Educadores

Ínicio : Pedagogia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (92)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Análise de uma proposta de capacitação para professores em informática educacional Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
GIMENES, Marcelo Carlos

As mudanças provocadas com o advento da tecnologia trazem à tona questionamentos em relação à postura de qualquer profissional e, sobretudo, do profissional da educação diante do seu compromisso frente a seus aprendizes e da sociedade a qual ele pertence, onde não basta conhecer, mas diversificar a forma de trabalho e as propostas pedagógicas, que hoje têm ligação direta com o processo tecnológico emergente. Nesse sentido, a pretensão deste trabalho é a de investigar e buscar caminhos que transformem a maneira de se apresentar os conteúdos, ligando-os com o computador, buscando diversidade e inovações na sala de aula, promovidas com o uso da tecnologia. Essa iniciativa parte da constatação de que a realidade de grande parte das escolas hoje consiste na subutilização dos laboratórios de informática no desempenho das atividades docentes, com elevada taxa de ociosidade dos computadores.

Palavras-chave: Computador. Tecnologia. Conhecimento.

Downloads 4137  4137  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Faculdades Integradas de Palmas.  Site http://
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Apropriação da hora-atividade como espaço para formação de professores em serviço: um estudo sobre a Popular Versão: PDF
Atualização:  10/5/2012
Descrição:
CZEKALSKI, Rejane Aparecida

Recentemente, a hora-atividade passou a integrar o contexto da Educação Básica desenvolvida em nosso estado, abrangendo um percentual de 20% da carga contratual docente. Segundo a lei que a institui, o estudo é uma das atividades docentes previstas para serem desenvolvidas neste espaço. Diante deste fato, esta dissertação teve como objeto de estudo investigar a hora-atividade como espaço de formação continuada em serviço dos professores de Educação Básica. Para tanto, partiu de um resgate histórico da organização do trabalho pedagógico e da hora-atividade como conquista política, refletindo sobre como a educação vem sendo concebida em função da realidade existente e suas contradições, bem como sobre o prestígio negado à figura do professor no decorrer do desenvolvimento da educação brasileira. A pesquisa focalizou o trabalho desenvolvido em duas escolas a rede pública de Telêmaco Borba-Pr, tomando-o como um recorte do universo a ser estudado, que pode contribuir para a análise e reflexão de como esta se concretiza nas escolas. Foram realizadas entrevistas com professores e membros da equipe técnica de uma escola que atua de 5a a 8a séries e outra que atua neste mesmo nível e no Ensino Médio, com o intuito de investigar como a hora-atividade se materializa em seu cotidiano e que avaliação fazem acerca da mesma. As informações coletadas foram refletidas e analisadas à luz da literatura consultada e dos documentos selecionados junto a diferentes instâncias do sistema, no intuito de compreender os movimentos e as contradições existentes neste contexto. Os resultados apontaram que os professores têm consciência da hora-atividade como fruto de uma conquista política da categoria docente, que veio amenizar a sobrecarga na realização de suas tarefas. Além disto, os docentes reconhecem a importância da formação continuada e buscam realizar estudos no espaço da hora-atividade. No entanto, alguns argumentam que este espaço ainda não é suficiente para este fim. Ao estabelecerem relação entre hora-atividade e formação continuada em serviço, os docentes, de maneira geral, enfatizam a riqueza do espaço para troca de experiências com os colegas e integração do trabalho das diferentes disciplinas, o que indica a possibilidade de que a formação em serviço a partir da hora-atividade seja possível. Contudo, esta questão não pode ser tratada isoladamente, mas sim, mediante a articulação do interesse e compromisso de todos aqueles que compõem o universo educacional, já que parece imprescindível a ampliação do tempo da hora-atividade para que nela possa se realizar todo ‘trabalho docente’ necessário à concretização de um ‘trabalho pedagógico’ de melhor qualidade.

Palavras-chave: Políticas educacionais. Educação básica. Hora-atividade. Organização do trabalho pedagógico.

Downloads 1072  1072  Tamanho do arquivo 503.64 KB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!As Influências do (neo)liberalismo na Formação de Professores Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
SANTANA, Paulo Emílio de Assis

A presente pesquisa tem como objetivo discutir as influências educacionais e econômicas do pensamento (neo)liberal sobre a formação docente, bem como suas implicações políticas para a estruturação do processo educativo. Descobrir as relações entre a associação das questões econômicas com as questões educacionais fez com que o autor buscasse entender as consequências que as mesmas apresentam para a educação como um todo, e de maneira específica, para a formação do educador que está em contato direto com o alunado em sala de aula. Nessa perspectiva, esta pesquisa teve início com uma análise sobre os fundamentos políticos do liberalismo e as suas relações com a mentalidade econômica do capitalismo. A seguir, o autor analisa dois documentos considerados essenciais para entender o pensamento pedagógico liberal dos dias atuais: o relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, denominando de Educação um Tesouro a Descobrir, que teve como relator o francês Jacques Delors e o capítulo dez do livro escrito pela educadora Guiomar Namo de Mello, Educação Escolar Brasileira – o que trouxemos do século XX, no qual a autora assume as mesmas prerrogativas educacionais de Delors, aplicando-as ao aspecto formativo dos professores. O autor analisa também a perspectiva do Banco Mundial sobre os professores e a formação docente nos países periféricos, bem como o texto que leva o nome de “Orientações gerais – Catálogo 2006” onde estão definidos os objetivos, as diretrizes e o funcionamento da Rede de Formação Continuada de Professores da Educação Básica do MEC. Ao final, o autor considera algumas sugestões elementares para que sejam desenvolvidas por aqueles docentes interessados em encontrar caminhos de resistência ativa contra os postulados (neo)liberais que confrontam a educação da atualidade.

Palavras-chave: Pensamento (neo)liberal. Educação. Formação de professores.

Downloads 1013  1013  Tamanho do arquivo 1.76 MB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!As políticas de universalização da educação e seus reflexos na escola pública brasileira Popular Versão: PDF
Atualização:  10/5/2012
Descrição:
SCHIMIEGUEL, Otávio

O trabalho analisa os reflexos das políticas de universalização da educação na escola pública brasileira a partir da percepção de alunos, pais e professores.

Palavras-chave: Políticas públicas. Universalização. Educação básica. Acesso. Permanência. Identidade. Funções. Escola pública.

Downloads 2087  2087  Tamanho do arquivo 1.10 MB  Plataforma PUC/ PR  Site http://www.biblioteca.pucpr.br/tede//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=760
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!As softs e os hards: a produção de conhecimento em um portal de Educação em Curitiba - PR Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
SANTOS, Solange Ferreira dos

Esta dissertação foi desenvolvida com o objetivo de analisar o processo de desenvolvimento de conteúdos pedagógicos de Matemática para o Ensino Fundamental I, sob a ótica de gênero em um Portal de Educação na cidade de Curitiba - PR. Para a realização desta pesquisa adotou-se a abordagem qualitativa por entender que esta se adequava à elucidação da pergunta-problema. Foram utilizados autores e autoras que iluminaram com suas ideias e teorias este estudo, tais como: Scott, Louro, Carvalho, Valente, Rocha, Castells, Warschauer Rapkiewicz. Para conhecer o ambiente do Portal de Educação foi realizado mapeamento e constatou-se que existem dezoito departamentos, sendo que homens e mulheres atuam diretamente em várias áreas do conhecimento. Após este levantamento selecionou-se um dos departamentos, o de “Novos Produtos” onde os/as profissionais atuam no desenvolvimento de conteúdos pedagógicos utilizando as Tecnologias Educacionais. Foram realizadas entrevistas com dez profissionais (programadores/as, designers e professoras de matemática). Os/as criadores dos conteúdos são 60% do sexo masculino e 40% são mulheres. As relações de gênero, neste ambiente, são estanques e isoladas, não havendo interação entre os sujeitos. As mulheres desenvolvem o trabalho mais voltado para a área educativa, fornecendo conteúdos para os homens, que em sua maioria, realizam o trabalho técnico de design e programação. Foram também analisadas algumas atividades que a Equipe de Novos Produtos desenvolveu durante os anos de 2006 a 2007, o que resultou em um software “Aprimora” de Matemática e Língua Portuguesa. Esta pesquisa centrou-se na análise das atividades de matemática. As representações de gênero nas atividades analisadas refletem as relações concretas vivenciadas no ambiente de trabalho. O emprego da linguagem androcêntrica e sexista deixa de contemplar, muitas vezes, a figura feminina, assim, a maioria das atividades se tornam mais estimulantes e significativas para os meninos do que para as meninas. Os conteúdos pouco demonstram a ideia de igualdade entre os sexos, relaciona-se a matemática como uma ciência majoritariamente masculina. Este fato pode ser um indício que explique a pequena quantidade de meninas que ingressam nessa área do conhecimento.

Palavras-chave: Tecnologias de informação e comunicação. Portais de educação. Gênero e tecnologia. Softwares. Internet. Tecnologia aplicada a educação.

Downloads 2007  2007  Tamanho do arquivo 2.68 MB  Plataforma Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR  Site http://www.ppgte.ct.utfpr.edu.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Avaliação da Aprendizagem: concepções e práticas de formadores de professores Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
NEVES, Isabel Cristina

Este trabalho de pesquisa tem como tema as concepções e práticas de avaliação de formadores de professores dos cursos de licenciatura. Seus objetivos são: a) identificar, descrever e analisar concepções e práticas avaliativas dos formadores de professores; b) enfocar a avaliação crítico-formativa como possibilidade de aplicação no ensino superior; c) contribuir para as discussões sobre as práticas de avaliação utilizadas nos cursos de licenciatura e suas consequências na formação dos futuros professores. Neste trabalho, resgata-se a história da escola, da avaliação e do trabalho do professor; analisa-se comparativamente a avaliação tradicional e a crítica, sob o contexto capitalista, cujos interesses velados influenciam as ações pedagógicas. Busca-se, também, entender o processo que envolve a formação do professor nos espaços dos cursos de licenciatura. Enfatiza-se a avaliação crítico-formativa por valorizar a reflexão e se aproximar da perspectiva da reconstrução social. Os resultados dessa pesquisa apontam para a necessidade de um trabalho contínuo de formação entre os formadores, que questione suas representações de avaliação e de aprendizagem, visando à tomada de consciência de suas práticas e propondo alternativas de mudanças nas estratégias de avaliação da aprendizagem no ensino superior.

Palavras-chave: Avaliação. Ensino-aprendizagem. Ensino superior. Licenciaturas. Formação de professores.

Downloads 1503  1503  Tamanho do arquivo 1.25 MB  Plataforma Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG  Site http://www.uepg.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Avaliação em Matemática: análise da produção escrita de alunos da 4ª série do Ensino Fundamental em  Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
NEGRÃO DE LIMA, Roseli Cristina

A proposta deste trabalho é investigar a produção escrita de 50 alunos de 4ª série do Ensino Fundamental de escolas públicas do Paraná na Prova de Questões Abertas de Matemática – AVA 2002. Para tanto, buscou-se verificar como os alunos lidam com as informações contidas no enunciado e a utilização que fazem delas ao resolver as questões; inventariar os erros e os acertos mais frequentes e sua natureza; identificar as estratégias/procedimentos mais utilizados; identificar os possíveis fatores intervenientes. Esta é uma pesquisa qualitativa de cunho interpretativo que utiliza a análise de conteúdo como ferramenta para compreender as informações obtidas. Considerando-se a semelhança entre as produções, as provas foram agrupadas conforme o desempenho dos participantes e por bloco de resoluções a partir do acerto/erro. Com isso foi possível identificar algumas características da produção dos alunos, alguns dos saberes relativos aos conteúdos envolvidos nas questões. Esta investigação mostra que é possível utilizar a avaliação como prática de investigação a fim de identificar e superar dificuldades tanto dos alunos como dos professores nos processos de ensino e aprendizagem que ocorrem no ambiente escolar.

Palavras-chave: Educação matemática; Avaliação da aprendizagem em Matemática; Produção escrita em Matemática; Acerto e erro; Ensino e aprendizagem.

Downloads 358  358  Tamanho do arquivo 3.05 MB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br/pos/mestredu/index.php/dissertacoes-defendidas/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Avaliação Formativa no ensino Fundamental II: possibilidades enunciadas na atuação docente Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
RUY, Raquel Calil

A avaliação formativa pressupõe que os professores utilizem as informações coletadas por meio das atividades implementadas para a regulação das aprendizagens em curso, pretendendo assegurar o atingimento dos domínios visados. Por isso, traz em sua essência a aprendizagem e a re-significação do valor pedagógico do erro. Assim, o objetivo deste estudo foi compreender como vem sendo desenvolvida a avaliação formativa em um currículo voltado à formação integral dos alunos que cursam o Ensino Fundamental II (5a a 8a série), identificando, descrevendo e analisando práticas que auxiliem o professor a ensinar e o aluno a aprender. Para o desenvolvimento desta pesquisa elegeu-se a ABORDAGEM QUALITATIVA, na modalidade ESTUDO DE CASO ETNOGRÁFICO, visto o foco de estudo incidir sobre o processo avaliativo, no modo como ocorre e na leitura e interpretação que os sujeitos envolvidos dão a ele. A pesquisa foi realizada em uma escola da rede particular de ensino, em um bairro próximo à região central de Londrina, no Estado do Paraná, que trabalha com os segmentos: Educação Infantil, Ensino Fundamental I (1ª a 4ª série), Ensino Fundamental II (5ª a 8ª série) e Ensino Médio. Participaram da pesquisa cinco professores que atuam nas áreas de Ciências, Geografia e História, do Ensino Fundamental II. Para a realização desta pesquisa foram privilegiados variados procedimentos investigativos: observação, questionário, entrevista semiestruturada, além do estudo aprofundado do referencial teórico e documental. As informações obtidas foram agrupadas por unidades de significação, em decorrência, mesmo, da frequência com que se manifestaram no discurso e nas práticas, e orientaram o delineamento das categorias de análise. A apreciação cuidadosa dos dados revelou que os professores vêm implementando práticas avaliativas formativas, pois compromissados com a progressão do aluno no sentido do domínio das aprendizagens em curso utilizaram-se das mais variadas estratégias metodológicas - variabilidade didática - para assegurarem que os erros e dificuldades identificados nas atividades avaliativas fossem objetos de investigação para posteriores regulações do processo ensino/aprendizagem em outros contextos.

Palavras-chave: Avaliação da aprendizagem. Erro construtivo. Formação docente.

Downloads 1035  1035  Tamanho do arquivo 785.22 KB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Avaliação formativa: re-signficando a prova no cotidiano escolar Popular Versão: PDF
Atualização:  10/5/2012
Descrição:
MORAES, Dirce Aparecida Foletto de

Este trabalho teve por objetivo delinear e analisar as possibilidades das provas serem implementadas na perspectiva de uma avaliação formativa. Visando não só coletar dados, mas também buscar alternativas que pudessem colaborar na tarefa de re-significar esta ferramenta avaliativa, a pesquisa focou a re-construção da prova tanto no discurso docente, como na prática pedagógica. Os resultados apontaram que a falta de conhecimento e de preparo do professor contribuem para que a prova, na quase totalidade das vezes, continue sendo utilizada como instrumento burocrático e classificatório. Porém, após a consubstanciação dos dados coletados, ficou constatado que se houver uma mudança considerável na compreensão e utilização deste instrumento, o caráter formativo da prova ficará evidente. Esta nova perspectiva, consequentemente, contribui para diminuir o fracasso escolar, uma vez que, se o professor utilizar a prova como ferramenta formativa, o aluno poderá construir sua aprendizagem de forma mais significativa.

Palavras-chave: Educação - Avaliação formativa. Prova - Avaliação formativa. Avaliação educacional.

Downloads 2458  2458  Tamanho do arquivo 711.27 KB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www2.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Cartografias daTransexualidade: a experiência escolar e outras tramas  Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
SANTOS, Dayana Brunetto Carlin dos

A presente pesquisa teve como objeto de análise as experiências transexuais na escola. A partir dessa perspectiva foi construído o problema de pesquisa, isto é, as narrativas produzidas por travestis e transexuais sobre seu processo de escolarização formal. A metodologia utilizada foi a cartografia, com o objetivo de elaborar um desenho, no sentido cartográfico, dos territórios subjetivos da transexualidade na escola. Essa carta-cartográfica foi produzida por meio de uma imersão nas teorizações de Michel Foucault, Thomas Laqueur, Gilles Deleuze, Judith Butler, Berenice Bento e Maria Rita de Assis César, entre outras/os. Também se propôs uma discussão bibliográfica sobre a construção da sociedade sexuada e generificada através de um referencial binário e heteronormativo; a respeito da performatividade dos gêneros; sobre a patologização da experiência transexual; sobre a escola; e sobre as narrativas elaboradas pelos sujeitos. As narrativas foram obtidas pela realização de seis entrevistas com mulheres transexuais, uma com um homem transexual de Curitiba e também por meio de um grupo de discussão com lideranças do Movimento Social de Travestis e Transexuais da Região Sul do Brasil. Para a análise dessas narrativas, fez-se necessário um estudo sobre as memórias e os processos de rememoração, esquecimento e silenciamento articulados para essa produção, além de uma aproximação das teorizações sobre memórias traumáticas. A partir das narrativas foram observados e analisados três atos performativos: Corpo e Identidade; A experiência escolar; Profissionalização. Em síntese, pode-se pensar que as experiências transexuais e travestis na escola são múltiplas e singulares e que as narrativas são produzidas performaticamente, isto é, por meio de atos performativos das memórias dos sujeitos. Com isso, pode-se compreender que qualquer generalização que relacione transexualidade e escolarização formal pode ser perigosa.

Palavras-chave: Experiência transexual. Escola. Controle. Corpo. Cartografia.

Downloads 2079  2079  Tamanho do arquivo 1.11 MB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 (4) 5 6 7 8 9 10 »