Educadores

Ínicio : Sociologia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (18)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Trabalho informal e cidadania: heterogeneidade social e relações de gênero Popular Versão: PDF
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
FERREIRA, Maria da Luz

Observa-se nas cidades brasileiras um grande número de pessoas inseridas no setor informal, isto é, que exercem suas atividades fora da regulamentação da Consolidação das Leis do Trabalho e, portanto, sem a garantia de qualquer tipo de direitos sociais, como férias, 13º salário, fundo de garantia por tempo de serviço e aposentadoria. O objetivo desta tese foi compreender como as pessoas inseridas no setor informal se organizam para garantir direitos de cidadania quando não puderem mais realizar atividades produtivas. O desenvolvimento da tese compreendeu a revisão bibliográfica sobre o setor informal, com destaque para o exame da relação entre a informalidade e a ilegalidade no âmbito do mercado de trabalho, bem como as principais vertentes sobre a temática na literatura brasileira. Realizou-se também uma reflexão sobre as desigualdades de gênero no mercado de trabalho. Por fim, elaborou-se um breve histórico do surgimento da cidadania e das origens e características da previdência soc...

Palavras-chave: Sociologia. Previdência social. Aposentadoria. Cidadania. Relações de gênero.

Downloads 443  443  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/VCSA-7NGK5T
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Trajetórias de mulheres bem sucedidas profissionalmente : uma análise antropológica a partir de padr Popular Versão: 
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
SCHERER, Aline Cristine Scotti

Resumo: Esta pesquisa busca analisar, através dos padrões culturais de gênero, as trajetórias de mulheres que ocupam cargos de prestígio em organizações no estado do Rio Grande do Sul. Essa perspectiva estão vinculados os arranjos e/ou mecanismos familiares que permeiam as carreiras femininas e as relações cotidianas vivenciadas durante o processo de consolidação no trabalho. O estudo se desenvolveu a partir de entrevistas que focaram a história de vida de seis mulheres que integraram organizações distintas, abarcando as áreas: empresarial, política, educacional, militar, jurídica e da saúde. Atenta-se também para questões referente à construção da imagem feminina e os discursos organizacionais em relação às percepções de gênero.


Downloads 932  932  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC - RS  Site http://tede.pucrs.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1475
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Transgenia agrícola e modernidade: um olhar sobre as disputas simbólicas e práticas conflitivas na s Popular Versão: pdf
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
BENTHIEN, Patrícia Faraco

Resumo: Quando me propus a realizar esta pesquisa acerca da transgenia agrícola, não se sabia ao certo qual seria seu fim, e hoje percebo que tal fim nunca existiu e nem poderia existir, já que os horizontes que as reflexões sobre o tema me lançaram são amplos demais para serem abordados em uma pesquisa de mestrado e, pelo que tudo indica, muito recentes para que sejam definidos seus traçados finais. Esta pesquisa tem o intuito de se transformar em um trabalho mais amplo, com a atenção e o tempo que um tema tão recente e instigante como este merece. Tenho consciência de que a escolha deste tema, que emerge como um problema há pouquíssimo tempo, tem vantagens e desvantagens, o que o torna necessariamente difícil de ser abordado, mas não por isto menos instigante. As vantagens se materializam na possibilidade de identificação de algumas questões que surgem conjuntamente com a emergência recente do tema, e por meio dos fatos históricos que lhe são anteriores (este é um dos focos principais deste trabalho), mas as desvantagens se apresentam na incapacidade de percebermos e definirmos claramente alguns possíveis rumos que a questão tomará num futuro próximo, ou mesmo longínquo, já que nos encontramos em um período ainda em transformação. Espera-se que, em alguns anos, tais rumos se tornem mais claros para aqueles que depositarem olhares atentos sobre a questão. A aplicação da transgenia à agricultura, fruto de um rápido processo de desenvolvimento da engenharia genética, que ocorreu no final do século XIX e início do século XX, torna-se um tema debatido na academia e nas sociedades principalmente a partir da década de 70 quando, de descoberta científica e procedimento técnico, passa a ser compreendida e se consolida como um problema sócio-ambiental. Tal consolidação é reflexo, entre outros motivos, de uma nova forma de intervenção humana e tecnológica na natureza (que incide sobre a vida); da incerteza, insegurança e medo que acompanham a percepção social dos riscos desta nova tecnologia; e da articulação, conflitos e debates sobre o tema entre Estados, organizações não-governamentais (ONGs) – entendidas, aqui, como organizações institucionalizadas e reconhecidas pelo Estado cujo objetivo volta-se à promoção do interesse público e movimentos sociais – compreendidos como grupos de indivíduos de que auto-reconhecem enquanto movimento, atuando em prol de certas mudanças sociais, econômicas e políticas. Os Estados, movimentos sociais e ONGs emergem como atores importantes na constituição da transgenia enquanto um problema socioambiental.

Downloads 1145  1145  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/7424
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Transgressão, mercado e distinção : a violência extrema no cinema  Popular Versão: PDF
Atualização:  17/5/2012
Descrição:
SCARPA, Paulo Cesar Almeida

Este trabalho pretende estudar a produção cultural geralmente conhecida como "filmes exploitation" (filmes de exploração em português) ou, academicamente, para cinema: um terreno cinematográfico cujo elemento central é a violência estetizada de maneira gráfica e realista. Busco defender a premissa de que tal visão estética não pode ser compreendida (pelo analista) meramente como marginal ou transgressiva, como muitas vezes o é, mas sim como parte de uma engrenagem social mais ampla na qual estar "de fora", ser outsider, pode ser um local social desejado, no sentido de um espaço de criação de identidade e distinção social. Portanto, este objeto permite complexificar o próprio conceito outsider na sua relação com a ideia de estabelecido. Antes de uma reação ao mainstream e à lógica comercial da arte, o chamado paracinema consiste em um espaço social de forças, no qual o uso de diversos capitais simbólicos específicos é invocado para reafirmar uma superioridade frente àqueles que consideram "vítimas" de uma "cultura de massa", e frente ao cinema acadêmico. Portanto, mais do que uma negação do mundo, este estudo buscou compreender como a transgressão pode criar, antes de tudo, um espaço próprio para a entrada neste mundo.

Downloads 1858  1858  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/11029
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Treinamento comportamental: concepções dos trabalhadores, gerentes de RH e consultores Popular Versão: 
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
ROSSETTI, Fabrizia

Resumo: O tema deste trabalho é o treinamento, diferenciando o treinamento técnico do comportamental. Apresenta também o conceito de qualificação e competência no trabalho e analisa os conceitos de alienação, disciplina e controle social e sua expressão nos treinamentos. As percepções dos trabalhadores sobre o tema foram coletadas através de entrevistas com roteiro semi-estruturado, aplicadas aos três tipos distintos de trabalhadores: gerentes de recursos humanos que contratam os treinamentos; instrutores ou consultores de recursos humanos que ministram os treinamentos e trabalhadores de nível médio que participam dos treinamentos. Da concepção desses trabalhadores foi possível identificar alguns desdobramentos do controle na empresa, como a responsabilização incentivada pelo treinamento comportamental, e a assunção de papéis a serem representados pelos trabalhadores. As diferenças de concepção entre os três tipos de trabalhadores sobre o tema da pesquisa evidenciaram as incoerências entre as exigências das empresas e a impossibilidades de satisfação dessas exigências por parte dos trabalhadores.

Palavras-chave : Treinamento. Treinamento comportamental. Relações de trabalho. Produção. Classes sociais

Downloads 14639  14639  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Tribos de adolescentes e suas significações sobre conhecimento Popular Versão: PDF
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
NOVELLO, Marlei Pissaia

No período da adolescência ocorrem transformações bem visíveis no comportamento. Nessa fase, as tribos funcionam como um ritual de reconhecimento, passando a ser o aspecto marcante deste período e deixando de lado a ressignificação do conhecimento recebido na educação formal. Esta dissertação apresenta um estudo sobre o comportamento dos adolescentes pertencentes a tribos urbanas, alunos de uma escola particular de Vacaria e suas significações sobre conhecimento. A pesquisa busca compreender o significado do conhecimento para os jovens, levando em conta suas experiências pessoais, principalmente apoiadas na vivência escolar, através da relação professor-aluno. Inscritos nas culturas juvenis de seu tempo, esses jovens participam de redes grupais onde afirmam suas identidades, condição que se refere a uma escolha e a modos de vida, muito mais que a uma condição biológica. Para realização da pesquisa foram entrevistados doze jovens de idades entre quatorze e dezoito anos, de ambos os sexos, freqüentadores do ensino fundamental (anos finais), ensino médio e curso normal, buscando compreender suas trajetórias, experiências escolares, visão de sociedade e futuro. O estudo apoiou-se nos referenciais teóricos apresentados por L. S. Vigotski, J. Piaget, H. Wallon, especialmente para as questões relativas à construção do conhecimento e comportamentos da adolescência. Relativamente às tribos urbanas, a abordagem baseou-se em Michel Maffesoli. Duarte Júnior contribuiu com seus escritos para que se fundamentasse a importância do saber sensível, num mundo pensado de forma apenasinteligível. No entrecruzamento dos autores citados com outros autores complementares, das reflexões pessoais com todo material recolhido, foi possível perceber as construções realizadas pelos jovens, apoiando-se no método fenomenológico, do qual resultaram as essências: “o significado do conhecimento para os adolescentes”; “escola: convivendo com o saber sensível e o conhecimento inteligível” e “tribos: tempo de compreender”.

Palavras-chave: Conhecimento. Adolescente. Sociedade. Escola.

Downloads 1055  1055  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de Passo Fundo  Site http://www.ppgedu.upf.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Uma concessão ao passado: trajetórias da União dos Movimentos de Moradia de São Paulo Popular Versão: 
Atualização:  7/4/2010
Descrição:
CAVALCANTI, Gustavo Carneiro Vidigal

Nesta dissertação de mestrado estudamos a trajetória da União dos Movimentos de Moradia de São Paulo (UMM-SP) durante a administração de Marta Suplicy à frente da Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP), entre os anos 2001 e 2004. O objetivo desse trabalho é entender os dilemas da vida democrática brasileira na atualidade a partir da relação política que foi estabelecida entre movimento social, partido político e governo, no referido período histórico. Desde a segunda metade da década de 90, o estudo das organizações populares começa a perder força no contexto acadêmico, fato que contraria a presença cada vez maior destes sujeitos políticos no cenário político nacional. Para entender os novos desafios postos pela conjuntura atual, retomamos a bibliografia acadêmica que aborda o assunto sob a perspectiva das conseqüências que a institucionalização traz ao modo de agir movimentista, e a ela acrescentamos a análise feita pela filósofa alemã Hannah Arendt dos novos desafios enfrentados pelo pensamento político democrático

Palavras-chave: Democracia. Habitação de interesse social. Hannah Arendt. Movimento de moradia. Movimentos sociais. São Paulo. Teoria sociológica.

Downloads 442  442  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Uma sociología brasileira da ação coletiva: Oliveira Vianna e Evaristo de Moraes Filho Popular Versão: 
Atualização:  24/7/2009
Descrição:
BRASIL Júnior, Antonio da Silveira

Esta dissertação tem como objetivo reconstruir o debate de Evaristo de Moraes Filho (1914-) com a obra de Francisco José de Oliveira Vianna (1883-1951) sobre a questão da ação coletiva no Brasil. Entende-se por ação coletiva, grosso modo, a capacidade de os indivíduos pactuarem livremente entre si em torno de interesses comuns. A hipótese deste trabalho é que tanto Vianna como Moraes Filho refletiram sobre a ação coletiva numa dupla dimensão - a social e institucional. Isto é, os autores não apenas realizaram um diagnóstico sociológico acerca da conformação de instâncias de livre associação na sociedade brasileira, como articularam esta discussão à construção de marcos jurídicos e institucionais de regulação da ação coletiva. A recuperação deste debate se justifica, pois, para além de esclarecer as formulações de Vianna e Moraes Filho sobre a ação coletiva, em virtude do valor heurístico desta perspectiva no sentido de interpelar as investigações sociológicas contemporâneas.

Palavras-chave: Ação coletiva. Sociologia contemporânea. Teoria sociológica.

Downloads 1853  1853  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRJ  Site http://www.sbsociologia.com.br/index.asp
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Vila Ilze: o viver fragmentado do "boia-fria" : um estudo sobre o cotidiano dos trabalhadores vol Popular Versão: PDF
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
PRADO, Ediano Dionisio do

Com base na pressuposição de que a resistência à dominação manifesta-se não somente através da visibilidade política de canais e instrumentos institucionalizados (como os sindicatos e partidos políticos), mas de forma fragmentada nas dimensões banais da vida cotidiana, procuramos reconstruir a trajetória de surgimento, consolidação e exclusão dos trabalhadores volantes de Itapira. Procuramos refletir sobre as características, as peculiaridades e a eficácia do conhecimento de todo dia. Um conhecimento fragmentado, contraditório, paradoxal, tecido de ignorância e de saber, de atraso e de desejo de emancipação. Um conhecimento que possui uma lógica política própria o jogo interno do conformismo, do inconformismo e da resistência.

Palavras-chave: Trabalhadores rurais volantes - Itapira (SP). Cultura popular. Mecanização. Rotina no trabalho. Reforma agrária.

Downloads 3421  3421  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Violência nas escolas: testando teorias de controle social Popular Versão: PDF
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
GUADALUPE, Thiago de Carvalho

A delinqüência escolar vem se configurando como um problema preocupante, a partir do momento em que afeta as relações sociais entre alunos, entre alunos e escolas e toda uma comunidade envolvida com esse fenômeno. Esse estudo se propôs a contribuir para o entendimento desse problema sob a ótica das teorias de controle social. Investigar os fatores que contribuem para o comportamento delinqüente nas escolas foi um dos objetivos centrais do trabalho. O referencial teórico adotado aponta para a importância dos mecanismos de controle social no ambiente escolar, principalmente relacionado aos alunos. Foram testados os conceitos de controle social de Hirschi (1969) afeição, compromisso, crença e envolvimento. Além disso, fatores contextuais como ligação dos alunos à escola e desordem social percebida nessa comunidade também foram observados. O estudo partiu da pesquisa realizada em Belo Horizonte e Região Metropolitana - Perdas Sociais causadas pela violência as Escolas / CRISP 2005. O au...

Palavras-chave: Sociologia. Violência. Violência escolar. Instituições Sociais. Controle Social.

Downloads 712  712  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/VCSA-7Q2M63
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 (19) 20 »