Educadores

Ínicio : Pedagogia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (22)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Trabalho coletivo na escola pública: contribuições pedagógicas de Anton Semionovitch Makarenko Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
RUIZ, Maria José Ferreira

O texto objetiva apresentar algumas concepções pedagógicas de Anton Semionovitch Makarenko. A partir delas, propõe um repensar sobre a escola atual. Tem como foco o trabalho coletivo e cooperativo. Utiliza-se como aporte teórico, dentre utros, o livro de Luedemann, “Anton Makarenko: Vida e obra: A pedagogia da revolução”. Parte de uma perspectiva materialista histórica, na qual se tem o entendimento que ao analisar as concepções teóricas de um autor, estas devam ser situadas no lócus histórico e concreto no qual foram produzidas. Para tanto, é mister levar em conta a conjuntura temporal e as especifidades históricas e materiais da época. O texto trata de algumas questões aventadas por Makarenko, a saber: individualismo, disciplina, representatividade, assembléias, normatização, cortesia e perspectiva. Ao apresentar e discutir estas questões aponta possíveis desdobramentos e subsídios à construção de propostas coletivas diferenciadas daquelas que temos hoje, pautadas em instâncias colegiadas representativas que, de forma geral, enfatizam mais os princípios administrativos e burocráticos do que os princípios pedagógicos e educativos.

Palavras-chave: Educação. Escola. Coletividade. Assembléias.

Downloads 592  592  Tamanho do arquivo 48.77 KB  Plataforma Revista ORG & DEMO  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Histórias de (re)provação escolar: vinte e cinco anos depois Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
AMARAL, Daniele Kohmoto

Esta pesquisa busca contemplar um aspecto pouco explorado no campo educacional brasileiro ao abordar os sentidos, as repercussões e as marcas que experiências de consecutivas reprovações escolares no início da escolarização imprimem à trajetória escolar e à história de vida dos indivíduos. Para isso, partiu-se dos quatro estudos de caso apresentados por Maria Helena Souza Patto na obra A produção do fracasso escolar: histórias de submissão e rebeldia. Como se desdobraram as histórias escolares e de vida dessas pessoas? Como lidaram com a experiência de fracasso ao longo da escolarização? Que lugar a escola ocupou na vida dessas pessoas? Tendo essas questões como ponto de partida, a investigação envolveu pesquisa empírica e ampla revisão bibliográfica. Essa última contemplou análise do periódico Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos no período de 1991 a 2008 sobre o tema do fracasso escolar, além de outras obras de referência sobre o tema. O trabalho de campo foi realizado em um bairro na cidade de São Paulo constando de três etapas principais: 1) localização dos sujeitos; 2) realização de visitas domiciliares para realização de entrevistas (com e sem gravação) com roteiros semiestruturados e elaboração de registros ampliados sobre as visitas; 3) análise dos registros ampliados e das transcrições das entrevistas. Os procedimentos metodológicos exigiram o desenvolvimento de estratégias variadas para localização das quatro pessoas envolvidas, após mais de 25 anos do estudo inicial; desde contatos com antigos moradores, associações locais, diretoria de ensino e escola, até buscas em sítios na internet. As análises dos registros e das entrevistas tiveram como aporte teórico autores que trabalham com história oral e pesquisa (auto)biográfica e apontam para trajetórias escolares que tomaram direções bastante distintas. Percebemos que as vivências escolares não determinaram de modo linear os rumos da vida de nossos entrevistados. Suas trajetórias são frutos de uma complexa combinação que envolve relações e vivências com pessoas e instituições, inclusive escolares, que são interpretadas como (im)possibilidades de apoio ou incentivo. Situações por vezes imponderáveis, que resultam das relações com o mundo, com os outros e consigo mesmo. A vida é, portanto, perpassada por uma multiplicidade de pertencimentos e interferências; cada sujeito se constitui a partir dessa complexidade de relações com diversos grupos sociais e culturais. Desse modo, a escola mostrou-se, na visão dos próprios indivíduos, como uma das instituições que os compõem, dentre tantas outras.

Palavras-chave: Educação. Escolarização. Fracasso escolar. Histórias de vida.

Downloads 575  575  Tamanho do arquivo 1.15 MB  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Problematizando o “Bullying” para a realidade brasileira Popular Versão: PDF
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
CATINI, Nilza

O trabalho consiste numa investigação inicial sobre o "bullying" na realidade brasileira a partir de sua manifestação em uma escola pública da periferia de Campinas (SP). Paralelamente, apresenta manifestações da violência na comunidade na qual os participantes residem. O estudo envolveu 41 participantes, de 8 a 15 anos, de um Núcleo Comunitário e os dados foram coletados em duas etapas, compostas por um desenho e uma entrevista individual, semidirigida e gravada. Os participantes caracterizaram o "bullying" a partir de seu referencial enquanto agressores (16%), vítimas (29%) e espectadores. De seus relatos depreende-se: decadência de valores como a solidariedade e sentimento de impotência por parte dos espectadores; ansiedade e insegurança devido à expectativa de novas agressões, revolta, sentimento de impotência, autoculpa, e reflexos negativos na autoestima por parte das vítimas; insensibilidade pelo sentimento do outro, valores preconceituosos e formação de grupos que se utilizam de estratégias violentas por parte dos agressores. Das manifestações de violência na comunidade sobressaem-se as relacionadas ao tráfico e uso de drogas. As discussões têm como referência a crítica à ética competitiva e individualista, cujos valores tendem a favorecer a manifestação das diversas violências. Apresentam, ainda, o contraponto entre competição e cooperação.

Downloads 566  566  Tamanho do arquivo 2.32 MB  Plataforma Pontifícia Universidade Católica de Campinas   Site http://www.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Casa Familiar do Mar em Santa Catarina: Complexidades de uma prática educativa Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CORRÊA, Cirlei Marieta de Sena

Apresento nas páginas seguintes um estudo que se traduz na produção de um conhecimento sobre uma escola diferente, denominada Casa Familiar do Mar Luiz Carlos Perin (CFM). Para escrever sobre esta escola realizei estudos sobre referenciais teóricos que justificam a existência de uma escola chamada Casa. A mudança de paradigma inicia-se na denominação do espaço formal da educação e segue em todos os elementos que o constituem, desde o pressuposto filosófico inserido no pensamento complexo até o processo de formação por meio da pedagogia da alternância. Tem ressonância, na escolha do local de investigação, a saber, uma cidade localizada no litoral que, no contexto da atual demarcação do imenso território brasileiro insere-se na chamada Amazônia Azul. Sobre os sujeitos que conduzem a justificativa do objeto investigado, a mudança paradigmática é observada nos seguintes questionamentos: Por que a profissão de pescador artesanal não pode exercida por pessoas que estudam? Por que não pensarmos em pessoas que estudam e exercem a profissão de pescador artesanal? E ainda sobre os sujeitos que estudam na CFM, verifiquei que durante o seu processo de formação, constroem os seus projetos de vida. No primeiro momento, são projetos planejados e escritos para a conclusão do ensino fundamental, posteriormente para alguns jovens egressos, constituem-se como projetos executados. Considero a CFM uma das alternativas para os jovens que necessitam concluir o ensino fundamental, contribuindo com o desenvolvimento local por meio de atividades inseridas no contexto de comunidades litorâneas e representando um processo inovador de formação escolar dos jovens. A estratégia para coletar informações neste estudo de caso constituiu-se fundamentalmente de observações. Algumas vezes estas se caracterizaram como participante, pois algumas interferências foram realizadas para obtenção de dados informativos.

Palavras-chave: Pensamento complexo. Casa familiar do mar. Pedagogia da alternância.

Downloads 553  553  Tamanho do arquivo 1.12 MB  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC  Site http://www.ppgect.ufsc.br/teses
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Sentidos da democracia na escola : um estudo sobre concepções e vivências Popular Versão: PDF
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
MEDEIROS, Isabel Letícia Pedroso de

A presente tese de doutorado constitui-se de um estudo de caso sobre concepções e vivências da democracia na escola, na perspectiva de docentes e de estudantes. Trata-se de uma investigação qualitativa, em três escolas da rede pública municipal de Porto Alegre, a qual apresenta um contexto significativo em termos de implementação de mecanismos formais de gestão democrática em nível de sistema e de escolas. O referencial teórico-metodológico, desenvolvido nos quatro capítulos iniciais, traz conceitos de democracia, política e participação, a partir de várias vertentes teóricas e políticas, e a abordagem dos significados e temas significativos na articulação entre democracia e educação. Como se trata de um estudo de caso, também são apresentadas referências sobre a escola como foco de estudo. A coleta de dados se realizou considerando duas manifestações de discurso: o texto escrito dos projetos político-pedagógicos e os regimentos escolares, bem como entrevistas com os diretores de escola e com professores e alunos do terceiro ciclo do Ensino Fundamental. Na construção do dispositivo teórico-analítico salienta-se os estudos sobre linguagem, língua e a análise do discurso fundamentado em Michel Pêcheux e Eni Orlandi. No quarto capítulo, foi feita uma breve contextualização histórica da rede municipal de ensino na qual estão inseridas as escolas estudadas. Os quinto, sexto e sétimo capítulos trazem a análise de cada uma das escolas pesquisadas, apresentando uma contextualização da escola, a descrição e interpretação das entrevistas e um fechamento de cada capítulo, abordando regularidades e contradições entre os discursos. Na Escola I, a análise dos discursos possibilita a interpretação de que existe um projeto democrático próprio, que não é uma mera resposta às diretrizes externas. Muito embora em termos de planejamento e avaliação haja a evocação de uma memória da escola tradicional, com uma concepção de currículo fragmentada, organizada em conteúdos disciplinares hierarquizados. Em relação à Escola II, a análise direcionou para a conclusão de que nessa escola há uma ênfase na gestão dos processos administrativos e abertura para a participação docente, com pouca participação de outros segmentos da comunidade escolar. Na Escola III, destaca-se, a partir da interpretação, a democracia formal representativa como prática predominante, através do conselho escolar e participação em processos eleitorais, com pouca participação e envolvimento direto dos sujeitos sociais nos processos de gestão. Nas considerações finais são apresentadas as conclusões gerais do estudo realizado, retomando o referencial teórico e as questões que mobilizaram a investigação: enquanto nos textos dos projetos político-pedagógicos há a articulação entre processos de representação e de participação direta, destaca-se nos discursos dos entrevistados a democracia formal representativa como principal prática; a grande maioria dos estudantes apresenta uma frágil memória discursiva sobre democracia, evocando os discursos veiculados na mídia; sobre as perspectivas de avanço, há diferenças entre as três escolas, já que na primeira a ênfase está em aprofundar e aprimorar os processos de participação, envolvendo mais os estudantes; na Escola II, os professores acreditam que o avanço depende de questões externas à escola, porém, os estudantes reivindicam mais participação para o seu segmento; na Escola III, os docentes sugerem trabalhar mais com temas ligados à cidadania e vivência democrática, enquanto os estudantes apontam desde a melhoria do ensino, da disciplina, das condições físicas do prédio, até a ânsia por mais liberdade e participação. Ainda nas considerações finais dá-se destaque para: a constituição de redes em defesa da democracia e da democratização da educação - a participação dos atores sociais na discussão, reflexão e elaboração de políticas educacionais, voz dos alunos e possibilidade de fomentar a formação para a política e para a democracia, investir na transformação da escola e conceber a construção da democracia como processo sem-fim, sempre inacabado.

Palavras-chave: Análise do discurso. Ensino fundamental Escola. Gestão Democrática. Participação. Pêcheux. Projeto pedagógico.

Downloads 545  545  Tamanho do arquivo 1.59 MB  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS  Site http://www.lume.ufrgs.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Desistência e Resistência no Trabalho Docente: Um Estudo das Professoras e Professores do Ensino Fun Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CALDAS, Andréa do Rocio

Este estudo tem como objetivo analisar os processos de desistência e resistência no trabalho docente, dos professores(as) do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação de Curitiba. O pressuposto que rege as análises é que tais processos advêm da relação contraditória que o trabalho na sociedade capitalista contemporânea pressupõe, entre as determinações da alienação e as possibilidades de libertação. Parte-se da análise da dupla dimensão do trabalho, como reprodução em si e como atividade social genérica, a fim de identificar como este processo de tensão afeta a realização concreta do trabalho educativo. Considera-se que a atividade escolar relaciona-se com esta dupla determinação, tanto do ponto de vista dos conteúdos de seu trabalho, que têm sua gênese e finalidades demarcadas pelo mundo do trabalho, quanto pela forma de realização do trabalho escolar, como espaço de reprodução da existência individual e social. Desta forma, o presente trabalho busca analisar os componentes estruturais que no atual momento acentuam o sofrimento e a precarização do trabalho docente, e identificar as possibilidades de ruptura com tal quadro, que ensejem potencialidades emancipatórias. Defende-se que o estudo destas manifestações, a desistência e a resistência, deve considerar a necessária relação dialética entre estrutura social e ação humana, tomadas historicamente e, portanto, em permanente movimento de construção e reconstrução. A investigação toma como referência o relato de professores(as) municipais, indicados pelo Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Educação de Curitiba (SISMMAC) e pelos pares mais próximos da escola, que vivem situações de comprometimento e desmotivação com o trabalho escolar. A partir destas análises, o estudo em questão pretende contribuir para o desvelamento dos entraves que obstaculizam a relação consciente com o trabalho e com sua finalidade humanizadora, e, ao mesmo tempo, destacar os processos representativos de resistência que estão em curso nas práticas escolares.

Palavras-chave: Trabalho docente. Alienação. Sofrimento no trabalho. Desistência. Resistência.

Downloads 508  508  Tamanho do arquivo 566.56 KB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppgeufpr.pr.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!As legislações e políticas para a educação infantil no Brasil e no Paraná e seus atores (1990-2016): Popular Versão: 
Atualização:  7/3/2019
Descrição:
LOPES, Lindicéia Batista de França

Esta tese analisa a participação do empresariado na trajetória de elaboração das legislações e políticas para a educação infantil no Brasil e no Paraná entre 1990 a 2016. Empreende um estudo da Deliberação nº 02/2014 CEE/PR, a normatização vigente para a educação das crianças de 0 a 5 anos paranaenses com foco em analisar seu conteúdo e processo de elaboração.

Palavras-chave: Educação infantil. Empresariado. Políticas educacionais.

Downloads 451  451  Tamanho do arquivo 2.95 KB  Plataforma UEM  Site http://
Avaliação: 1.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!O olhar de trabalhadoras de creches sobre o cuidado da criança Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
VERÍSSIMO, Maria De La Ó Ramallo

Este estudo teve como objetivo apreender e analisar as representações de profissionais que atuam em creche, acerca do cuidado da criança. O referencial teórico adotado foi a Teoria das Representações Sociais de Moscovici. Os dados foram coletados junto a 7 coordenadoras e 9 educadoras, de três creches vinculadas a uma universidade pública, no Município de São Paulo. Com as coordenadoras, a coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas individuais semiestruturadas. Com as educadoras, foi realizada uma oficina pedagógica, estruturada em 4 encontros. Os tópicos estabelecidos para cada encontro visaram compreender o que os sujeitos do estudo pensam, sentem e fazem, em relação ao cuidado da criança. Os encontros e as entrevistas foram gravados, transcritos na íntegra e os dados submetidos à análise de conteúdo, segundo a técnica de análise temática. Foram obtidos os seguintes temas: A creche, O trabalho na creche, O cuidado da criança na creche e A creche e a família. Com base na análise, identificou-se que, para as coordenadoras, o cuidado é definido como as ações realizadas para atender às necessidades físicas e emocionais da criança, além de estabelecimento de vínculo afetivo. Cuidado e educação têm igual valor e se integram porque as crianças aprendem algo durante as ações de cuidado. Para as educadoras, cuidar é prover o bem-estar da criança (alimentar, higienizar, permitir o descanso, manter a segurança física). Consideram o cuidado como uma etapa preliminar das atividades pedagógicas, que permite à criança sentir-se disposta a aprender. Para ambos os grupos, o cuidado profissional é diferente do cuidado oferecido em casa porque se fundamenta em princípios científicos e rotinas institucionais. Conclui-se que as trabalhadoras, apesar de cuidarem extensivamente das crianças, não reconhecem essas ações como cuidado, o que se deve à falta de reflexão sobre um referencial teórico-conceitual para fundamentar o cuidado na creche.

Palavras-chave: Creches. Cuidado da criança. Educação infantil. Bem-estar da criança.

Downloads 437  437  Tamanho do arquivo 1.68 MB  Plataforma  Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.prosaber.org.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Políticas de Educação Superior a distância e os pressupostos para formação de professores Popular Versão: 
Atualização:  17/12/2012
Descrição:
POSSOLLI, Gabriela Eyng

Como a modalidade EAD se insere na formação superior de professores e quais seus pressupostos formativos fundamentais? A relevância educacional e científica da presente tese reside na atualidade da proposta e na necessidade crescente de se realizar pesquisas científicas aprofundadas com afinalidade de estabelecer relações entre a modalidade de educação a distância e a formação superior de professores, focando especificamente: 1. O cenário educacional pós LDB 1996, enquanto momento histórico de surgimento da EAD; 2.A evolução das políticas de EAD no Brasil e a regulamentação dessa modalidade para a educação superior; 3. As categorias relevantes para a organização da EAD na educação superior e na formação superior de professores: globalização e neoliberalismo; tecnologia e determinismo tecnológico; ciberespaço e ambientes virtuais de aprendizagem; materiais didáticos; tutoria e pólos de apoio presencial; 4. A UAB como uma prática relevante de EAD para as IES públicas.

Palavras-Chave: Políticas de Educação Superior. Educação a Distância. Formação de Professores.

Downloads 391  391  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Manuais de História da Educação da Coleção Atualidades Pedagógicas (1933-1977): Verba volant, script Popular Versão: 
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
ROBALLO, Roberlayne de Oliveira Borges

O presente trabalho apresenta a análise dos manuais de História da Educação que serviram de suporte para os cursos de formação de professores, a partir de 1930, no Brasil. As obras em questão são: “Noções de História da Educação” (1933), de Afrânio Peixoto; “História da Educação” (1939), de Paul Monroe; “Noções de História da Educação” (1945), de Theobaldo Miranda Santos; “História da Educação e da Pedagogia” (1955), de Lorenzo Luzuriaga e “História da Pedagogia” (1957), de René Hubert. Os manuais escolhidos para compor esta pesquisa foram editados, no Brasil, pela Companhia Editora Nacional, e pertencem à “Coleção Atualidades Pedagógicas”, no âmbito do projeto editorial intitulado “Biblioteca Pedagógica Brasileira”, dirigido por Fernando de Azevedode 1931 a 1945, e por Damasco Penna, de 1946 a 1978.

Palavras-chave: Manuais de História da Educação. Formação Docente. Concepções de História da Educação.

Downloads 299  299  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 (4) 5 »