Educadores

Ínicio : Filosofia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (10)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A Unificação do Cosmo : o rompimento de Galileu com a distinção aristotélica entre céu e terra Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
MOSCHETTI, Marcelo

Segundo A. Koyré, a revolução científica dos séculos XVI e XVII tem como fatores principais o rompimento com a distinção aristotélica entre céu e Terra e a geometrização da natureza. Intimamente ligados, esses fatores destacam Galileu Galilei (1564-1642) como um dos principais artífices da ciência moderna. Esta dissertação refaz, a partir das observações telescópicas de Galileu e da primeira jornada do Diálogo sobre os dois máximos sistemas do mundo (1632), o caminho percorrido pelo autor no seu rompimento com a cosmologia dualista da tradição.

Palavras-chave: Filosofia da natureza. Cosmologia.

Downloads 1193  1193  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A teoria dos signos na filosofia de Gilles Deleuze : focos de elaboração semiotica em Proust e os Si Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
NASCIMENTO, Roberto Duarte Santana

Segundo Deleuze a principal tarefa da filosofia é a invenção de conceitos (Deleuze, 1992). Tal lição pode ser aplicada aos estudos de história da filosofia, nos quais se averigua não só o alcance das ideias de um pesquisador como delas se extraem novos conceitos. Assim, contando com diferentes parcerias, Deleuze busca a renovação do conceito de inconsciente, estimulado pela ideia de sua imanência com o fora, concebendo-o como produtivo e histórico. Tal renovação, que terá importantes implicações na clínica psicológica, liga-se a uma preocupação que aparece cedo na obra de Deleuze, desde a década de sessenta pelo menos: a preocupação com a noção de signo. Sobretudo nos livros Proust e os signos, de 1964, através da conexão signo-tempo, e Lógica do sentido, de 1969, com o elo signo-acontecimento/sentido e, num segundo momento, com o livro O Anti-Édipo, de 1972, estudando a relação signo-história, o filósofo desenvolve um conceito de signo não baseado em "determinações linguageiras", abrindo espaço para uma semiótica "alargada" ou teoria dos signos deleuzeana.

Palavras-chave: Tempo. Sentido. Semiótica. Inconsciente.

Downloads 1189  1189  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Argumentos sobre a imortalidade da alma no Fédon de Platão Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
MARINHO, Djalma Aranha Neto

O presente trabalho tem como objetivo o estudo da doutrina da imortalidade da alma no Fédon de Platão. O problema central reside na afirmação de ser a alma imortal, para justificar tal afirmação Platão lança mão de uma demonstração dialética fundamentada na Teoria das Formas ou Ideias. Será posto em dissertação a trama dos argumentos filosóficos articulados neste Diálogo, a saber: o argumento dos contrários; o argumento da anamnese; o argumento sobre a causa da geração e corrupção.

Palavras-chave: Platão. Fédon. Imortalidade da Alma. Teoria das Formas.

Downloads 1180  1180  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Norte  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Walter Banjamin e a Melancolia Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
DIAS, Luís Francisco Fianco

Trataremos aqui da melancolia encerrada em um movimento cultural distinto, o Barroco. Mas é preciso lembrar que este tipo de delimitação, apesar de ser identificado como um lapso temporal específico, não corresponde apenas à história, mas revela uma ideia, o que deixa entrever o espaço para as manifestações plenas de barroquismo em outras épocas, como a nossa, e auxilia na justificativa da escolha deste tema como ponto de partida para a compreensão da subjetividade moderna. O Barroco inaugura uma ideia que ainda é a nossa, dividida entre o referencial cristão e helenista, onde, através da dimensão da culpa e do luto, temos presentificada nossa fragilidade. Em nós há a alegoria e a melancolia, esta para dizer que o mundo não tem sentido e aquela para dizer que só através dela conseguiremos ter acesso às coisas cuja exatidão nunca encontraremos.

Palavras-chave: Walter Benjamin. Melancolia. Barroco.

Downloads 1154  1154  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade do Vale do Rio do Sinos  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A presença de Nietzsche no discurso de Foucault Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
OROPALLO, Maria Cristina

O presente trabalho pretende mostrar que, para constituir seu pensamento, Michel Foucault apropria-se e usa Nietzsche de maneira crucial. A presença de Nietzsche na obra foucaultiana se revela de três ângulos diferentes: em primeiro lugar, procuraremos nos concentrar na interpretação que Foucalt faz de alguns textos de Nietzsche e de que forma os utiliza como instrumento de trabalho (capítulo 1); em seguida, ao explicitarmos a forma de trabalhar foucaultiana, mostraremos como é aplicada essa ferramenta, seja através da sua metodologia (capítulo 2), seja como hipótese temática em suas pesquisas históricas (capítulo 3). Finalmente, acrescentaremos um quarto capítulo, que procura mostrar a apropriação de muitos elementos do pensamento nietzscheano, que permitem a Foucault construir, de forma autêntica e autônoma, a sua própria filosofia.

Palavras-chave: Ferramenta. Apropriação. Metodologia. História.

Downloads 1147  1147  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USJT  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Liberdade e tolerância em Nicolau de Cusa Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2012
Descrição:
RODRIGUES, José Ricardo Sousa

A dissertação verifica que a noção de sistema não pode ser aplicada à totalidade da filosofia de Nicolau de Cusa, contrariamente à pretensão de Ernest Cassirer. Partindo-se da cisão do pensamento cusano em dois grupos temáticos (filosofia da adequação e filosofia da composição) e analisando-se a presença dos conceitos de liberdade e tolerância em sua obra, conclui-se pela inadequação da noção de Cassirer, mormente quando nos aproximamos de temas próprios da filosofia prática. Trata-se, portanto, de devolver Nicolau de Cusa ao ambiente plural e formalmente livre da Renascença, admitindo escritos, conceitos, temáticas e preocupações variados e fracionados.

Palavra-chave: Nicolau de Cusa, Cardeal, liberdade, tolerância.

Downloads 1146  1146  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Cinzências da literatura : João Antônio com Nietzsche Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
ABREU, Wagner Coriolano de

O presente estudo examina a narrativa ficcional do jornalista e escritor João Antônio, pelo viés analítico da crítica à moral e do “eterno retorno do mesmo”, de acordo com o pensamento do filósofo e filólogo alemão Friedrich Nietzsche. Enfatizando as teorias da ficção e da personagem, realizamos uma investigação do universo representado pelo ficcionista brasileiro, em seis contos editados em livros publicados entre 1963 a 1993, nos quais encontramos elementos de moral. Posteriormente, agregamos uma reunião de sete diferentes narrativas com o mesmo protagonista, Jacarandá, e os poemas de Guardador de rebanhos, obra literária de Fernando Pessoa, a fim de examinarmos o conceito de eterno retorno ou “instante extraordinário”, assim denominado por Nietzsche.

Palavras-chave: Crítica à moral. Eterno Retorno do Mesmo. Fernando Pessoa. Filosofia de Nietzsche. João Antônio. Narrativa Ficcional Brasileira. Poesia Portuguesa.

Downloads 1138  1138  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!A poética de Aristóteles: tradução e comentários Popular Versão: 
Atualização:  26/4/2013
Descrição:
GAZONI, Fernando Maciel

Este trabalho é uma tradução da Poética de Aristóteles (com exceção dos capítulos 19 a 22, que não são discutidos aqui) acompanhada de comentários. A intenção dele é estabelecer um texto que leve em conta as várias contribuições dadas pelas principais traduções francesas, inglesas, italianas e portuguesas, e situar, por meio dos comentários, a Poética dentro do corpus da filosofia aristotélica, especialmente a ética de Aristóteles e sua teoria da ação.

Palavras-chave: Aristóteles. Ética aristotélica. Filosofia antiga. Poética. Teoria da ação.


Downloads 1134  1134  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Interioridade e transcendência: o conhecimento de si mesmo e o retorno ao Uno em Plotino Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Paulo César Lage de

Plotino estabelece como fim último da existência humana a unificação da alma com o princípio transcendente de todos os seres: o Uno ou o Bem. O objetivo deste trabalho é investigar em que sentido a interiorização é a via que permite a realização do retorno à transcendência. Segundo Plotino, isso só é possível em função da presença do Uno na alma, considerado como o seu centro e a sua natureza originária. O conhecimento de si mesmo é indispensável nesse processo, pois permite que a alma conheça a sua origem, o seu vínculo com o princípio e a causa do mal que a afeta. O caminho de subida ao princípio deve ser percorrido em duas etapas: do sensível ao inteligível e do inteligível ao Uno. Três são os candidatos aptos a percorrê-lo: o músico, o amante e o filósofo.

Palavras--Chave: Plotino. Uno. Conhecimento de si mesmo.

Downloads 1128  1128  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade de Brasília  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Dissertações
Fazer Download agora!Escolha e seletividade em Nietzsche: o tornar-se nos últimos escritos Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2013
Descrição:
RICCI, Ana Paula

Em 1888, Nietzsche afirma ser um princípio seletivo. A partir desta autodescrição, o presente trabalho tenciona mapear escolha e seletividade no pensamento nietzscheano, especialmente nos escritos do denominado terceiro período. Neste percurso vislumbramos determinadas problemáticas relacionadas: forças, ressentimento, gosto, moral do rebanho, legado de Sócrates, imprudência entre outras.

Palavras-chave: Nietzsche. Princípio seletivo. Moral do rebanho. Gosto. Ressentimento.

Downloads 1119  1119  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USJT - Universidade São Judas Tadeu  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 (12) 13 14 15 16 17 »