Educadores

Ínicio : Química : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (11)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Dos professores de química ao professores alquímicos: uma transmutação no profissional docente Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
CALDEIRA, Claudio Galeno. Dos professores de química ao professores alquímicos: uma transmutação no profissional docente. Dissertação (mestrado em Educação) - Universidade de Uberaba, Uberaba, MG, 2007.

Esta dissertação busca entender como o ensino de química passou a aceitar o discurso produzido pela ciência. Esta busca consistirá em analisar dois momentos de mudanças ocorridos no pensamento cientifico e no pensamento educacional e propor um terceiro momento que poderá ocorrer nas concepções da educação e, mais especificamente, no ensino de química. O primeiro momento analisado consiste na mudança de pensamento e de concepções ocorridas a partir do século XVI com o surgimento da chamada ciência moderna, aqui representada pela química, em detrimento dos saberes milenares da alquimia. Num segundo momento será analisada a transformação ocorrida no campo educacional, com as idéias de Comenius que, no século XVII propôs uma mudança na forma de ensinar, rompendo com o ensino escolástico e dando origem à sala de aula, como o espaço físico que hoje concebemos. O terceiro e último momento ainda não aconteceu, sendo ele, o objetivo deste trabalho que mostrará ser necessária uma mudança na concepção dos professores de química deixando uma formação tecnicista e adotando uma postura alquímica, sem que isso implique no retorno à visão mágico-vitalista dos alquimistas. O trabalho consiste numa pesquisa bibliográfica e teve como referenciais teóricos Michel Foucault, Ana Maria Goldfarb, Attico Chassot, Otávio Maldaner e Roseli Pacheco Schnetzler.

Palavras-chaves: Educação. Formação de professores. Professores alquímicos. Química.

Downloads 2922  2922  Tamanho do arquivo 1.96 KB  Plataforma Universidade de Uberaba  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Educação, trabalho e dimensões social e escolar da drogadição: um estudo sobre políticas públicas an Popular Versão: 
Atualização:  8/8/2013
Descrição:
LINHARES, Sólon Cícero

O trabalho aponta para uma ampla discussão crítica acerca da drogadição e suas decorrentes modificações dentro do modo capitalista de produção. Os instrumentos estatais de políticas públicas de enfrentamento das drogas como a repressão e a prevenção, também são abordados, mormente os resultados obtidos. O estudo trata ainda, em especial, do Proerd, como Programa Educacional de Resistência à Violência e às Drogas, seus acertos e desacertos. Por fim, deixa claro que o cerne da problemática das drogas, é a mercantilização das condições de existência e que os programas de repressão e prevenção, por mais eficazes que sejam, levam em conta apenas os efeitos da problemática, desconsiderando a causa, que é sistêmica.

Palavras-chave: Proerd. Drogadição. Capitalismo.

Downloads 2183  2183  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Paraná  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Envolvimento dos estudantes do ensino Médio com a Química – Conversas de Professores Popular Versão: 2008
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BAZZAN, Alessandro Callai. Envolvimento dos estudantes do ensino Médio com a Química – Conversas de Professores. Unijuí, 2008

Discute-se, no trabalho realizado, o envolvimento dos estudantes nas aulas de Química do Ensino Médio, com base, principalmente, em conversas entre professores de Química que atuam em escolas de Ijuí-RS. O principal objetivo foi compreender motivos que costumam tornar o ensino de Química pouco significativo para os estudantes, apesar da reconhecida importância dessa área do conhecimento na sociedade contemporânea. A realização de conversas com professores com diferentes perfis, como tempo de formação, cargas horárias em sala de aula, diferentes redes de ensino e que atuam em escolas de Ijuí-RS, permite conhecer um pouco a maneira como os mesmos percebem o envolvimento de seus alunos nas aulas e, ainda, outros aspectos relativos ao seu cotidiano como professores. Com base nas conversas e na leitura de escritos de outros professores sobre o ensino de Química no Brasil, chega-se a algumas proposições sobre fatores que interferem no aprendizado e envolvimento dos estudantes de Química no Ensino Médio. Constatou-se que a realização de atividades experimentais e a concepção do professor em relação à experimentação interferem de forma expressiva no envolvimento dos alunos. Da mesma forma, o estudo de situações que envolvem o cotidiano dos estudantes permite maior significação dos conceitos envolvidos nos fatos químicos; no entanto, é complicado definir qual é realmente o cotidiano de um aluno de ensino médio. As distintas histórias de vida e as diferenças entre as escolas permitem a elaboração de várias hipóteses para explicar o grau de interesse dos estudantes nas aulas de Química, assim, também, as diferentes condições de trabalho implicam em maior ou menor comprometimento dos professores. Outro aspecto considerado foi o currículo adotado pelas escolas e a maneira com que este leva ou não à adoção de práticas de ensino mais significativas para os estudantes. Conclui-se que o problema é complexo e que não há respostas simples a serem dadas quando se analisa as conversas de professores que produzem as aulas em contextos reais, havendo diversos fatores que devem ser levados em conta e analisados, sempre inseridos numa ampla realidade. Para cada situação escolar, compreendendo estudantes, professores e a escola como um todo, devem ser buscados os melhores caminhos que levem ao envolvimento de todos nas aulas de Química. Nenhuma solução genérica, muitas vezes, apresentada como eficaz na aprendizagem do conhecimento químico, foi considerada satisfatória pelos sujeitos da pesquisa.

Palavras-chave: Química do Ensino Médio. Percepções de Professores de Química. Envolvimento dos estudantes com a Química.

Downloads 1895  1895  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unijuí  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Estratégias de ensino-aprendizagem de conceitos relacionados ao tema equilíbrio químico utilizando m Popular Versão: 2010
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
VIANA, Ana Paula Pinto

A pesquisa desenvolvida teve a intenção de propiciar elementos para auxiliar o trabalho docente ou orientar aqueles que de alguma forma estejam interessados em fazer com que o processo ensino-aprendizagem ocorra de forma analítica, abrangente, integrada e integradora, contribuindo para formar cidadãos capacitados para enfrentar um mundo tecnificado, informatizado e competitivo, oferecendo ferramentas para melhor compreendê-lo ou interpretá-lo. Nessa perspectiva, procuramos levantar e discutir as concepções mais relevantes apresentadas por alguns alunos do 3º Ano do Ensino Médio acerca dos conceitos envolvidos no tema Equilíbrio Químico, buscando analisar os principais obstáculos envolvidos nesse tema e, a partir das concepções identificadas, desenvolver uma proposta de estratégias de ensino-aprendizagem dos respectivos conceitos, por meio do uso de modelos e modelagem. Modelos e processos de elaboração de modelos estão no centro de qualquer teoria e são fundamentais para a construção do conhecimento científico. Assim, a escolha por uma abordagem que utilize modelos e processos de modelagem propicia a aprendizagem de conceitos de forma analítica, participativa e articulada, rompendo com os moldes da corrente positivista ainda presente em muitas salas de aula. O estudo foi desenvolvido como uma pesquisa-ação com um grupo de alunos do 3º Ano do Ensino Médio em uma escola cenecista de uma cidade do Noroeste de Minas Gerais. A coleta dos dados deu-se por meio dos materiais escritos produzidos pelos alunos, bem como de gravações de áudio de todas as aulas, contemplando as discussões das propostas expostas pelos alunos nos grupos, entre os pares e com a professora, e as apresentadas à turma. Foram discutidas todas as propostas apresentadas pelos grupos e, a partir de processos de reflexão mediados, foi elaborado um modelo consensual abrangendo os principais fatores determinantes do equilíbrio químico. A análise dos dados permitiu discutir a contribuição de cada um dos elementos da estratégia proposta, evidenciando a importância da discussão das ideias prévias dos alunos e como concebem as entidades submicroscópicas e suas transformações. Os resultados dessa pesquisa mostram que a estratégia proposta propicia uma aprendizagem mais ampla e emancipatória, suportando adaptações para o ensino de outros conceitos químicos de forma similar. Como nenhuma pesquisa em Educação se esgota por completo, sugerimos a utilização dessa estratégia fundamentada em modelos e modelagem na busca da compreensão de como alunos e professores concebem o "como‟ e o "porquê‟ de outros fenômenos, tais como: ligações químicas, interações intermoleculares e suas implicações, cinética química, entre outros.

Palavras-chave: Modelos. Modelagem. Equilíbrio químico. Mediação.

Downloads 643  643  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2010.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Estrutura da Matéria e Tabela Periódica no Ensino de Ciências para a 8a série – Caminhos Alternativo Popular Versão: 2006
Atualização:  7/8/2013
Descrição:
TASCA, Rodolfo Aureo. Estrutura da matéria e tabela periódica no ensino de ciências para a 8ª série - Caminhos alternativos no ensino de química. Dissertação de Mestrado. Unicamp, Instituto de Química. Campinas, SP, 2006.

O estudo da Estrutura da Matéria e Tabela Periódica foi aplicado na antiga oitava série do ensino fundamental, hoje nona série. Este trabalho almeja que a introdução desses conceitos seja de maneira natural, sem criar expectativas ou hostilidades sobre o assunto. Sabe-se que a abstração é um fator fundamental no estudo da estrutura da matéria, e o uso de modelos adequados faz com que a introdução desses conceitos seja mais palatável. Durante os primeiros 4 meses do ano letivo de 2002, duas salas de 35 alunos, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Maria Pavanatti Fávaro, situada no município de Campinas, foi o local escolhido para a aplicação do trabalho. As atividades aplicadas envolveram trabalhos com modelos mecânicos, interpretação e criação de modelos para o átomo, familiarização com a Tabela Periódica e jogos educativos que auxiliaram a memorização de algumas ferramentas fundamentais no ensino de química. As atividades serviram como instrumentos para a introdução dos fundamentos no estudo da estrutura da matéria e tabela periódica. Sem aprofundar nos conceitos, deu-se ênfase aos aspectos mais importantes que serão estudados no Ensino Médio, como: conhecimento sobre o átomo e suas partículas fundamentais (prótons, nêutrons e elétrons), simbologia e representação (linguagem química), formação e formulação de alguns compostos (ex: água, amônia, metano, gás carbônico, etc.), leitura e utilização da Tabela Periódica em seus aspectos mais simples. As atividades mostraram que é possível tornar o ensino da estrutura da matéria mais palatável e sem traumas, sendo o livro didático, apenas um dos instrumentos para o aluno e para o professor. Experimentos simples; usando-se argila, feijões, grãos de bico, bolinhas de gude, jogos de bingo e de cartas, mostraram-se facilitadores para o entendimento dos conceitos, de modo que, ao mesmo tempo em que o estudante está “brincando”, ele também está fortalecendo seu aprendizado.

Palavras-chaves: Educação. Modelos. Átomos. Jogos.

Downloads 4951  4951  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Estudo eletroquímico de tinta anticorrosiva com carga mineral lamelar Popular Versão: 
Atualização:  12/5/2008
Descrição:
LOPES, Evandro Jose

A ação do sol, da chuva e de toda interferência atmosférica é implacável contra qualquer substrato metálico pintado. Para que o desgaste ocorra mais lentamente, as tintas que revestem o aço e outros metais precisam agir contra a corrosão provocada por ambientes agressivos, como o litorâneo, por exemplo. A quantidade e qualidade de cargas que se adiciona à tinta podem interferir em suas propriedades, inclusive modificando a reprodutibilidade de cores do produto. As tintas são formadas por resinas, corantes e outros elementos na forma de pó chamados cargas. Entre as substâncias que formulam uma carga estão os óxidos de titânio e de zinco, carbonato de cálcio, talco, barita e o agalmatolito. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial funcional e anticorrosivo (pelo efeito barreira) de um mineral lamelar denominado Filito, encontrado na região metropolitana de Curitiba - Paraná, como carga em tinta à base de resina epóxi, em comparação com outro mineral lamelar de grande utilização no mercado de tintas anticorrosivas. Para tal empregaram-se ensaios pertinentes à indústria de tintas, na funcionalidade do processo fabril e de produto final, assim como testes da ação anticorrosiva através de ensaios de simulação de ambientes agressivos, névoa salina e descolamento catódico e também espectroscopia de impedância eletroquímica juntamente com análises microscópicas. Foi possível verificar que o mineral possui todas as propriedades necessárias ao processo fabril, assim como os de qualidade do produto final, no caso a tinta, e apresenta um bom potencial para ser empregado como ativo anticorrosivo (pelo efeito barreira), bem como o mineral algamatolito, já utilizado comercialmente. Também foi constatado que a técnica de espectroscopia de impedância eletroquímica tem maior sensibilidade do que as técnicas convencionais, com relação as mudanças que ocorrem nas propriedades da camada orgânica (tintas).

Palavras-chave: Filito. Impedância. Tinta.

Downloads 24517  24517  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site 
Avaliação: 9.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Fontes de energia - usos e consequências. Proposta de material didático para o ensino de ciências Popular Versão: 2009
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BASTOS, Denise Cunha Sardenberg

A passagem da primeira década do século XXI marca o surgimento de uma nova visão de mundo, baseada na compreensão plena da finitude dos recursos naturais que o Planeta pode prover, juntamente com a percepção das consequências ambientais que o consumo desmedido provoca e que podem, claramente, comprometer a vida na Terra. A situação atual força uma reflexão sobre qual é a melhor forma de organização social para preservar os recursos naturais e energéticos do Planeta e, que ao mesmo tempo, seja um sistema inclusivo. Um entendimento mais amplo das várias forças que concorrem para a nova sociedade ora em construção, que implica mudança de cultura, torna-se oportuno para a geração de estudantes que atualmente cursa o ensino médio e que se transformará em força de trabalho na próxima década. Como a questão energética é central em qualquer movimento de reorganização que se pretenda para a sociedade atual, essa dissertação teve como objetivo a preparação de um Material Didático, dirigido aos professores do ensino médio, tendo como tema norteador o estudo dos combustíveis para o aprendizado de parte dos conteúdos de Química. Tomando-se por base a matriz energética brasileira, que utiliza 46% de recursos renováveis, muito acima da média mundial que é de 12%, além das recentes descobertas de campos de petróleo em camadas mais profundas do oceano, o entendimento da maneira pela qual o país alcançou resultados tão relevantes se relaciona com os dados obtidos pela pesquisa acadêmica e suas aplicações tecnológicas. Assim, o ponto de partida para a confecção desse material foi transpor os resultados das pesquisas sobre o petróleo e o álcool realizadas no Centro de Pesquisa da Petrobras (CENPES) e os resultados das investigações realizadas no Laboratório de Materiais Combustíveis (LMC), instalado no Instituto de Química da Universidade de Brasília, que concentra suas pesquisas no biodiesel. Ao escolher os resultados da pesquisa acadêmica como ponto de partida na preparação desse material de ensino, o instrumento que se julgou mais apropriado para sua construção foi o método de Transposição Didática desenvolvido por Yves Chevallard. A contextualização do tema priorizou as relações Ciência — Tecnologia — Sociedade — Ambiente, um movimento denominado CTSA, que enfatiza a importância do conhecimento na formação de um cidadão mais crítico na sua atuação na sociedade. Os conceitos abordados a partir de tal perspectiva permitem ampliar o escopo de interferência positiva que esses alunos podem exercer no futuro em suas áreas de atuação profissional.

Palavras chave: Combustível. Material didático. Transposição didática. Pesquisa científica.

Downloads 678  678  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Formação docente: conhecimento do conteúdo específico. Se eu não entendo, como posso explicar? Popular Versão: 2007
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
TEIXEIRA JÚNIOR, José Gonçalves. Formação docente: conhecimento do conteúdo específico. Se eu não entendo, como posso explicar? Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia, Programa de Pós-Graduação em Química, 2007.

Este estudo propõe investigar e analisar as aprendizagens dos futuros professores de Química sobre Equilíbrio Químico, identificando suas dificuldades e condicionantes em uma universidade pública do estado de Minas Gerais. Para subsidiar este trabalho, recorreu-se à pesquisa qualitativa, que se consolidou em um estudo de caso, que envolveu a análise de questionários, entrevistas semi-estruturadas e planos de aula elaborados pelos alunos. Foram investigados 47 licenciandos matriculados em disciplinas sobre ensino de Química, mais especificamente, nas disciplinas de Prática de Ensino, Instrumentação para o Ensino de Química e metodologia de Ensino de Química. A análise dos dados revelou que o ensino do tópico sobre Equilíbrio Químico na formação inicial de professores é orientado (por grande parte dos formadores) por uma concepção que privilegia o modo mecânico, reprodutivo, enfatizando muito mais o caráter repetitivo do que seu potencial para favorecer a construção de conceitos. Ficou evidenciado que os alunos detêm dificuldades com a conceituação de Equilíbrio Químico, com a aplicação das regras de Le Chatelier e em relação ao equilíbrio em meio aquoso, o que possibilita a proposição de situações de ensino que favorecem abordagens superficiais sobre o tema no Ensino Médio.

Palavras-chave: Equilíbrio químico. Formação docente. Química.

Downloads 7354  7354  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Uberlândia - PPGQ  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Formação inicial de professores: uma análise dos cursos de licenciatura em química das universidades Popular Versão: 2006
Atualização:  6/9/2013
Descrição:
KASSEBOEHMER, Ana Cláudia

Este trabalho teve por objetivo analisar o processo de reformulação/criação dos Cursos de Licenciatura em Química das universidades públicas paulistas, visando atender as novas legislações. Também foi observado o engajamento dos corpos docente e discente nesse processo de formação inicial, tendo-se em vista o paradigma de professor reflexivo de Donald A. Schön. A coleta de dados dessa pesquisa qualitativa consistiu em analisar os projetos pedagógicos e as grades curriculares dos cursos antes e depois de tal reformulação, bem como entrevistar pessoalmente coordenadores de curso, professores da antiga disciplina Prática de Ensino de Química e Estágio Supervisionado e três estudantes do último ano em cada um dos nove cursos existentes no Estado. Observou-se que esse processo de reformulação/criação ocorreu com baixo envolvimento docente; além disso, de uma maneira geral pode-se dizer que existe um tratamento fortemente diferenciado em relação a esses cursos e à profissão docente, inferiorizando-os em relação ao curso de bacharelado e às atividades de pesquisa. À exceção de casos isolados, o corpo docente desses cursos demonstra pouca preocupação com sua atividade docente assim como em formar seus alunos para se tornarem professores segundo o modelo de profissional reflexivo. As atividades de Prática de Ensino como Componente Curricular e de Estágio Curricular não estão detalhadas em alguns dos projetos pedagógicos, sendo que alguns coordenadores chegam a desconhecer a natureza de tais atividades ou fatos como, por exemplo, o de o estágio na forma de observação de aulas não se configurar como uma experiência formativa relevante na opinião dos licenciandos. Existe um distanciamento significativo tanto entre as unidades que ministram disciplinas de Química e as que ministram disciplinas Pedagógicas quanto entre as universidades e as escolas de Ensino Médio, o que prejudica a formação de bons professores de Química. Percebeu-se ser necessário (e urgente) mudanças institucionais no sentido de exigir dos professores universitários que se dediquem com igual responsabilidade à atividade docente, assim como ocorre em relação à pesquisa.

Downloads 310  310  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma São Carlos : UFSCar  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Investigação das concepções de licenciandos em química sobre história da ciência Popular Versão: 2008
Atualização:  6/9/2013
Descrição:
LEME, Marcos Alberto Autuori

Este trabalho tem como objetivo investigar as idéias de alunos de licenciatura em química acerca de aspectos historiográficos da ciência, visando identificar se suas concepções estão de acordo com o perfil desejado para o professor de química atual. Partimos da idéia de que o ensino de ciências pode se beneficiar da abordagem adotada pela maioria dos historiadores da ciência na atualidade, denominada nova historiografia da ciência (NHC). Como instrumento de pesquisa, foi elaborado um questionário de múltipla escolha para o levantamento de concepções sobre história da ciência, construído a partir de uma rede sistêmica, na qual confrontamos concepções da NHC e da antiga historiografia da ciência (AHC). A opção pelo questionário de múltipla escolha foi decorrência da intenção de desenvolver um instrumento de pesquisa que permitisse investigar as concepções de um grande número de licenciandos. A análise dos dados obtidos através do questionário foi efetivada através de uma metodologia que utiliza dendrogramas, histogramas e outros parâmetros de natureza estatística. Concluímos que essa metodologia mostrou-se eficiente na comparação de dois ou mais grupos, no sentido de identificar em qual grupo as posições associadas a NHC e a AHC são mais claramente distintas. Através desta metodologia também foi possível avaliar qual a posição predominante em um determinado grupo, uma vez que os valores dos parâmetros e os aspectos dos dendrogramas e histogramas seguem padrões identificáveis. Os resultados obtidos sugerem que, entre os licenciandos em química, ainda prevalecem concepções sobre a história da ciência que não refletem as tendências historiográficas atuais, tampouco condizem com os objetivos preconizados para o ensino de ciências.

Downloads 823  823  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 (3) 4 5 6 »