Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Canta Cantos: uma forma alternativa de se fazer Geografia Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
SOUZA, L. M. de

A Geografia precisa ser feita de uma única forma? Qual é a verdadeira Geografia? É possível fazer Geografia de diversas maneiras? Essas três questões subsidiam grande parte desta dissertação, que aborda desde as transformações históricas do método científico (Capítulo 1), a história da Geografia moderna segundo os métodos adotados pelos geógrafos (Capítulo 2), a importância da divulgação científica para a ciência moderna como um todo e o esforço do projeto Canta Cantos de divulgação do conhecimento geográfico (Capítulo 3) até uma avaliação participativa do micro programa de rádio de Geografia Canta Cantos (Capítulo 4), veiculado atualmente de terça-feira a domingo, às 21:15, na UFMG Educativa – 104,5 FM de Belo Horizonte (www.ufmg.br/radio/). Ao mesmo tempo em que se constata a existência de incontáveis formas de se conhecer a realidade, conclui-se que a ciência moderna não dispõe de mecanismos lógicos (nem racionais, nem empíricos) bons o bastante para determinar qual método de conhecimento é o melhor de todos. Nesse sentido, a Geografia moderna não é uma exceção, pois oferece, desde meados do século XIX, diferentes formas de se apreender o espaço, sem que uma seja necessariamente mais adequada ou mais relevante do que a outra. Recomenda-se, portanto, considerar a maior quantidade e qualidade de Geografias possível, porque cada uma delas (científica ou não) revela uma face da realidade espacial que, em última instância, é o que todos os geógrafos querem conhecer.

Palavras-chave: Teoria. Método. Metodologia. Epistemologia. Geografia.

Downloads 862  862  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://www.bibliotecadigital.ufmg.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Características sedimentar e hidrológica do rio Ivaí em sua foz com o rio Paraná, Icaraíma-PR Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BIAZIN, Pollyaba Crodetta

A carga sedimentar transportada pelos rios possui diversas granulometrias e formas de transporte variados, de acordo com as condições locais e do escoamento. A dinâmica das formas de leito e suas características são de grande interesse para o entendimento da hidrologia, geomorfologia e eventos ambientais que possam ocorrer no rio. Esse trabalho visa estudar a dinâmica sedimentar no canal do rio Ivaí, próximo a foz com o rio Paraná. Buscando caracterizar os parâmetros hidrológicos, a distribuição dos sedimentos dentro do canal fluvial e sua variação temporal dentro de um período de 12 meses. No trecho estudado do rio Ivaí, o canal fluvial é ladeado por diques marginais com até 5 metros de altura e, sua largura aumenta para a jusante. O rio apresenta uma profundidade média de 5,95 metros e uma vazão média de 727,73 m3/s. Na sua foz com o rio Paraná, observa-se a presença de ilhas, indicando uma clara evidência do importante transporte de sedimentos que se realizam naquela área.

Palavras-chave: Rio Ivaí. Formas de leito. Carga de fundo. Distribuição granulométrica.

Downloads 1120  1120  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Caracterização física das bacias de drenagem do munícpio de Maringá e os postos de combustíveis como Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
BORSATO, Fabiano Hugo

Os problemas ambientais em bacias hidrográficas podem ser estudados isolando-as uma das outras, uma vez que as maiores interferências se devem aos focos poluidores presentes em suas superfícies e consequências no nível subterrâneo. Assim, o desenvolvimento desta pesquisa, tendo como cenário a cidade de Maringá, localizada na região noroeste do Paraná, enfatizou dois aspectos importantes relacionados à temática proposta: por um lado um estudo detalhado das características físicas das bacias hidrográficas, e, por outro, a relação que estes parâmetros podem ter com a disposição final dos resíduos oriundos dos postos de combustíveis. Para isso, a metodologia consistiu em determinar as características físicas das bacias hidrográficas dentro do perímetro urbano da cidade, dispondo-se para isso de mapas digitais e cartas topográficas, que serviram de base para a determinação da maior parte dos parâmetros; o levantamento das condições de tratamento, equipamentos presentes, e disposição final dos resíduos dos postos e distribuidoras de combustíveis, localizados pontualmente nas bacias, por meio de pesquisas de campo e em órgãos ambientais; e um estudo estatístico para análise dos resultados. Os resultados obtidos dos parâmetros fisiográficos das bacias serviram de base para avaliar o potencial poluidor em cada uma delas, em relação ao número e localização dos postos. Sendo assim, verificou-se que através desses índices, a bacia do córrego Moscado pode ser considerada como a mais propensa à poluição, em comparação com mais quatro estudadas. Com relação à disposição dos resíduos líquidos dos postos, observou-se que a maior parte dos postos possui caixas separadoras para retenção de óleo e lama e se apresentam ligados à rede de esgoto. Quanto à disposição dos resíduos sólidos contaminados com óleo, em torno da metade dos postos e distribuidoras de combustíveis fazem destinação irregular.

Palavras-chaves: Postos de combustíveis. Óleos e graxas. Características físicas. Bacias hidrográficas. Poluição.

Downloads 3050  3050  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Cinema e geografia : a idealização do rural Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
FARIAS, Valesca Souza

O presente trabalho tem por objetivo analisar duas películas fílmicas, que retratam os movimentos de resistência dos insurgentes da história brasileira. Os filmes analisados são “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro”, de Glauber Rocha, produzido em 1969 e “Cabra Marcado Para Morrer”, (1964 – 1984) de Eduardo Coutinho. Ambas as películas foram produzidas no período da ditadura militar, porém apenas “Cabra Marcado Para Morrer” foi apreendida pelos militares, sendo finalizada em 1984. As películas fizeram parte de um período de grandes discussões cinematográficas, sendo que “O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro” foi realizada sob a égide do Cinema Novo e “Cabra Marcado Para Morrer” foi produzida pelo Centro Popular de Cultura da União Nacional dos Estudantes. A análise destas películas proporcionou a compreensão a respeito da construção cinematográfica mundial, principalmente a americana, como o cinema pode interferir na sociedade ou evidenciá-la e entender a forma como o cinema se apropria do espaço geográfico para construir suas narrativas.

Palavras-chave: Cinema brasileiro. Geografia. Aspectos sociais. Espaço geográfico. Geografia cultural. Território.

Downloads 1160  1160  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.lume.ufrgs.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Competência leitora e ensino de Geografia Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
MOUTINHO, Maria Aparecida dos Santos

Esta pesquisa objetiva a identificação das práticas de leitura usadas nas aulas de Geografia e das dificuldades de leitura apresentadas pelos alunos, além de verificar como os docentes desta disciplina vêm incorporando as habilidades de leitura avaliadas pelo Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (SARESP) em suas práticas na sala de aula. Para isso propus realizar uma pesquisa de abordagem qualitativa, identificada com o Estudo de Caso. Na busca de uma maior compreensão do fenômeno estudado optei por realizar a triangulação de dados coletados através dos procedimentos mais comuns ao Estudo de Caso: a entrevista, a observação e a análise de documentos. Estes instrumentos foram precedidos de um questionário com a intenção de caracterizar os sujeitos da pesquisa. Os dados coletados são analisados em duas partes: a concepção de leitura dos professores sujeitos da pesquisa e a participação no cotidiano da escola. Os resultados revelaram que as práticas de leitura mais comuns nas aulas destes professores são: a leitura oral de trechos do texto pelos alunos, entremeada pela explicação do professor e a leitura silenciosa para a realização de atividades propostas pelos livros didáticos ou pelos professores. O material de leitura mais utilizado é o livro didático. A pesquisa apontou também que os professores se preocupam com a leitura e a identificam como algo importante no ensino de Geografia. Mas o que mais parece interferir no trabalho com a leitura é a ausência da aprendizagem das estratégias de leitura como meio para o aluno dominar as habilidades que levam à compreensão dos textos. Este fato gera o distanciamento entre o “discurso” do professor e a sua prática, tornando relevante o contato desses professores, na sua formação inicial e continuada, com o conhecimento sobre a leitura, que deve constar também das políticas públicas que se propõem resolver os problemas de leitura dos estudantes. Caso contrário, estaríamos praticando o “modismo” que logo será substituído.

Palavras-chave: Ensino de Geografia. Competência leitora. Avaliação. Práticas educativas. Leitura. Livro didático.

Downloads 2054  2054  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Condicionantes da mortalidade na população com 60 anos ou mais no Rio Grande do Sul: uma análise re Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
BARROS, Giovanna Bonella

Este trabalho de pesquisa apresenta a mortalidade da população com 60 anos ou mais em municípios com indicadores socioeconômicos diferenciados, com o objetivo de identificar as taxas de óbitos da população com 60 anos ou mais, no RS e por Regiões dentro dele. O recorte regional escolhido para apresentarmos as análises foram as mesorregiões do IBGE, em suas 7 mesorregiões. Outro objetivo do estudo foi estimar fatores explicativos da mortalidade, desta população, mais especificamente, verificar a relação entre a mortalidade, por diferentes faixas etárias dentro da população idosa com os investimentos públicos municipais na área a saúde controlando-se pelas características socioeconômicas. A população idosa neste trabalho foi dividida em três faixas etárias, faixa dos 60-69, dos 70-79, e a faixa dos 80 anos ou mais.

Palavras-chave: População idosa. Mortalidade. Diferenças regionais. Indicadores socioeconômicos. Recursos públicos. saúde.

Downloads 4472  4472  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unisc.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Condicionantes socioambientais urbanos da incidência da dengue na cidade de Londrina - PR Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Márcia Maria Fernandes

No presente estudo, elaborado no âmbito da Geografia da Saúde, a incidência da dengue em Londrina/PR encontra-se analisada a partir dos aspectos socioambientais, no período temporal compreendido entre os anos de 1998 a 2004. O ano de 2003 foi analisado de maneira especial, pois nele a cidade foi acometida pela doença de forma epidêmica. Londrina, com seu rápido e intenso processo de urbanização, acompanhado de forte verticalização, ausência de planejamento e descaso com os elementos naturais, apresenta aspectos da qualidade de vida da população bastante comprometidos, principalmente a mais carente. Conforme a cidade cresce, cresce também a periferia e a pobreza. O primeiro registro do mosquito Aedes aegypti na cidade ocorreu em 1985, porém nos anos subseqüentes houve dispersão para toda a área urbana. Com a implantação do SINAN em 1995 os casos de dengue passaram a ser registrados continuamente; em 1996 foram confirmados 405 casos, 1997 não apresentou nenhuma confirmação e 1998, 1999 e 2000 foram 15, 16 e 10 respectivamente.

Palavras-chave: Dengue. Condicionantes socioambientais. Epidemia. Londrina/PR.

Downloads 2574  2574  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Consequências nutricionais da urbanização em Santa Cruz do Sul Popular Versão: 
Atualização:  3/9/2013
Descrição:
HÜBNER, Dario Carlos

As possíveis consequências do acelerado processo de urbanização de Santa Cruz do Sul, verificado pelo crescimento desordenado da periferia onde vive uma parcela da população de baixa renda e excluída, tem relação com o estado de bem-estar nutricional das gestantes. Este estudo visa compreender as consequências da urbanização e sua relação com as gestantes expostas às mudanças no padrão nutricional, com uma dieta basicamente constituída por carboidratos e proteínas de baixo valor biológico. Utilizou-se o método analítico qualitativo e descritivo sem pretensão de testar as hipóteses. Constatou-se que, o estado de bem-estar nutricional das gestantes não inclui apenas o aporte de alimentos, mas também fatores mais abrangentes das necessidades humanas que pressupõe o atendimento das condições adequadas de moradia; acesso à educação; saneamento básico e acompanhamento da saúde pré-natal. As transformações políticas e flutuações macroeconômicas ocorridas nos últimos anos, associadas à principal atividade econômica no município e na região estruturada para atender a sólida cadeia produtiva do principal produto de exportação, passou a apresentar uma nova lógica de desenvolvimento. Desencadeando a expansão da cidade e o aumento da concentração urbana, acompanhada por áreas no entorno da cidade menos dotadas de equipamentos e serviços urbanos, numa clara política de segregação espacial e social, com implicações associadas à renda familiar insuficiente, coexistindo como fator importante nas mudanças de hábitos e padrões alimentares. De maneira que, a expansão urbana torna-se mais envolvente e frequente, estimulando o processo das transformações sociais. A elevada prevalência do baixo peso ao nascer, menos de 2500 gramas encontrado neste estudo de caso, numa região e município que possui elevados índices de desenvolvimento socioeconômico, a renda familiar mensal insuficiente torna mais frequente, mas não compulsória a desnutrição intra-uterina.

Palavras-chave: Urbanização. Desnutrição intra-uterina. Segurança alimentar. Baixo peso ao nascer.

Downloads 732  732  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unisc.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Considerações sobre a água mineral e sua distribuição na cidade de Maringá-PR Popular Versão: 
Atualização:  13/5/2013
Descrição:
VENDRAMEL, Elza

A presente pesquisa realizou um estudo do processo de distribuição de água mineral engarrafada na cidade de Maringá/PR, nos anos de 2002 e de 2003. Objetivou-se fazer um levantamento das águas minerais mais comercializadas e sua procedência, caracterizar a demanda, a distribuição e cartografar as distribuidoras da cidade. O estudo foi efetuado através da análise bibliográfica levantada; de consultas a 20 empresas que ocupavam o mercado maringaense no ano de 2002, e 17 em 2003. A pesquisa evidenciou que a grande parte das marcas comercializadas pelas distribuidoras são procedentes da região norte paranaense e de outros pontos do Estado. Algumas marcas procedem do Estado de São Paulo. Entre os motivos que levam à demanda desse produto, o devido cuidado com a saúde prevalece sobre os demais. Mesmo, as pessoas mais pobres, sob orientação médica, utilizam a água mineral envasada no preparo da alimentação de crianças de pouca idade. A maior parte das zonas da cidade não possui distribuidoras de água mineral, no entanto, o abastecimento da população consumidora é realizado até nos bairros mais distantes. Os pedidos são feitos por telefone e as entregas realizadas através de moto ou de utilitários. Outro aspecto verificado são os pontos de distribuição existentes sobretudo nas zonas centrais da cidade, os quais concorrem para o crescimento das vendas de distribuidoras cuja competitividade entre si é acirrada e predatória. Esse segmento distribuidor sofre a concorrência dos supermercados que podem comercializar garrafões de 20 litros a preços mais baixos.

Palavras-chave: Água mineral. Distribuição. Demanda. Maringá-PR.

Downloads 5046  5046  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Contribuição do geoprocessamento para a criação de roteiros turísticos nos caminhos de Peabiru-PR Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
COLAVITE, Ana Paula

Este trabalho discute a aplicação do geoprocessamento na criação de um banco de dados e de roteiros turísticos, tendo como tema central o Caminho de Peabiru na COMCAM. O caminho era uma trilha indígena da época pré-colombiana que atravessava a América do Sul, do oceano Atlântico ao Pacífico, passando por Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Paraguai e Bolívia. Exerceu importante papel na formação do atual território paranaense, pois foi utilizado por aventureiros, jesuítas, exploradores e colonizadores europeus. Atualmente, são raros os vestígios encontrados, porém existem documentos cartográficos e bibliográficos que descrevem sua localização, e, com base nestes, traçou-se o roteiro do caminho sobre o atual território paranaense. A partir desta espacialização do caminho de Peabiru, foram realizadas pesquisas a campo, em nível regional, no norte da COMCAM, buscando levantar aspectos históricos e culturais da região, para formação de um banco de dados georreferenciados e criação do SIG-CAMINHO DE PEABIRU NA COMCAM. O banco de dados é a base para a delimitação de roteiros de peregrinação, que incentivam o desenvolvimento do turismo rural, e outras atividades relacionadas. Subsidia, também, a tomada de decisões por parte do poder público quanto ao investimento de capital, nesta área, e a confecção de mapas que auxiliam a análise espacial dos dados e a divulgação do turismo, em meio analógico e digital (Internet).

Palavras-chave: Sensoriamento remoto - Paraná. Ecoturismo - Paraná. Sistemas de Informação Geográfica - Ecoturismo - Paraná.

Downloads 6321  6321  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 (6) 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »