Educadores

Ínicio : Filosofia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (10)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A inferência causal na filosofia moral de Hume Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
JOTA, Renato de Medeiros

Partindo da ideia de que o resultado da análise humeana das inferências causais deve aplicar-se coerentemente ao restante de sua obra, incluindo sua teoria moral, a presente dissertação objetiva investigar se a filosofia moral de Hume se fundamenta no sentimento, ou se isto não seria antes essencialmente uma consequência de nossas inferências causais. A ideia central consiste em mostrar que nossas inferências morais, na medida em que para Hume são empíricas, dependem da nossa crença em uma conexão entre o que foi anteriormente observado e algo que não é observado ( mas espera-se ocorrer ou observar-se no futuro ). Assim, essa mesma crença fundamentaria nossas inferências morais sobre as ações dos indivíduos, e consequentemente, nos levaria a associar determinados comportamentos, bem como o caráter e as convicções morais dos homens a certos sentimentos “morais”.

Palavras-chave: Filosofia moral. Inferências causais. Teoria da percepção. Hume. Causa e efeito.

Downloads 770  770  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Norte  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Heidegger : a questão da técnica e a superação da metafísica  Popular Versão: 
Atualização:  28/8/2013
Descrição:
FERREIRA, Wanderley J. Junior

Procura-se explicitar os momentos: fundamentais da interpretação heideggeriana do processo de objetificação que perpassa a Metafisica e a ciência moderna e que se consuma no domínio planetário da técnica. A desconstrução heideggeriana desse processo de objetificação possibilitaria o desvelamento e a instauração de uma dimensão pré reflexiva na qual se daria o encontro com realidades irredutíveis à objetidade constituída por um sujeito transcendental ou pelo pensamento calculador a serviço da técnica. Tentaremos mostrar que esse processo de objetificação é inseparável do advento do Sujeito moderno com Descartes, ou seja, do fato de o homem tornar-se sujeito e do mundo tornar-se objeto redutível a uma imagem pela via da representação o que, por sua vez, não passaria de uma consequência da essência da técnica no movimento de sua instalação planetária.

Palavras-chave: Metafísica. Pensamento. Verdade. Niilismo. Filosofia.

Downloads 770  770  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!O papel do facto da razão na fundamentação da moralidade em Kant  Popular Versão: 
Atualização:  28/8/2013
Descrição:
FAGGION, Andrea Luisa Bucchile

A fim de analisar o papel que o facto da razão desempenha no problema da fundamentação da moralidade em Kant, a dissertação discute a dedução da fórmula do princípio moral na Fundamentação I e II, pois é importante que se saiba o que estaria para ser fundamentado. Segue-se a análise da suposta fundamentação que Kant ofereceria para tal princípio da III seção da mesma obra. Por fim, lidamos diretamente com a exposição da doutrina do facto da razão, na Crítica da Razão Prática, examinando se ela pretende ser uma fundamentação do princípio moral, se teria sucesso enquanto tal e se é ou não compatível com a III seção da fundamentação, bem como com a ideia de uma filosofia crítica.

Palavras-chave: Ética. Dever. Filosofia.

Downloads 767  767  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A fundamentação metafísica do Direito na filosofia de Kant Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
FREIRE, Leonardo Oliveira

A fundamentação metafísica do direito a que nos propomos a esclarecer na filosofia de Kant assume não somente uma análise de temas jurídicos. Temos uma questão filosófica de fundo a tratar: a justiça é possível? Tal indagação não é o tema do texto, mas o que está pressuposto. A análise kantiana, de certo modo, assume metafisicamente a possibilidade da justiça a partir do conceito de liberdade. Mas, com base na liberdade, demonstra a possibilidade da justiça na ética e no direito. A dissertação é composta por três capítulos. No primeiro capítulo, partindo da reconstrução inicial do conceito de liberdade na Crítica da Razão Pura, descrevemos a construção do conceito cosmológico de liberdade transcendental a partir do terceiro conflito antinômico e de sua solução na Dialética Transcendental. Feito isso, descrevemos o conceito de liberdade no capítulo do Cânon da Razão Pura e discutimos o problema de como compatibilizar liberdade transcendental e liberdade prática.

Palavras-chave: Fundamentação metafísica. Direito. Moral. Justiça. Liberdade. Autonomia. Imperativo categórico.

Downloads 747  747  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Norte  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Razão e expressão: o problema da moral em Theodor W. Adorno Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
ALVES Júnior, Douglas Garcia

Esta Tese é uma investigação do pensamento moral de Theodor W. Adorno. Ela reconstitui as suas linhas de força a partir do confronto com três autores centrais da modernidade filosófica: Kant, Schopenhauer e Nietzsche. O exame da filosofia moral de Kant é conduzido de forma a explicitar o tratamento de Adorno ao problema da autonomia. Com a discussão da filosofia moral de Schopenhauer, o problema da alteridade é investigado em Adorno. A filosofia moral de Nietzsche é examinada a fim de trazer à luz o problema do sentido moral em Adorno. O capítulo final articula esses problemas em termos de uma dialética negativa estética, apresentando a filosofia moral de Adorno por meio dos conceitos de mímese e de expressão. Uma concepção expressiva de razão permite apreender a orientação estética da filosofia moral de Adorno.

Palavra-chave: Adorno. Theodor W. Razão e expressão. Moral.

Downloads 746  746  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://
Avaliação: 5.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!O Conceito kantiano de mal radical e o resgate da disposição originária para o bem Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
PINHEIRO, Letícia Machado

A presente Dissertação é uma reconstrução do conceito de mal radical (Radicale Böse) tratado por Kant em seu artigo Sobre o mal radical na natureza humana (Über das radicale Böse in der menschlichen Natur), publicado em 1792. A partir dos dados desse texto o que se fez foi explicitar em que termos Kant aborda tanto a questão do mal moral propriamente dito (concebido posteriormente como radical), como também a da possibilidade de um progresso humano no que tange à moralidade. Nessa tratativa, Kant introduz algumas noções que são exclusivas à problemática do mal, entre elas, o conceito de intenção (Gesinnung), as noções de propensão para o mal (Hang zum Bösen) e de disposição para o bem (Anlage zum Guten), também as ideias de revolução e de reforma gradual (como meios de se alcançar o progresso moral), e, enfim, uma nova definição de natureza. Embora se sirva de termos exclusivos, o artigo sobre o mal mantém muitas das noções básicas desenvolvidas por Kant em obras anteriores. Daí porque a Dissertação não se restringe ao artigo Sobre o mal radical, mas se estende por outras obras em busca de recorrências feitas com dois objetivos bem precisos: um, elucidativo, em que se apresenta questões já plenamente consolidadas na filosofia kantiana; outro, comparativo, seja em relação a termos que adquiriram um sentido distinto, seja em vista de alterações propositivas, repensadas diante de um novo contexto e submetidas a uma nova configuração. Esse é o horizonte que esta Dissertação busca reconstruir e dentro do qual se insere.

Palavras-chave: Kant. Moral. Mal radical.

Downloads 744  744  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Maria  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Desconstrução e identidade : o caminho da diferença Popular Versão: 
Atualização:  28/8/2013
Descrição:
PRIKLANICKI, Fábio

Por meio de uma investigação que incide sobre as práticas críticas, o trabalho apresenta uma elaboração sobre o potencial político da desconstrução para uma leitura de textos literários comprometida com reivindicações identitárias feitas às margens dos discursos hegemônicos. O gesto desconstrutivo, como proposto pelo pensador franco-argelino Jacques Derrida, desafia a estabilidade de categorias que fundamentam estes discursos, tais como “essência”, “natureza”, “origem” e outros nomes metafísicos que envolvem a ideia de identidade a si, demonstrando, desta forma, que toda estrutura é atravessada por uma falta constitutiva.

Palavra-chave: Bhabha. Homi K. Crítica literária. Derrida. Jacques. Desconstrucionismo. Filosofia. Identidade.

Downloads 727  727  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Lévinas e o giro ontológico : axioma e utopia na ética do outro Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
BORGES, Gabriela Lafetá

O presente estudo pretende expor a possibilidade mesma da moralidade, entre o fascínio e o fato, às voltas com a linguagem que, inevitavelmente, a configura e a põe à prova. Nos caminhos do filósofo Franco-Lituano, Emmanuel Lévinas (1906-1995), é proposto um confronto com a ontologia como resposta última à questão do ser – seu jogo temporal de devires e consumações como obra da verdade -, trazendo à tona, em seu lugar, a integridade do rosto como linguagem original: começo e fim de uma consideração extrema e de uma responsabilidade como convocação irredutível. É desse confronto com toda uma tradição na filosofia e num período da história que constrangeu drasticamente a expansão do homem, que Lévinas nega um conceito ao ‘homem’ para lançar-se à esfera do direito pela via ética. Do arrebatamento em ser nas mãos de um sujeito que diz “Eu”, Lévinas põe a questão do meu direito em ser, evocando, assim, a intriga filosófica por excelência e a vida mesma do espírito, qual seja, o acontecimento ético que coloca o Outro à cena do mundo.

Palavras-chave: Ética contemporânea. Ética do outro. Ontologia. Trauma.

Downloads 726  726  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de Brasília  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!O conceito aristotélico de phantasia deliberativa no livro III do De anima Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
GRAMIGNA, Viviane Dutra Gramigna

Esta dissertação investiga a noção de phantasía ao longo do livro III do De anima, que consiste em uma explicitação da natureza exata do papel adquirido pela phantasía, utilizando-se das interpretações de Aristóteles que propõe explicar sua diferença em relação às demais capacidades de conhecimento e como essa noção intervém no movimento dos animais e na ação humana. A análise dos princípios que parecem ser responsáveis pelo movimento, como desejo e/ou intelecto, ressalta certas soluções adotadas no tratado que levam a algumas dificuldades e problemas relacionados com a phantasía deliberativa, uma vez que se pode reconhecer que o princípio único do movimento local é a capacidade desiderativa e que esta, por sua vez, não opera sem a phantasía. As distinções oriundas dos momentos anteriores se organizam num objetivo central que norteia toda a pesquisa, a saber: a explicitação da exata atividade da phantasía deliberativa na motivação humana e a discussão sobre seu possível caráter deliber...

Palavra-chave: Aristóteles. De anima. Aristóteles. Phantasia.

Downloads 725  725  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!As aporias do livro b da Metafísica de Aristóteles  Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
SANTOS, Marina dos

O primeiro modo como as aporias envolvem as noções centrais da Filosofia Primeira diz respeito à intensão do conceito dessa ciência e o segundo modo concerne à sua extensão. Uma parte das aporias de Β põe em xeque a possibilidade mesma dessa ciência na medida em que, se não for dada necessariamente uma determinada resposta a cada uma delas, então o conceito de cientificidade em jogo, ciência das primeiras causas e princípios absolutos do ser, é inconsistente. E, se o próprio conceito dessa ciência não for consistente, então não haverá sentido em perguntar a que coisas ele se aplica no mundo. Por essa razão, as aporias relativas à análise formal ou intensional do conceito de Filosofia Primeira serão ditas fundamentais em relação àquelas que dizem respeito à análise material ou extensional desse conceito, pois tais aporias materiais só podem ser formuladas a partir da pressuposição que a Ciência buscada é possível, isto é, que seu conceito não é inconsistente.

Palavra-chave: Aristóteles. Crítica e interpretacao. Metafísica.

Downloads 723  723  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 (16) 17 »