Educadores

Ínicio : Pedagogia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (22)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do pior para o melhor avaliado)

Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!A Pedagogia do estar junto: Éticas e Estéticas no Bairro de São Sebastião do Rocio Popular Versão: PDF
Atualização:  27/7/2017
Descrição:
MARQUES, Sônia Maria dos Santos

A Tese “Pedagogia do Estar Junto: Éticas e estéticas no Bairro de São Sebastião do Rocio” propõe-se a descrever as éticas e estéticas cotidianas do estar junto. No Bairro de São Sebastião, reduto negro do Município de Palmas, Estado do Paraná. Delineamos como problema de investigação, a interrogação “De que modo os moradores ‘negros’ do Bairro de São Sebastião inventam e inventaram socialidades e constituem o estar junto naquele espaço?”, tendo como objetivos: 1) conhecer os processos históricos de constituição do Bairro de São Sebastião em Palmas - PR; 2) demarcar os contornos e as formas a partir das quais os moradores do Bairro de São Sebastião constituem socialidades e inventaram e inventam um estar junto comunitário; 3) cartografar os espaços, identificados pelos moradores do Bairro de São Sebastião como significativos para sua vivência e constituição grupal; 4) conhecer o cotidiano do Bairro de São Sebastião, seus personagens e as in-significâncias cotidianas que constituem o estar junto. Tratamos de configurar os processos vividos por essa comunidade que têm um caráter pedagógico e, de alguma maneira, permitem a sua continuidade como grupo. É importante dizer que não situamos esses conhecimentos em uma instituição mas no estar junto com, movimento que parece cingir diversas instituições, perseguindo as interfaces que permitiram compor uma figura complexa. Nesta investigação, fizemos um exercício etnográfico, tentamos penetrar na poética cotidiana, na rede de fazeres e dizeres que aparecem e transparecem nas narrativas, tornando presente, pelo exercício de memória e imaginação a confluência da imagem que “ondula no tempo do fio narrativo”. Para fundamentação teórica buscamos contribuições de autores como Maffesoli, Certeau, Bhabha, Perez, entre outros, que permitiram adentrar ao Bairro de São Sebastião do Rocio, valorizando as vitalidades e potências que impregnam o cotidiano do grupo, fazendo emergir a ideia de tradição, a vivência da festa, a performance das mulheres, a ideia de abundância e a lógica do doméstico como elementos constitutivos do estar junto. Esta investigação é uma abordagem generosa da vida e da composição social.

Palavras-chave: Pedagogia do estar junto. Bairro São Sebastião do Rocio. Processos educativos em comunidades.

Downloads 408  408  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRGS  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Currículo em ação : implicações na construção de uma escola democrática Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
VIEIRA, Angelina de Melo

Esta pesquisa tem como objeto de estudo o currículo em ação da escola Liberdade, instituição pública da rede municipal de ensino de Cuiabá, Mato Grosso, e visa analisar criticamente esse artefato social e pedagógico. Esse currículo proporciona aos envolvidos a oportunidade de adquirirem conhecimentos, valores, experiências que os capacitem para a vivência da democracia crítica? Como se processa essa experiência? A partir dessas e outras interrogações que se interpõem a tal análise, apontam-se alguns empecilhos e possibilidades à construção de uma escola e, por extensão, de uma sociedade democrática. O percurso metodológico assumido caracteriza-se por um estudo de caso do tipo etnográfico, apoiado na triangulação dos dados, coletados mediante a recorrência a três instrumentos investigativos - observação participante, exame de fontes documentais escritas e entrevista etnográfica, de modo a resguardar o rigor científico e a responder no seu conjunto às indagações da pesquisa. O referencial teórico-prático alicerça-se em alguns dos maiores especialistas em currículo crítico da contemporaneidade, como Michael W. Apple, Henry A. Giroux, Antonio Flávio B. Moreira, entre outros. Para construí-lo, vale-se das obras de Antonio Gramsci e de Paulo Freire, além de outros, inclusive de alguns de seus intérpretes. Dentre os aspectos focalizados, destacam-se as categorias que integram um contexto de “Estado ampliado”, no qual a disputa entre os projetos societários se evidencia também no interior da escola, considerando que o currículo em ação pode confirmar ou apresentar indicativos de que se desenvolve com vistas à superação do projeto de sociedade vigente, na medida em que viabiliza avanço na compreensão e no discernimento dos princípios que orientam e consubstanciam o arcabouço teórico-metodológico de cada proposta. Assumir o currículo em ação como política da escola, implica uma compreensão que não se encontra isolada dos elementos e aspectos mais abrangentes da sociedade e da educação, achando-se, antes, condicionada e, por outro lado, dotada de capacidade para condicionar o caminho e o horizonte que os intelectuais assumem em sua prática. Concepção que se constitui nas articulações e no empoderamento do público, em particular dos profissionais que integram a escola na qual se desenvolve a pesquisa e que se sentem autorizados a ser eles mesmos os sujeitos que pensam, organizam e colocam em ação a unidade escolar e seu currículo. A investigação aponta para avanços em direção à construção de um poder compartilhado na gestão escolar e de um relacionamento menos verticalizado entre os envolvidos. Porém, revela dificuldades no processamento do currículo em ação no sentido de conciliar a liberdade, a responsabilidade, a espontaneidade e a necessidade de oferecer aos educandos dos anos iniciais do Ensino Fundamental conhecimentos sólidos que lhes possibilitem uma formação consistente e crítica.

Palavras-chave: Currículo em ação. Escola democrática. Professores como intelectuais transformadores.

Downloads 7904  7904  Tamanho do arquivo 1.75 MB  Plataforma Universidade Federal Fluminense - UFF  Site http://www.bdtd.ndc.uff.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Vozes de mulheres : educação, universidade e trabalho nos anos 40 e 50 do Século XX Popular Versão: PDF
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
TESSELER, Fani Averbuh

Este trabalho investiga como se desenvolveu a trajetória profissional de mulheres que passaram pela universidade nas décadas de 40 e 50 do século XX, pela escuta de suas memórias sobre suas trajetórias educativas, profissionais e familiares. Objetiva escutar a história da relação entre as possibilidades de acesso ao ensino superior e profissionalização para mulheres, na década de 1950, em Porto Alegre, seu significado como instituidor de identidade, limites e abrangências tendo em vista trajetórias profissionais e de vida de algumas mulheres - o que inclui o casamento como marco fundamental porque definidor de possibilidades e trajetórias e o significado social atribuído ao diploma profissional, dado por elas mesmas e pela sociedade onde se inserem, ou seja, um determinado tempo, um certo lugar e pelas pessoas com quem viveram e conviveram. As mudanças em curso não modificaram as posições das mulheres nas relações de gênero, pois a subordinação em relação ao homem se manteve, mesmo portadoras de diploma de educação superior, o que possibilitaria o acesso de algumas mulheres ao trabalho e, consequentemente, à situações e formas próprias de alcançar dinheiro, o que poderia significar liberdade, independência e autonomia, elas optaram por manter a tradição quanto aos papéis e lugares de gênero na família. A permanência em posições e lugares de marginalidade nas relações de gênero, apesar das possibilidades econômicas construídas pelo título, mostra que este não assegurava, por si só, o cumprimento dessas mudanças.

Palavras-chave: Gênero. História da educação. História oral. Memória.

Downloads 1237  1237  Tamanho do arquivo 924.88 KB  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRG  Site http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/18381
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Filosofia, ética e educação na perspectiva de Ernst Cassirer Popular Versão: 
Atualização:  24/8/2009
Descrição:
FERNANDES, Vladimir

Esta tese visa contribuir para a reflexão educacional e ética a partir da filosofia de Ernst Cassirer. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica qualitativa com enfoque na produção teórica do referido filósofo. Embora Cassirer, em sua produção intelectual, não tenha escrito diretamente sobre pedagogia ou educação, nem explorado sistematicamente a questão ética, os problemas com os quais se preocupou no decorrer de sua produção filosófica fornecem subsídios importantes para uma reflexão nesse sentido.

Palavras-chave: Cassirer. Educação. Ética. Filosofia. Formas simbólicas.

Downloads 1841  1841  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!A compulsão à linguagem na Psicanálise: Teoria Lacaniana e Psicanálise Pragmática Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
ALMEIDA, João José R. L.

Este trabalho é uma exposição crítica de elos conceituais manifestos pela teoria de Lacan e pela psicanálise pragmática, esta última circunscrita a publicações de Marcia Cavell e de Jurandir Freire Costa. Sem descuidar da investigação exegética, pretende-se aqui apresentar uma visão panorâmica das composições conceituais e dos sentidos que adquirem as palavras no conjunto de cada prática teórica.

Palavras-chave: Criação. Imagem. Imaginação. Literatura. Subjetividade.

Downloads 9367  9367  Tamanho do arquivo 1.70 MB  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - Unicamp  Site http://criticanarede.com
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!O senso comum pedagógico : práxis e resistência Popular Versão: PDF
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
BENINCÁ, Elli

A tese faz uma reflexão sobre a questão-problema teoria e prática. O problema é evidenciado quando projetos político-pedagógicos com objetivos inovadores e revolucionários não conseguem transformar-se em processos de mudança social. Traz para o debate a construção e a condução de um projeto político-pedagógico, entendido como possibilidade e fator de coerência entre as intenções educacionais e a prática pedagógica.

Palavras-chave: Educação continuada. Projeto Político-Pedagógico. Teoria - Práxis. Senso comum. Filosofia.

Downloads 1218  1218  Tamanho do arquivo 1.82 MB  Plataforma UFRS  Site http://hdl.handle.net/10183/1542
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Informática na educação : a visão das professoras Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CASAS, Trazíbulo Henrique Pardo

O estudo consiste em uma abordagem das significações da informática na prática profissional do professor, por meio de procedimentos metodológicos de pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso etnográfico. Após a contextualização da pesquisa e a apresentação dos dois campos de conhecimento que compõem o pano de fundo de nosso trabalho, Educação Matemática e Informática na Educação, procura-se estabelecer uma relação entre os discursos das docentes com textos teóricos que abordam a formação de professores, sociedade informatizada e etnografia, sendo também levantadas algumas perspectivas da investigação.

Palavras-chave: Computador na educação. Professor. Ensino fundamental. Informática. Educação.

Downloads 826  826  Tamanho do arquivo 1.08 MB  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS  Site http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora! O Discurso sobre as Novas Tecnologias e a Subjetivação Docente: A Docência na Rede Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
KLEIN, Rejane

Os discursos que circularam na revista Nova Escola descritos nesta tese foram percebidos como material integrante de uma rede discursiva mais ampla. Procurou-se mostrar como se ensina modos de ser docente e de se exercer a docência nos artigos, nas propagandas e nas notícias veiculadas pela revista, tomando como recorte o tema sobre as novas tecnologias. Alguns enunciados propagados pela publicação podem ser observados também em outros materiais, tais como: nos textos que tratam da criação do Ministério da Ciência e Tecnologia, dos projetos de educação via rádio, televisão e correspondências e ainda dos programas de informatização das escolas públicas. Nos textos da revista, associam-se saberes pedagógicos e da comunicação, produzindo-se efeitos de verdade, através dos quais os/as docentes são nomeados, classificados e posicionados. Os efeitos de verdade são criados através da recorrência a outros campos do saber e, também, por meio de alguns procedimentos observados na confecção da publicação, dentre eles: a recorrência à lógica binária, representando-se um certo modo de ser docente como modelo ideal e um outro como ultrapassado. Dentre os procedimentos, utiliza-se o passo-a-passo, ativando o dispositivo da gradualidade e os relatos de experiência apresentados como exemplos de práticas bem sucedidas. A análise do discurso aqui utilizada ancorou-se na perspectiva foucaultiana, valendo-se dos estudos arqueológicos e genealógicos. Nos discursos da revista são construídos dois modos de ser docente e de exercer a docência: o/a docente da era tecnológica e o da era pré-digital. O primeiro é mostrado como um sujeito pertencente à cultura digital ou em processo de aprendizagem desta. Este é representado como um sujeito autônomo, cooperativo, democrático, esforçado e criativo. É nomeado como professor/a pontocom, plugado/a, conectado/a. Exerce a docência interagindo com seus/suas alunos/as, é aberto a críticas, troca experiências com outros/as professores/as através da internet, atualiza-se constantemente. O segundo é mostrado como autoritário, despreparado, dependente e antiquado. Na sala de aula, torna os alunos/as passivos, o conhecimento está centrado nele/a, não aceita críticas. De modo geral, é classificado como tradicional e as deficiências da escola são atribuídas aos professores/as adeptos desta prática. Os/as docentes que se negam ou rejeitam a informatização das escolas não aparecem no discurso descrito.

Palavras-chave: Discurso. Tecnologias. Subjetivação. Mídia impressa.

Downloads 2721  2721  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppgeufpr.pr.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Desistência e Resistência no Trabalho Docente: Um Estudo das Professoras e Professores do Ensino Fun Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CALDAS, Andréa do Rocio

Este estudo tem como objetivo analisar os processos de desistência e resistência no trabalho docente, dos professores(as) do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação de Curitiba. O pressuposto que rege as análises é que tais processos advêm da relação contraditória que o trabalho na sociedade capitalista contemporânea pressupõe, entre as determinações da alienação e as possibilidades de libertação. Parte-se da análise da dupla dimensão do trabalho, como reprodução em si e como atividade social genérica, a fim de identificar como este processo de tensão afeta a realização concreta do trabalho educativo. Considera-se que a atividade escolar relaciona-se com esta dupla determinação, tanto do ponto de vista dos conteúdos de seu trabalho, que têm sua gênese e finalidades demarcadas pelo mundo do trabalho, quanto pela forma de realização do trabalho escolar, como espaço de reprodução da existência individual e social. Desta forma, o presente trabalho busca analisar os componentes estruturais que no atual momento acentuam o sofrimento e a precarização do trabalho docente, e identificar as possibilidades de ruptura com tal quadro, que ensejem potencialidades emancipatórias. Defende-se que o estudo destas manifestações, a desistência e a resistência, deve considerar a necessária relação dialética entre estrutura social e ação humana, tomadas historicamente e, portanto, em permanente movimento de construção e reconstrução. A investigação toma como referência o relato de professores(as) municipais, indicados pelo Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Educação de Curitiba (SISMMAC) e pelos pares mais próximos da escola, que vivem situações de comprometimento e desmotivação com o trabalho escolar. A partir destas análises, o estudo em questão pretende contribuir para o desvelamento dos entraves que obstaculizam a relação consciente com o trabalho e com sua finalidade humanizadora, e, ao mesmo tempo, destacar os processos representativos de resistência que estão em curso nas práticas escolares.

Palavras-chave: Trabalho docente. Alienação. Sofrimento no trabalho. Desistência. Resistência.

Downloads 624  624  Tamanho do arquivo 566.56 KB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppgeufpr.pr.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Ambiente Pedagógico Colaborativo do Portal Dia a Dia Educação: Análise do Modelo Didático-Tecnológic Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
MENEZES, Glauco Gomes de

Relata à pesquisa cujo objetivo é discutir o papel das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) – mais especificamente do Ambiente Pedagógico Colaborativo do Portal Dia a dia Educação – nos processos de formação continuada dos professores da Rede Estadual de Educação Básica do Estado do Paraná, a partir da perspectiva que busca re-situar a natureza do trabalho docente e do conhecimento escolar, considerando o professor como um produtor de conhecimento. Apresentam-se elementos para discutir o que e como devem aprender os professores para que se desenvolvam profissionalmente e produzam transformações em suas práticas. Neste contexto, foram analisadas diferentes perspectivas teóricas que buscam superar a perspectiva do racionalismo técnico, que dissocia a atividade docente da produção de conhecimento e, portanto, distingue os processos de produção e transmissão como ações que são desenvolvidas em dois espaços específicos – a universidade e a escola – e que resultam do trabalho profissional de sujeitos distintos – pesquisadores e professores (SCHÖN, 1983, 1995, 2000; LISTON; ZEICHNER, 1991; ZEICHNER, 1993; STENHOUSE, 1998; COCHRAM-SMITH; LYTTLE, 1993). Para contextualizar e localizar o caso particular em estudo, buscou-se examinar o conteúdo dos documentos oficiais que estruturaram a criação e implementação do “Projeto BRA/03/036 – EDUCAÇÃO BÁSICA E INCLUSÃO DIGITAL NO ESTADO DO PARANÁ”. Esta análise foi realizada à luz de três categorias organizadoras – o papel do Estado na expansão das possibilidades de acesso da população às TIC, particularmente à Internet; o sentido atribuído às TIC; a natureza da função atribuída aos professores no processo de implementação do Portal Dia-a-dia Educação. A partir desses elementos, a pesquisa foi direcionada à análise do modelo didático-tecnológico do Ambiente Pedagógico Colaborativo. Para esta análise, a partir do conceito de design instrucional (FILATRO, 2004), foram adotadas quatro categorias, inspiradas em trabalhos produzidos na área do design instrucional (REIGELUTH; MOORE, 1999): tipo de aprendizagem; acompanhamento e avaliação dos processos de produção dos professores; tipo de comunidade de aprendizagem que o sistema possibilita; natureza dos conteúdos produzidos pelos professores, enquanto resultado do processo de formação continuada mediado pelas TIC. Pode-se concluir que a proposta apresenta elementos para se afirmar que há possibilidades de avanço – especialmente pela socialização de conhecimentos. Mas pode-se também identificar os limites do modelo, particularmente derivada da reprodução de uma concepção didática fundamentada na exposição de conteúdos e não na sua problematização, que se associa, neste caso, a um modelo de formação de professores que, apesar de valorizar a prática e a experiência, mantém a perspectiva da transmissão e reprodução e, portanto, mantém-se distanciado da ideia de que os professores podem e devem produzir conhecimentos sobre o ensino.

Palavras-chave: Tecnologia e educação. Formação continuada de professores. Produção de conhecimento. Design instrucional. Ambiente pedagógico colaborativo.

Downloads 4750  4750  Tamanho do arquivo 7.58 MB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 (3) 4 5 »