Educadores

Ínicio : Pedagogia : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (Z a A)

Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Hipertexto e letramento midiático: os novos recursos e a função do professor de educação Popular Versão: PDF
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Francisco Santana de

Pesquisas realizadas nos últimos meses indicam que o uso de computadores, Internet e outras ferramentas no apoio à educação auxiliam o papel de professores no processo de aprendizagem dos estudantes. A soma dessas tecnologias possibilita a criação de uma nova forma de interação de informações que se interliga na rede digital e é conhecida como hipertexto. Todo esse novo recurso possibilita numa percepção de novos caminhos na aprendizagem, o que tem feito a diferença no processo educacional dos estudantes de todas as faixas etárias. Portanto, o objetivo deste trabalho é discutir não apenas a função desses novos elementos na educação, após séculos de hegemonia da cultura livresca, como também destacar o novo papel do professor a partir dessa outra instância do letramento midiático. Para tanto, a fundamentação teórica será baseada nos estudos sobre hipermídia e letramento, de inspiração descritivo‐interpretativista, amplamente divulgados no país. A conclusão aponta para o fato de que essa nova instância do letramento, por meio do uso de computadores, bibliotecas digitais, internet, entre outros, apresenta grande número de informações aos estudantes de tal forma que adquirem outras percepções sobre objetos de pesquisa e estudo e com isso agregam novos elementos ao processo de educação. Tudo isso, por sua vez, adiciona outro papel à função do professor que necessita acompanhar essas transformações para que seja possível orientar os estudantes neste novo universo de possibilidades.

Palavras-chave: Educação. Interação. Era digital. 2º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação.

Downloads 1723  1723  Tamanho do arquivo 256.89 KB  Plataforma 2º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação  Site http://www.ufpe.br/nehte/simposio2008/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Habilidades do Século XXI Popular Versão: PDF
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
DEMO, Pedro

O século XXI exige novas habilidades das pessoas e sociedades, em especial novas alfabetizações, que desbordam de muito as tradicionais, tal como manejar devida fluência tecnológica, em especial autoria. Aproveitando plataformas da web podemos promover o exercício da autoria, desde que saibamos usá-las como ferramentas de produção de texto. A isto deve sempre se acrescer a preocupação com o espírito crítico, em particular perante a inundação de informação na internet que já mais desinforma do que informa. Sendo a tecnologia uma dinâmica ambígua, pode servir para qualquer coisa; oferece, contudo, grandes oportunidades desde que não se perca o olhar questionador. É mesmo possível falar de uma nova esfera pública para o debate democrático, na visão de Habermas, embora seja a internet bem mais conhecida como lugar de plágio. Sobressai aí o debate de Benkler, sobre riqueza das redes, chamando a atenção para um “novo modo de produção” de estilo solidário (wikipedia, por exemplo): os colaboradores não se movem por dinheiro, mas por conta de um projeto coletivo motivador.

Palavras-chave: Habilidades. Competência. Novas tecnologias. Docente. Multi-alfabetização. Século XXI.

Downloads 606  606  Tamanho do arquivo 446.35 KB  Plataforma Boletim Técnico do Senac  Site http://www.oei.es/pdf2/habilidades-seculo-xxi.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Grupo Escolar Mendes Gonçalves: Vicissitudes de Vida Material da Instituição no Antigo Sul de Mato G Popular Versão: PDF
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
TREVIZAN, Marcio; BRAZIL, Maria do Carmo

A presente comunicação foi gerada da vasta documentação existente nos arquivos locais, cujo conteúdo evidencia aspectos da organização do espaço físico e material do grupo escolar Mendes Gonçalves localizado na cidade de Ponta Porã (MS) como reflexo da realidade educacional nas primeiras décadas do século 20. Materiais didáticos e mobiliários identificados ou arrolados em diários de classe, atas do governo do Estado, livro de registros geral do almoxarifado da Instrução Pública de Mato Grosso permite contribuir para a escrita de parte da história da educação na região. A leitura desse material descortinam os significativos, os desafios materiais e práticos no processo de escolarização enfrentados por professores e alunos dos grupos escolares do Brasil, em geral, e do Grupo Escolar Mendes Gonçalves, em particular. Com relação a configuração do espaço escolar, foi possível apurar que o edifício foi construído pela iniciativa privada, Empresa Matte Larangeira, e foi doado ao Estado de Mato Grosso no ano de 1924. A estrutura física foi erguida em 9 de fevereiro de 1927 pelo então presidente do Estado de Mato Grosso, Mario Correa da Costa por meio do Decreto n. 752 com o nome de Mendes Gonçalves em homenagem ao presidente da referida empresa doadora do edifício. Os dados levantados dão conta de que o Grupo Escolar contava, à época, com quatro salas de aulas, cujos equipamentos, instalações e mobiliário foram remetidos de São Paulo, juntamente com o material didático e escolar fornecido pelo Almoxarifado Geral da Instrução Publica. O material analisado deixa pista de que a trajetória do Grupo Mendes Gonçalves foi marcada pela constante falta de material escolar e pela carência de professores habilitados para o ensino. Observamos também as marcas evidentes do parco investimento financeiro da parte do Estado de Mato Grosso no povoado de Ponta Porã. Tal realidade é atestada pelo jornal O Progresso de 18 de maio de 1924, quando menciona explicitamente que ‘Ponta Porã nada tem em melhoramentos de ordem material, devido a iniciativa do Governo do Estado.’ Dessa breve consideração sobre o Grupo Escolar Mendes Gonçalves esperamos contribuir para o avanço dos estudos históricos da escola mato grossense.

Downloads 4064  4064  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma VIII Congresso Luso Brasileiro de História da Educ  Site http://www.clbhe.ufma.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Gramsci e a educação do educador Popular Versão: 
Atualização:  24/8/2009
Descrição:
ROIO, Marcos Del

Com a fundação, em 1919, da revista L'Ordine Nuovo - que atravessou fases diversas -, Gramsci tratou de desenvolver uma teoria e uma prática política que tinham no problema de educação um elemento constitutivo essencial. Até a sua prisão, em 1926, Gramsci passou por três diferentes momentos de elaboração dessa questão. Um primeiro momento no qual ele dá prioridade à cisão, ao antagonismo e à auto-atividade dos trabalhadores diante do capital, no próprio cerne do processo produtivo capitalista. Educação, então, confunde-se com auto-educação. O momento que se segue é o da necessidade de se educar o Partido Comunista, recém-fundado, particularmente a sua direção. O terceiro momento é pensado como necessidade de se educar o educador das massas, reflexão que aparece no seu papel de dirigente principal do Partido Comunista Italiano (PCI).

Palavras-chave: Educação. Cultura. Intelectuais. Antagonismo. Revistas.

Downloads 2574  2574  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Scielo  Site http://www.scielo.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Freud, Politzer, Merleau-Ponty Popular Versão: 
Atualização:  21/8/2009
Descrição:
FURLAN, Reinaldo

O objetivo deste artigo é introduzir os primeiros contrapontos da filosofia de Merleau-Ponty com a psicanálise freudiana, ao lado da apresentação da "Crítica dos fundamentos da psicologia" (G. Politzer). Politzer critica o postulado freudiano da divisão psíquica e o postulado da semântica da linguagem convencional na determinação de todo sentido vivido. Merleau-Ponty faz uso dessas críticas para uma teoria da expressão e da existência humanas.

Palavras-chave: Maurice Merleau-Ponty. Georges Politzer. Sigmund Freud. Psicanálise. Fenomenologia.

Downloads 2085  2085  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Scielo  Site http://www.scielo.br
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Freire: Consciência e Libertação (A Pedagogia Perigosa) Popular Versão: 
Atualização:  24/8/2009
Descrição:
RUBIO, Eduardo Medina

As ideias e os escritos de Paulo Freire são parte importante para a mudança social. Dirigem-se àqueles que vêem o futuro do homem. As reflexões sobre a "Cultura do silêncio" contribuíram para desenvolver uma filosofia e um método para encontrar o sentido, a natureza, os propósitos e a identidade entre os oprimidos. A tarefa do educador deve ser a de problematizar para os educandos o conteúdo que os mediatiza e não entregá-lo como algo já feito, acabado. Paulo Freire foi criador e defensor de uma pedagogia crítica, considerada perigosa em 1964. A obra de Paulo Freire postula transformações culturais importantes em função da liberdade dos povos oprimidos.

Palavras-chave: Construtivismo pedagógico. Cultura do silêncio. Tarefa do professor. Pedagogia crítica.

Downloads 2263  2263  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Scielo  Site http://www.scielo.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Formas contemporâneas de negociação com a depredação Popular Versão: PDF
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
MEDRADO, Hélio Iveson Passos Medrado

No conjunto das ações que definem a dimensão do político, do ato de decifrar, interpretar e controlar o fenômeno da violência urbana, pretende-se encaminhar o modo de fazer contemporâneo, que podemos chamar de negociação com a depredação escolar. Trata-se de reflexões, estudos e pesquisas realizados no Brasil e na França sobre o aparecimento da violência urbana em escolas localizadas em bairros pobres e desfavorecidos.

Palavras-chave : Violência. Depredação. Negociação. Escola. Marginal.

Downloads 457  457  Tamanho do arquivo 61.30 KB  Plataforma  Cadernos Cedes  Site http://www.scielo.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro Popular Versão: 
Atualização:  18/12/2012
Descrição:
SAVIANI, Dermeval

A necessidade da formação docente já fora preconizada por Comenius, no século XVII, e o primeiro estabelecimento de ensino destinado à formação de professores teria sido instituído por São João Batista de La Salle em 1684, em Reims, com o nome de Seminário dos Mestres (Duarte, 1986, p. 65-66). Mas a questão da formação de professores exigiu uma resposta institucional apenas no século XIX, quando, após a Revolução Francesa, foi colocado o problema da instrução popular. É daí que deriva o processo de criação de Escolas Normais como instituições encarregadas de preparar professores.

Palavras-chave: Formação docente. Políticas educacionais. Escolas Normais.

Downloads 490  490  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista Brasileira de Educação  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Formação de professores-tutores para atuar nos cursos na modalidade a distância da Seed-pr – relato Popular Versão: pdf
Atualização:  15/8/2016
Descrição:
BORTOLOZZO, Ana Rita S.; KAPPAUM, Eliz Silvana de Freitas; HASPER, Ricardo

Este trabalho apresenta um relato de experiência sobre a implantação e implementação do curso de Formação de Tutores para Educação a Distância, ofertado aos professores da Rede Estadual de Ensino do Paraná. O projeto surge de uma nova demanda da Secretaria de Estado da Educação (Seed), que optou por mais essa modalidade de ensino como dispositivo de formação continuada, articulada às políticas de desenvolvimento e atualização profissional. O objetivo é preparar professores-tutores para atuarem nos Cursos do Programa de Formação Continuada, ofertados na modalidade a distância. Para efetivação do processo, a equipe de Educação a Distância da Diretoria de Tecnologias Educacionais do Paraná (Ditec)/ Seed/PR elaborou e efetivou um plano de ação, em que seus elementos componentes foram a elaboração do material impresso, a organização e criação do curso no ambiente E-escola, utilizando-se da plataforma Moodle, e um sistema de acompanhamento e avaliação. A organização curricular do curso estruturou-se em cinco módulos, com carga horária total de sessenta e quatro horas, na sua maioria realizada a distância e com dois encontros presenciais, um ao início e outro ao final do curso. Inicialmente, o curso foi ofertado a cento e um professores da rede estadual, atuantes na Secretaria de Educação e nos trinta e dois Núcleos Regionais de Educação, distribuídos em cinco grupos, com um total de oitenta e um professores concluintes, dos quais quarenta e cinco passaram a atuar como tutores em cursos demandados pela Seed / PR. Além da participação, durante o curso, os professores puderam contribuir para reestruturação do material didático e com a proposta de formação continuada a distância da Seed.

Palavras-chave: Educação a Distância. Formação continuada. Formação de professores-tutores.

Downloads 970  970  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 1.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Artigos
Fazer Download agora!Formação de professores na perspectiva da biologia do amor e do fluir em ambientes informatizados Popular Versão: PDF
Atualização:  21/8/2013
Descrição:
MACIEL, Margareth de Fátima; FACCIN, Liliam

Esse texto apresenta uma discussão sobre a formação de professores para a utilização da informática na escola a partir da teoria da autopoiese e do fluir, destacando que essa formação configura-se como elemento fundamental para uma mudança na prática pedagógica. A prática, por sua vez, parece estar relacionada às concepções subjacentes ao fazer do professor, ou seja, à realização de uma atividade educacional que valorize as capacidades individuais e coletivas dos alunos e seja baseada na compreensão das condições, limites e possibilidades de cada um considerando a afetividade, a responsabilidade e a democracia elementos que viabilizam o desenvolvimento global e qualitativo do ser humano.

Palavras-Chave: Autopoiese. Formação docente. Informática educacional. Prática pedagógica.

Downloads 1279  1279  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista RENOTE - Novas Tecnologias na Educação  Site http://seer.ufrgs.br/renote/article/view/13609
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 (9) 10 11 12 13 14 15 16 17 18 »