Educadores

Ínicio : Ciências : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (3)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!O Conhecimento Etnobotânico da Comunidade Quilombola do Varzeão, Dr. Ulysses (PR): no Contexto do De Popular Versão: PDF
Atualização:  26/7/2017
Descrição:
Lopes, Claudemira Vieira Gusmão

Esta tese analisa as potencialidades e desafios ao desenvolvimento rural sustentável de uma comunidade quilombola, situada no Vale do Ribeira, PR, Brasil, a partir do levantamento do seu conhecimento etnobotânico. Esse conhecimento serviu de instrumento para diagnosticar as principais fortalezas e fragilidades presentes na comunidade e as principais oportunidades e ameaças presentes no meio externo que poderiam limitar ou potencializar seu desenvolvimento sustentável. Na atualidade o desenvolvimento sustentável de comunidades quilombola, num contexto de pós-revolução Verde apresenta-se como um desafio aos profissionais das Ciências Agronômicas. Compreender as especificidades das comunidades quilombola poderá contribuir para o sucesso dos planos de desenvolvimento sustentável. A metodologia está organizada em três etapas. Na primeira etapa consultou-se a bibliografia necessária, visitou-se a comunidade para pedir o consentimento da mesma, aplicou-se um questionário piloto, e escolheram-se as técnicas que seriam utilizadas. O trabalho de campo consistiu na coleta das informações sobre os usos que a comunidade fazia dos vegetais, na coleta de material botânico para as esxicatas (para posterior identificação botânica), na coleta de informações sobre as fortalezas e fragilidades locais, na entrevista com gestores que atuam em DRS no serviço público estadual e na consulta à bibliografia para a identificação das oportunidades e ameaças ao desenvolvimento sustentável. Posteriormente, todos os dados levantados sofreram análise usando a abordagem quantitativa para o levantamento etnobotânico (Valor de Uso) e qualitativa para os dados inerentes às potencialidades e desafios ao DRS (metodologia DAFO). Os quilombolas citaram diversos usos para os vegetais, porém, a categoria medicinal foi a que apresentou maior número de citações com 85 espécies, distribuídas em 81 gêneros e 46 famílias botânicas, sendo que houve destaque para Asteraceae com 14 espécies. Depois do conhecimento etnobotânico, talvez a ocorrência deBaccharis dracunculifolia D.C. possa vir a ser uma fortaleza para a comunidade com potencial de gerar renda, por meio da produção de própolis. Dentre as fragilidades existentes na comunidade, destaca-se o fato dos jovens terem perdido o interesse pelo conhecimento dos mais velhos. Para mitigar essa situação, os quilombolas contam com as Leis N.º 10.639/2003 e 11.645/2008 que torna obrigatório o ensino dos pressupostos civilizatórios africanos e indígenas em todas as escolas públicas do ensino fundamental ao médio.Dentre as oportunidades que a comunidade poderá usar para promover o seu DRS merece destaque a existência de recursos financeiros por parte do governo federal para o financiamento dos seus projetos e a possibilidade dos mesmos contarem com assistência técnica e a existência de uma política nacional de assistência técnica e extensão rural com ênfase no DRS de comunidades tradicionais. A ameaça ao DRS da comunidade representada pelo Pinus ssp, poderá ser amenizada por meio do cumprimento por parte dos órgãos competentes da Portaria 125/2007 do IAP, criada para solucionar o problema no Estado com a contaminação biológica com as exóticas invasoras.

Palavras-chave: Conhecimento etnobotânico. Desenvolvimento rural sustentável. Fortalezas e deficiências. Oportunidades e ameaças.

Downloads 122  122  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Em busca da planetização do ensino de Ciências para a Educação Ambiental Popular Versão: PDF
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
AMARAL, Ivan Amorosino do

Apresenta uma proposta metodológica curricular para o ensino de ciências, tendo como metas revelar o ambiente e desvendar a Ciência, constituindo-se numa superação dos modelos anteriores existentes. O estudo coloca em questão a metodologia do ensino do modelo proposto, visando explicar suas origens e principais características teóricas e técnico-operacionais. É realizada uma investigação histórica-retrospectiva onde é focalizada a trajetória profissional do autor, assim como dos grupos e instituições profissionais de que participou, tendo como cenário as quatro últimas décadas de desenvolvimento do ensino de Ciências e da Educação Ambiental. A hipótese é que o modelo problematizado é fruto da evolução da ideia de "planetização" (um jargão próprio) formulada no inicio da trajetória e depurada ao longo da mesma, servindo simultaneamente de seu elo unificador e horizonte. A matriz analítica utilizada é constituída de quatro categorias: as concepções de Ciência, Ambiente, Educação e Metodologia do Ensino, sendo esta última considerada um resultante das três primeiras.

Palavras-chave: Ciência. Planetização. Educação. Ambiente. Metodologia.

Downloads 246  246  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Sentimento de Realidade, Afetividade e Cognição no Ensino de Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
PINHEIRO, Terezinha de Fatima

O presente trabalho tem o objetivo de contribuir para o aprofundamento das reflexões a respeito da relação entre elementos da dimensão cognitiva e da dimensão afetiva e de suas implicações para o processo de ensino e de aprendizagem de ciências. Partindo do pressuposto que a realidade da vida cotidiana, a qual os estudantes do ensino médio estão submetidos, é distinta da realidade discutida no âmbito da ciência e da filosofia, utilizamos o conceito de sentimento de realidade. Tal opção se deve ao fato de julgarmos este conceito como o mais adequado para a compreensão do modo como os objetos da ciência são incorporados por estudantes do ensino médio.
Através de questionário e entrevista semiestruturada, procuramos investigar então se o realismo metafísico sofre a influência da educação científica. Para isso, procuramos verificar se os objetos da ciência são considerados reais ou não-reais. Por meio dos argumentos fornecidos como justificativa da escolha da intensidade de realidade, foi possível identificar que os componentes da dimensão afetiva se fazem presentes na definição da intensidade de realidade e na consideração de algo como real. A partir de nossos resultados podemos concluir que a intensidade de realidade e, por extensão, o sentimento de realidade - atribuído a um objeto da ciência, assim como para outros objetos, não é recorrente de critérios puramente lógicos e racionais. Crenças, convencimento, valores, nível de conhecimento, familiaridade com o objeto, entendimento e sentimentos são também definidores do sentimento de realidade.

Downloads 432  432  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Leitura e Fotossíntese: proposta de ensino numa abordagem cultural Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
SOUZA, Suzani Cassiani de

Sabendo das dificuldades que os professores enfrentam com a leitura no ensino de Ciências e partindo do pressuposto que a leitura acontece somente durante a interação do sujeito e texto, nesse trabalho procuramos estabelecer estratégias de mediação da linguagem e contribuir para o repensar curricular na última série do Ensino Fundamental, focalizando a leitura, a escrita e a experimentação, sob um tema que tem apresentado inúmeras dificuldades no ensino - a fotossíntese.

Downloads 465  465  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Formação do professor de Ciências em Astronomia: uma proposta com enfoque na espacialidade Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
LEITE, Cristina

Trata-se do desenvolvimento e da avaliação de um curso de formação continuada no tema da Astronomia, dirigido aos professores de Ciências da escola pública de São Paulo. Cerca de treze atividades foram articuladas, levando-se em consideração o desenvolvimento de elementos da espacialidade, como proporções e mudanças de perspectivas. A principal razão desse enfoque está na grande dificuldade dos professores em relação ao que Piaget chama de 'centração' ou 'não-coordenação' de perspectivas, ou seja, um apego ao ponto de vista único e primeiro, com ausência de articulações entre o que eles veem e aquilo que estudam.

Palavras-chave: Astronomia. Espacialidade. Ensino de Ciências. Aprendizagem e ensino. Formação continuada de professores.

Downloads 513  513  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Divulgação Científica como Literatura e o Ensino de Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
PINTO, Gisnaldo Amorim

Esta tese versa sobre as potencialidades da divulgação científica como literatura para o ensino de Ciências. Fundamenta-se em autores que contribuem para problematizar a divulgação científica, como Ana Maria Sanchéz Mora, José Reis, João Zanetic, Mônica Teixeira e Ângelo Machado. Fundamenta-se, também, nos pressupostos de uma educação humanizadora e se ancora, quanto a esse aspecto, nas contribuições de Paulo Freire. Para reflexão sobre o resgate do sentido do trabalho escolar, foram fundamentais as contribuições de Bernard Charlot.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Humanismo. Divulgação científica.

Downloads 789  789  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Você Vê Essa Adaptação? A Aula de Campo em Ciências Entre o Retórico e o Empírico Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
FERNANDES, José Artur Barroso

Este trabalho se baseia em dados obtidos a partir do registro das interações comunicativas entre monitor e alunos de sexta série do Ensino Fundamental envolvidos em atividades conjuntas realizadas em três viagens de estudo de ecossistemas litorâneos realizadas no Parque Estadual da Ilha do Cardoso (SP). Dentre as várias atividades de campo que se realizam nas viagens de estudo, investigamos o que chamamos, neste trabalho, de aula de campo: momentos em que os monitores protagonizam uma interação em que se fornece, de forma dialogada e com participação variável dos alunos, explicações relativas ao ambiente que se visita. Nosso objetivo foi investigar as interações comunicativas entre monitores e alunos durante as aulas de campo, procurando revelar quais modos semióticos são utilizados nas explicações, bem como investigar as funções que esses modos desempenham em tais atividades.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Atividade de campo. Multimodalidade. Marcos Referenciais. Explicação.

Downloads 808  808  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - USP  Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Astronomia no Ensino Fundamental: Natureza e Conteúdo do Conhecimento de Estudantes e Professores Popular Versão: PDF
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
BISCH, Sérgio Mascarello.

As concepções de estudantes e professores do ensino fundamental relativas ao universo foram investigadas em dois estudos paralelos. No primeiro, dezoito estudantes de 6-14 anos foram entrevistados individualmente numa atividade semi-estruturada durante a qual desenhavam e construíam modelos tridimensionais da Terra, da Lua, do Sol e de uma estrela. Na última etapa da entrevista, o estudante era induzido a montar um modelo tridimensional do universo através de uma viagem imaginária. As entrevistas foram filmadas. Sua análise evidenciou diversos tipos de modelos a respeito da Terra, do céu, dos astros e de sua disposição espacial no universo. Observouse que a natureza do conhecimento dos estudantes, fortemente realista ingênua, baseada na aparência sensorial dos objetos, era determinante na construção dos modelos. No segundo estudo, sobre as concepções dos professores, os dados foram coletados em um curso de extensão universitária de 80 horas sobre Astronomia, por meio de questionários, desenhos e registro de depoimentos orais e ações durante as atividades do curso. Sua análise revelou diversas concepções e modelos distintos sobre os astros, o céu e o universo. A natureza do conhecimento dos professores, uma mescla de realismo ingênuo e noções conceituais fragmentadas, bem como a natureza de sua representação do espaço, marcadamente topológica, era determinante na elaboração de suas concepções e modelos. O conhecimento conceitual dos professores revelou-se feito de chavões verbais ou gráficos baseados no conhecimento científico, mas reinterpretados de acordo com o seu senso comum. A comparação dos resultados obtidos nos dois estudos demonstrou que a natureza do conhecimento sobre Astronomia tanto de estudantes como de professores apresenta três traços marcantes: o realismo ingênuo, um conhecimento conceitual feito de chavões reinterpretados de acordo com o senso comum e uma representação qualitativa/topológica do espaço.

Palavras-chave: Astronomia. Universo. Ensino Fundamental.

Downloads 812  812  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Leituras de Divulgação Científica na Formação Inicial de Professores de Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
NACIMENTO, Tatiana Galieta

Esta pesquisa de doutorado tem como objetivo central investigar as leituras feitas por licenciandos de textos de divulgação científica no contexto de suas pré-regências e regências desenvolvidas na disciplina Prática de Ensino das Ciências Biológicas. A tese aqui defendida está relacionada à ideia de que textos de divulgação científica podem propiciar leituras críticas das relações entre ciência, tecnologia e sociedade em sala de aula desde que o professor esteja alinhado a uma concepção educacional progressista crítica. Sendo assim, a pesquisa conta com o referencial teórico-metodológico da Análise do Discurso de linha francesa e a filosofia de Paulo Freire para analisar aspectos como: as condições de produção das aulas, os modos de leitura e os gestos de interpretação, as re-elaborações discursivas (tanto as escritas como as orais), imagens, usos e funções dos textos de divulgação científica Foram analisadas sete aulas nas quais foram observados aspectos relacionados aos processos de re-elaboração discursiva textuais ou orais que destacam a relevância do licenciando como mediador do texto de divulgação científica em sua introdução em sala de aula. Além disso, foi observada a participação do texto de divulgação na constituição do discurso científico escolar e sua inserção nas aulas de ciências como facilitadora da incorporação de temas sociais relevantes criando uma ponte entre o conhecimento cotidiano do aluno e o conhecimento científico. O estudo aponta, ainda, os modos de leitura e os funcionamentos dos textos de divulgação científica em sala de aula. Os modos dizem respeito às leituras silenciosas, em grupo, em voz alta pelo licenciando ou um aluno. Já o funcionamento assumido pelos textos foram bastante diversos, indo desde um eixo estruturador da aula, passando pela função de estimular e incentivar a participação dos alunos chegando até o exercício da criticidade.
A pesquisa aponta a necessidade de novos estudos teóricos que discutam, sob o ponto de vista da área de educação em ciências, o papel da divulgação científica no ensino formal; focalizando inclusive o papel que o texto de divulgação exerceria na introdução de temas da ciência contemporânea nas aulas de Ciências como uma forma de atualização dos conteúdos no ensino de Ciências.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Divulgação científica. Leitura. Análise do Discurso. Formação de professores.

Downloads 841  841  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC - PP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Bioética e valores: um estudo sobre a formação de professores de ciências e biologia Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
Silva, Paulo Fraga da

O presente trabalho é a uma pesquisa empírica, de caráter qualitativo que tem como objeto de estudo a formação inicial de licenciandos de Ciências e Biologia. O objetivo central da investigação foi analisar se ela tem contribuído adequadamente para a tematização e construção de valores humanos e verificar sob a ótica dos licenciandos seu papel na formação ético-moral dos futuros estudantes e seu nível de preocupação sobre a dimensão ética dos saberes científicos e tecnológicos. O percurso metodológico consistiu em duas fases. Na primeira, licenciandos de Ciências e Biologia de três Instituições de Ensino Superior distintas responderam a um questionário referente à importância da formação ético-moral do estudante de ensino fundamental e médio e, para tanto, sua qualificação como docente. A segunda fase caracterizou-se pela aplicação de outro questionário com quatro casos com conteúdos dilemáticos e conflitos éticos nos quais os licenciandos identificaram ou opinaram sobre como os tratariam em sala de aula. Com base nas referências teóricas fornecidas pelo estudo na literatura voltada especificamente à educação ético-moral na perspectiva filosófica e psicológica, como também da Bioética de proteção, constatou-se que os licenciandos admitem que o aspecto ético-moral é fundamental para a formação do estudante, crêem que a escola, bem como outros ambientes sociais são co-participantes no desenvolvimento moral. Reconhecem a contribuição da disciplina de Ciências e Biologia como espaço de promoção de valores ético-morais e identificam assuntos que suscitam discussões éticas. Alguns obstáculos foram identificados que, direta e indiretamente, contribuem para o despreparo do professor em tratar dessas questões polêmicas, entre outros: a dificuldade de estimular e conduzir uma discussão, a insegurança quanto à perda do controle da classe, a não aceitação da divergência. Essas dificuldades podem ser atribuídas à sua trajetória de formação. Os resultados indicam a necessidade de implementação de novas estruturações para os cursos de formação destas disciplinas. A educação em Bioética favorece a inclusão da educação em valores no ensino de Ciências e Biologia, desde que os professores reconheçam que não podem se eximir de auxiliar seus futuros alunos a desenvolver habilidades necessárias para a reflexão sobre um problema e suas dimensões sociais, políticas e éticas requeridas na tomada de posição de todo o cidadão.

Palavras-chave: Bioética. Cidadania. Educação. Valores. Ensino de Ciências e Biologia.

Downloads 845  845  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de São Paulo - Faculdade de Educação   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 »