Educadores

Ínicio : Química : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (11)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Formação inicial de professores: uma análise dos cursos de licenciatura em química das universidades Popular Versão: 2006
Atualização:  6/9/2013
Descrição:
KASSEBOEHMER, Ana Cláudia

Este trabalho teve por objetivo analisar o processo de reformulação/criação dos Cursos de Licenciatura em Química das universidades públicas paulistas, visando atender as novas legislações. Também foi observado o engajamento dos corpos docente e discente nesse processo de formação inicial, tendo-se em vista o paradigma de professor reflexivo de Donald A. Schön. A coleta de dados dessa pesquisa qualitativa consistiu em analisar os projetos pedagógicos e as grades curriculares dos cursos antes e depois de tal reformulação, bem como entrevistar pessoalmente coordenadores de curso, professores da antiga disciplina Prática de Ensino de Química e Estágio Supervisionado e três estudantes do último ano em cada um dos nove cursos existentes no Estado. Observou-se que esse processo de reformulação/criação ocorreu com baixo envolvimento docente; além disso, de uma maneira geral pode-se dizer que existe um tratamento fortemente diferenciado em relação a esses cursos e à profissão docente, inferiorizando-os em relação ao curso de bacharelado e às atividades de pesquisa. À exceção de casos isolados, o corpo docente desses cursos demonstra pouca preocupação com sua atividade docente assim como em formar seus alunos para se tornarem professores segundo o modelo de profissional reflexivo. As atividades de Prática de Ensino como Componente Curricular e de Estágio Curricular não estão detalhadas em alguns dos projetos pedagógicos, sendo que alguns coordenadores chegam a desconhecer a natureza de tais atividades ou fatos como, por exemplo, o de o estágio na forma de observação de aulas não se configurar como uma experiência formativa relevante na opinião dos licenciandos. Existe um distanciamento significativo tanto entre as unidades que ministram disciplinas de Química e as que ministram disciplinas Pedagógicas quanto entre as universidades e as escolas de Ensino Médio, o que prejudica a formação de bons professores de Química. Percebeu-se ser necessário (e urgente) mudanças institucionais no sentido de exigir dos professores universitários que se dediquem com igual responsabilidade à atividade docente, assim como ocorre em relação à pesquisa.

Downloads 416  416  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma São Carlos : UFSCar  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Uma Análise Sobre a Historiografia da Química no Brasil em Periódicos - 1974 a 2004 Popular Versão: 2006
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
SALATEO, Rosiney Rapolli

Este estudo aborda a produção brasileira de historiografia da química em artigos de periódicos, no período de 1974 a 2004. O pressuposto investigado é a interligação entre a atividade química industrial desenvolvida no país e a quantidade de artigos produzida. A discussão do debate internalista/externalista foi escolhida para iluminar alguns aspectos dessa produção, ao longo do período. Para isso, realizamos um levantamento dos artigos publicados nos principais periódicos brasileiros que abrigam a historiografia da química, bem como, uma pesquisa sobre a produção industrial do setor químico nacional no período estudado. A análise desse conjunto de dados nos revelou que existe uma inter-relação entre a produção industrial e a historiografia da química.

Palavras-chave: História da ciência. Historiografia de química. Internalismo. Externalismo. Indústria química brasileira.

Downloads 1365  1365  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Um Panorama da Capacitação de Professores em Processos de Formação Continuada: O caso do Curso de Co Popular Versão: 
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
LOBO, Márcia Eunice

Os baixos índices de rendimento escolar, a introdução de novas tecnologias de informação e comunicação, aliadas à emergência de um mercado, marcado pela competitividade e exigindo níveis mais elevados de formação profissional, propõem mudanças nas organizações e nos modelos educacionais. As melhorias propostas para a Educação Básica, sugerem desafios à formação dos professores. Na sociedade contemporânea, o papel do professor formado na escola tradicional tem sido questionado. Observa-se que, somadas à discutida má formação para a carreira docente e consequente desvalorização da mesma, está a falta de qualificação profissional, que contribui à acentuada deficiência na qualidade educacional. A busca de alternativas, que proporcionem condições de estudo aos professores e políticas que favoreçam a constituição de um corpo docente mais qualificado, traz a educação a distância como uma possibilidade de formação continuada, devido às sua características. A educação a distância vem se destacando como alternativa de atualização, capacitação e formação profissional, em todos os níveis e áreas do conhecimento. Este trabalho trata inicialmente de aspectos relacionados a formação continuada de professores, inferindo na educação continuada no ambiente empresarial, analisando a utilização da educação a distância nas ações de ensino e na melhoria da qualidade da educação. É apresentado como estudo de caso o Curso de Complementação para Licenciatura em Química, Física, Matemática e Biologia, implementado no Estado da Bahia, por um convênio entre a Secretaria de Educação do referido estado e a Universidade Federal de Santa Catarina.

Palavras-Chave: Educação continuada. Formação docente. Educação a distância.

Downloads 699  699  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PPGEP-UFSC  Site http://www.ppgep.ufsc.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Questões Ambientais em Cursos de Licenciatura em Química Popular Versão: 2011
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
ROLOFF, Franciani Becker. Questões Ambientais em Cursos de Licenciatura em Química: as vozes do currículo e professores. Dissertação. Mestrado em Educação Científica e Tecnológica - UFSC - PPGECT, Florianópolis, 2011.

Este trabalho constitui-se em uma investigação acerca da inserção de questões ambientais em cursos de Licenciatura em Química de instituições de ensino superior das regiões sul e sudeste do país, num total de nove universidades e doze cursos analisados. Objetivou-se identificar indícios do tratamento de assuntos ligados ao meio ambiente e sua possível relação com a Química, em disciplinas ofertadas pelos departamentos de Química dessas instituições e que continham, em sua nomenclatura, algum termo que remetesse ao meio ambiente, tais como: ecologia, toxicologia e poluição. Para tanto, foram analisados diferentes descritores presentes nos documentos curriculares, sejam eles: ementas, planos de ensino, objetivos, programas e bibliografia das disciplinas. Partindo desse refinamento, definiu-se o recorte da pesquisa e a amostra de professores a ser entrevistada. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com oito professores formadores atuantes em disciplinas de cunho ambiental, nas quais se buscou identificar em que perspectivas as questões atreladas ao ambiente vêm sendo abordadas nesses cursos, além de possíveis aproximações com a Química Verde. A análise das informações qualitativas deu-se através dos procedimentos da Análise Textual Discursiva. De forma geral, apesar da maioria dos formadores reconhecerem o meio ambiente de forma reducionista, por este ser percebido de maneira naturalista ou ainda antropocêntrica, apresentaram-se outras visões que as superam. Os formadores perceberam a necessidade da inserção de outras variáveis sistêmicas no tratamento da temática ambiental, percepções globalizantes e de superação do antropocentrismo. Todavia, as questões ambientais foram reconhecidas por muitos apenas como problemas ambientais, e, nesse sentido, como sendo resultantes de substâncias e atividades químicas. Nesse aspecto, à Química foi designado o papel de remediar e também de prevenir problemas ambientais. Já com relação às perspectivas de abordagem das questões ambientais em sala de aula, o enfoque central apresentado pelos professores entrevistados foi o da Química Ambiental, caracterizada pela Química do e no ambiente. A importância e necessidade do trabalho concomitante às perspectivas da Educação Ambiental e do enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade também foram identificadas. Embora apenas um entrevistado tenha explicitamente afirmado trabalhar com a perspectiva da Química Verde, ou seja, da Química para o ambiente, associada à Química Ambiental, indícios e possibilidades do trabalho com os princípios balizadores daquela foram também identificados na fala de outros professores formadores. As informações obtidas apresentam ainda indícios de que a formação inicial dos licenciandos em Química, no tocante à relação entre Química e o ambiente, é baseada em abordagens amplas e complexas, e são realizadas sob diferentes perspectivas de ensino, embora as visões reducionistas de ambiente e de ciência dos formadores acabem refletindo fortemente na prática docente.

Palavras-chave: Meio ambiente. Formação de professores de Química. Docência na educação superior. Química Verde.

Downloads 6289  6289  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC-PPGECT  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Ambientes de Aprendizagem do Ensino da Química para os Cursos do Cefet-PR Popular Versão: 2002
Atualização:  7/8/2013
Descrição:
REDE, Israel

A partir da preocupação de professores do Cefet-PR com a qualidade de ensino de Química e das barreiras que encontram efetivamente na prática pedagógica, e das angústias e decepções manifestas por alunos desalentados com a distância que supõem existir entre teoria e prática, fica clara a necessidade de transformar antigos laboratórios e salas de aulas tradicionais em ambientes de formação permanente em que se encare o conhecimento como um processo e não como produto, ou seja, como o encadeamento de aprendizagens. Por essas razões, propomos um Ambiente de Aprendizagem em Química, tendo consciência de que a dimensão saber diz respeito às elaborações conceituais necessárias aos aprendentes para compreenderem, a partir do conhecimento científico, as inter-relações do ser humano com outros seres vivos e o meio ambiente histórico-cultural do qual fazem parte. Pois é verdade que o aprendente não “apreende” um sentido já conhecido mas atribui novos sentidos ao conhecimento já “acumulado”. Ë necessário, porém, o estabelecimento de novas relações entre alunos e professores, agora tidos como aprendentes. E para viabilizar esse espaço de aprendizagem não se pode perder de vista a importância do domínio da informação, numa época de constantes transformações e inovações. Por isso, algumas habilidades se destacam: saber acessar, selecionar, aplicar adequadamente as informações necessárias e úteis à vida cotidiana, além de ou, principalmente, compreender as vantagens e benefícios desse mundo de informações que nos chega. Essas habilidades são fundamentais para o cidadão de uma nova era. Em vista disso, o Ambiente de aprendizagem em Química deve estar montado com os tradicionais equipamentos, biblioteca, filmoteca, videoteca, hemeroteca acrescido das modernas tecnologias, como a contribuição da hipermídia. No entanto, esse espaço de formação permanente deve estar a serviço da dinâmica da aprendizagem que deverá facilitar a comunicação entre os aprendentes, sem esquecer a comunidade que integra Cefet-PR e a comunidade externa, sem a qual esse ambiente perde parte de seu sentido.

Palavras-chave: Ambientes de aprendizagem. Aprendentes. Formação de professores. Química.

Downloads 3176  3176  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC - Programa de Pós-Graduação em Engenharia d  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!O Átomo de Bohr no Nível Médio: uma análise sob o referencial lakatosiano Popular Versão: 2004
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
BASSO, Andreza Cátia

É quase unânime, entre professores e pesquisadores, que a Física Moderna e Contemporânea deve fazer parte das aulas de Física do nível médio. Como o átomo de Bohr é um dos assuntos da Física Moderna ele começa a ser contemplado em alguns livros didáticos deste nível. Neste sentido, passa a ser objeto de interesse para a pesquisa em Ensino de Física. Tendo em vista que o livro didático ainda permanece sendo a principal fonte de consulta do professor, investigou-se como o modelo atômico de Bohr se apresenta (conteúdo e contexto histórico) em seis obras: cinco livros didáticos de Física e um projeto de ensino. Procurou-se analisar, entre outros aspectos, a possível disseminação da visão empirista-indutivista da ciência. Além disso, durante o desenvolvimento da pesquisa interagiu-se com autores visando esclarecer algumas dúvidas decorrentes da análise de suas respectivas obras, o que se mostrou bastante produtivo. Com o intuito de contribuir para o ensino do átomo de Bohr no nível médio, elaborou-se um texto sobre o tema, de acordo com o referencial lakatosiano. O material instrucional foi avaliado por uma amostra de professores de Física do Ensino Médio. Os resultados obtidos mostram que a maioria dos professores se posicionou favorável à abordagem do texto, à contextualização dada ao assunto; e ainda, defende que deve haver mudança nos conteúdos de Física apresentados no Ensino Médio, embora apontem algumas dificuldades para esta implementação.

Downloads 2012  2012  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC - PPGECT  Site http://BASSO, Andreza Cátia http://www.ppgect.ufsc.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Ciências na 8ª série: da química disciplinar à química do cidadão Popular Versão: 2008
Atualização:  7/8/2013
Descrição:
MILARÉ, Tathiane

O foco deste trabalho é o Ensino de Ciências da oitava série do Ensino Fundamental, com ênfase nos conteúdos de Química trabalhados. São apresentados os direcionamentos propostos em documentos oficiais nacionais e estaduais de Santa Catarina e de São Paulo para esta série. São destacados, também, os principais pontos de trabalhos desenvolvidos nesta série, em busca de um delineamento das principais tendências da área. Os livros didáticos de Ciências, indicados pelo Programa Nacional do Livro Didático 2005, foram analisados com a finalidade de se levantar os conteúdos químicos indicados para esta fase do ensino. A forma de apresentação destes conteúdos também foi considerada. Em contrapartida, buscou­-se conhecer as características da prática em sala de aula por meio de entrevistas com professores de Ciências de turmas de oitava série de escolas públicas de Florianópolis, SC, e Araraquara, SP. Verificou­-se que as tendências dos documentos oficiais e das pesquisas acadêmicas apontam para a interdisciplinaridade, abordagem temática e formação da cidadania, enquanto que a prática em sala de aula é influenciada pelos livros didáticos e tende a um ensino disciplinar, em que o ano letivo é dividido, principalmente, entre Química e Física. Como uma possível contribuição para amenizar os problemas encontrados neste contexto, foi desenvolvida uma proposta de ensino baseada nos pressupostos da Alfabetização Científica e Tecnológica. Para ilustrar de maneira mais prática a proposta de ensino, considerando as características das regiões das escolas consultadas, foram utilizados três temas: o Leite, o Mar e a Cana-de-açúcar. A proposta de ensino foi avaliada por professores de Ciências através de questionários.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Oitava série. Alfabetização Científica. Proposta de ensino.

Downloads 17459  17459  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC - PPGECT  Site http://www.ppgect.ufsc.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Pensamento Crítico, Enfoque Educacional CTS e o Ensino de Química Popular Versão: 2007
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
FREIRE, Leila Inês Follmann

Neste estudo aponto o Ensino de Química com enfoque CTS como uma das possibilidades de desenvolver junto aos alunos o pensamento crítico em relação à Ciência e à Tecnologia.

É possível perceber uma relação muito grande entre o enfoque educacional Ciência, Tecnologia e Sociedade e a perspectiva de Pensamento Crítico (PC) desenhada para esta pesquisa. Ela está alicerçada nos pensamentos de Carraher (1983), Lipman (1995) e Freire (1986; 2000). A partir destes autores, o PC passa a ser entendido como a capacidade de analisar profundamente, questionar, discutir problemas e buscar soluções racionais adequadas, levando em consideração as diferentes opiniões sobre um mesmo assunto. Aliado ao Ensino de Química num
enfoque CTS o desenvolvimento do Pensamento Crítico ganha aplicação prática na sala de aula. Neste sentido, realizei um trabalho empírico com duas turmas de estudantes do ensino médio, com atividades voltadas ao desenvolvimento do PC.

Realizei sondagens iniciais e finais sobre o nível de pensamento crítico dos participantes e pude evidenciar que após a aplicação de seqüências didáticas, estruturadas sob a perspectiva CTS-PC, a capacidade de pensamento deles melhorou. As atividades realizadas em ambas as turmas durante as seqüências didáticas se basearam em casos simulados, uma atividade típica do enfoque CTS, e atividades dirigidas à educação do pensamento.

Com resultados principais apresento as metodologias utilizadas e os seus desdobramentos. Concluo apontando os principais avanços que os estudantes tiveram em sua maneira de pensar a Ciência e a Tecnologia e o desenvolvimento que as atividades trouxeram para o pensamento crítico.

Palavras-chave: Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS), Pensamento crítico, Ensino de Química.

Downloads 1397  1397  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC - PPGECT  Site http://www.ppgect.ufsc.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Discursos Sobre Ciência & Tecnologia no Jornal Nacional Popular Versão: 2006
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
RAMOS, Mariana Brasil

Compreendendo que a televisão tornou-se fonte importante de divulgação científica e tecnológica, decidimos analisar discursos sobre ciência, no telejornal de maior audiência no Brasil: o Jornal Nacional (JN). Utilizando-nos do referencial Análise do Discurso Francesa, buscamos verificar como o JN produz sentidos sobre conceitos científicos, sobre as imagens dos cientistas, para constituir, ao final, os sentidos sobre ciência, através da análise das condições de produção dos discursos vinculada à análise das reportagens. Para tal, foram gravadas edições do JN durante dois meses e selecionadas as reportagens que tivessem os temas genética e biotecnologia como referente central. Emergem destas análises visões essencialmente utilitaristas da ciência e da tecnologia, vinculadas a um modelo linear de desenvolvimento (quanto mais ciência, mais tecnologia, mais desenvolvimento econômico e mais bem-estar social). As decisões sobre Biotecnologia aparecem como distantes do público em geral, tornando-se objeto de estudo e debate apenas de determinadas instâncias políticas ou científicas. As religiões, no que diz respeito a questões polêmicas vinculadas a aspectos morais, têm menos espaço nas discussões e são significadas através de recortes de afirmações contundentes, enquanto a ciência recebe maior espaço e expõe argumentos, explicações e justificativas para seus posicionamentos. Os conceitos científicos são explicados em função de sua utilidade imediata e estas explicações, muitas vezes, são construídas de forma muito similar às explicações escolares, porém, sempre justificando a necessidade de aprovação e adesão pública das pesquisas tecnocientíficas. Apesar de percebermos um esforço para a espetacularização e polemização das notícias, percebemos também, que as reportagens acabam justificando as pesquisas científicas, quase nunca expondo implicações éticas e morais que possam levar o público a questionar um avanço da mesma. Ao mesmo tempo, percebemos como os discursos do Jornal Nacional ocultam jogos políticos e relações de poder diversas, valendo-se de uma espetacularização da C&T. Ao finalizar estas análises destacamos a relevância de se apontar para a escola como espaço de possível debate dos discursos midiáticos, com a intenção de problematizar as questões científicas e tecnológicas, tão influentes nas vidas de todos, ampliando-se assim, a filiação de sentidos dos estudantes para outras possibilidades discursivas, além das construídas pela mídia.

Palavras-chave: CTS. Análise do discurso francesa. Jornal Nacional. Educação em C&T para as mídias.

Downloads 666  666  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC - PPGECT  Site http://www.ppgect.ufsc.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!A formação inicial do professor de Química e o uso das novas tecnologias para o ensino: um olhar atr Popular Versão: 2006
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
MELO, João Ricardo Freire de

A dissertação (desenvolvida no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática da UFRN) traz à tona a dimensão das necessidades formativas dos licenciandos em Química em relação ao uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação - NTIC, em especial, à utilização de programas computacionais voltados ao ensino da Química. Na atual sociedade do conhecimento, torna-se imperativo a eclosão de novas formas de aprender e ensinar, que requerem, por sua vez, de novas concepções do fazer pedagógico. Nesse sentido, exige-se do professor o desenvolvimento de novas habilidades e competências. O presente trabalho está implicado com a possibilidade de orientar os processos formativos do professor de Química no sentido de contribuir para uma melhor preparação dos professores durante a formação inicial, a partir do conhecimento de suas necessidades de formação. Foi utilizado um questionário como instrumento para diagnosticar e apreender as necessidades formativas dos licenciandos, averiguando-as e correlacionando-as, a fim de traçar semelhanças ou discrepâncias das habilidades inerentes às competências desejadas. Realizamos análises dos dados obtidos a partir desse instrumento, através da estatística descritiva univariada e multivariada, com intuito de identificar as necessidades formativas dos sujeitos da pesquisa. Determinamos, assim, por meio de uma autoavaliação dos sujeitos, que além de apresentarem um baixo grau de desenvolvimento das habilidades para ensinar usando as NTIC, eles (aproximadamente 90%) acreditam que existem necessidades formativas a serem supridas, no decorrer da formação inicial, por meio da aquisição de diversas habilidades exigidas para a utilização de recursos informáticos no ensino.

Palavras-chave: Necessidades formativas. Licenciatura em Química. Novas tecnologias de informação e comunicação. Software educativo. Química computacional.

Downloads 2534  2534  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRN - Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciên  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 »