Educadores

Ínicio : Pedagogia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (92)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Avaliação da Aprendizagem: concepções e práticas de formadores de professores Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
NEVES, Isabel Cristina

Este trabalho de pesquisa tem como tema as concepções e práticas de avaliação de formadores de professores dos cursos de licenciatura. Seus objetivos são: a) identificar, descrever e analisar concepções e práticas avaliativas dos formadores de professores; b) enfocar a avaliação crítico-formativa como possibilidade de aplicação no ensino superior; c) contribuir para as discussões sobre as práticas de avaliação utilizadas nos cursos de licenciatura e suas consequências na formação dos futuros professores. Neste trabalho, resgata-se a história da escola, da avaliação e do trabalho do professor; analisa-se comparativamente a avaliação tradicional e a crítica, sob o contexto capitalista, cujos interesses velados influenciam as ações pedagógicas. Busca-se, também, entender o processo que envolve a formação do professor nos espaços dos cursos de licenciatura. Enfatiza-se a avaliação crítico-formativa por valorizar a reflexão e se aproximar da perspectiva da reconstrução social. Os resultados dessa pesquisa apontam para a necessidade de um trabalho contínuo de formação entre os formadores, que questione suas representações de avaliação e de aprendizagem, visando à tomada de consciência de suas práticas e propondo alternativas de mudanças nas estratégias de avaliação da aprendizagem no ensino superior.

Palavras-chave: Avaliação. Ensino-aprendizagem. Ensino superior. Licenciaturas. Formação de professores.

Downloads 1670  1670  Tamanho do arquivo 1.25 MB  Plataforma Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG  Site http://www.uepg.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!As softs e os hards: a produção de conhecimento em um portal de Educação em Curitiba - PR Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
SANTOS, Solange Ferreira dos

Esta dissertação foi desenvolvida com o objetivo de analisar o processo de desenvolvimento de conteúdos pedagógicos de Matemática para o Ensino Fundamental I, sob a ótica de gênero em um Portal de Educação na cidade de Curitiba - PR. Para a realização desta pesquisa adotou-se a abordagem qualitativa por entender que esta se adequava à elucidação da pergunta-problema. Foram utilizados autores e autoras que iluminaram com suas ideias e teorias este estudo, tais como: Scott, Louro, Carvalho, Valente, Rocha, Castells, Warschauer Rapkiewicz. Para conhecer o ambiente do Portal de Educação foi realizado mapeamento e constatou-se que existem dezoito departamentos, sendo que homens e mulheres atuam diretamente em várias áreas do conhecimento. Após este levantamento selecionou-se um dos departamentos, o de “Novos Produtos” onde os/as profissionais atuam no desenvolvimento de conteúdos pedagógicos utilizando as Tecnologias Educacionais. Foram realizadas entrevistas com dez profissionais (programadores/as, designers e professoras de matemática). Os/as criadores dos conteúdos são 60% do sexo masculino e 40% são mulheres. As relações de gênero, neste ambiente, são estanques e isoladas, não havendo interação entre os sujeitos. As mulheres desenvolvem o trabalho mais voltado para a área educativa, fornecendo conteúdos para os homens, que em sua maioria, realizam o trabalho técnico de design e programação. Foram também analisadas algumas atividades que a Equipe de Novos Produtos desenvolveu durante os anos de 2006 a 2007, o que resultou em um software “Aprimora” de Matemática e Língua Portuguesa. Esta pesquisa centrou-se na análise das atividades de matemática. As representações de gênero nas atividades analisadas refletem as relações concretas vivenciadas no ambiente de trabalho. O emprego da linguagem androcêntrica e sexista deixa de contemplar, muitas vezes, a figura feminina, assim, a maioria das atividades se tornam mais estimulantes e significativas para os meninos do que para as meninas. Os conteúdos pouco demonstram a ideia de igualdade entre os sexos, relaciona-se a matemática como uma ciência majoritariamente masculina. Este fato pode ser um indício que explique a pequena quantidade de meninas que ingressam nessa área do conhecimento.

Palavras-chave: Tecnologias de informação e comunicação. Portais de educação. Gênero e tecnologia. Softwares. Internet. Tecnologia aplicada a educação.

Downloads 2576  2576  Tamanho do arquivo 2.68 MB  Plataforma Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR  Site http://www.ppgte.ct.utfpr.edu.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!As Influências do (neo)liberalismo na Formação de Professores Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
SANTANA, Paulo Emílio de Assis

A presente pesquisa tem como objetivo discutir as influências educacionais e econômicas do pensamento (neo)liberal sobre a formação docente, bem como suas implicações políticas para a estruturação do processo educativo. Descobrir as relações entre a associação das questões econômicas com as questões educacionais fez com que o autor buscasse entender as consequências que as mesmas apresentam para a educação como um todo, e de maneira específica, para a formação do educador que está em contato direto com o alunado em sala de aula. Nessa perspectiva, esta pesquisa teve início com uma análise sobre os fundamentos políticos do liberalismo e as suas relações com a mentalidade econômica do capitalismo. A seguir, o autor analisa dois documentos considerados essenciais para entender o pensamento pedagógico liberal dos dias atuais: o relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, denominando de Educação um Tesouro a Descobrir, que teve como relator o francês Jacques Delors e o capítulo dez do livro escrito pela educadora Guiomar Namo de Mello, Educação Escolar Brasileira – o que trouxemos do século XX, no qual a autora assume as mesmas prerrogativas educacionais de Delors, aplicando-as ao aspecto formativo dos professores. O autor analisa também a perspectiva do Banco Mundial sobre os professores e a formação docente nos países periféricos, bem como o texto que leva o nome de “Orientações gerais – Catálogo 2006” onde estão definidos os objetivos, as diretrizes e o funcionamento da Rede de Formação Continuada de Professores da Educação Básica do MEC. Ao final, o autor considera algumas sugestões elementares para que sejam desenvolvidas por aqueles docentes interessados em encontrar caminhos de resistência ativa contra os postulados (neo)liberais que confrontam a educação da atualidade.

Palavras-chave: Pensamento (neo)liberal. Educação. Formação de professores.

Downloads 1436  1436  Tamanho do arquivo 1.76 MB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!Análise de uma proposta de capacitação para professores em informática educacional Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
GIMENES, Marcelo Carlos

As mudanças provocadas com o advento da tecnologia trazem à tona questionamentos em relação à postura de qualquer profissional e, sobretudo, do profissional da educação diante do seu compromisso frente a seus aprendizes e da sociedade a qual ele pertence, onde não basta conhecer, mas diversificar a forma de trabalho e as propostas pedagógicas, que hoje têm ligação direta com o processo tecnológico emergente. Nesse sentido, a pretensão deste trabalho é a de investigar e buscar caminhos que transformem a maneira de se apresentar os conteúdos, ligando-os com o computador, buscando diversidade e inovações na sala de aula, promovidas com o uso da tecnologia. Essa iniciativa parte da constatação de que a realidade de grande parte das escolas hoje consiste na subutilização dos laboratórios de informática no desempenho das atividades docentes, com elevada taxa de ociosidade dos computadores.

Palavras-chave: Computador. Tecnologia. Conhecimento.

Downloads 4450  4450  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Faculdades Integradas de Palmas.  Site http://
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!A relação estado/município na passagem da 4ª para a 5ª série em Curitiba  Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
BARBOSA, Aparecida Reis

O presente trabalho tem como objeto de estudo a relação Estado/Município na passagem da 4ª para a 5ª série do ensino fundamental em Curitiba. Compreende-se que o modelo de municipalização das séries iniciais e estadualização das séries finais desenvolvido no Paraná é permeado pela lógica financeiro-administrativa e aprofundado na década de 1990, sob a justificativa da modernização dos processos de gestão, racionalização, eficiência e eficácia, presentes na reforma gerencial do Estado brasileiro e respaldado pelo modelo de federalismo, que se configura com a promulgação da Constituição Federal de 1988 e o regime de colaboração explicitado na Lei n. 9.394/96. No Paraná a particularidade do modelo de municipalização se constitui em uma política de Estado, desde a década de 1970. Destaca-se a participação direta do município de Curitiba na construção desse modelo, com a municipalização de 1ª a 4ª série e estadualização da 5ª a 8ª série, indicando a necessidade da construção de políticas educacionais articuladoras na passagem da 4ª para a 5ª séries. A análise aponta para a contradição existente na política nacional de municipalização do ensino, remetendo para o local a efetivação da única etapa da educação básica que tem caráter universal e obrigatório. Os dados empíricos revelam uma crescente precarização da oferta do ensino fundamental em Curitiba, com déficit de vagas em determinadas regiões da cidade. Indica, ainda, que esse modelo de municipalização cria duas redes distintas, articuladas apenas por critérios técnicos e com medidas de enfrentamento unilaterais, longe de dar ao ensino fundamental uma unidade como sistema. Por isso, as alternativas acabam por expressar um caráter localista, fragmentado e unilateral. O esforço empreendido este estudo foi o de compreender a relação Estado/Município na passagem da 4ª para a 5ª série em Curitiba, para além da aparência, apontando as determinações históricas, sociais e situando algumas contradições do modelo colaborativo, que se materializa no binômio municipalização/estadualização do ensino fundamental. Nessa perspectiva, buscou-se apontar limites, mas também as possibilidades de superação do que está posto como pronto e acabado, no que se refere ao regime colaborativo.

Palavras-chave: Federalismo. Regime de colaboração. Municipalização do ensino.

Downloads 1298  1298  Tamanho do arquivo 3.94 MB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://www.ppge.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!A presença do bullying na mídia cinematográfica como contribuição para a educação Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
SANTOS, Ana Paula Toppan dos

O presente estudo tem como proposta analisar como a mídia cinematográfica retrata o fenômeno bullying no ambiente escolar e como essa linguagem pode proporcionar aos educadores e alunos a conscientização, a reflexão e mudanças de comportamento. Para atingir nosso objetivo de caracterizar o fenômeno como uma forma de violência prejudicial a todos os envolvidos, e uma vez que as imagens fílmicas devem ser consideradas como fonte de conhecimento e transformação de atitudes, foram analisadas as imagens que destacam o bullying dos filmes "Nunca fui beijada" e "Bang, bang! Você morreu". Com o intuito de contribuir teórica e metodologicamente para um ensino humanista, respeitando as diversidades humanas e formando cidadãos críticos e conscientes de seu papel transformador na sociedade, o embasamento teórico constitui-se de obras fundamentais e para melhor comprovação do bullying. Na prática, realizamos observação participante e pesquisa-ação junto aos educadores e alunos. A pesquisa contou com a participação de educadores, gestores e alunos de uma escola pública de Marília onde constatamos que a arte cinematográfica proporciona ao educador e ao aluno a aquisição de mais uma prática pedagógica capaz de fomentar a criticidade, conduzindo-os a uma ação-transformadora comprometida com a realidade social. As imagens fílmicas mediadas por profissionais capacitados no processo educacional valorizam e enriquecem o aprendizado do aluno, tornando-o cidadão crítico capaz de respeitar as desigualdades humanas promovendo uma sociedade igualitária, livre de preconceitos e violência.

Palavras-chave: Mídia. Educação. Ficção. Bullying. Violência. Representação social. Indivíduo em formação.

Downloads 5781  5781  Tamanho do arquivo 2.16 MB  Plataforma Universidade de Marília - Unimar  Site http://www.unimar.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!A perspectiva de tempo futuro como um aspecto da motivação do adolescente na escola Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
LOCATELLI, Adriana Cristine Dias

O presente estudo objetivou responder questões referentes à motivação do adolescente na escola em um momento de definição vocacional. O adolescente, ao final do ensino médio, está construindo sua identidade e a principal tarefa dessa etapa é a definição de uma carreira, ou seja, a escolha de uma meta futura. Este estudo buscou verificar se os adolescentes percebem a escolarização como preparação válida para seu futuro profissional, e se a definição quanto à vocação interfere na motivação, no uso de estratégias pessoais de estudo e na percepção de instrumentalidade. Os participantes foram 206 adolescentes do 3º ano do Ensino Médio, de duas escolas de Londrina, sendo uma da rede pública de ensino e outra da rede particular. O instrumento utilizado foi um Questionário de Escolha Vocacional (Locatelli e Bzuneck, 2003), com escala Likert, e os dados obtidos foram submetidos à análise estatística. Entre o número total de participantes, apenas 65 encontraram-se definidos quanto à vocação. Os resultados indicaram relação entre a definição vocacional e a motivação, o uso de estratégias pessoais de estudo e a percepção de instrumentalidade, em grau positivo e significativo. A perspectiva de tempo futuro, como um aspecto da motivação do adolescente, influenciou diretamente a motivação para os estudos, a forma como os alunos organizam seu tempo para cumprir as tarefas acadêmicas, bem como a valorização dada aos estudos no presente como meio para alcançar as metas colocadas no futuro. Os resultados do estudo são discutidos em termos das implicações para o trabalho dos professores com adolescentes, no sentido de auxiliarem no estabelecimento de metas futuras, na percepção da existência de vinculação entre tais metas com as de curto prazo, ou seja, a relação entre as ações do cotidiano da escola e o alcance dos objetivos vocacionais colocados no futuro.

Palavras-chave: Adolescente e a escolha vocacional. Motivação intrínseca e a extrínseca. Perspectiva de tempo futuro e o ensino superior.

Downloads 4064  4064  Tamanho do arquivo 924.69 KB  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.uel.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!A Indisciplina Escolar na Perspectiva de Alunos Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
GOLBA, Mônica Aparecida de Macedo

Esta dissertação apresenta uma investigação qualitativa sobre indisciplina escolar, na perspectiva de um grupo de alunos, da oitava série, do Ensino fundamental, de uma escola da Rede Pública Estadual, situada no município de Cândido de Abreu, Estado do Paraná. Os estudos sobre a indisciplina, na perspectiva de alunos, representam uma vertente fundamental a ser explorada, bem como um avanço necessário na pesquisa do tema. Na composição do referencial teórico, analisamos uma variedade de entendimentos conceituais sobre indisciplina escolar, destacando a perspectiva de alunos. Percorremos textos de pesquisas, realizadas tanto por teóricos brasileiros quanto por teóricos portugueses, considerando não só as distinções culturais, mas também a similaridade entre aqueles contextos escolares e o que apresentamos aqui. Em complemento à fundamentação teórica, realizamos investigação de campo, recorrendo ao método de pesquisa do tipo etnográfico. Ao longo da etapa de levantamento de dados, realizamos observações do cotidiano de sala de aula, na escola indicada, diálogos com professores, e entrevistas com o grupo de alunos, selecionados através de estratégia de amostragem intencional, por variação máxima. Entre os resultados obtidos, destacamos a perspectiva, entre os alunos, de que a indisciplina escolar seria expressão legítima, e que os significados atribuídos a ela seriam de natureza pedagógica. Haveria, pois, uma indisciplina legítima, diante de práticas inadequadas. Além disso, os alunos entrevistados atribuem sentidos distintos à indisciplina, em função do espaço onde ocorre. Em sala, a indisciplina teria o sentido de interromper o processo aula e de afrontar o professor, sinalizando a necessidade de se repensar o processo. A indisciplina fora da sala de aula refletiria conflitos e disputas entre alunos e turmas, assumindo o sentido de romper com a ordem e de gerar conflitos. Finalmente, observamos que a perspectiva dos alunos sobre indisciplina apresenta distinções em relação à perspectiva dos professores. Enquanto estes tendem a relacionar a indisciplina mais às suas causas, aqueles atribuem também sentidos à indisciplina, relacionados à fragilidade das práticas pedagógicas, exercidas pelos professores.

Palavras-chave: Educação, Práticas pedagógicas, Indisciplina escolar, Perspectiva de alunos.

Downloads 2570  2570  Tamanho do arquivo 506.19 KB  Plataforma Universidade Tuiuti do Paraná  Site http://tede.utp.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!A formação do professor na graduação : análise das principais obras de metodologia do trabalho cient Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
BARBOSA, Susana Mesquita

A presente dissertação de mestrado é resultado da pesquisa desenvolvida na linha de pesquisa PAIDÉIA do mestrado de Educação, particularmente na linha de Epistemologia da Educação. O objetivo da pesquisa foi observar como ocorre a formação do pesquisador na graduação, a partir da análise específica de um dos componentes desta, a saber, das principais obras brasileiras de Metodologia do Trabalho Científico.

Palavras-chave: Educação. Epistemologia. Pesquisa científica. Metodologia do Trabalho Científico.

Downloads 6473  6473  Tamanho do arquivo 895.48 KB  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 7.00 (3 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações
Fazer Download agora!A formação de educadores no espaço dos movimentos sociais do campo : um estudo a partir da I turma d Popular Versão: PDF
Atualização:  22/8/2013
Descrição:
Ghedini, Cecilia Maria; Abreu, Claudia Barcelos de Moura

Este estudo tem como objeto a Formação de Educadores na perspectiva da Educação do Campo e analisa o Curso de Pedagogia da Terra, a partir da proposta teórico-metodológica construída no I Curso de Magistério do MST e no I Curso de Pedagogia da Terra da Via Campesina, buscando compreender quais as suas especificidades. Compreende que a resistência e organização dos camponeses através dos Movimentos Sociais e Organizações Populares do Campo, emergem das contradições provenientes do processo de concentração da terra no Brasil e, fornecem as condições para o nascimento e consolidação do MST. A formação para os direitos nos MSPdoC será base da proposta de educação formal desenvolvida no Movimento Sem Terra, neste caso o I Curso de Magistério para educadores do campo. Busca compreender a organização do trabalho pedagógico deste Curso, a partir de seus elementos. Em seguida, centra-se então na especificidade da proposta teórico-metodológica do I Curso de Pedagogia da Terra da Via Campesina realizado num convênio com a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) e os MSPdoC que integram a Via Campesina/Brasil, em parceria com o Instituto Técnico de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária(ITERRA). Configura-se como uma investigação de caráter qualitativo, um estudo bibliográfico com pesquisa documental, utilizando fontes primárias de documentos dos cursos e secundárias, respectivos estudos específicos. Os principais objetivos foram: situar a educação não-formal a partir da organização dos MSPdoC e a demanda para a educação formal; visualizar a relação entre o Curso de Magistério do Movimento Sem Terra e a proposta teórico-metodológica deste Curso de Pedagogia; perceber qual é a relação entre formação geral do Curso de Pedagogia: “ser pedagogo” e a especificidade “da terra” ou “do campo”. Este trabalho proporcionou perceber avanços na Proposta de Educação do Campo nascida dos MSPdoC, por mostrar que as práticas podem estabelecer relações entre o Projeto de Desenvolvimento hegemônico, os conhecimentos das práticas sociais dos camponeses e as escolas públicas do campo, aprofundando-os na relação com o conhecimento sistematizado. Contudo, percebeu-se limites relativos às concepções teóricas dos Movimentos e Organizações dos Camponeses, bem como das Instituições de Ensino onde se desenvolvem tais propostas, o que pode gerar diferentes perspectivas com o risco de tornar-se apenas mais uma proposta de educação específica, em relação à proposta de transformação dos Movimentos. Neste sentido, este Curso poderá perder suas características originais, porém a possibilidade de acesso ao Ensino Superior pelos camponeses, dentre eles os educadores, bem como a demarcação do campo e suas questões em espaços oficiais de ensino, pesquisa e extensão, mostram sua positividade. Aos Movimentos e Organizações do Campo, firma-se a necessidade de manter espaços próprios para a formação de seus quadros. Percebe-se assim a relevância de manter a originalidade da proposta teórico-metodológica dos cursos de formação de educadores, mesmo que a objetividade nem sempre permita implementá-la, porém, construir tal proposta com o aporte dos Movimentos Sociais e Organizações Populares do Campo, apresentará embates e contradições inerentes a um processo de educação que se pretenda emancipador.

Palavras-chave: Educação do campo. Formação de educadores. Pedagogia da Terra.

Downloads 742  742  Tamanho do arquivo 506.35 KB  Plataforma Universidade Federal do Paraná - UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/286
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 (4) 5 6 7 8 9 10 »