Educadores

Ínicio : Filosofia : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A concepção política de cidadania no pensamento de Hannah Arendt Popular Versão: PDF
Atualização:  8/7/2016
Descrição:
DAHER, Gustavo

Embora Hannah Arendt não tenha produzido um ensaio dedicado exclusivamente à questão da cidadania, é possível extrair do conjunto de sua teoria política conceitos que permitem um exame do tema. A forma de abordagem dos temas relacionados à política já indica que a sua teoria nasceu para iluminar e servir à prática da cidadania. Ao conceber que o pensamento político deve partir do caráter concreto das experiências políticas, a autora retorna ao passado, precisamente aos momentos originários marcados pela expressiva atuação dos cidadãos na cena pública da polis grega. O trabalho que se segue propõe reconstruir o estatuto da cidadania sob o viés crítico arendtiano. Antes de encarar esse desafio de reconstrução, serão apresentados os princípios normativos centrais da ideia de cidadania que se fixaram ao longo da história. Nesse sentido, estão em pauta os seguintes temas: o significado original grego da cidadania, o declínio de sua dignidade, sua crise na era moderna e as experiências históricas que significaram tentativas de resgatá-la. Em seguida, será apresentada a concepção de Arendt.

Downloads 110  110  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC-PR  Site 
Avaliação: 1.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A proposta de educação do MST e o PPP do ceias: uma análise descritiva de suas convergências e diver Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SOBRINHO, José Ferreira


Para contextualizar o tema e problema da pesquisa, no cenário brasileiro, enfatizamos a quantidade e a complexidade dos nexos que permitem compreender a Educação do Campo como um fenômeno concreto (síntese de muitas determinações). Portanto, dentro desse contexto maior, apresentamos um recorte espaço-temporal para explicitarmos o contexto do campo no Paraná a partir do final dos anos 1990 e inserirmos a Educação do Campo como elemento teórico e objeto de estudo de nossa pesquisa. Com base no exposto, o problema de pesquisa em questão visa analisar como a Proposta do Setor Estadual de Educação do MST se materializa ou não no Colégio Estadual do Campo Ireno Alves dos Santos (1999 a 2012), município de Rio Bonito do Iguaçu, Estado do Paraná. Por conseguinte, os passos no caminho da pesquisa como instrumentos para alcançar os objetivos específicos propostos, estão assim definidos: identificar como se organiza e como funciona pedagogicamente a escola do campo pesquisada; comparar as resoluções do Setor Estadual de Educação do MST frente ao Projeto Político Pedagógico do Colégio Estadual do Campo Ireno Alves dos Santos; e analisar qual concepção de educação orienta cada uma dessas práticas pedagógicas. Desse modo, vamos analisar primeiramente com base na pesquisa bibliográfica a questão agrária no Brasil, para em seguida analisarmos o contexto do campo no Paraná a partir do final dos anos 1990 e compreendermos como o MST se insere neste contexto empunhando como bandeira a luta por Reforma Agrária e Educação –por entender que na prática ambas não se separam. A partir daqui vamos analisar também com base na pesquisa de campo como é que este cenário de luta dá lugar à formação do histórico acampamento do “Buraco” às margens da rodovia que nos idos anos 90 (1996) ainda era denominada PR, atualmente BR 158 (rodovia federal). Ali tem início um longo processo de luta e resistência que culmina na ocupação de um dos maiores latifúndios do Sul do Brasil e na criação do assentamento Ireno Alves dos Santos, no qual, um colégio estadual do campo, homônimo, situado na comunidade Arapongas, é o local de nossa pesquisa.

Palavras-Chave: Educação do Campo (Educampo). Proposta do MST. PPP do Colégio Estadual do Campo (CEIAS). Assentamento Ireno Alves dos Santos.

Downloads 129  129  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Intuição, trágico e formação no jovem Nietzsche Popular Versão: PDF
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
TEIXEIRA, Vanderson Ronaldo

A presente dissertação aborda a questão da intuição, do trágico e da formação (Bildung) nos escritos da juventude de Nietzsche.

Palavras-chave: Nietzsche. Formação. Intuição. Trágico.

Downloads 227  227  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O ensino de Filosofia no Estado do Paraná: dilemas e contradições entre ensinar Filosofia e ... Popular Versão: PDF
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
COSTA, Regis Clemente Da

A presente pesquisa teve como objetivo analisar o contexto do ensino de filosofia, discutindo seus aspectos históricos, econômicos, políticos e ideológicos, dilemas e contradições, a fim de apontar os limites, possibilidades e contribuições desse ensino na construção da emancipação humana. O método materialista histórico e dialético e as categorias contradição, mediação e totalidade, fundamentam esta reconstrução teórico/práxica, sendo utilizados como instrumentos metodológicos a pesquisa bibliográfica, a pesquisa documental e questionário aplicado junto aos professores de filosofia que atuam na rede pública estadual de educação, na cidade de Ponta Grossa.

Palavras-chave: Política educacional. Ensino de filosofia. Atividade docente. Práxis. Emancipação humana.

Downloads 187  187  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O problema da formação em sobre o futuro dos nossos estabelecimentos de ensino, de Nietzsche Popular Versão: PDF
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
RODRIGUES, Eduardo José Lobo

Trata-se de investigar nas Conferências, pronunciadas por F. Nietzsche, intituladas Sobre o futuro de nossos estabelecimentos de ensino o problema da formação (Bildung) que é discutida por Nietzsche como uma crítica ao modelo educacional alemão. Tal crítica procura evidenciar que os estabelecimentos educacionais não promovem a formação de uma cultura autêntica aos jovens, tanto no sistema ginasial como no universitário, mas sim uma preparação para as atividades profissionais e para o sistema do mercado. O modelo de educação do Estado alemão tende a promover a extensão e à ampliação máxima da cultura, e a tendência à redução, ao enfraquecimento da própria cultura. Nietzsche propõe assim uma diferenciação entre as instituições profissionais, ditas instituições para as necessidades da vida, e as instituições de cultura. A definição de cultura proposta por Nietzsche se afasta dos dogmas e princípios modernos, tomando a ideia de “compreensão verdadeira e instintiva da natureza”, do modelo grego e do neo-humanismo alemão.

Palavras-chave: Nietzsche. Formação (Bildung). Estado. Cultura e natureza.

Downloads 328  328  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Schopenhauer: a práxis otimista no contexto do pessimismo metafísico Popular Versão: PDF
Atualização:  8/7/2016
Descrição:
Dambros, Eli Berto


Nesta dissertação, procuraremos mostrar a sabedoria de vida no contexto da filosofia pessimista de Arthur Schopenhauer. A parte prática da filosofia schopenhaueriana, assim como em sua metafísica, sustenta que o sofrimento nos talha todos os dias. Dessa forma, para que possamos viver de maneira menos infeliz, temos que aprender a nos acomodar diante da intensa ação da vontade em nossas práticas diárias, através de adaptações ao meio em que vivemos. Por direcionar sua eudemonologia para uma vida em que dor e sofrimento podem ser amenizados, compreendemos que Schopenhauer não é um filósofo pessimista como vários estudiosos procuraram demonstrar. Pensamos que, para além deste título, Schopenhauer pode ser entendido como um alegre pessimista, pois sua reflexão filosófica, de certa maneira, procura encontrar um lugar para o ser humano no mundo. Com esta ideia, adentramos no pensamento schopenhaueriano analisando seus escritos de maneira temática e histórica. Temática, pois esta dissertação gira em torno das noções de sabedoria de vida e caráter adquirido - que em seu conjunto chamamos práxis otimista. Histórica, pois ela procura fazer a análise deste tema desde seus primeiros escritos até sua última obra, os Parerga e Paralipomena - em especial o texto dos Aforismos para a sabedoria de vida - de 1851.

Palavras-chave: Sabedoria. Eudemonologia. Caráter. Sofrimento. Adaptação.

Downloads 229  229  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC-PR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Sobre a tragédia, o trágico e a experiência do negativo em Schopenhauer. Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
ROSA, Marcelo Ribeiro.


Este trabalho tem como objetivo analisar a teoria da tragédia desenvolvida pelo filósofo alemão Arthur Schopenhauer procurando entender qual espaço este concedeu à tragédia no contexto de sua metafísica do belo e também em seu pensamento como um todo. Procuraremos mostrar que o filósofo concede à tragédia um espaço central em sua metafísica do belo, pois atribui à mesma a capacidade de reproduzir de modo exemplar o drama da Vontade enquanto manifesta no mundo em seus aspectos mais intensos e contraditórios naquele que seria o seu fenômeno mais elevado: o gênero humano. No entanto, para além desta concepção, explicitamente assumida pelo filósofo no texto de O mundo como Vontade e como representação, defenderemos que conquanto a tragédia seja inicialmente definida como arte representativa e enquanto tal teria como objetivo reproduzir a idéia da humanidade, a mais perfeita objetidade da Vontade, é possível pensá-la como tendo um papel que transcenderia tal finalidade. Esta suspeita já encontra seus primeiros apoios no texto de O mundo que já apresenta a tragédia como uma representação que seria “uma indicação significativa da índole do mundo e da existência”, contudo passa a ter mais plausibilidade à luz de outros dois textos: Metafísica do belo e os Complementos acrescidos à guisa de comentários ao texto de O mundo quando da publicação da segunda edição desta obra. Nestes textos a tragédia passa a ser associada com o sublime o que confirma o seu caráter sui generis em relação às outras artes, pois seu acesso à experiência estética se daria a partir do conflito entre o sujeito e o objeto contemplado ao contráriodo que ocorreria com as outras artes que se elevariam à contemplação estética apoiadas em uma relação de harmonia entre os dois elementos que constituiriam tal experiência. Um novo elemento que vem ao encontro da tese que assumimos pode ser recolhido nos Complementos, onde é sugerido que a experiência trágica nos conduziria a um conhecimento indireto da Vontade enquanto reverso do fenômeno como àquilo “que não podemos conhecer positivamente, senão somente negativamente, como aquilo que não quer a vida”. Com isso se abre a possibilidade de entender a tragédia como sendo o espaço em que para além de uma representação da Vontade, também seria possível uma apresentação da mesma, como, no entanto, esta apresentação é definida como negativa, será necessário analisar o estatuto que a noção de negativo possui na filosofia de Schopenhauer para então depreender daí o sentido desse conhecimento que obteríamos da Vontade através da representação trágica.

Palavras-chave: Tragédia. Trágico. Belo. Sublime. Negativo.

Downloads 91  91  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Sutilezas entre ciência, política e vida prática: alfabetização em uma comunidade remanescente ... Versão: PDF
Atualização:  18/2/2016
Descrição:
GROKORRISKI, Carlos Ricardo

Este trabalho tem por objetivo descrever a dinâmica das relações entre uma ação governamental específica, o “Programa Paraná Alfabetizado”, cuja função é a alfabetização de jovens, adultos e idosos, e uma comunidade remanescente quilombola (CRQ), neste caso a comunidade do Sutil. A base teórica é constituída a partir dos conceitos de 'dialogicidade/conscientização' em Paulo Freire; e 'matriz disciplinar/consciência histórica' em Jörn Rüsen. Ambos compartilham de teorias semelhantes referentes às relações entre as esferas do conhecimento e da vida prática. Paralelamente foram utilizados outros referenciais que contribuíram com alguns aspectos deste trabalho. A pesquisa é qualitativa e a coleta de dados se deu por pesquisa exploratória seguida de entrevistas. Entre as principais contribuições da pesquisa estão: uma reflexão sobre a identidade da comunidade, suas relações com a instituição estatal, bem como as possibilidades de projeção do futuro. As contribuições deste trabalho se dão no sentido de oferecer possibilidades de intervenção na comunidade a partir de um modelo epistemológico que considere a integração entre conhecimento especializado, esfera pública como ação política gestora e vida prática da comunidade.

Palavras-chave: Comunidade Remanescente Quilombola (CRQ). Programa Paraná Alfabetizado. Alfabetização. Dialogicidade/conscientização. Consciência histórica.

Downloads 98  98  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Uma Ética da Experimentação: Deleuze, Guattari E Proust no Combate ao Sistema de Juízos Versão: PDF
Atualização:  9/10/2017
Descrição:
DIAS, Adriana Muniz

Nesta dissertação propõe-se uma busca por respostas para a seguinte questão: como pensar a si mesmo, sobre o próprio pensamento e potencializar-se combatendo o sistema de juízos para produzir novos modos de existência? A saída encontrada para este problema é a de uma ética da experimentação, afirmada pela filosofia de Deleuze e Guattari, cruzando seus pensamentos com a literatura de Marcel Proust e as experimentações do Projeto Escrileituras: um modo de ler-e-escrever em meio à vida. Primeiro, trata-se do combate entre a ética e a moral no pensamento deleuziano. Enquanto a moral põe a vida em servidão, a ética, como experimentação, torna possível a produção de novos processos de subjetivação que permitem a produção de regras facultativas, as quais poderão guiar o modo de existência desejado, pautadas no critério de uma vida potente. O Ensino de Filosofia é concebido também como uma experimentação e pensado com as ferramentas conceituais da filosofia da diferença na educação, por meio do Projeto Escrileituras. Uma segunda tarefa, é a de apresentar, a partir da leitura deleuziana da obra Em busca do Tempo Perdido, a Recherche, o caso Proust como uma experimentação ética na literatura. A partir da maquinaria proustiana evidencia-se a preocupação, tanto de Proust quanto de Deleuze, com a criação de processos de subjetivação para liberar o pensamento das amarras da abstração, de uma transcendência que impede a vida. Também o Projeto Escrileituras é apresentado como uma maquinaria, um caso de invenção de processos de subjetivação, experimentação. Como terceira tarefa, apresenta-se a inversão operada no Anti-Édipo: capitalismo e esquizofrenia 1, acerca do inconsciente, o qual passa a ser compreendido como fábrica e o desejo como produção. Estabelece-se uma relação entre a loucura tratada na obra de Proust e o processo esquizo, do modo como é pensado por Deleuze e Guattari. Através de personagens da Recherche, se mostra como Proust os faz escaparem da subjetividade, em prol de intensidades que se dão em agenciamentos coletivos: Marcel como corpo sem órgãos, Albertine e Charlus como devir louco. Toma-se, por fim, o sentido de experimentação como processo de retirar-se, viajar para o lugar que Deleuze e Guattari chamam de “deserto”, experimentação de si mesmo, intensidade de fluxos, linhas moleculares capazes de fazer sentir de outras maneiras e com força suficiente para operar diferentes modos de existir, escapando do sistema de juízos.

Palavras-chave: Ética. Experimentação. Modos de existência. Escrileituras. Ensino de Filosofia.

Downloads 17  17  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)