Educadores

Ínicio : Ciências : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (3)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A construção do currículo na perspectiva popular crítica das falas significativas às práticas contex Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
SILVA, Antonio Fernando Gouvêa da

Partindo de experiência docente em escolas públicas municipais e estaduais, do trabalho como assessor pedagógico na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (gestão 1989–1992) e, posteriormente, em diferentes gestões de administrações populares no Brasil, procuro caracterizar momentos organizacionais para movimentos de reorientação curricular. A proposta político pedagógica analisada é o Projeto Interdisciplinar via Tema Gerador, compreendido como um processo de formação permanente e coletiva dos educadores, envolvendo toda a comunidade escolar, na perspectiva de buscar a superação da dicotomia entre teoria e prática a partir dos conflitos e contradições vivenciados no contexto da escola pública. A participação contextualizada dos sujeitos na construção de suas práticas pedagógicas é uma exigência política, epistemológica e sociocultural para a qualificação do fazer educativo nos diferentes momentos do processo de construção curricular: desde a caracterização das dificuldades enfrentadas no cotidiano da escola convencional até o momento de preparação de atividades pedagógicas para sala de aula, sendo estas organizadas a partir da seleção de falas significativas da comunidade, temas geradores sistematizados em redes de relações – que procuram, dialeticamente, articular diferentes dimensões da realidade sociocultural – e por recortes pertinentes do conhecimento universal sistematizado, realizados pelos educadores das diferentes áreas do conhecimento. Portanto, a perspectiva que deve orientar esse processo de construção curricular fundamenta-se em referenciais éticos, políticos, epistemológicos e pedagógicos, na Teoria Crítica e na práxis da Educação Popular e Libertadora, em que o compromisso emancipatório orienta o fazer dialógico na construção de um currículo popular crítico. Por fim, são discutidas as relações entre esses movimentos e as políticas educacionais curriculares que os desencadearam no intuito de caracterizar avanços e dificuldades observados nas práticas analisadas e as condições necessárias para que sua implementação se dê de forma coerente, contribuindo efetivamente para a construção de uma comunidade escolar autônoma, comprometida com a transformação da realidade sociocultural em que está inserida.

Palavras-chave: Prática pedagógica. Prática curricular. Currículo popular crítico. Políticas curriculares.

Downloads 30902  30902  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUC-SP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!O Trabalho como Princípio Educativo do Ensino Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
ZANELLA, Jose Luiz

Este estudo tem como objetivo analisar as determinações do trabalho e do mundo do trabalho no ensino escolar público. Mostra, a partir da filosofia da práxis, que a defesa da centralidade do trabalho está relacionada a defesa do ensino e da ciência ao mesmo tempo. Para tanto, a análise busca explicitar os pressupostos teórico-metodológicos da filosofia da práxis, mostrando que a defesa do ensino do concreto como sendo o ensino do conceito, este entendido como sendo o conceito cientifico e filosófico, pressupõe, para o professor, clareza ontológica, antropológica, epistemológica e de práxis.
A defesa do ensino a partir da defesa do trabalho, neste estudo, expressa uma primeira aproximação de crítica as tendências de ensino denominadas de “ensino reflexivo”, “professor pesquisador” e “construtivistas”. Mostra que estas tendências de ensino negam a centralidade do trabalho, ao mesmo tempo que negam o ensino da ciência na perspectiva da filosofia da práxis e articulam-se com o trabalho flexível da reestruturação do capitalismo. São, portanto, tendências do ensino do capital que expressam uma visão de mundo neoliberal e, na maioria dos casos, pós-moderna. A ênfase da tese consiste em investigar o processo de trabalho a partir da “teoria do valor”, primeiramente no pensamento de Ricardo e, depois na constituição da filosofia da práxis em Marx. A pesquisa científico-filosófica de Marx sobre o processo de trabalho nas suas diferentes mediações e dimensões, bem como a forma da organização do trabalho numa determinada sociedade, é crucial para a apreensão do que seja o homem como ser de trabalho e das formas que o processo de trabalho assume na sociedade capitalista. Com base em Marx, torna-se possível a historicização da categoria trabalho no desenvolvimento da sociedade capitalista. Na perspectiva do materialismo dialético faz-se uma breve análise do trabalho no século XX demarcando sua passagem - em processo - do fordismo ao pós-fordismo no sentido de verificar que há uma tendência positiva de avanço da tecnologia enquanto materialização das ciências nas atividades produtivas. Este avanço está na tendência de ampliação do trabalho imaterial que traz consigo exigências de qualificação tecnológica. Mas, estas transformações do processo de trabalho ocorrem na lógica de desenvolvimento da sociedade capitalista. Ampliam-se as contradições entre riqueza produzida e exclusão social e entre a possibilidade concreta de trabalho livre emancipador e trabalho flexível precarizado. Permanece a alienação do trabalho e a classe que vive do trabalho vê-se cada vez mais fragmentada. Estas determinações do trabalho trazem determinações a escola pública através de diferentes mediações. Na óptica do capital, a escola pública restringe-se a formar o trabalhador coletivo para atender as demandas do processo produtivo tal como requer a organização do trabalho. No pós fordismo, trata-se de formar o trabalhador polivalente. Na óptica da classe trabalhadora, a escola pública tem no trabalho concreto industrial mais desenvolvido seu princípio educativo. A formação requerida é unilateral, tecnológica, de emancipação humana e social. A presente tese retoma e reafirma os postulados da filosofia da práxis sobre as relações entre processo produtivo, escola e ensino para mostrar que o ensino do concreto ocorre como uma atividade no e do pensamento, pela mediação do trabalho como princípio educativo.

Downloads 13278  13278  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Prática de Ensino de Ciências e Biologia e seu Papel na Formação de Professores Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
ZAMUNARO, Ana Noêmia Braga Rocchi

A tese “Prática de Ensino de Ciências e Biologia e seu papel na formação de professores” relata a construção de experiências teórico-práticas de licenciandos do 4º ano de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual Paulista – UNESP – Campus de Bauru que cursavam a disciplina “Prática de Ensino de Ciências e Biologia”. O referencial teórico utilizado para a análise das atividades propostas na presente tese é a teoria pragmática de John Dewey (1859-1961) e seus conceitos de experiência, educação e pensamento reflexivo subsidiaram a discussão dessas atividades. A metodologia utilizada é a pesquisa qualitativa. Para a verificação de aprendizagem aplicamos instrumentos investigativos tais como: questão inicial, análise das aulas preparadas e dadas na Universidade, avaliação dos grupos sobre as aulas dadas, avaliação das aulas lecionadas na escola pública e avaliação final das atividades realizadas durante o ano letivo. Os resultados indicaram-nos que o referencial teórico deweyano subsidiou os licenciandos no processo de formação de uma prática docente reflexiva.

Palavras-chave: Prática de ensino. John Dewey. Conceitos de experiência. Educação e pensamento reflexivo.

Downloads 12290  12290  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual Paulista - Unesp  Site http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/cp027599.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Sucos de Laranja: Abordagem Química, Física, Sensorial e Avaliação de Embalagens Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
FRATA, Marcela Tostes

Oito amostras comerciais de suco adoçado e néctar de laranja foram analisadas quanto às características físico-químicas e quanto à aceitação, por 101 consumidores. Constatou-se que as amostras apresentavam conformidade com a legislação vigente para os parâmetros físico-químicos. Os dados de aceitação foram analisados por ANOVA, teste de Tukey, Mapa de Preferência Interno (MDPREF) por meio de Análise de Componentes Principais (ACP), Escala Multidimensional (EM) com Análise de Agrupamentos (AA) e Mapa de Preferência Externo (PREFMAP) com AA. As notas médias obtidas variaram de 4,0 (desgostei ligeiramente) a 6,1 (gostei ligeiramente). O MDPREF por ACP não demonstrou separação nítida dos consumidores em relação à aceitação das amostras. Já o MDPFREF obtido por EM seguida por AA, demonstrou a segmentação de quatro grupos principais com relação à aceitação. Os principais atributos positivos de duas amostras mais aceitas foram doçura, cor e sabor próximo ao suco fresco e, como aspectos negativos, odor, sabor artificial, sabor de sumo e sabor cozido. No PREFMAP o comportamento dos consumidores foi semelhante ao MDPREF permitindo identificar as amostras com maior e menor aceitação em relação às características físico-químicas. Atributos de cinco embalagens comerciais de suco adoçado, suco reconstituído e néctar de laranja foram avaliados por meio das técnicas grupos de foco e análise conjunta. Foram levantados os fatores e níveis, marca (muito conhecida e menos conhecida), preço (alto e baixo), declarações (“natural, sem conservantes, rico em vitamina C” e sem informação) e tipo de bebida (suco e néctar), como relevantes na atitude de compra de consumidores. Elaboraram-se oito imagens de embalagens contendo diferentes combinações dos atributos levantados, obedecendo ao delineamento fatorial fracionado (24-1). As imagens foram avaliadas, quanto à intenção de compra, por 101 consumidores. Houve a separação dos consumidores em três grupos de acordo com a similaridade no comportamento de compra. O conhecimento prévio da marca, preço baixo e as declarações “natural”, “sem conservantes” e “rico em vitamina C” na face frontal da embalagem mostram-se importantes para a maior comercialização do produto. Pôde-se observar pelos testes de ANOVA, Tukey, MDPREF, PREFMAP e avaliação das embalagens que não houve relação definida entre o tipo de suco e a preferência do consumidor. Foram extraídos, separados, identificados e quantificados, por CLAE, 14 tipos de nucleotídeos, incluindo os 5’-mono, di- e trinucleotídeos naturalmente presentes em suco de laranja recém-extraído e integral pasteurizado. Para testar a estabilidade térmica dos nucleotídeos, as amostras de suco recém-extraído foram aquecidas a 92ºC por 1 e 10 minutos sob agitação e resfriadas imediatamente, revelando que os mesmos são instáveis sob a ação de tratamento térmico. O efeito da adição de diferentes concentrações de nucleotídeos na preferência de suco de laranja integral pasteurizado foi determinado por teste de ordenação com cerca de 30 consumidores. O IMP (5’-inosina monofosfato) e o GMP (5’-guanosina monofosfato) não foram capazes de modificar a preferência do consumidor, enquanto que o XMP (5’-xantosina monofosfato) diminuiu a preferência na concentração de 5 mg/L. A adição de 5 mg/L de AMP (5’-adenosina monofosfato), CMP (5’-citidina monofosfato), UMP (5’-uridina monofosfato) e XMP em suco comercial de laranja adoçado com sabor laranja pouco pronunciado não modificou a preferência do consumidor, pelo teste de ordenação com 40 provadores.

Palavras-chave: Sabor. Análise sensorial. Marketing e comportamento do
consumidor.

Downloads 8743  8743  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000134692
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Abordagem Naturalista na Educação Ambiental: uma análise dos projetos de educação em Curitiba Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
RAMOS, Elisabeth Christmann

O presente estudo tem como objeto de análise os programas e projetos de educação ambiental implementados pela administração municipal de Curitiba no período de 1989 a 2004, com o objetivo de investigar o conteúdo do discurso ecológico oficial implícito nesta proposta educativa. Também é nosso objetivo analisar os conceitos, os significados e sentidos que constituem esse discurso, com vistas a explicitar e problematizar a presença da abordagem naturalista e suas implicações no campo educativo. Por abordagem naturalista nos referimos àquela perspectiva que dá ênfase aos aspectos biológicos e ecológicos das questões ambientais, e que privilegia os danos físico-químicos sobre o meio ambiente em detrimento das dimensões políticas e econômicas; e que desconsidera os conflitos sociais que estão no cerne desta problemática. O pressuposto assumido é de que, ao privilegiar o biologicismo, esta abordagem reforça o dualismo na interpretação das relações entre os seres humanos e a natureza, e se constitui em fator limitante para a construção de uma cidadania articulada com o compromisso ético e político em relação às questões socioambientais. Buscou-se, assim, compreender e problematizar os nexos entre educação e meio ambiente no campo conceitual teórico-metodológico em que a educação ambiental foi proposta, à luz do contexto histórico que lhe deu origem. Entende-se que as práticas educativas não são realidades autônomas e estão subordinadas ao contexto de desenvolvimento existente, que condiciona sua direção política e pedagógica. Neste caso, elas ganham sentidos a partir das formas com que se associam aos cenários sociais e históricos mais amplos, constituindo-se em projetos pedagógicos políticos datados e intencionados. Assim, a emergência de um conjunto de práticas educativas denominadas de educação ambiental só pode ser entendida dentro deste processo histórico como sinalizador da exigência de uma outra concepção de educação para enfrentar o desafio contemporâneo de repensar as relações entre sociedade e natureza. Em que pese a retórica pedagógica ambiental ter a pretensão de ser crítica, a análise documental revelou que nas propostas educacionais no município, assim como naquelas anunciadas para outros setores, prevalecem concepções, sentidos e significados que respondem muito mais às políticas ambientais defendidas pela administração municipal em seus diferentes momentos (e também as de fora dela) do que ao resultado de uma reflexão do processo educativo e de seus fundamentos. Considera-se relevante e urgente a demarcação das formulações, explícitas ou não, veiculadas pelo discurso ecológico oficial; também deve-se tornar público o debate e o diálogo entre as diferentes abordagens, de modo a favorecer o entendimento das implicações práticas, pedagógicas e políticas no uso das tradições que historicamente sustentam o tema, para que o educador em geral possa problematizá-las num processo de constante superação.

Palavras-chave: Educação ambiental. Concepções de natureza. Meio ambiente. Ecologia. Desenvolvimento sustentável. Cidadania.

Downloads 5117  5117  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Educação sexual e formação de professores de ciências biológicas: contradições, limites e possibilid Popular Versão: PDF
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
BONFIM, Cláudia Ramos de Souza.

A presente pesquisa consiste em compreender as contradições, possibilidades e limitações da Educação Sexual na disciplina de Ciências nas Escolas de Ensino
Fundamental. Parte-se dos fundamentos históricos, políticos e filosóficos para compreender a sexualidade humana e os discursos hegemônicos sobre sexualidade e educação. Aborda-se a trajetória histórica e os marcos epistemológicos da universidade brasileira, as políticas de formação do professor de Ciências Biológicas e a Educação Sexual no Brasil da matriz colonial à proposta da universidade liberal, do patriarcalismo às políticas educacionais leigas e a concepção médica-higienista de Educação Sexual; a universidade brasileira como projeto nacional-desenvolvimentista, as políticas de formação de professores para a industrialização e a abordagem tecnicista da sexualidade. Analisam-se as concepções de sexo e sexualidade no discurso e prática dos professores de Ciências Biológicas e passagem histórica da sexualidade como tema do campo biológico para as Ciências Humanas; as matrizes da reflexão sobre a sexualidade na modernidade, a identidade biológico-reprodutiva matricial e suas legitimações a partir das teorias de Lamarck, Mendel e Darwin; a ruptura moderna com o naturalismo biológico: Havelock Ellis e Freud; a apropriação das ciências humanas e sociais das representações matriciais de sexo e sexualidade, destacando os estudos de Reich, Marcuse, Engels e Foucault. As considerações finais intentam corroborar a tese que defendemos neste estudo: a educação sexual escolar ainda não foi capaz de superar as matrizes e paradigmas oriundos da tradição médico-biologista. As novas abordagens da educação, as pesquisas no campo das Ciências Humanas e Sociais e a ampliação da investigação sobre a Sexualidade e suas plurívocas dimensões apontam para uma nova etapa da circunscrição científica e política dessa temática e suas implicações sociais.

Palavras-chave: Educação sexual. Formação de professores. Sexualidade.

Downloads 4619  4619  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A dinâmica da Cooperação Espacial Sul-Sul: o caso do Programa CBERS (China-Brazil Earth Resources Sa Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
COSTA FILHO, Edmilson de Jesus Costa

O êxito da Cooperação Espacial Sul-Sul pode ser considerado um caso sui generis na literatura internacional, devido às dificuldades inerentes que os projetos de codesenvolvimento cientifico e tecnológico imputam a países periféricos. O trabalho tem por objetivo fazer uma análise de um programa de cooperação tecnológica sino-brasileira na área espacial, o Programa CBERS, buscando enfocar a dimensão do aprendizado do Brasil com a cooperação. Esta análise foi estruturada em torno de três eixos: macro, relacionado ao aspecto político da cooperação; meso, relacionado ao aspecto organizacional do INPE; e micro, relacionados aos aspectos científicos e tecnológicos da área de Engenharia e Tecnologia Espacial do instituto. Segundo a proposta metodológica, estes eixos se complementam e se interligam formando uma ferramenta capaz de analisar o aprendizado da cooperação. O estudo se baseou em um levantamento de informações quantitativas e qualitativas junto ao INPE e ao MRE, assim como em entrevistas com técnicos brasileiros participantes do programa.

Palavras-chave: Cooperação internacional. Satélites. Pesquisa espacial. Brasil. Tecnologia. Estado.

Downloads 4190  4190  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICAMP  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000399212
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!Efeito da matéria-prima e do processamento nos compostos bioativos e na atividade antioxidante do ca Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
VIGNOLI, Josiane Alessandra

O consumo de café registrou um crescimento significativo nos últimos anos. As duas espécies mais comercializadas são Coffea arabica e Coffea canephora, sendo a primeira de maior valor comercial e qualidade sensorial. Atualmente, vários estudos sugerem efeitos potencialmente benéficos na saúde devido ao consumo da bebida, como a eficiência e proteção contra alguns tipos de câncer, doenças do fígado e danos aos tecidos induzidos por radiação. O café contém vários componentes bioativos que podem explicar esse efeito positivo, destacando-se os antioxidantes. Desta maneira, este trabalho teve como objetivo avaliar a atividade antioxidante (AA) do café arábica e robusta e sua composição química, sob influência de diferentes condições de processamento, como grau de torra e processo de extração e método de preparo da bebida final, correlacionando a AA com os compostos identificados. A AA foi avaliada pelos métodos FRAP, ABTS, deoxirribose, DPPH e determinação de fenólicos totais (Folin- Ciocalteau). A composição química foi determinada por CLAE e CG/MS. Os compostos que mais se destacaram pelo potencial antioxidante foram o ácido 5-cafeoilquínico (5-ACQ), melanoidinas, cafeína, maltol e guaiacóis, mas a capacidade de cada um foi variável nos diferentes métodos empregados. O processo de torra provocou uma degradação de compostos fenólicos, mas esse fato foi compensado pela formação de melanoidinas, o que manteve o equilíbrio da AA do produto. Entretanto, quando condições de torra mais severas foram aplicadas, a formação de novos potenciais antioxidantes não foi o suficiente para compensar a degradação, provocando uma diminuição da AA de produtos de cor escura. A maior presença de cafeína no café robusta conferiu a seus produtos maior AA. O processo de extração utilizado para café solúvel influenciou a composição química do produto, principalmente para amostras de cor clara, onde se observou uma maior preservação de 5-ACQ e extração de cafeína no processo utilizando duas correntes de água. Diferentes métodos de preparo da bebida levaram a uma diferenciação na composição química e AA. Bebidas de filtro e expresso mostraram-se semelhantes quanto à composição e AA. A maior extração de sólidos da bebida espresso favoreceu a maior AA observada na maioria dos métodos. No entanto, todas as bebidas originadas do café torrado (filtro, espresso e solúvel) apresentaram uma expressiva AA que foi atribuída principalmente à cafeína, 5-ACQ e melanoidinas.

Palavras-chave: Café - Avaliação sensorial. Café - Compostos bioativos. Café - Antioxidantes. Café solúvel.

Downloads 3316  3316  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Construção Coletiva de uma Prática de Formação de Professores de Ciências Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
CHAVES, Silvia Nogueira

Este trabalho relata pesquisa sobre prática de formação continuada de professores de ciências do ensino fundamental, desenvolvida por grupo de quinze professores-formadores (dentre os quais a autora se inclui) no âmbito do Projeto de Educação Continuada (PEC) da Secretaria de Estado de Educação de São Paulo. Trata-se, portanto, de uma pesquisa partipante, na modalidade narrativa, cujo objetivo é explicitar, a partir das ações do grupo, saberes produzidos no processo de construção daquela prática de formação docente. Defende-se a tese de que saberes construídos “em situação” podem constituir base para emergência de nova epistemologia da prática de formação de professores que parta das condições concretas de desenvolvimento do trabalho docente. A construção daquela prática foi acompanhado por meio de registro em audio e transcrição das narrativas dos formadores durante reuniões de planejamento e avaliação do processo de formação, de entrevistas com seis formadores, por meio de análise de materiais produzidos pelo grupo e anotações, pessoais, de campo elaboradas durante aproximadamente um ano. A análise desses materiais revela uma prática produzida em constante diálogo com situações concretas de trabalho do grupo. Desses diálogos emergiu o entendimento de que o Estado, como poder constituído, é o principal meio, mas também o principal obstáculo ao projeto de desenvolvimento profissional do professor. Isso implica que processos de formação continuada devem constituir-se na tensão entre assimilar e, simultaneamente, transformar limites institucionais em possibilidades pedagógicas. Para tanto é importante que formadores e professores estabeleçam, entre si, relações de parceria buscando conquistar autonomia profissional. Conquista cujo processo requer que formadores ponham em disponibilidade modelo pedagógicos que permitam aos professores verem em ação outras/novas formas de organizarem seus trabalhos docentes e, assim, assumirem-se como autores de suas práticas pedagógicas. Nesse processo de assunção cabe, ainda, aos formadores fomentar a auto-estima dos professores. A recuperação da auto-estima, a certeza do valor e da importância de ser professor numa sociedade cindida entre os que produzem e os que simplesmente consomem os produtos da ciência, pode redimensionar junto aos professores a importância de buscar a competência profissional. Competência que se transforma em força política capaz de mobilizar professores para exigirem melhores condições de trabalho e maior liberdade para exercerem sua autonomia profissional.

Downloads 2725  2725  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site 
Avaliação: 9.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Teses
Fazer Download agora!A Terra Sob Medida: aplicações e reflexões sobre o uso da história da ciência em ambientes virtuais Popular Versão: pdf
Atualização:  16/3/2012
Descrição:
MENDES, Maria Isabel Porazza

A presente tese refere-se ao desenvolvimento e resultados de um curso à distância oferecido durante o 2º semestre de 2004 e início de 2005, em várias edições e versões, para professores dos níveis de ensino fundamental e médio. O tema central são as discussões referentes à direção do achatamento terrestre ocorridas no início do século XVIII, principalmente opondo newtonianos e cartesianos. Este trabalho fundamenta-se na importância da História da Ciência em espaços de ensino de ciências e na possibilidade de se trabalhar com ambientes virtuais de aprendizagem. Sua construção está alinhada tanto à compreensão de que a ciência é uma atividade social, como à abordagem sociocultural da aprendizagem. As estratégias de aprendizagem desenvolvidas neste curso privilegiaram as simulações históricas e a resolução de situações-problema. Nos capítulos iniciais são apresentados a metodologia, as referências teórico-históricas e o contexto do curso desenvolvido. Os resultados destas experiências são analisados e discutidos nos capítulos seguintes. Na conclusão deste trabalho apresentamos a análise da hipótese levantada sobre a virtualidade encontrada em ambientes virtuais de aprendizagem e na História da Ciência.

Downloads 1441  1441  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 »