Educadores

Ínicio : Ciências : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (3)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Abordagem Naturalista na Educação Ambiental: uma análise dos projetos de educação em Curitiba Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
RAMOS, Elisabeth Christmann

O presente estudo tem como objeto de análise os programas e projetos de educação ambiental implementados pela administração municipal de Curitiba no período de 1989 a 2004, com o objetivo de investigar o conteúdo do discurso ecológico oficial implícito nesta proposta educativa. Também é nosso objetivo analisar os conceitos, os significados e sentidos que constituem esse discurso, com vistas a explicitar e problematizar a presença da abordagem naturalista e suas implicações no campo educativo. Por abordagem naturalista nos referimos àquela perspectiva que dá ênfase aos aspectos biológicos e ecológicos das questões ambientais, e que privilegia os danos físico-químicos sobre o meio ambiente em detrimento das dimensões políticas e econômicas; e que desconsidera os conflitos sociais que estão no cerne desta problemática. O pressuposto assumido é de que, ao privilegiar o biologicismo, esta abordagem reforça o dualismo na interpretação das relações entre os seres humanos e a natureza, e se constitui em fator limitante para a construção de uma cidadania articulada com o compromisso ético e político em relação às questões socioambientais. Buscou-se, assim, compreender e problematizar os nexos entre educação e meio ambiente no campo conceitual teórico-metodológico em que a educação ambiental foi proposta, à luz do contexto histórico que lhe deu origem. Entende-se que as práticas educativas não são realidades autônomas e estão subordinadas ao contexto de desenvolvimento existente, que condiciona sua direção política e pedagógica. Neste caso, elas ganham sentidos a partir das formas com que se associam aos cenários sociais e históricos mais amplos, constituindo-se em projetos pedagógicos políticos datados e intencionados. Assim, a emergência de um conjunto de práticas educativas denominadas de educação ambiental só pode ser entendida dentro deste processo histórico como sinalizador da exigência de uma outra concepção de educação para enfrentar o desafio contemporâneo de repensar as relações entre sociedade e natureza. Em que pese a retórica pedagógica ambiental ter a pretensão de ser crítica, a análise documental revelou que nas propostas educacionais no município, assim como naquelas anunciadas para outros setores, prevalecem concepções, sentidos e significados que respondem muito mais às políticas ambientais defendidas pela administração municipal em seus diferentes momentos (e também as de fora dela) do que ao resultado de uma reflexão do processo educativo e de seus fundamentos. Considera-se relevante e urgente a demarcação das formulações, explícitas ou não, veiculadas pelo discurso ecológico oficial; também deve-se tornar público o debate e o diálogo entre as diferentes abordagens, de modo a favorecer o entendimento das implicações práticas, pedagógicas e políticas no uso das tradições que historicamente sustentam o tema, para que o educador em geral possa problematizá-las num processo de constante superação.

Palavras-chave: Educação ambiental. Concepções de natureza. Meio ambiente. Ecologia. Desenvolvimento sustentável. Cidadania.

Downloads 5033  5033  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Você Vê Essa Adaptação? A Aula de Campo em Ciências Entre o Retórico e o Empírico Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
FERNANDES, José Artur Barroso

Este trabalho se baseia em dados obtidos a partir do registro das interações comunicativas entre monitor e alunos de sexta série do Ensino Fundamental envolvidos em atividades conjuntas realizadas em três viagens de estudo de ecossistemas litorâneos realizadas no Parque Estadual da Ilha do Cardoso (SP). Dentre as várias atividades de campo que se realizam nas viagens de estudo, investigamos o que chamamos, neste trabalho, de aula de campo: momentos em que os monitores protagonizam uma interação em que se fornece, de forma dialogada e com participação variável dos alunos, explicações relativas ao ambiente que se visita. Nosso objetivo foi investigar as interações comunicativas entre monitores e alunos durante as aulas de campo, procurando revelar quais modos semióticos são utilizados nas explicações, bem como investigar as funções que esses modos desempenham em tais atividades.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Atividade de campo. Multimodalidade. Marcos Referenciais. Explicação.

Downloads 808  808  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Educação sexual e formação de professores de ciências biológicas: contradições, limites e possibilid Popular Versão: PDF
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
BONFIM, Cláudia Ramos de Souza.

A presente pesquisa consiste em compreender as contradições, possibilidades e limitações da Educação Sexual na disciplina de Ciências nas Escolas de Ensino
Fundamental. Parte-se dos fundamentos históricos, políticos e filosóficos para compreender a sexualidade humana e os discursos hegemônicos sobre sexualidade e educação. Aborda-se a trajetória histórica e os marcos epistemológicos da universidade brasileira, as políticas de formação do professor de Ciências Biológicas e a Educação Sexual no Brasil da matriz colonial à proposta da universidade liberal, do patriarcalismo às políticas educacionais leigas e a concepção médica-higienista de Educação Sexual; a universidade brasileira como projeto nacional-desenvolvimentista, as políticas de formação de professores para a industrialização e a abordagem tecnicista da sexualidade. Analisam-se as concepções de sexo e sexualidade no discurso e prática dos professores de Ciências Biológicas e passagem histórica da sexualidade como tema do campo biológico para as Ciências Humanas; as matrizes da reflexão sobre a sexualidade na modernidade, a identidade biológico-reprodutiva matricial e suas legitimações a partir das teorias de Lamarck, Mendel e Darwin; a ruptura moderna com o naturalismo biológico: Havelock Ellis e Freud; a apropriação das ciências humanas e sociais das representações matriciais de sexo e sexualidade, destacando os estudos de Reich, Marcuse, Engels e Foucault. As considerações finais intentam corroborar a tese que defendemos neste estudo: a educação sexual escolar ainda não foi capaz de superar as matrizes e paradigmas oriundos da tradição médico-biologista. As novas abordagens da educação, as pesquisas no campo das Ciências Humanas e Sociais e a ampliação da investigação sobre a Sexualidade e suas plurívocas dimensões apontam para uma nova etapa da circunscrição científica e política dessa temática e suas implicações sociais.

Palavras-chave: Educação sexual. Formação de professores. Sexualidade.

Downloads 4566  4566  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Formação do professor de Ciências em Astronomia: uma proposta com enfoque na espacialidade Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
LEITE, Cristina

Trata-se do desenvolvimento e da avaliação de um curso de formação continuada no tema da Astronomia, dirigido aos professores de Ciências da escola pública de São Paulo. Cerca de treze atividades foram articuladas, levando-se em consideração o desenvolvimento de elementos da espacialidade, como proporções e mudanças de perspectivas. A principal razão desse enfoque está na grande dificuldade dos professores em relação ao que Piaget chama de 'centração' ou 'não-coordenação' de perspectivas, ou seja, um apego ao ponto de vista único e primeiro, com ausência de articulações entre o que eles veem e aquilo que estudam.

Palavras-chave: Astronomia. Espacialidade. Ensino de Ciências. Aprendizagem e ensino. Formação continuada de professores.

Downloads 513  513  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A dinâmica da Cooperação Espacial Sul-Sul: o caso do Programa CBERS (China-Brazil Earth Resources Sa Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
COSTA FILHO, Edmilson de Jesus Costa

O êxito da Cooperação Espacial Sul-Sul pode ser considerado um caso sui generis na literatura internacional, devido às dificuldades inerentes que os projetos de codesenvolvimento cientifico e tecnológico imputam a países periféricos. O trabalho tem por objetivo fazer uma análise de um programa de cooperação tecnológica sino-brasileira na área espacial, o Programa CBERS, buscando enfocar a dimensão do aprendizado do Brasil com a cooperação. Esta análise foi estruturada em torno de três eixos: macro, relacionado ao aspecto político da cooperação; meso, relacionado ao aspecto organizacional do INPE; e micro, relacionados aos aspectos científicos e tecnológicos da área de Engenharia e Tecnologia Espacial do instituto. Segundo a proposta metodológica, estes eixos se complementam e se interligam formando uma ferramenta capaz de analisar o aprendizado da cooperação. O estudo se baseou em um levantamento de informações quantitativas e qualitativas junto ao INPE e ao MRE, assim como em entrevistas com técnicos brasileiros participantes do programa.

Palavras-chave: Cooperação internacional. Satélites. Pesquisa espacial. Brasil. Tecnologia. Estado.

Downloads 4136  4136  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICAMP  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000399212
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Construção Coletiva de uma Prática de Formação de Professores de Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
CHAVES, Silvia Nogueira

Este trabalho relata pesquisa sobre prática de formação continuada de professores de ciências do ensino fundamental, desenvolvida por grupo de quinze professores-formadores (dentre os quais a autora se inclui) no âmbito do Projeto de Educação Continuada (PEC) da Secretaria de Estado de Educação de São Paulo. Trata-se, portanto, de uma pesquisa partipante, na modalidade narrativa, cujo objetivo é explicitar, a partir das ações do grupo, saberes produzidos no processo de construção daquela prática de formação docente. Defende-se a tese de que saberes construídos “em situação” podem constituir base para emergência de nova epistemologia da prática de formação de professores que parta das condições concretas de desenvolvimento do trabalho docente. A construção daquela prática foi acompanhado por meio de registro em audio e transcrição das narrativas dos formadores durante reuniões de planejamento e avaliação do processo de formação, de entrevistas com seis formadores, por meio de análise de materiais produzidos pelo grupo e anotações, pessoais, de campo elaboradas durante aproximadamente um ano. A análise desses materiais revela uma prática produzida em constante diálogo com situações concretas de trabalho do grupo. Desses diálogos emergiu o entendimento de que o Estado, como poder constituído, é o principal meio, mas também o principal obstáculo ao projeto de desenvolvimento profissional do professor. Isso implica que processos de formação continuada devem constituir-se na tensão entre assimilar e, simultaneamente, transformar limites institucionais em possibilidades pedagógicas. Para tanto é importante que formadores e professores estabeleçam, entre si, relações de parceria buscando conquistar autonomia profissional. Conquista cujo processo requer que formadores ponham em disponibilidade modelo pedagógicos que permitam aos professores verem em ação outras/novas formas de organizarem seus trabalhos docentes e, assim, assumirem-se como autores de suas práticas pedagógicas. Nesse processo de assunção cabe, ainda, aos formadores fomentar a auto-estima dos professores. A recuperação da auto-estima, a certeza do valor e da importância de ser professor numa sociedade cindida entre os que produzem e os que simplesmente consomem os produtos da ciência, pode redimensionar junto aos professores a importância de buscar a competência profissional. Competência que se transforma em força política capaz de mobilizar professores para exigirem melhores condições de trabalho e maior liberdade para exercerem sua autonomia profissional.

Downloads 2717  2717  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site 
Avaliação: 9.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Atividades Práticas de Ciências Naturais na Formação de Professores para as Séries Iniciais Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
RABONI, Paulo Cesar de Almeida

A partir de um trabalho de quatro meses, desenvolvido junto a um grupo de professoras polivalentes de uma escola municipal da periferia de Campinas-SP, buscouse uma compreensão dos caminhos de apropriação e de elaboração do conhecimento pelas professoras. O objetivo desta pesquisa foi apreender os processos de elaboração das atividades práticas no ensino de Ciências pelas professoras, considerando as interferências sobre o trabalho delas feitas por um pesquisador, mediadas pelo uso dessas atividades presentes em uma unidade de ensino sobre o tema Luz, por ele apresentada, tomando como foco de análise os movimentos discursivos produzidos no grupo, ao longo do trabalho realizado. Os conceitos de mediação, internalização e de drama, segundo o modelo histórico-cultural desenvolvido por Lev S. Vygotsky e por seus seguidores, bem como os conceitos de polifonia, polissemia e de gêneros do discurso, de Mikhail Bakhtin, foram utilizados nas análises das interações verbais entre pesquisador e professoras, durante o desenvolvimento das atividades práticas. Metodologicamente, os princípios do paradigma indiciário, discutidos por Carlo Ginzburg, guiaram-me na busca de indícios dos processos de elaboração de sentidos, no movimento discursivo. Para os registros das interações, foi utilizada a gravação em vídeo. Das análises dos movimentos discursivos emerge o caráter contraditório como as atividades práticas se apresentam no ideário das professoras, valorizadas mas quase ausentes, apontando a necessidade de reestruturações das formas de uso dessas atividades em sala de aula e na formação de professores.

Downloads 1359  1359  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site 
Avaliação: 4.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!O Conhecimento Etnobotânico da Comunidade Quilombola do Varzeão, Dr. Ulysses (PR): no Contexto do De Popular Versão: PDF
Atualização:  26/7/2017
Descrição:
Lopes, Claudemira Vieira Gusmão

Esta tese analisa as potencialidades e desafios ao desenvolvimento rural sustentável de uma comunidade quilombola, situada no Vale do Ribeira, PR, Brasil, a partir do levantamento do seu conhecimento etnobotânico. Esse conhecimento serviu de instrumento para diagnosticar as principais fortalezas e fragilidades presentes na comunidade e as principais oportunidades e ameaças presentes no meio externo que poderiam limitar ou potencializar seu desenvolvimento sustentável. Na atualidade o desenvolvimento sustentável de comunidades quilombola, num contexto de pós-revolução Verde apresenta-se como um desafio aos profissionais das Ciências Agronômicas. Compreender as especificidades das comunidades quilombola poderá contribuir para o sucesso dos planos de desenvolvimento sustentável. A metodologia está organizada em três etapas. Na primeira etapa consultou-se a bibliografia necessária, visitou-se a comunidade para pedir o consentimento da mesma, aplicou-se um questionário piloto, e escolheram-se as técnicas que seriam utilizadas. O trabalho de campo consistiu na coleta das informações sobre os usos que a comunidade fazia dos vegetais, na coleta de material botânico para as esxicatas (para posterior identificação botânica), na coleta de informações sobre as fortalezas e fragilidades locais, na entrevista com gestores que atuam em DRS no serviço público estadual e na consulta à bibliografia para a identificação das oportunidades e ameaças ao desenvolvimento sustentável. Posteriormente, todos os dados levantados sofreram análise usando a abordagem quantitativa para o levantamento etnobotânico (Valor de Uso) e qualitativa para os dados inerentes às potencialidades e desafios ao DRS (metodologia DAFO). Os quilombolas citaram diversos usos para os vegetais, porém, a categoria medicinal foi a que apresentou maior número de citações com 85 espécies, distribuídas em 81 gêneros e 46 famílias botânicas, sendo que houve destaque para Asteraceae com 14 espécies. Depois do conhecimento etnobotânico, talvez a ocorrência deBaccharis dracunculifolia D.C. possa vir a ser uma fortaleza para a comunidade com potencial de gerar renda, por meio da produção de própolis. Dentre as fragilidades existentes na comunidade, destaca-se o fato dos jovens terem perdido o interesse pelo conhecimento dos mais velhos. Para mitigar essa situação, os quilombolas contam com as Leis N.º 10.639/2003 e 11.645/2008 que torna obrigatório o ensino dos pressupostos civilizatórios africanos e indígenas em todas as escolas públicas do ensino fundamental ao médio.Dentre as oportunidades que a comunidade poderá usar para promover o seu DRS merece destaque a existência de recursos financeiros por parte do governo federal para o financiamento dos seus projetos e a possibilidade dos mesmos contarem com assistência técnica e a existência de uma política nacional de assistência técnica e extensão rural com ênfase no DRS de comunidades tradicionais. A ameaça ao DRS da comunidade representada pelo Pinus ssp, poderá ser amenizada por meio do cumprimento por parte dos órgãos competentes da Portaria 125/2007 do IAP, criada para solucionar o problema no Estado com a contaminação biológica com as exóticas invasoras.

Palavras-chave: Conhecimento etnobotânico. Desenvolvimento rural sustentável. Fortalezas e deficiências. Oportunidades e ameaças.

Downloads 122  122  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Astronomia no Ensino Fundamental: Natureza e Conteúdo do Conhecimento de Estudantes e Professores Popular Versão: PDF
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
BISCH, Sérgio Mascarello.

As concepções de estudantes e professores do ensino fundamental relativas ao universo foram investigadas em dois estudos paralelos. No primeiro, dezoito estudantes de 6-14 anos foram entrevistados individualmente numa atividade semi-estruturada durante a qual desenhavam e construíam modelos tridimensionais da Terra, da Lua, do Sol e de uma estrela. Na última etapa da entrevista, o estudante era induzido a montar um modelo tridimensional do universo através de uma viagem imaginária. As entrevistas foram filmadas. Sua análise evidenciou diversos tipos de modelos a respeito da Terra, do céu, dos astros e de sua disposição espacial no universo. Observouse que a natureza do conhecimento dos estudantes, fortemente realista ingênua, baseada na aparência sensorial dos objetos, era determinante na construção dos modelos. No segundo estudo, sobre as concepções dos professores, os dados foram coletados em um curso de extensão universitária de 80 horas sobre Astronomia, por meio de questionários, desenhos e registro de depoimentos orais e ações durante as atividades do curso. Sua análise revelou diversas concepções e modelos distintos sobre os astros, o céu e o universo. A natureza do conhecimento dos professores, uma mescla de realismo ingênuo e noções conceituais fragmentadas, bem como a natureza de sua representação do espaço, marcadamente topológica, era determinante na elaboração de suas concepções e modelos. O conhecimento conceitual dos professores revelou-se feito de chavões verbais ou gráficos baseados no conhecimento científico, mas reinterpretados de acordo com o seu senso comum. A comparação dos resultados obtidos nos dois estudos demonstrou que a natureza do conhecimento sobre Astronomia tanto de estudantes como de professores apresenta três traços marcantes: o realismo ingênuo, um conhecimento conceitual feito de chavões reinterpretados de acordo com o senso comum e uma representação qualitativa/topológica do espaço.

Palavras-chave: Astronomia. Universo. Ensino Fundamental.

Downloads 812  812  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Em busca da planetização do ensino de Ciências para a Educação Ambiental Popular Versão: PDF
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
AMARAL, Ivan Amorosino do

Apresenta uma proposta metodológica curricular para o ensino de ciências, tendo como metas revelar o ambiente e desvendar a Ciência, constituindo-se numa superação dos modelos anteriores existentes. O estudo coloca em questão a metodologia do ensino do modelo proposto, visando explicar suas origens e principais características teóricas e técnico-operacionais. É realizada uma investigação histórica-retrospectiva onde é focalizada a trajetória profissional do autor, assim como dos grupos e instituições profissionais de que participou, tendo como cenário as quatro últimas décadas de desenvolvimento do ensino de Ciências e da Educação Ambiental. A hipótese é que o modelo problematizado é fruto da evolução da ideia de "planetização" (um jargão próprio) formulada no inicio da trajetória e depurada ao longo da mesma, servindo simultaneamente de seu elo unificador e horizonte. A matriz analítica utilizada é constituída de quatro categorias: as concepções de Ciência, Ambiente, Educação e Metodologia do Ensino, sendo esta última considerada um resultante das três primeiras.

Palavras-chave: Ciência. Planetização. Educação. Ambiente. Metodologia.

Downloads 246  246  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 »