Educadores

Ínicio : Pedagogia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (22)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Ação docente, formação continuada e inclusão escolar Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
ANDRADE, Simone Girardi

A tese investiga a temática ação docente, formação continuada e inclusão escolar, buscando compreender as relações entre a formação continuada e o projeto político-pedagógico em um sistema de ensino, além de focalizar e analisar as singularidades necessárias a propostas de formação que se associem à educação inclusiva.

Palavras-chave: Educação especial. Prática pedagógica. Educação. Projeto Político-Pedagógico. Professor. Formação Continuada. Inclusão Escolar. Rede Municipal de Ensino: Porto Alegre.

Downloads 1919  1919  Tamanho do arquivo 606.05 KB  Plataforma UFRS  Site http://hdl.handle.net/10183/6518
Avaliação: 8.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Álbuns de retratos, infâncias entrecruzadas e cultura lúdica: Memória e fotografia na Brinquedoteca  Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
PORTO, Cristina Laclette

Esta tese apresenta parte da história da Brinquedoteca Hapi, um espaço dedicado às crianças, coordenado pela autora durante 16 anos e que tinha como eixo de ação, brinquedos e brincadeiras. A reconstrução dessa trajetória partiu de diferentes suportes de memória sendo que a fotografia revelou-se um material fundamental. A pesquisa exigiu o aprofundamento teórico em torno das concepções de história, memória, narrativa, brinquedo e cultura lúdica. Trata-se de um texto polifônico onde é possível destacar como interlocutores privilegiados os seguintes autores: Walter Benjamin, Maurice Halbwachs, Mikail Bakhtin, Hannah Arendt, Roland Barthes, Gilles Brougère, Beatriz Sarlo, Jeanne Marie Gagnebin, Ecléa Bosi, Gilberto Velho, Boris Kossoy, Miriam Moreira Leite, entre outros. A brinquedoteca tinha como propósito, ser uma porta aberta para os museus, mas seu projeto revelou-se mais amplo ao criar uma pedagogia da ludicidade associada a uma pedagogia da imagem, voltadas para a preservação de um patrimônio não-tangível que é o brincar. A tese mostra a importância da troca entre as gerações para o reconhecimento de que as histórias, ao serem contadas, se comprometem com o futuro, e defende a ideia de que o trabalho desenvolvido com as crianças e suas famílias, em brinquedotecas, pode-se constituir em um caminho fértil na luta contra o empobrecimento da experiência (Verfall der Erfahrung) engendrado pela sociedade contemporânea e anunciado por Walter Benjamin.

Palavras-chave: Memória. Narrativa. Fotografia. Infância. Cultura lúdica. Brinquedoteca.

Downloads 327  327  Tamanho do arquivo 27.39 MB  Plataforma Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro  Site http://www.prosaber.org.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Ambiente Pedagógico Colaborativo do Portal Dia a Dia Educação: Análise do Modelo Didático-Tecnológic Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
MENEZES, Glauco Gomes de

Relata à pesquisa cujo objetivo é discutir o papel das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) – mais especificamente do Ambiente Pedagógico Colaborativo do Portal Dia a dia Educação – nos processos de formação continuada dos professores da Rede Estadual de Educação Básica do Estado do Paraná, a partir da perspectiva que busca re-situar a natureza do trabalho docente e do conhecimento escolar, considerando o professor como um produtor de conhecimento. Apresentam-se elementos para discutir o que e como devem aprender os professores para que se desenvolvam profissionalmente e produzam transformações em suas práticas. Neste contexto, foram analisadas diferentes perspectivas teóricas que buscam superar a perspectiva do racionalismo técnico, que dissocia a atividade docente da produção de conhecimento e, portanto, distingue os processos de produção e transmissão como ações que são desenvolvidas em dois espaços específicos – a universidade e a escola – e que resultam do trabalho profissional de sujeitos distintos – pesquisadores e professores (SCHÖN, 1983, 1995, 2000; LISTON; ZEICHNER, 1991; ZEICHNER, 1993; STENHOUSE, 1998; COCHRAM-SMITH; LYTTLE, 1993). Para contextualizar e localizar o caso particular em estudo, buscou-se examinar o conteúdo dos documentos oficiais que estruturaram a criação e implementação do “Projeto BRA/03/036 – EDUCAÇÃO BÁSICA E INCLUSÃO DIGITAL NO ESTADO DO PARANÁ”. Esta análise foi realizada à luz de três categorias organizadoras – o papel do Estado na expansão das possibilidades de acesso da população às TIC, particularmente à Internet; o sentido atribuído às TIC; a natureza da função atribuída aos professores no processo de implementação do Portal Dia-a-dia Educação. A partir desses elementos, a pesquisa foi direcionada à análise do modelo didático-tecnológico do Ambiente Pedagógico Colaborativo. Para esta análise, a partir do conceito de design instrucional (FILATRO, 2004), foram adotadas quatro categorias, inspiradas em trabalhos produzidos na área do design instrucional (REIGELUTH; MOORE, 1999): tipo de aprendizagem; acompanhamento e avaliação dos processos de produção dos professores; tipo de comunidade de aprendizagem que o sistema possibilita; natureza dos conteúdos produzidos pelos professores, enquanto resultado do processo de formação continuada mediado pelas TIC. Pode-se concluir que a proposta apresenta elementos para se afirmar que há possibilidades de avanço – especialmente pela socialização de conhecimentos. Mas pode-se também identificar os limites do modelo, particularmente derivada da reprodução de uma concepção didática fundamentada na exposição de conteúdos e não na sua problematização, que se associa, neste caso, a um modelo de formação de professores que, apesar de valorizar a prática e a experiência, mantém a perspectiva da transmissão e reprodução e, portanto, mantém-se distanciado da ideia de que os professores podem e devem produzir conhecimentos sobre o ensino.

Palavras-chave: Tecnologia e educação. Formação continuada de professores. Produção de conhecimento. Design instrucional. Ambiente pedagógico colaborativo.

Downloads 3983  3983  Tamanho do arquivo 7.58 MB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!As instituições especializadas e o movimento da inclusão escolar: intenções e práticas Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
NERES, Celi Corrêa

Esta tese elegeu como tema de investigação as intenções e práticas das instituições especializadas frente ao movimento de inclusão escolar. Assim, a presente pesquisa dedicou-se a examinar as práticas educacionais que visam proporcionar a inclusão escolar dos alunos com deficiência na escola comum, por meio da análise do Programa de Apoio à Inclusão, desenvolvido por uma instituição especializada, identificando: a) o lugar que ocupam no interior do movimento de inclusão; b) a efetivação das práticas desenvolvidas pelo Programa para a inclusão escolar dos alunos com deficiência. O termo inclusão escolar foi adotado para referir-se a um grande movimento que surge no bojo das reformas educacionais da década de 1990 como uma proposição política de incorporação dos alunos que, historicamente, têm sido excluídos da escola. A inclusão dos alunos ditos excluídos passa a ser considerada como via de inclusão social, reafirmando o ideário da escola como instrumento de equalização social. Na educação especial, a inclusão em escolas comuns de alunos com deficiência é defendida como via de superação das condições de segregação e de exclusão social às quais foram historicamente submetidos. Para apreensão do objeto de estudo, a abordagem utilizada foi a do estudo etnográfico uma vez que, conforme aponta Rockwell (1989), permite abordar um objeto particular como parte de uma totalidade maior que o determina. Essa abordagem possibilitou apreender uma gama de elementos de análise, o que é fundamental para esse tipo de investigação que propõe estudar as práticas da instituição e, ao mesmo tempo, possibilita ao investigador utilizar um leque de fontes. Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram: entrevistas focalizadas, análise documental e observação participante que proporcionaram a análise das práticas desenvolvidas pelas instituições que visam à inclusão escolar e a seus desdobramentos. Para atender ao objetivo da análise da extensão dessas práticas na inclusão dos alunos no ensino comum, elegeram-se também duas escolas da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul, que recebiam alunos com deficiência, encaminhados pela instituição pesquisada. A presente pesquisa revelou que a instituição especializada, por força do emergente movimento de inclusão escolar, deflagrou um processo de reorganização de suas práticas, implantando serviços direcionados especificamente à inclusão dos alunos com deficiência no ensino comum. A análise das ações desenvolvidas pela instituição, especificamente do Programa de Apoio à Inclusão, demonstrou que se constituem em uma iniciativa de manutenção dos serviços da instituição. Esta é pressionada a desenvolver atividades que atendam ao que postula o movimento de inclusão escolar. As ações do Programa de Apoio à Inclusão não têm conseguido, de fato, promover a inclusão escolar dos alunos no ensino comum, conforme os dados analisados, seja por limitações materiais do Programa, que tem dificuldade para viabilizar a indicação e o acompanhamento dos alunos atendidos, conforme planejamento e metas estabelecidas, seja por barreiras pedagógicas encontradas nas escolas que produzem uma pedagogia calcada na homogeneização.

Palavras-chave: Deficiência. Educação. Inclusão escolar.

Downloads 1700  1700  Tamanho do arquivo 842.65 KB  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!As legislações e políticas para a educação infantil no Brasil e no Paraná e seus atores (1990-2016): Popular Versão: 
Atualização:  7/3/2019
Descrição:
LOPES, Lindicéia Batista de França

Esta tese analisa a participação do empresariado na trajetória de elaboração das legislações e políticas para a educação infantil no Brasil e no Paraná entre 1990 a 2016. Empreende um estudo da Deliberação nº 02/2014 CEE/PR, a normatização vigente para a educação das crianças de 0 a 5 anos paranaenses com foco em analisar seu conteúdo e processo de elaboração.

Palavras-chave: Educação infantil. Empresariado. Políticas educacionais.

Downloads 1225  1225  Tamanho do arquivo 2.95 KB  Plataforma UEM  Site http://
Avaliação: 1.00 (6 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Casa Familiar do Mar em Santa Catarina: Complexidades de uma prática educativa Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CORRÊA, Cirlei Marieta de Sena

Apresento nas páginas seguintes um estudo que se traduz na produção de um conhecimento sobre uma escola diferente, denominada Casa Familiar do Mar Luiz Carlos Perin (CFM). Para escrever sobre esta escola realizei estudos sobre referenciais teóricos que justificam a existência de uma escola chamada Casa. A mudança de paradigma inicia-se na denominação do espaço formal da educação e segue em todos os elementos que o constituem, desde o pressuposto filosófico inserido no pensamento complexo até o processo de formação por meio da pedagogia da alternância. Tem ressonância, na escolha do local de investigação, a saber, uma cidade localizada no litoral que, no contexto da atual demarcação do imenso território brasileiro insere-se na chamada Amazônia Azul. Sobre os sujeitos que conduzem a justificativa do objeto investigado, a mudança paradigmática é observada nos seguintes questionamentos: Por que a profissão de pescador artesanal não pode exercida por pessoas que estudam? Por que não pensarmos em pessoas que estudam e exercem a profissão de pescador artesanal? E ainda sobre os sujeitos que estudam na CFM, verifiquei que durante o seu processo de formação, constroem os seus projetos de vida. No primeiro momento, são projetos planejados e escritos para a conclusão do ensino fundamental, posteriormente para alguns jovens egressos, constituem-se como projetos executados. Considero a CFM uma das alternativas para os jovens que necessitam concluir o ensino fundamental, contribuindo com o desenvolvimento local por meio de atividades inseridas no contexto de comunidades litorâneas e representando um processo inovador de formação escolar dos jovens. A estratégia para coletar informações neste estudo de caso constituiu-se fundamentalmente de observações. Algumas vezes estas se caracterizaram como participante, pois algumas interferências foram realizadas para obtenção de dados informativos.

Palavras-chave: Pensamento complexo. Casa familiar do mar. Pedagogia da alternância.

Downloads 582  582  Tamanho do arquivo 1.12 MB  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC  Site http://www.ppgect.ufsc.br/teses
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Currículo em ação : implicações na construção de uma escola democrática Popular Versão: PDF
Atualização:  11/5/2012
Descrição:
VIEIRA, Angelina de Melo

Esta pesquisa tem como objeto de estudo o currículo em ação da escola Liberdade, instituição pública da rede municipal de ensino de Cuiabá, Mato Grosso, e visa analisar criticamente esse artefato social e pedagógico. Esse currículo proporciona aos envolvidos a oportunidade de adquirirem conhecimentos, valores, experiências que os capacitem para a vivência da democracia crítica? Como se processa essa experiência? A partir dessas e outras interrogações que se interpõem a tal análise, apontam-se alguns empecilhos e possibilidades à construção de uma escola e, por extensão, de uma sociedade democrática. O percurso metodológico assumido caracteriza-se por um estudo de caso do tipo etnográfico, apoiado na triangulação dos dados, coletados mediante a recorrência a três instrumentos investigativos - observação participante, exame de fontes documentais escritas e entrevista etnográfica, de modo a resguardar o rigor científico e a responder no seu conjunto às indagações da pesquisa. O referencial teórico-prático alicerça-se em alguns dos maiores especialistas em currículo crítico da contemporaneidade, como Michael W. Apple, Henry A. Giroux, Antonio Flávio B. Moreira, entre outros. Para construí-lo, vale-se das obras de Antonio Gramsci e de Paulo Freire, além de outros, inclusive de alguns de seus intérpretes. Dentre os aspectos focalizados, destacam-se as categorias que integram um contexto de “Estado ampliado”, no qual a disputa entre os projetos societários se evidencia também no interior da escola, considerando que o currículo em ação pode confirmar ou apresentar indicativos de que se desenvolve com vistas à superação do projeto de sociedade vigente, na medida em que viabiliza avanço na compreensão e no discernimento dos princípios que orientam e consubstanciam o arcabouço teórico-metodológico de cada proposta. Assumir o currículo em ação como política da escola, implica uma compreensão que não se encontra isolada dos elementos e aspectos mais abrangentes da sociedade e da educação, achando-se, antes, condicionada e, por outro lado, dotada de capacidade para condicionar o caminho e o horizonte que os intelectuais assumem em sua prática. Concepção que se constitui nas articulações e no empoderamento do público, em particular dos profissionais que integram a escola na qual se desenvolve a pesquisa e que se sentem autorizados a ser eles mesmos os sujeitos que pensam, organizam e colocam em ação a unidade escolar e seu currículo. A investigação aponta para avanços em direção à construção de um poder compartilhado na gestão escolar e de um relacionamento menos verticalizado entre os envolvidos. Porém, revela dificuldades no processamento do currículo em ação no sentido de conciliar a liberdade, a responsabilidade, a espontaneidade e a necessidade de oferecer aos educandos dos anos iniciais do Ensino Fundamental conhecimentos sólidos que lhes possibilitem uma formação consistente e crítica.

Palavras-chave: Currículo em ação. Escola democrática. Professores como intelectuais transformadores.

Downloads 7760  7760  Tamanho do arquivo 1.75 MB  Plataforma Universidade Federal Fluminense - UFF  Site http://www.bdtd.ndc.uff.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Cyberbullying em Portugal: uma perspectiva sociológica Popular Versão: PDF
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
PINHEIRO, Luzia

A dissertação consiste num estudo exploratório sociológico do fenómeno do cyberbullying entre os jovens portugueses universitários. Na sua componente teórica, faz uma exploração dos conceitos de bullying, cibercultura e cyberbullying, passando pela questão de como estudar o cyber, onde se avança com um modelo epistemológico, adoptando fundamentalmente o contributo fundamental de Gregory Bateson no estudo deste fenómeno emergente. Demonstrando a importância do desenvolvimento do conceito de quadro de interacção, sublinha-se a ambiguidade na comunicação entre seres humanos, defendido por Gregory Bateson. Neste sentido e ainda sob a influência de Bateson, é adoptada neste trabalho uma perspectiva interdisciplinar que inclui a psicologia social e a sociologia da comunicação. Tendo em conta que os fenómenos emergentes são de difícil estudo, foi adoptada uma estratégia de investigação combinando técnicas qualitativas e quantitativas que incluíram observação, grupos focais, entrevistas e inquérito. Assim sendo, este trabalho, cujo objectivo passava por explorar e definir as características do cyberbullying em Portugal, analisa o comportamento dos jovens universitários face ao mesmo, em termos de informação, atitudes e crenças mostrando que existe uma grande ambiguidade na forma como o fenómeno é visto e praticado.

Downloads 716  716  Tamanho do arquivo 3.23 MB  Plataforma Universidade do Minho - Portugal  Site http://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/9870
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Desistência e Resistência no Trabalho Docente: Um Estudo das Professoras e Professores do Ensino Fun Popular Versão: PDF
Atualização:  26/8/2013
Descrição:
CALDAS, Andréa do Rocio

Este estudo tem como objetivo analisar os processos de desistência e resistência no trabalho docente, dos professores(as) do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação de Curitiba. O pressuposto que rege as análises é que tais processos advêm da relação contraditória que o trabalho na sociedade capitalista contemporânea pressupõe, entre as determinações da alienação e as possibilidades de libertação. Parte-se da análise da dupla dimensão do trabalho, como reprodução em si e como atividade social genérica, a fim de identificar como este processo de tensão afeta a realização concreta do trabalho educativo. Considera-se que a atividade escolar relaciona-se com esta dupla determinação, tanto do ponto de vista dos conteúdos de seu trabalho, que têm sua gênese e finalidades demarcadas pelo mundo do trabalho, quanto pela forma de realização do trabalho escolar, como espaço de reprodução da existência individual e social. Desta forma, o presente trabalho busca analisar os componentes estruturais que no atual momento acentuam o sofrimento e a precarização do trabalho docente, e identificar as possibilidades de ruptura com tal quadro, que ensejem potencialidades emancipatórias. Defende-se que o estudo destas manifestações, a desistência e a resistência, deve considerar a necessária relação dialética entre estrutura social e ação humana, tomadas historicamente e, portanto, em permanente movimento de construção e reconstrução. A investigação toma como referência o relato de professores(as) municipais, indicados pelo Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Educação de Curitiba (SISMMAC) e pelos pares mais próximos da escola, que vivem situações de comprometimento e desmotivação com o trabalho escolar. A partir destas análises, o estudo em questão pretende contribuir para o desvelamento dos entraves que obstaculizam a relação consciente com o trabalho e com sua finalidade humanizadora, e, ao mesmo tempo, destacar os processos representativos de resistência que estão em curso nas práticas escolares.

Palavras-chave: Trabalho docente. Alienação. Sofrimento no trabalho. Desistência. Resistência.

Downloads 543  543  Tamanho do arquivo 566.56 KB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppgeufpr.pr.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Teses
Fazer Download agora!Educação Escolar Quilombola: Quando a Diferença é Indiferente Popular Versão: PDF
Atualização:  25/7/2017
Descrição:
SOARES, Edimara Gonçalves

A Tese defendida é de que a política educacional idealizada pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná, no período compreendido entre 2009 e 2011, considerada exemplo nacional, voltada às Comunidades Remanescentes de Quilombos, foi inócua, a despeito de todo o esforço empreendido para sua implementação. Essa inocuidade deve-se à ausência de ações pedagógicas de natureza sistemática e permanente no interior das Escolas, à falta de investimento nas dimensões de infraestrutura material e administrativa, bem como de uma articulação efetiva com as Instituições de Ensino Superior (IES) e com as Comunidades Remanescentes dos Quilombos (CRQs). Contudo, faz-se necessário considerar seu efeito no sentido de oportunizar a evidenciação das marcas históricas e estruturais das desigualdades sociorraciais na educação escolar. A pesquisadora é parte integrante da pesquisa e, assim, ao identificar-se com a própria realidade vivida – quilombola –, a autora, através da observação de campo, entrevistas, questionários e do arcabouço teórico conceitual, tonifica o seu foco analítico. O objetivo central da pesquisa foi diagnosticar os efeitos gerados a partir da implementação da política de Educação Escolar Quilombola no Estado do Paraná, no período compreendido entre os anos de 2009-2011, tanto nas Escolas Quilombolas quanto nas Escolas que atendem as CRQs. A pesquisa contextualiza o ineditismo do Paraná como primeiro Estado a reconhecer a necessidade, absolutamente contemporânea, de elaborar uma política educacional direcionada às CRQs. Ainda assim, a despeito de seu vanguardismo, importância, planejamento, inversão de recursos financeiros e humanos – estes últimos, contando com o envolvimento de profissionais capacitados técnica, científica e eticamente –, sem estabelecer parcerias efetivas, planejar e executar, a experiência foi inócua em termos de transformação genuína do status quo da Educação Escolar Quilombola no Estado. Desta feita, é possível afirmar que todo o investimento redundou em um somatório de ações descontínuas e efêmeras, que, sem apresentar resistência, sofreu solução de continuidade com o governo e a política que lhe sucedeu, sem deixar nas comunidades forças e conhecimentos suficientes para que pudessem frutificar e seguir existindo na e pela comunidade parceira.

Palavras-chave: Comunidades Remanescentes de Quilombos (CRQs). Educação Escolar Quilombola. Política afirmativa.

Downloads 174  174  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 4 5 »