Educadores

Ínicio : Sociologia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (18)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Padrőes de açăo política dos empresários : o caso da Associaçăo Brasileira da Indústr Popular Versão: 
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
COSTA, Paulo Roberto Neves, 1960-

Resumo: O objeto de estudo dessa pesquisa foi a Associação Brasileira da Indústria Eletroeletrônica - Abinee e, o problema estudado, foi os Padrões de Ação Política (PAP) que a Abinee desenvolveu para promover sua agenda de interesses junto ao Poder Executivo e Legislativo, entre 1989 e 2002. Entende-se como Padrões de Ação Política (PAP) o conjunto de ações políticas táticas (ações de curto alcance) e estratégicas (ações de grande cobertura), desenvolvidas pela Abinee para defender seus interesses, junto aos Poderes Executivo e Legislativo. Primeiramente, será apresentada, a estrutura dos interesses; os Padrões de Ação Política (PAP); os resultados alcançados e uma avaliação geral da ação da Abinee. Em segundo lugar, serão apresentados estes mesmos tópicos anteriores para as quatros gestões analisadas no período 1989-2002. Finaliza-se, mostrando que a Abinee desenvolveu uma ação política integrada e efetiva, por meio da implementação de um conjunto de Padrões de Ação Política (PAP), permitindo alcançar uma articulação com os Poderes Executivo e Legislativo, o qual resultou em um conjunto de resultados, positivos e negativos, para o setor eletroeletrônico.

Palavras-chaves: Abinee. Empresários. Indústria. Interesses. Política.

Downloads 367  367  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Panamericanismos entre a segurança e o desenvolvimento: a operaçăo panamericana e a aliança par Popular Versão: PDF
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
LACERDA, Gustavo Biscaia de

Resumo:A presente dissertação visa a comparar duas iniciativas diplomáticas lançadas pelo Brasil e pelos Estados Unidos entre 1958 e 1963, respectivamente, conforme o país que lançou, a Operação Panamericana (OPA) e a Aliança para o Progresso (AP). A comparação realiza-se no quadro das relações hemisféricas americanas, em que o conceito de panamericanismo torna-se fundamental. Assim, o texto inicia-se com a apresentação dos conceitos teóricos fundamentais e prossegue com um histórico das relações interamericanas, desde o início do século XIX até meados do século XX. Em seguida, presentam-se as características elementares da política externa do Brasil e a Operação Panamericana, lançada pelo Presidente Juscelino Kubitschek em 1958; na seqüência, apresentam-se as características fundamentais da política externa dos Estados Unidos e a Aliança para o Progresso, lançada pelo presidente John Kennedy em 1961. A última etapa da dissertação corresponde à comparação entre as duas iniciativas, recuperando-se os diversos elementos apresentados ao longo do texto. O mote da comparação está nas diferentes transações entre combate ao comunismo e auxílio ao desenvolvimento nacional de cada uma das iniciativas.

Palavras-chave: Brasil. Estados Unidos. Regionalismo. Panamericanismo. Combate ao comunismo. Desenvolvimento nacional.

Downloads 841  841  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/3721
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Para além da "fala do crime": interações sociais e disputas de legitimidade vivenciadas por jovens Versão: 
Atualização:  8/2/2019
Descrição:
GUSMÃO, Franceline Priscila

Esta pesquisa tem como objetivo de análise os significados construídos pelos
jovens em cumprimento de medidas socioeducativas sobre o "mundo do crime", tendo como pano de fundo as interações sociais deles. O objetivo geral é investigar o processo por meio do qual os jovens "envolvidos" no "mundo do crime" atribuem confiança, reconhecimento e aceitam as regras do que é considerado "certo" por essa instância normativa. Sustenta-se a hipótese de que as experiências cotidianas desses jovens são centrais para que se delineie legitimidade em torno do "mundo do crime".

Palavras-chave: Envolvimento. Interações sociais. Jovens. Mundo do crime.

Downloads 41  41  Tamanho do arquivo 1.06 KB  Plataforma Instituição: Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Passagens híbridas: relações de gênero e pentecostalismo. Popular Versão: 
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
FRANCISCO, Crislaine Valeria de Toledo

Resumo: Esta pesquisa tem como tema a configuração das relações de gênero nas igrejas pentecostais, mediante um olhar mais atento às esferas familiar e sexual. Entender como homens e mulheres interagem neste grupo religioso, como ressignificam seus papéis sociais em família e em relação à própria igreja e como a instituição religiosa se coloca neste processo são aspectos que constituem o problema do trabalho. A nossa proposta é a de que tanto o processo de construção de ressignificações subjetivas por parte das mulheres e homens pentecostais a partir de sua conversão/ adesão religiosa, quanto seus reflexos na realidade objetiva, podem ter como fonte uma diversidade de formas de apropriação dos repertórios heterogêneos de bens e mensagens disponíveis, gerando “hibridações”. Assim, entendendo esse processo enquanto “passagens” entre diversas sub-culturas, justificamos o título do trabalho: Passagens Híbridas: relações de gênero e pentecostalismo.

Palavras-chave: Família. Pentecostalismo. Poder eclesial. Relações de gênero. Sexualidade.

Downloads 569  569  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Política e internet : oportunidades de participaçăo democrática nos portais dos executivos naci Popular Versão: 
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
VEIGA, Luciana Fernandes

Resumo: O diagnóstico acerca de um problema estrutural das democracias modernas, a separação entre esfera civil e esfera política, se coloca como um dos grandes desafios para as sociedades contemporâneas. A crescente apatia e cinismo político da população e os baixos índices de participação e engajamento cívico fazem com que pesquisadores voltem sua atenção para a busca de mecanismos e práticas que aperfeiçoem o exercício da soberania política que cabe à esfera civil. Avalia-se que, com o incremento da participação, pode-se tanto aprimorar as políticas públicas quanto agregar legitimidade aos sistemas democráticos. Nesse sentido, os recursos de comunicação digital possibilitados pela Internet aparecem como um fator importante nesta tarefa. As potencialidades técnicas do medium, sobretudo a sua capacidade interativa, provocam o surgimento de um conjunto de estudos e pesquisas que vem sendo chamado de ciberdemocracia ou democracia digital. Diante disso, o propósito desta dissertação é compreender se e em que medida as ferramentas disponibilizadas pela Internet têm sido empregadas pelos agentes governamentais para o incremento das possibilidades de interface entre o Estado e os cidadãos. Pretende-se, portanto, analisar o perfil das oportunidades de participação política oferecidas através dos portais eletrônicos dos executivos nacionais dos seis maiores países sul-americanos. Dessa forma, para a execução de tal objetivo, é fundamental refinar o conceito de participação política, seu significado e implicações, o que é feito por meio da aproximação de três distintas tradições teóricas: a liberal, a participativa e a deliberativa. Assim, na construção metodológica deste trabalho, optou-se por uma abordagem integrada, que levasse em conta os requisitos e demandas dos três modelos normativos de democracia citados e as condições do corpus empírico explorado. Disso resultou uma planilha de coleta de dados que foi preenchida mediante navegação on-line orientada nos portais dos países em questão. Buscou-se apreender e qualificar elementos de conteúdo, disposição gráfica, função política e interação referentes à promoção da participação da cidadania. Foi possível, assim, realizar uma análise comparativa entre os portais, indicando padrões, distinções e características do uso da Internet para o provimento de oportunidades de participação política pelos executivos nacionais dos seis maiores países sul-americanos.

Palavras-chave: Democracia. Internet. Participação Política.

Downloads 595  595  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Políticas de humanização e o direito à saúde no Rio Grande do Sul  Popular Versão: pdf
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
GONÇALVES, Maria do Carmo dos Santos

Resumo: No Brasil, desde o início do século XX, o Estado tem-se ocupado gradativamente com a questão da saúde. Ao longo do século, foram se consolidando conquistas relativas à ampliação ao direito à saúde. Num primeiro momento, esse direito foi incorporado pela classe trabalhadora urbana assalariada. Foi somente a partir da Constituição de 1988, porém, que esse direito tornou-se universal. Passadas duas décadas da implementação do SUS, contudo, o acesso da maioria da população ao direito à saúde ainda é muito precário. Diante disso, nos últimos anos foram lançadas algumas políticas públicas, tais como as de humanização do SUS, buscando incidir sobre o modelo de gestão e atenção do sistema como forma de garantir a melhoria da atenção à saúde e a concretização do direito à saúde. No Rio Grande do Sul, essas políticas públicas não têm obtido muita efetividade por conta da singularidade do sistema de saúde no estado, centrado no modelo que prioriza o papel do hospital no atendimento à saúde.

Downloads 900  900  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC - RS  Site http://tede.pucrs.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=739
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Políticas fundiárias e desenvolvimento local: o papel do Banco da Terra na reconstruçăo do rura Popular Versão: pdf
Atualização:  23/3/2012
Descrição:
SANTOS, Fabio Fraga dos

O programa do Banco da Terra tem como objetivo oferecer crédito a pequenos agricultores para a compra de terras, na tentativa de operacionalizar a inserção dos mesmos ao processo produtivo agrícola. Esta política pública foi estruturada para proporcionar uma ação descentralizada, a qual a localidade assume um papel importante através da participação de diversos atores sociais que visam, em última instância, uma sustentabilidade sob ponto de vista econômico, social e ambiental. As transformações nas relações entre agricultores familiares, ocasionadas entre outros fatores, por este tipo de política pública, possibilitam um vasto processo de possíveis configurações no meio rural. Neste trabalho procuramos compreender esse processo de reestruturação social, apontando as estratégias produtivas dos agricultores de um projeto do Banco da Terra implantado na região de Londrina.


Downloads 644  644  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/7421
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Políticas setoriais para o aço : um estudo sobre as relações Brasil - Estados Unidos  Popular Versão: pdf
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
SOUSA, Wagner Watson de

Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar as relações entre Brasil e Estados Unidos na siderurgia, de acordo com o conceito de “política de comércio estratégica”. A pesquisa traz um histórico do protecionismo norte-americano no setor, que remonta ao final da década de 60, reconstrói as negociações multilaterais, com especial ênfase para as negociações na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Discorre sobre a ecessidade de políticas públicas para o aço, com as observações e pectativas dos atores envolvidos – Estado e setor privado – além de explicar, em linhas gerais, como funcionam os órgãos de defesa comercial dos Estados Unidos e sua interrelação com o regime de comércio internacional. O trabalho discute politicamente o sistema de defesa comercial dos EUA, as limitações da legislação internacional frente a mecanismos protecionistas nacionais, as posições de governo e empresas frente à questão de políticas para a indústria e o prevalecimento recente de uma visão estratégica, centrada na necessidade de inserção competitiva da siderurgia brasileira no comércio mundial, especialmente no pós-90. Nesse sentido, avalia que a ausência de uma política setorial bem estruturada com objetivo de internacionalização das empresas brasileiras fragilizou a posição do país, tornando o setor siderúrgico com clara tendência à desnacionalização frente às perspectivas predominantes entre vendedores e compradores de aço no mundo: concentração, protecionismo e internacionalização patrimonial. Nesta perspectiva, não se subestima a importância da eficiência econômica, no entanto, diferentemente do que defende a visão da economia política neoclássica, os fatores políticos são mais relevantes que as questões econômicas. Para esta avaliação foram consultados relatórios governamentais e de instituições privadas de pesquisa e trabalhos acadêmicos, e realizados contatos e entrevistas com analistas e participantes do comércio siderúrgico entre Estados Unidos e Brasil. Com tais instrumentos de análise, a pesquisa pretendeu explicitar a importância e a necessidade do ativismo estatal como estratégia para a obtenção de divisas no mercado internacional, em determinados setores, como o da siderurgia.

Palavras-chave: Relações Internacionais. Relações Brasil-Estados Unidos. Política Setorial. Siderurgia

Downloads 1270  1270  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/handle/1884/10596
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Prescrições de uma "ciência positiva da moral" para a solução de um dilema ético: elementos para a l Popular Versão: PDF
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
COELHO, Sergio Luis Pinto

Da Divisão do Trabalho Social inaugura a sociologia durkheiminana. O entendimento do livro pressupõe o conhecimento das origens e dos fins da disciplina, segundo a intenção original do próprio Durkheim. Desta forma, o presente estudo é uma investigação da concepção científica que daria origem ao livro supracitado. A partir da investigação do contexto francês histórico vivenciado por Durkheim e das influências recebidas pelo autor das tradições científicas francesa e alemã, serão ressaltados sentidos diferentes e complementares para a tese durkheiminiana sem os quais a compreensão da mesma ficaria comprometida. Dessa forma, demonstraremos que Da Divisão do Trabalho Social é uma tentativa de Durkheim para solucionar um dilema moral relativo à participação dos indivíduos na esfera econômica da sociedade através dos grupos profissionais, como ele mesmo registrou na introdução do livro.

Palavras-chave: Durkheim. Da divisão do trabalho social. Sociologia. Positivismo. Ética.

Downloads 354  354  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/VCSA-7GZFKW
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Preso, prisăo e reabilitaçăo : a visăo das assistentes sociais do departamento penite Popular Versão: 
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
SHELLA, Julia Alves Ferreira

Resumo: O presente trabalho origina-se de uma experiência anterior de estudo sobre prisões. No momento em que trabalhei o tema conversão religiosa em uma unidade penal fui percebendo outras relações estabelecidas dentro desse universo. A que mais me chamou a atenção foi a figura da assistente social como central no processo de reabilitação. Essa posição tornou-se ainda mais evidente quando acessei os regimentos internos das unidades penais onde as competências das assistentes sociais relacionam-se exclusivamente ao bem estar do preso e à sua reabilitação. Essa expressão reabilitar ou ressocializar implica em preparar o individuo para o mundo externo à prisão sem levar em consideração um processo de ressocialização inverso, qual seja, socializar no universo prisional. Isso parte do pressuposto de que não houve uma socialização no mundo livre. Tal questão torna-se importante se considerarmos a origem desse individuo “não socializado”, que pode-se dizer é excluído duplamente. Uma vez ele é marginalizado por um Estado de bem-estar que não cumpre sua função e é criminalizado por estar à margem da sociedade (o que não implica que este individuo seja criminoso). Ao pensarmos prisão como um aparelho punitivo cruel – já que pensar no sentido contrario é inviável ao analisarmos o que de fato é prisão – temos que inevitavelmente refletir sobre o seu significado dentro de um estado excludente. A prisão em sua origem aparece com intuito de penitenciar, gerar arrependimento. Hoje, no caso brasileiro, ela aprece como resposta ao crescimento da violência – ou ainda, ao crescimento de universo criminalizável. Dessa forma torna-se necessário que estudos sejam feitos e escolher trabalhar com a questão da reabilitação é fundamental pois este aspecto está justamente na contradição colocada por esse aparelho punitivo: como reabilitar, mantendo o individuo preso? Como prepará-lo para a vida livre? E para responder essas perguntas é que os informantes deste trabalho são as assistentes sociais, centrais, num primeiro momento, nesse processo. A conclusão que chegamos é que essas profissionais não acreditam na reabilitação e nem se consideram centrais nesse processo. E a falta de crença na reabilitação não se deve à ineficácia da prisão em si ou à ineficácia do serviço social mas sim à falta de apoio estatal ao sistema prisional e aos recursos humanos que nele atuam.

Palavras-chave: Prisão. Reabilitação. Serviço-social.

Downloads 3710  3710  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 (16) 17 18 19 20 »