Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Os operários pedem passagem! - A Geografia do operário na cidade de São Paulo (1900-1917) Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
Paula, Amir El Hakim de

A dissertação procura entender a relação entre o operário e a cidade de São Paulo no período de 1900 a 1917. Esse período é marcado por um grande crescimento populacional e geográfico da cidade, sendo que esse crescimento possibilita o surgimento de novos bairros na capital paulista. Por meio desse trabalho, demonstramos que conforme a cidade crescia surgia nela um processo de segregação espacial, separando geograficamente, em bairros com distintas paisagens, as classes mais populares (como os operários) e a elite paulistana, representada principalmente pela burguesia cafeeira e/ou burguesia industrial. Com esse processo de segregação espacial, os operários ficaram circunscritos à bairros sem muita infraestrutura urbana (como ruas asfaltadas e arborizadas, serviços de água e esgoto), em contrapartida ao fato de serem eles os principais construtores da cidade. A partir disso, buscamos entender como ocorreria um questionamento a essa segregação espacial, ou seja, como e quando os operários, enquanto movimento organizado, "invadiam" as regiões mais centrais da cidade. Analisando as lutas contra a Carestia de Vida e a Greve de 1917, percebemos que, em momentos de grande agitação social, o operário chegava ao centro e questionava essa "ordem" urbana. Sendo assim, percebemos que a geografia do operário na cidade vai muito além de simplesmente localizar esse trabalhador na cidade. Ela passa a entender também o significado desse processo de apropriação espacial.

Palavras-chave: Apropriação. Cidade. Indústria. Operariado. Segregação espacial.

Downloads 1670  1670  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Elementos Semióticos no Planejamento Urbano: O Caso de Curitiba Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
MULLER, Juliane

O planejamento urbano de Curitiba caracteriza-se por um amplo uso de elementos semióticos, especialmente quando observadas as três décadas passadas. Estes elementos aparecem no sistema de transporte público desde os anos 70, fazem-se mais visíveis na paisagem urbana durante os anos 90 com os parques étnicos, as Ruas da Cidadania e os Faróis de Saber, e são incorporados na propaganda para a "Capital Social", logo da segunda gestão TANIGUCHI (2000-2004).

Palavras-chave: Curitiba. Planejamento urbano. Semiótica. Pós-modernismo. Cidadania.

Downloads 1640  1640  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A Territorialidade da “Posse” na Luta pela Reforma Agrária_Os Acampamentos do MST em Iaras – SP Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
IHA, Monica Hashimoto

O presente estudo tem como objetivo apresentar a territorialidade dos acampamentos organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra no Município de Iaras-SP, a partir da análise crítica do movimento social, buscando a gênese da concentração fundiária e dos sem-terra na formação territorial do País. A partir de 1995 o MST fez a sua primeira ocupação na região, realizando o assentamento Zumbi dos Palmares. Os demais acampamentos que se instalaram passaram por um longo período de espera, o que causou a saída de muitas pessoas, sendo necessário a criação de estratégias para a sobrevivência. O acampamento afirma a posse da terra em barracas de lona preta e, em alguns casos, realizando pequenos roçados e criação de animais. A organização dos acampamentos pelo MST é mantida por um conjunto de regras e disciplina o que contrasta com os valores e a vida anterior do acampado, o que provoca inúmeras contendas. A situação de acampado revela grande instabilidade, estando sujeito à violência dos grandes proprietários de terra, ao despejo e à estigmatização por ser sem-terra. Este estudo teve como metodologia de trabalho a pesquisa qualitativa, através de técnicas como: pequenas histórias de vida, relatos orais, entrevistas, questionários, observação participante e pesquisa nos arquivos de órgãos do Estado responsáveis pelo processo de reforma agrária (Incra e Itesp).

Downloads 1618  1618  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Agricultura orgânica como processo territorial no município de Chapecó-SC Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SILVA, Franciane Cristine da

A chamada modernização da agricultura representou um período de intensificação do processo de degradação ambiental e modificação profunda nas relações de trabalho. Um dos movimentos de resistência a esse novo padrão de produção verticalizada é a agricultura orgânica. No Estado de Santa Catarina, essas experiências têm se desenvolvido amplamente, assumindo características próprias e gerando uma diversidade de relações sociais que tem deflagrado novos movimentos territoriais. No caso chapecoense, a agricultura orgânica desenvolve-se amparada por agricultores, ONG’s e Cooperativas, criando uma rede territorial que assume ritmos e tempos diferentes, mas que tem construído um novo território nesse município. Novo justamente porque pensa e organiza os elementos do espaço geográfico seguindo um padrão próprio, construído coletivamente e produto da diversidade cultural, política, econômica e ambiental local. Novas redes e fluxos foram ativados inserindo esses atores sociais de uma forma singular no contexto local. Buscando compreender essas relações lançou-se mão de revisão bibliográfica, revisão de sítios especializados, entrevistas, trabalhos de campo, aplicações de questionários, entre outros, que possibilitaram a coleta de dados para posterior compilação e apresentação em forma de mapas temáticos, tabelas, gráficos e conclusões teóricas a respeito da agricultura orgânica enquanto movimento territorial no município de Chapecó, Oeste catarinense.

Palavras-chave: Agricultura orgânica. Chapecó. Movimento territorial. Organização territorial. Redes.

Downloads 1603  1603  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www.dominiopublico.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!As comunidades locais e os conflitos de uso dos recursos naturais no litoral sul do estado do Paraná Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BUZZATO, Adriano César

A presença de comunidades tradicionais em unidades de conservação é um fato gerador de conflitos, comumente debatidos nos dias atuais. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi analisar no contexto de implantação do Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange, localizado no litoral sul do Estado do Paraná, os conflitos gerados entre as autoridades gestoras e as comunidades locais que utilizam os recursos naturais da área do Parque, bem como da sua zona de amortecimento. Para tanto, foram relacionadas dinâmicas ecológicas, sociais e econômicas, a fim de entender como são gerados esses conflitos. A partir de tais procedimentos, foi possível identificar alguns problemas existentes na área estudada, configurando-se, de forma evidente, dois tipos de conflitos: 1) o conflito jurídico-institucional, que atinge as populações tradicionais com menor inserção no mercado e maior dependência dos recursos naturais, tendo em vista que suas atividades de subsistência passam a ser ilegais, devido à legislação restritiva do Parque; e 2) o conflito ambiental provocado por práticas agrícolas inadequadas e pelo mau uso dos recursos naturais pelas comunidades que têm alguma inserção no mercado. Pode-se concluir que há uma necessidade premente de mudanças na visão essencialmente preservacionista dos órgãos ambientais em relação às populações tradicionais e que a minimização ou solução desses conflitos depende do esforço e do comprometimento dos atores envolvidos na questão.

Palavras-Chave: Recursos naturais. Unidades de conservação. Populações tradicionais. Parque Nacional Saint-Hilaire/Lange. Litoral. Paraná.

Downloads 1601  1601  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Uma análise do ensino da Geografia utilizando as representações cartográficas no 2 Ciclo nas escolas Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2012
Descrição:
FREITAS, Edilson Pereira de

Análise do Ensino da Geografia utilizando as representações cartográficas no 2o ciclo nas escolas públicas de Natal – RN, tendo em vista a relação teórico-prática dicotomizada, no que se refere a aplicabilidade real desses recursos no ensino da Geografia. Essa análise compreende uma revisão bibliográfica, à luz de teorias e concepções sobre o processo de ensino e de aprendizagem da geografia e da utilização dos recursos geocartográficos ao longo da história. Objetiva-se caracterizar o espaço escolar, a escola na comunidade, o ensino de geografia e o uso dos recursos cartográficos, a importância dos recursos didáticos como suportes metodológicos no ensino de Geografia, no sentido de apontar soluções para melhorar as aulas no Ensino Fundamental, e contemplar questões primordiais relativas às práticas docentes; pela compreensão, enquanto profissional de educação, da luta pela valorização do magistério e da educação pública; pela relevância social da melhoria da formação de professores da Educação Básica, em pleno exercício das atividades docentes, e pelo acesso às fontes e espaços de pesquisa onde se exerce a função de professor formador no Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy – IFESP.

Palavras-chave: Análise. Docência. Prática. Ensino.

Downloads 1555  1555  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRN  Site http://biblioteca.universia.net
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Indicadores de fragilidade ambiental na Bacia do Ribeirão Maringá_PR Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
SALA, Marta Gaspar

Os solos da bacia hidrográfica do ribeirão Maringá apresentam alta fertilidade natural, sendo por isso, intensamente, utilizados para fins agrícolas. O aumento da produção agrícola propicia uma maior degradação dos solos, como a destruição das suas características físicas (compactação, redução na infiltração, destruição da estrutura natural). Nas últimas décadas, além do uso agrícola, a bacia vem sofrendo, também, alguns impactos causados pelo avanço da urbanização. Dessa forma, as condições naturais do terreno aliadas à declividade, ausência de cobertura vegetal e a falta de práticas conservacionistas adequadas, aceleram os processos de degradação.

Palavras Chave: Paisagem. Bacia hidrográfica. Solos. Fragilidade ambiental.

Downloads 1497  1497  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Análise da variabilidade espacial e temporal dos sedimentos suspensos do alto rio Paraná via imagens Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
HAYAKAWA, Ericson Hideki

A conclusão da construção da barragem de Porto Primavera (UHE Engenheiro Sérgio Motta) em 1998 e seu reservatório formado a partir do final daquele ano provocaram alterações como redução da carga suspensa do rio Paraná a jusante do reservatório, o que alterou a cor e a transparência da água, assim como diversas outras características do canal fluvial. Por essas razões, o objetivo deste trabalho é verificar a variabilidade espacial e temporal do transporte sedimentar (carga suspensa) do rio Paraná no segmento a jusante da barragem de Porto Primavera, região de Porto São José - PR por meio de dados espectrais das imagens orbitais CBERS/2. A metodologia consiste na integração entre dados espectrais e variáveis como carga suspensa, batimetria e velocidade de fluxo adquiridos em coletas de campo realizadas concomitantemente às passagens do satélite. Os resultados indicam que para a coleta de campo de 12/11/05 a variação de reflectância do canal mostrou-se conectada à variabilidade da carga suspensa total, evidenciado principalmente nas bandas 1 e 2. Para a coleta de campo de 13/05/06 não houve imageamento, porém, percebe-se que a variação de carga suspensa total possui conexão com a variação espectral do corpo d’água para cenas de várias datas, evidenciados nas bandas 1 e 2. A análise multitemporal demonstrou a variabilidade da carga suspensa total no canal entre as cenas de diferentes datas de aquisição destacando uma clara distinção entre as águas com influência e sem influência do rio Paranapanema no rio Paraná. Por fim, o trabalho permitiu a verificação da aplicabilidade do sensoriamento remoto para o estudo do transporte sedimentar, principalmente em um rio que apresenta baixos índices de carga suspensa.

Palavras-chave: Rio Paraná. Barragem. Carga suspensa. Reflectância.

Downloads 1480  1480  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A cafeicultura brasileira no modelo tecnologico produtivista (1960/90) Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
SILVA, Lucas Frazão

A cafeicultura brasileira foi objeto de um conjunto de transformações tecnológicas, institucionais e creditícias, iniciado na década de 60, que possibilitaram a sua adequação ao modelo produtivista da agricultura. Baseando-se em variedades de alto rendimento, na utilização de insumos modernos, e em amplo apoio financeiro sustentado por linhas de crédito especiais, foi implementado um processo de inovação que modificou em muito o perfil da cafeicultura nacional. A produtividade aumentou como reflexo das tecnologias fortemente recomendadas pelos órgãos públicos responsáveis pela consolidação do modelo. Outros aspectos da produção foram menos apreciados, como os relativos à qualidade, resultando em perda de competitividade no mercado internacional, concorrendo negativamente para o sucesso do setor. A cafeicultura, apesar do esforço produtivista, dá sinais de esgotamento do modelo. É este processo e seus impactos que são analisados neste estudo.

Palavras-chave: Cafeicultura. Brasil. Aspectos econômicos. Cafeicultura. Inovações tecnológicas. Cafeicultura. Produtividade.

Downloads 1475  1475  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Patrimônio histórico e cultural em territórios urbanos: um estudo de caso acerca do conjunto edifica Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
Patrimônio histórico e cultural em territórios urbanos: um estudo de caso acerca do conjunto edificado da área central da cidade de Rio Pardo - RS.


COSTA, Adriana Schwindt da

A área central de Rio Pardo, nesta pesquisa denominada Centro Histórico, mantém grande parte das características originais da colonização portuguesa do século XIX, compondo um espaço com estilo arquitetônico do período colonial, com prédios que sofreram poucas descaracterizações. Entende-se que quanto maior o reconhecimento dos valores sobre um espaço, mais naturalmente este tende a ser conservado, por isso optou-se por trabalhar com o conjunto edificado que compõe a área central da Rio Pardo. O objetivo desta pesquisa é analisar a forma de articulação de elementos urbanos significativos na área histórica da cidade de Rio Pardo, polo cultural e histórico na Região do Vale do Rio Pardo e do estado do Rio Grande do Sul, a partir do estudo de edificações e de espaços abertos públicos com valor histórico enquanto registros de territorialidades de usuários deste espaço. O método dialético permitiu a compreensão acerca do fenômeno social da apropriação do espaço urbano. Fez-se um estudo de caso – a cidade de Rio Pardo (RS) –, buscando combinar a pesquisa teórica, e a verificação de informações em campo, através de técnica de percepção topoceptiva, desenvolvida por Kohlsdorf (1996). Como resultado, percebe-se que o conjunto de Áreas-Pólo, Eixos de Interligação e Áreas de Influência da área central devem ser entendidos articuladamente em qualquer plano de intervenção para valorização do setor histórico como unidade territorial representativa dos valores simbólicos da cidade de Rio Pardo. Enquanto parte integrante da dinâmica urbana e regional, faz-se necessário compreender as articulações do Centro Histórico com a estrutura que o contém, considerando, inclusive, as principais rotas de acesso à cidade, as áreas de expansão urbana, os aspectos ambientais que caracterizam as margens dos rios e os demais elementos polarizadores da cidade.

Palavras-chave: Patrimônio histórico cultural. Planejamento urbano e regional. Cidades de pequeno porte e áreas centrais.

Downloads 1440  1440  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unisc.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 (10) 11 12 13 14 15 16 17 »