relações de poder. Reuniões pedagógicas. Autoconfrontação.

Downloads 7280  7280  Tamanho do arquivo 1.31 MB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Pedagogia e Pedagogos Escolares Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
PINTO, Umberto de Andrade

A pesquisa tem por objetivo ressignificar o papel do pedagogo na escola atual e caracteriza-se fundamentalmente por uma investigação teórica, complementada com dados empíricos coletados junto a professores do ensino básico na rede pública do estado de São Paulo. Trata da questão epistemológica da Pedagogia, diferenciando e relacionando-a com as Ciências da Educação, de modo a identificá-la como campo de conhecimento sobre e na educação, esta entendida como fenômeno da prática social. Desenvolve um estudo histórico de como ocorre a universalização do Ensino Fundamental no país, assim como da atuação dos pedagogos nas escolas brasileiras. Analisa os desafios e as demandas da escola pública na atualidade e dos serviços pedagógicos reivindicados pelos professores. Apresenta quatro áreas de atuação do pedagogo escolar articuladas ao projeto político-pedagógico das escolas: a coordenação do trabalho pedagógico, a direção escolar, a coordenação dos programas de desenvolvimento profissional dos educadores e a articulação da escola com a comunidade local. O trabalho defende que os profissionais que ocupam os cargos diretivos nas escolas tenham formação específica no campo pedagógico, o que efetivamente os habilitariam como pedagogos escolares. A literatura da área consultada apoiou-se principalmente em Dias de Carvalho, Estrela, Franco, Pimenta, Kuenzer, Libâneo, Paro, Sacristán, Saviani, Schmied-Kowarzik, Silva Jr. e Veiga.

Palavras-chave: Pedagogia. Ciências da educação. Pedagogo escolar. Coordenação pedagógica. Direção escolar. Orientação educacional.

Downloads 1367  1367  Tamanho do arquivo 1.01 MB  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Ação docente, formação continuada e inclusão escolar Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
ANDRADE, Simone Girardi

A tese investiga a temática ação docente, formação continuada e inclusão escolar, buscando compreender as relações entre a formação continuada e o projeto político-pedagógico em um sistema de ensino, além de focalizar e analisar as singularidades necessárias a propostas de formação que se associem à educação inclusiva.

Palavras-chave: Educação especial. Prática pedagógica. Educação. Projeto Político-Pedagógico. Professor. Formação Continuada. Inclusão Escolar. Rede Municipal de Ensino: Porto Alegre.

Downloads 1863  1863  Tamanho do arquivo 606.05 KB  Plataforma UFRS  Site http://hdl.handle.net/10183/6518
Avaliação: 8.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Música na educação de jovens e adultos : um estudo sobre práticas musicais entre gerações Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
RIBAS, Maria Guiomar de Carvalho

Este trabalho tem por objetivo central compreender como se articulam práticas musicais de estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Aborda questões de repertório, divergências e convergências de interesses, entre universos musicais de estudantes de distintas gerações no contexto educacional da EJA. Investiga sobre práticas daqueles/as que não se encontram em idade considerada “ideal” para iniciar ou aprofundar sua formação escolar nessa área, embora a apropriação e a transmissão da música ocupem um lugar importante em suas cotidianidades.

Palavras-chave: Educação de jovens e adultos. Música. Ensino. Educação musical.

Downloads 700  700  Tamanho do arquivo 395.77 KB  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS  Site http://www.lume.ufrgs.br
Avaliação: 8.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Manuais de História da Educação da Coleção Atualidades Pedagógicas (1933-1977): Verba volant, script Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
ROBALLO, Roberlayne de Oliveira Borges

O presente trabalho apresenta a análise dos manuais de História da Educação que serviram de suporte para os cursos de formação de professores, a partir de 1930, no Brasil. As obras em questão são: “Noções de História da Educação” (1933), de Afrânio Peixoto; “História da Educação” (1939), de Paul Monroe; “Noções de História da Educação” (1945), de Theobaldo Miranda Santos; “História da Educação e da Pedagogia” (1955), de Lorenzo Luzuriaga e “História da Pedagogia” (1957), de René Hubert. Os manuais escolhidos para compor esta pesquisa foram editados, no Brasil, pela Companhia Editora Nacional, e pertencem à “Coleção Atualidades Pedagógicas”, no âmbito do projeto editorial intitulado “Biblioteca Pedagógica Brasileira”, dirigido por Fernando de Azevedode 1931 a 1945, e por Damasco Penna, de 1946 a 1978.

Palavras-chave: Manuais de História da Educação. Formação Docente. Concepções de História da Educação.

Downloads 287  287  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Escola Pública e a Formação da Cidadania: Possibilidades e Limites Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
SILVA, Aida Maria Monteiro

É possível a escola pública contribuir para a formação da cidadania democrática? Quais as possibilidades e limites? Essas questões nortearam este estudo partindo da constatação de que a maioria da população brasileira não tem os direitos básicos assegurados que possam garantir uma vida digna, entre estes: educação, saúde, moradia, trabalho, lazer. O Estado brasileiro avançou em termos político-jurídicos dos ideais proclamados da democracia, a exemplo da Constituição Federal e dos principais acordos e pactos internacionais de garantia e proteção aos direitos humanos de que é signatário. Mas o modelo de gestão governamental fundamentado no neoliberalismo dificulta o fortalecimento da democracia e da cidadania, sendo esta entendida enquanto garantia dos direitos civis, políticos e sociais.É nesse quadro de fragilidade do regime democrático e da cidadania, e por acreditarmos na educação enquanto instrumento de formação da cidadania e na escola como instituição social que trabalha com a socialização do conhecimento, formação de hábitos, valores e atitudes, que procuramos verificar qual a contribuição da escola para a formação da cidadania democrática. Nessa direção, tomamos como referência a política educacional da Secretaria de Educação de Pernambuco 1996-1999, Projeto Escola Legal, devido à ênfase dada aos direitos do aluno, ao ensino cidadão, à gestão democrática e ao professor profissional.A Secretaria, buscando efetivar o Plano Estadual de Educação, elaborou o Projeto Escola Legal com o objetivo de conscientizar os atores da escola sobre os direitos do aluno nesse âmbito.É, portanto, nesse contexto que procuramos investigar como a escola pública pode contribuir para a formação da cidadania democrática, tomando como objeto de análise o trabalho desenvolvido em 04 escolas localizadas no Recife e no Grande Recife, no período de 1997/1999. Os resultados da investigação apontam alguns requerimentos Necessários ao desenvolvimento de um projeto pedagógico nessa direção: apoio institucional e definição de política governamental; vivências de gestão democrática; projeto pedagógico orientado para a formação da cidadania, enquanto proposta global de escola; domínio dos conteúdos específicos dos direitos humanos e da cidadania por todos os atores da escola, de forma a poder integrá-los aos conteúdos curriculares; prática pedagógica que respeite o aluno como sujeito produtor do conhecimento e a escola como espaço sistemático de exercício da cidadania. Esses achados vêm confirmar a tese de que esses requerimentos Contribuem para a construção de um projeto pedagógico nessa perspectiva, mas o educador é o elemento fundamental, a partir da sua decisão e da adesão ao projeto, o que requer uma formação profissional fundamentada nos conteúdos da cidadania democrática.

Downloads 848  848  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.dhnet.org.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Políticas de Educação Superior a distância e os pressupostos para formação de professores Popular Versão: 
Atualização:  17/12/2012
Descrição:
POSSOLLI, Gabriela Eyng

Como a modalidade EAD se insere na formação superior de professores e quais seus pressupostos formativos fundamentais? A relevância educacional e científica da presente tese reside na atualidade da proposta e na necessidade crescente de se realizar pesquisas científicas aprofundadas com afinalidade de estabelecer relações entre a modalidade de educação a distância e a formação superior de professores, focando especificamente: 1. O cenário educacional pós LDB 1996, enquanto momento histórico de surgimento da EAD; 2.A evolução das políticas de EAD no Brasil e a regulamentação dessa modalidade para a educação superior; 3. As categorias relevantes para a organização da EAD na educação superior e na formação superior de professores: globalização e neoliberalismo; tecnologia e determinismo tecnológico; ciberespaço e ambientes virtuais de aprendizagem; materiais didáticos; tutoria e pólos de apoio presencial; 4. A UAB como uma prática relevante de EAD para as IES públicas.

Palavras-Chave: Políticas de Educação Superior. Educação a Distância. Formação de Professores.

Downloads 379  379  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Histórias de (re)provação escolar: vinte e cinco anos depois Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
AMARAL, Daniele Kohmoto

Esta pesquisa busca contemplar um aspecto pouco explorado no campo educacional brasileiro ao abordar os sentidos, as repercussões e as marcas que experiências de consecutivas reprovações escolares no início da escolarização imprimem à trajetória escolar e à história de vida dos indivíduos. Para isso, partiu-se dos quatro estudos de caso apresentados por Maria Helena Souza Patto na obra A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. Como se desdobraram as histórias escolares e de vida dessas pessoas? Como lidaram com a experiência de fracasso ao longo da escolarização? Que lugar a escola ocupou na vida dessas pessoas? Tendo essas questões como ponto de partida, a investigação envolveu pesquisa empírica e ampla revisão bibliográfica. Essa última contemplou análise do periódico Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos no período de 1991 a 2008 sobre o tema do fracasso escolar, além de outras obras de referência sobre o tema. O trabalho de campo foi realizado em um bairro na cidade de São Paulo constando de três etapas principais: 1) localização dos sujeitos; 2) realização de visitas domiciliares para realização de entrevistas (com e sem gravação) com roteiros semiestruturados e elaboração de registros ampliados sobre as visitas; 3) análise dos registros ampliados e das transcrições das entrevistas. Os procedimentos metodológicos exigiram o desenvolvimento de estratégias variadas para localização das quatro pessoas envolvidas, após mais de 25 anos do estudo inicial; desde contatos com antigos moradores, associações locais, diretoria de ensino e escola, até buscas em sítios na internet. As análises dos registros e das entrevistas tiveram como aporte teórico autores que trabalham com história oral e pesquisa (auto)biográfica e apontam para trajetórias escolares que tomaram direções bastante distintas. Percebemos que as vivências escolares não determinaram de modo linear os rumos da vida de nossos entrevistados. Suas trajetórias são frutos de uma complexa combinação que envolve relações e vivências com pessoas e instituições, inclusive escolares, que são interpretadas como (im)possibilidades de apoio ou incentivo. Situações por vezes imponderáveis, que resultam das relações com o mundo, com os outros e consigo mesmo. A vida é, portanto, perpassada por uma multiplicidade de pertencimentos e interferências; cada sujeito se constitui a partir dessa complexidade de relações com diversos grupos sociais e culturais. Desse modo, a escola mostrou-se, na visão dos próprios indivíduos, como uma das instituições que os compõem, dentre tantas outras.

Palavras-chave: Educação. Escolarização. Fracasso escolar. Histórias de vida.

Downloads 564  564  Tamanho do arquivo 1.15 MB  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 »