Educadores

Ínicio : Filosofia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (10)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A visão de homem em Nietzche e Paulo Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
MEDEIROS, Humberto Duarte de

Neste trabalho busco analisar a visão básica de homem presente no pensamento do filósofo Nietzsche e do apóstolo Paulo. Nesse olhar dobrado procuro contemplar a relação existente na visão de homem nietzschiana e na visão paulina. Essa busca se dá a partir dos escritos dos autores e de seus comentadores, procurando identificar a fundamentação da visão de homem de cada um dos pensadores em foco. A primeira parte do texto procura identificar o conceito de corrupção do homem. Para Nietzsche, a corrupção presente no homem é resultado da realidade do cristianismo. Ele atribui à fé cristã a responsabilidade pela corrupção da humanidade. Esse processo se deu pela invenção da ideia de um Deus punidor e recompensador. Relacionada a ideia de Deus, o pecado e suas consequências também foi uma invenção cristã para manipular a humanidade. Assim, ele mostra que o homem precisa romper com essas ideias, por que elas negam, destroem a vida. Enquanto Nietzsche nega a realidade do pecado, Paulo edifica seu conceito de corrupção exatamente em cima disso. Ele apresenta um Deus responsável pela criação do homem a sua ‘imagem e semelhança’, o que implica o homem como um ser responsável, ético. Assim, o não viver em conformidade com o Criador consiste na corrupção do homem.

Palavras-chave: Pecado. Deus. Salvação. Ética. Além-do-homem. Eterno Retorno. Vontade Poder. Nietzsche. Paulo.

Downloads 1666  1666  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade do Vale do Rio do Sinos  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A Unificação do Cosmo : o rompimento de Galileu com a distinção aristotélica entre céu e terra Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
MOSCHETTI, Marcelo

Segundo A. Koyré, a revolução científica dos séculos XVI e XVII tem como fatores principais o rompimento com a distinção aristotélica entre céu e Terra e a geometrização da natureza. Intimamente ligados, esses fatores destacam Galileu Galilei (1564-1642) como um dos principais artífices da ciência moderna. Esta dissertação refaz, a partir das observações telescópicas de Galileu e da primeira jornada do Diálogo sobre os dois máximos sistemas do mundo (1632), o caminho percorrido pelo autor no seu rompimento com a cosmologia dualista da tradição.

Palavras-chave: Filosofia da natureza. Cosmologia.

Downloads 1197  1197  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A transformação do papel da metafísica na filosofia de Karl Popper Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
RIBEIRO FILHO, Saul

Neste trabalho, iniciamos discorrendo primeiramente sobre o Círculo de Viena e seu principal intuito: a demarcação entre ciência e não-ciência. Em sua busca, o Círculo sempre pretendeu descartar o que não tinha correspondência com o mundo empírico e, portanto, dessa forma, descartava a metafísica. Popper não concordava com as ideias positivistas. Primeiro ele faz um ataque mordaz à indução e, depois defende seu método lógico científico, o qual julgava ser capaz de ajudar a delimitar claramente ciência de não-ciência.

Palavras-chave: Ciência. Ideias positivistas. Método.

Downloads 1687  1687  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USJT  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A unidade ontológica do mundo em Werner Heisenberg Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
MEDEIROS, Alessandro Melo

A presente dissertação tem como objetivo principal analisar os pressupostos filosóficos e ontológicos da ideia monista subjacente ao pensamento do físico alemão Werner Heisenberg. São notáveis os esforços empreendidos no século XX na busca de uma teoria unificada da matéria ou, para usar o título desta dissertação, de uma unidade ontológica do real. Ao longo de suas obras Heisenberg está constantemente retornando ao tema de uma teoria unificada que descreva a realidade a partir de uma única substância, tanto em sentido físico quanto filosófico. E ao abordar o aspecto filosófico do problema, Heisenberg não deixar de reconhecer, entre os pré-socráticos, aqueles que primeiro se esforçaram por tentar entender a natureza de forma unificada.

Palavras-Chave: Física. Metafísica. Filosofia da Natureza. Estrutura da Matéria. Monismo.


Downloads 4527  4527  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Pernambuco  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A unidade das virtudes nos diálogos socráticos: uma questão de método Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
SILVA, Jose Wilson da

Entre as teses do socratismo presentes nos primeiros Diálogos de Platão, é sobre a tese da unidade das virtudes que recaem nossos olhares nesta presente pesquisa e, particularmente, sobre as duas teses exegéticas acerca do estatuto desta unidade, a saber: a tese da bicondicionalidade e a tese da identidade. Encontramos, no desenvolver da pesquisa, insuficiências em ambas as teses. Por meio destas insuficiências chegamos a uma hipótese interpretativa: a tese da unidade das virtudes, nos diálogos socráticos, é iluminada pelo método dialético platônico. Porém, tal afirmação pressupõe uma incompatibilidade com o método socrático presente nestes Diálogos conhecido como método elênctico: ou temos o método elênctico ou o dialético. Logo, para que a pesquisa alcance um final satisfatório, apresentamos duas soluções: 1) as duas teses clássicas da unidade das virtudes fazem parte de uma terceira fundada na dialética, a dialética implica a identidade das virtudes que implica a sua inseparabilidade e a distinção entre as partes; e 2) o método elênctico, enquanto negativo que se encaminha para uma tese positiva, é um dos componentes do método dialético.

Palavras-chave: Conhecimento. Método dialético. Método elênctico. Platão. Sócrates. Virtude.

Downloads 5183  5183  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A teoria dos signos na filosofia de Gilles Deleuze : focos de elaboração semiotica em Proust e os Si Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
NASCIMENTO, Roberto Duarte Santana

Segundo Deleuze a principal tarefa da filosofia é a invenção de conceitos (Deleuze, 1992). Tal lição pode ser aplicada aos estudos de história da filosofia, nos quais se averigua não só o alcance das ideias de um pesquisador como delas se extraem novos conceitos. Assim, contando com diferentes parcerias, Deleuze busca a renovação do conceito de inconsciente, estimulado pela ideia de sua imanência com o fora, concebendo-o como produtivo e histórico. Tal renovação, que terá importantes implicações na clínica psicológica, liga-se a uma preocupação que aparece cedo na obra de Deleuze, desde a década de sessenta pelo menos: a preocupação com a noção de signo. Sobretudo nos livros Proust e os signos, de 1964, através da conexão signo-tempo, e Lógica do sentido, de 1969, com o elo signo-acontecimento/sentido e, num segundo momento, com o livro O Anti-Édipo, de 1972, estudando a relação signo-história, o filósofo desenvolve um conceito de signo não baseado em "determinações linguageiras", abrindo espaço para uma semiótica "alargada" ou teoria dos signos deleuzeana.

Palavras-chave: Tempo. Sentido. Semiótica. Inconsciente.

Downloads 1194  1194  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A teoria das descrições de Russell : críticas e defesas Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
COURA, Murilo Furtado

Esta dissertação faz um apanhado da literatura sobre a teoria das descrições definidas de Russell entre, aproximadamente, 1950 e 2005. Ele reúne vários argumentos em favor da teoria e vários argumentos contra ela. Na primeira parte, examina-se de que forma a teoria de Russell é capaz de acomodar o uso referencial de descrições definidas. Na segunda parte, examina-se como ela lida com descrições definidas incompletas. O autor do presente trabalho acredita que a teoria russelliana não foi refutada e que a maior parte das críticas (mas, não todas) encontra-se devidamente respondida.

Palavras-chave: Bertrand Russell. Teoria das Descrições. Distinção referencial-atributivo. Descrições incompletas.

Downloads 1719  1719  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de Brasília  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A teoria das descrições de Bertrand Russell  Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
CINTRA, Fernando Vogel

Analisa-se na presente dissertação a teoria das descrições de Bertrand Russell, bem como a crítica que é feita por Peter Strawson a essa teoria. A fim de contextualizar a teoria das descrições, analisa-se primeiramente a teoria do atomismo platônico de George Moore, teoria que configura o primeiro momento da revolta contra o idealismo de cunho hegeliano que dominava a filosofia inglesa no final do século XIX. A seguir, expõe-se em linhas gerais a filosofia de Bertrand Russell dos primeiros anos do século XX, a qual poderia ser chamada de “logicismo”, na medida em que tinha como preocupação teórica central demonstrar a redutibilidade de toda a matemática pura a algumas poucas noções lógicas fundamentais e indefiníveis. Após isso, analisa-se então a inovação filosófica consubstanciada pela teoria das descrições de Russell, mostrando como ela lida com importantes problemas lógicos e filosóficos.

Palavra-chave: Atomismo platônico. Filosofia inglesa. Russell. Bertrand.

Downloads 790  790  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A substância divina e a subjetividade em Descartes Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
GOMES, Adriano Albuquerque

Este trabalho tem como principal objetivo investigar a relação entre a substância divina e a subjetividade em Descartes. Essa investigação possibilitou-nos chegar à conclusão de que Deus é primeiro princípio tanto na ordem ontológica quanto na ordem epistemológica, isto é, Ele tem o que estamos chamando de precedência em todas as nuances do sistema cartesiano. Essa conclusão só foi possível graças à duas investigações. A primeira, foi em torno do processo da dúvida, mas utilizando para isso apenas um trecho desse processo que, em nosso entender, tem comunicação com vários textos de Descartes, para mostrarmos a precedência da substância divina em pleno processo da dúvida. A segunda, foi em torno da relação entre a substância incriada e a substância criada, cujo objetivo foi também realçar a precedência da substância incriada. De tal sorte que, ao cabo de nosso trabalho, pudemos entender que Deus tem prioridade tanto na ordem ontológica quanto na ordem epistemológica.

Palavras-chave: Epistemologia. Subjectividade em Descartes. Substância divina.

Downloads 5091  5091  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A revolução copernicana-galileana : origem, significado e inserção na historia do pensamento cientif Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
EVORA, Fatima Regina Rodrigues

Neste trabalho analisa-se o desenvolvimento da ciência de Nicolas Copérnico e Galileo Galilei, e suas metodologias, visando compreender a origem o alcance e a significação da revolução copernicana-galileana, e a sua inserção na história do pensamento científico-filosófico antigo e medieval. Numa primeira parte é feita uma discussão da ciência antiga e medieval a fim de traçar em linhas gerais o universo científico filosófico no qual Copérnico e Galileo estavam inseridos ao elaborarem suas teorias. Também é analisada a revolução copernicana, sua origem, motivação e teses principais. A segunda parte desta tese é dedicada à análise historiográfica da ciência de Galileo. Esta leitura é feita informada por estudos epistemológicos, notadamente os de Paul K. Feyerabend.

Palavras-chave: Filosofia. Revolução Copernicana.

Downloads 663  663  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 (9) 10 11 12 13 14 15 16 17 »