Educadores

Ínicio : Geografia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (10)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!Meio Ambiente e Prática Cultural na Comunidade Quilombola do Varzeão no Vale do Ribeira-PR Popular Versão: PDF
Atualização:  25/7/2017
Descrição:
SOUZA, Jurandir

A presente pesquisa se constitui numa reflexão acerca das práticas culturais na perspectiva das ciências ambientais. A Comunidade Remanescente de Quilombos do Varzeão, localizada no município de Dr. Ulysses no estado do Paraná, está submetida aos avanços do capital desenvolvimentista na região. A sua vulnerabilidade e dificuldade diante da imposição externa permitiu que novas praticas culturais e ações sociais fossem criadas na tentativa de se readaptarem, e ao mesmo tempo, resistirem às novas demandas socioambientais e econômicas no Vale do Ribeira. Desta forma, mesmo com a aproximação do capital hegemônico e alteração do seu cotidiano, muitos
preceitos e conhecimentos dos seus ancestrais foram mantidos, sobretudo, na utilização e na conservação dos recursos naturais presentes na comunidade, originando um comportamento resiliente a respeito do meio ambiente.

Palavras-chave: Quilombo. Resistência cultural. Vulnerabilidade. Resiliência.

Downloads 297  297  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!Vulnerabilidade socioambiental na região metropolitana de Curitiba  Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
DESCHAMPS, Marley Vanice

Esta tese teve como proposta investigar, por meio da análise de unidades de paisagem, a unidade geográfica de trabalho para estudos e trabalhos relativos ao meio ambiente na interface natureza-sociedade. A proposta resulta de um processo construtivo advindo do transcorrer do Programa de Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento da UFPR, através do cumprimento dos módulos de natureza progressiva em que se inserem seminários, disciplinas e oficinas marcadas por discussões interdisciplinares e que culmina na definição das problemáticas individuais de pesquisa. O objetivo proposto foi efetuar a análise integrada entre os principais elementos constituintes das unidades de paisagem dos municípios de São José dos Pinhais, Mandirituba e Tijucas do Sul, localizados na porção sul/sudeste da Região Metropolitana de Curitiba, apontando os problemas ambientais como subsídio para o processo de gestão ambiental. Buscou-se em Bertrand (1972) e Monteiro (2001) entre outros, a análise físico-espacial da paisagem por meio da compartimentação desta em unidades de paisagem (geossistema, unidades morfofuncionais ou ainda unidades homogêneas), bem como o referencial teórico básico dos conceitos e métodos utilizados na interpretação e definição das referidas unidades. Como resultado de trabalho salienta-se que a unidade de paisagem revelou-se, pela sua escala de abrangência e pela necessidade do diálogo interdisciplinar, uma unidade de trabalho viável a ser aplicada por órgãos e instâncias de âmbito estadual e de regiões metropolitanas, pois pode contribuir no processo de gestão ambiental, na mediação de conflitos e no equacionamento de problemas já existentes. Cabe mencionar que, apesar das limitações do modelo, as vantagens do seu uso quando aplicado à gestão territorial são inúmeras. Significa, portanto, um passo importante, na solução dessa problemática, que se caracteriza pelas interações complexas entre os sistemas naturais e sistemas sociais.

Palavras-chave: Unidades de paisagem. Gestão ambiental. Geossistemas. Sistemas naturais. Problemas socioambientais. Unidades político-administrativas.



Downloads 592  592  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!Uso e gestão de águas subterrâneas em Araguaína/TO  Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
BOLOVATO, Luis Eduardo

A água subterrânea é de grande importância em termos econômicos e de saúde pública, tanto em áreas urbanas como em zonas rurais. A expansão urbana e as atividades associadas, principalmente para aquelas cidades cujo abastecimento é feito exclusivamente a partir da captação subterrânea, têm provocado transformações físicas e químicas nas reservas de água subterrânea, principalmente porque os efeitos da ocupação territorial estão diretamente ligados ao suprimento de água potável e à prática de disposição de efluentes no solo. A variabilidade e a intensidade da poluição das águas subterrâneas guarda relação com a vulnerabilidade do aquífero, com as características dos esgotos e do arranjo dos sistemas de saneamento. A degradação da qualidade da água subterrânea por sua vez impacta a disponibilidade de suprimento de água. Este trabalho permitiu analisar a qualidade das águas subterrâneas na cidade de Araguaína frente ao processo de expansão urbana, cidade esta desprovida de um sistema de esgotamento sanitário. Utilizando uma metodologia já consagrada na literatura para a estimativa da vulnerabilidade à contaminação de aquíferos, produziu-se uma carta de vulnerabilidade para a área urbana de Araguaína e seu entorno. Esta carta de vulnerabilidade à contaminação poderá ser utilizada como ferramenta auxiliar em estudos de ordenamento territorial e planejamento urbano.

Palavras-chave: Água subterrânea. Expansão urbana. Vulnerabilidade de aquíferos.

Downloads 358  358  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www4.fct.unesp.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!Unidades de paisagem: problemas ambientais nos municipios deSão José dos Pinhais, Mandirituba e T Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
BERTOTTI, Luiz Gilberto

Esta tese teve como proposta investigar, por meio da análise de unidades de paisagem, a unidade geográfica de trabalho para estudos e trabalhos relativos ao meio ambiente na interface natureza-sociedade. A proposta resulta de um processo construtivo advindo do transcorrer do Programa de Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento da UFPR, através do cumprimento dos módulos de natureza progressiva em que se inserem seminários, disciplinas e oficinas marcadas por discussões interdisciplinares e que culmina na definição das problemáticas individuais de pesquisa. O objetivo proposto foi efetuar a análise integrada entre os principais elementos constituintes das unidades de paisagem dos municípios de São José dos Pinhais, Mandirituba e Tijucas do Sul, localizados na porção sul/sudeste da Região Metropolitana de Curitiba, apontando os problemas ambientais como subsídio para o processo de gestão ambiental. Buscou-se em Bertrand (1972) e Monteiro (2001) entre outros, a análise físico-espacial da paisagem por meio da compartimentação desta em unidades de paisagem (geossistema, unidades morfofuncionais ou ainda unidades homogêneas), bem como o referencial teórico básico dos conceitos e métodos utilizados na interpretação e definição das referidas unidades. Como resultado de trabalho salienta-se que a unidade de paisagem revelou-se, pela sua escala de abrangência e pela necessidade do diálogo interdisciplinar, uma unidade de trabalho viável a ser aplicada por órgãos e instâncias de âmbito estadual e de regiões metropolitanas, pois pode contribuir no processo de gestão ambiental, na mediação de conflitos e no equacionamento de problemas já existentes. Cabe mencionar que, apesar das limitações do modelo, as vantagens do seu uso quando aplicado à gestão territorial são inúmeras. Significa, portanto, um passo importante, na solução dessa problemática, que se caracteriza pelas interações complexas entre os sistemas naturais e sistemas sociais.

Palavras-chave: Unidades de paisagem. Gestão ambiental. Geossistemas. Sistemas naturais. Problemas socioambientais. Unidades político-administrativas.

Downloads 1491  1491  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!O Estrangeiro no Mundo da Geografia Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
KATUTA, Ângela Massumi

A presente tese aborda o ensino da geografia nas escolas básicas e tem como fundamento o entendimento de que uma parte considerável dos “problemas” relacionados à aprendizagem, na referida disciplina, se origina da assunção, pelos sujeitos sociais que atuam na escola, das ontologias e epistemologias hegemônicas. Tendo como referência esta orientação, abordo, no primeiro capítulo, o processo ao qual denominei de “estrangeirização” e alienação discente, apontando para a relevância da linguagem na realização desse processo. Na sequência, fiz um mapeamento dos principais debates já realizados pela civilização ocidental acerca da linguagem, mostrando a necessidade de seu entendimento no contexto das relações sociais, que são espaço-temporalmente engendradas. É a partir dessa compreensão que demonstro as relações entre modo de produção, concepções de espaço, linguagens – tomando como exemplo a cartográfica – e geografias hegemonicamente produzidas e, portanto, ensinadas. Em seguida, saliento a necessidade de uma abordagem materialista dialética dos atos de conhecimento nos processos educativos, indicando que a possibilidade de superação do processo de “estrangeirização” e alienação discente somente pode ser pensada, se o conhecimento escolar estiver colocado a favor de um projeto societário fundado no entendimento da ordenação dos espaços pelos seres humanos. Concluo a reflexão indicando que uma das vias possíveis para o retorno d’O Estrangeiro ao mundo da geografia reside na assunção de ontologias e epistemologias fundadas na tensão e contradição, o que impõe a necessidade de agregar outras linguagens àquelas comumente utilizadas na geografia desde a época de sua institucionalização.

Palavras-chave: Ensino de geografia. Alienação. Linguagens. Pensamento. Epistemologia.

Downloads 477  477  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site https://uspdigital.usp.br/tycho/producaoacademica/fflch/flg/OC1-0.html
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!O econômico na Geografia : Influências do pensamento econômico na produção geográfica (1970-2001)  Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
NUNES, Flaviana Gasparotti

Este trabalho teve como objetivo principal identificar e refletir sobre as principais influências do pensamento econômico (ideias, autores e teorias) presentes na produção geográfica brasileira. O aspecto priorizado referiu-se ao elemento econômico e sua presença nos estudos geográficos, ou seja, o foco das análises e reflexões realizadas recaiu sobre os trabalhos de Geografia em que o econômico comparece como elemento essencial e central. Do ponto de vista da metodologia empregada, esta reflexão teve por base a seleção e análise das teses de doutorado defendidas na FFLCH/USP no período de 1970 a 2001, cujas temáticas e formas de abordagem foram identificadas no âmbito da Geografia Econômica. A partir da análise, identificamos as principais influências provenientes do pensamento econômico e seus períodos de incidência na produção geográfica. Podemos dizer que a introdução do materialismo histórico a partir de teorias, conceitos, ideias e proposições metodológicas, foi principal caminho de afirmação do econômico na análise geográfica, visto que a partir desta base teórico-metodológica, o econômico ganha importância, tendo papel central nas análises. No entanto, a partir da segunda metade da década de 1990 com as mudanças estruturais do próprio sistema produtivo, são incorporadas novas ideias e referenciais para a análise geográfica do econômico.

Palavras-chave: Pensamento geográfico. Pensamento econômico. Produção geográfica. Teoria. Método.

Downloads 2268  2268  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www4.fct.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!O aglomerado urbano-industrial de Londrina: sua constituição e dinâmica industrial Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
BRAGUETO, Claudio Roberto

O principal objetivo do presente trabalho foi compreender a dinâmica industrial do Aglomerado Urbano-Industrial de Londrina, considerando que no processo de reestruturação produtiva as transformações vão se manifestar também nas cidades médias. Assim como o estado do Paraná o Aglomerado Urbano-Industrial de Londrina, formado pela cidade média de Londrina e seu entorno, a partir de 1992 passou a apresentar desenvolvimento industrial importante, porém acentuando o caráter desigual deste desenvolvimento. A dinâmica industrial recente apresenta dois processos distintos: o primeiro está relacionado ao desenvolvimento de setores industriais tradicionais na região, intensivos em mão de obra e diretamente relacionados a empresas de pequeno e médio portes, cuja origem do capital é local/regional, além dos ramos industriais diretamente vinculados à forte base agropecuária da região. O segundo está relacionado ao processo de concentração e centralização social e espacial da reprodução do capital, vinculando-se ao processo de transferências industriais, em geral da Região Metropolitana de São Paulo. Na maioria dos casos as empresas foram beneficiadas pelos incentivos fiscais do governo estadual, por intermédio do Programa Paraná Mais-Empregos e invariavelmente receberam incentivos municipais. De fundamental importância para a dinâmica industrial do Aglomerado foi a provisão das condições gerais de produção historicamente estabelecidas, que propiciaram uma intensa integração, quer entre os municípios que o compõe, quer intensificando e modificando as relações históricas estabelecidas com o estado de São Paulo e sua região metropolitana, pólo hegemônico industrial brasileiro. Isso nos leva a reforçar a hipótese inicial de nosso trabalho de que, as condições gerais de produção historicamente estabelecidas, têm um peso fundamental no desenvolvimento regional e que, a atuação do Estado na provisão dessas condições tem um alcance social e regional amplo, enquanto os programas vinculados à guerra fiscal são essencialmente concentradores, social e regionalmente.

Palavras-chave: Aglomerado urbano-Industrial de Londrina. Cidades médias. Condições gerais de produção. Industrialização do Paraná. Reestruturação produtiva.

Downloads 638  638  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!O aglomerado urbano-industrial de Londrina: sua constituição e dinâmica industria Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
BRAGUETO, Claudio Roberto

O principal objetivo do presente trabalho foi compreender a dinâmica industrial do Aglomerado Urbano-Industrial de Londrina, considerando que no processo de reestruturação produtiva, as transformações vão se manifestar também nas cidades médias. Assim como o estado do Paraná o Aglomerado Urbano-Industrial de Londrina, formado pela cidade média de Londrina e seu entorno, a partir de 1992 passou a apresentar desenvolvimento industrial importante., porém acentuando o caráter desigual deste desenvolvimento. A dinâmica industrial recente apresenta dois processos distintos: o primeiro está relacionado ao desenvolvimento de setores industriais tradicionais na região, intensivos em mão de obra e diretamente relacionados a empresas de pequeno e médio porte, cuja origem do capital é local/regional, além dos ramos industriais diretamente vinculados a forte base agropecuária da região.

Palavras-chave: Aglomerado urbano-industrial de Londrina. Cidades médias. Industrialização do Paraná. Reestruturação produtiva. Condições gerais de produção.


Downloads 483  483  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!Memória e experiência de uma cidade do Paraná: a cidade de Maringá Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
FIGUEIREDO, Lauro César

Este estudo Memória e Experiência de uma cidade do Paraná: a cidade de Maringá, examina o processo de apropriação do espaço urbano da cidade de Maringá no Estado do Paraná. Procura ainda investigar e elaborar algumas hipóteses sobre como esse processo levou à destruição de um tipo de referencial espacial que existia entre os trabalhadores desta urbe e que, em última instância, engendrava uma nova forma de viver a cidade. Como tema central do objeto de estudo, foram eleitas algumas “representações nostálgicas”. Os antigos moradores da cidade referem-se aos pontos de encontro da cidade como sendo lugares nostálgicos, ou seja, aquele tempo da juventude [as festas religiosas com suas “quermesses”, as festas cívicas e culturais, o cinema, as praças e os bailes que aconteciam no Aero Clube. Sob o ponto de vista nostálgico, esses espaços são lugares evocados de um tempo impreciso, pessoal e coletivamente vivido. São memórias que, a partir de um lugar, procuram unir o presente ao passado da cidade. São momentos vivenciados e construídos em uma determinada época, os quais pretende-se reconstituí-los através da história de vida desses trabalhadores. A justificativa aqui apresentada é invariavelmente a necessidade de preservar a “memória urbana”. Isso porque a falta de políticas públicas, que deveriam conciliar desenvolvimento e preservação, já foram substituídas por relações íntimas entre governos locais e o capital imobiliário. As memórias voltam-se ao “tempo dos começos”, caracterizando-se as várias dimensões e experiências próprias dos seus modos de vida, como o cultivo dos roçados, hábitos alimentares, os bailes, as festas populares, a convivência entre os vizinhos. São experiências que perpassam o conjunto das relações tanto sociais quanto com a natureza. Este universo lúdico, responsável pelo entrelaçamento de relações individuais e de grupo, de criação de redes de amizade, de solidariedade, de influência e poder constituídas em práticas cotidianas, revelou-se mais amplo e menos óbvio ao nosso olhar, quando relacionado às experiências de vida de antigos moradores.

Palavras-Chave : Cidade. Urbanização. Memória. Sociabilidade. Cultura. Relações sociais. Maringá. Paraná.

Downloads 1949  1949  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 6.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Teses
Fazer Download agora!Inundações urbanas em Curitiba/Pr: impactos, riscos e vulnerabilidade socioambiental no bairro Ca Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
ZANELLA, Maria Elisa

O tema desta tese é o estudo das inundações e seus impactos, dentro da perspectiva do Sistema Clima-Urbano de Monteiro, em uma área do bairro Cajuru, localizada às margens do rio Atuba, na cidade de Curitiba, e sujeita a riscos de inundações. Da mesma forma, contempla a percepção das comunidades atingidas, da imprensa e dos gestores públicos sobre os referidos problemas e sobre as modificações relativas à contenção das cheias no espaço das comunidades que lá residem. Num primeiro momento, é elaborado um referencial teórico sobre o processo de urbanização e o clima urbano, sobre risco ambiental e vulnerabilidade e sobre percepção, fundamentais para embasar a pesquisa. É feita, ainda, a leitura do sítio urbano e do processo de urbanização de Curitiba e do bairro Cajuru, destacando sua importância com relação às inundações.

Palavras-chave: Inundação. Risco. Vulnerabilidade socioambiental. Clima urbano. Percepção.


Downloads 3791  3791  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 »