Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Considerações sobre o ensino da literatura nas séries iniciais da Educação Básica Popular Versão: 
Atualização:  17/4/2018
Descrição:
SOUZA, Mariane Ramos de; BAYS, Monica Aparecida

Artigo sobre o trabalho pedagógico com literatura infantil produzido pelas estudantes do 2º período de Pedagogia da PUCPR, na disciplina Literatura na Educação Básica, sob orientação da Prof. Angela Mari Gusso.

Palavras-chave: Letramento literário. Leitura. Literatura infantil.

Downloads 115  115  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Práticas de leitura a partir da notícia no hipertexto: um olhar sobre o Portal G1 Popular Versão: PDF
Atualização:  6/1/2016
Descrição:
SILVA, Silvio Profirio da

Este trabalho tem como objetivo abordar os subsídios do gênero notícia na web, para a promoção de novas práticas cognitivas de leitura. Decorrente disso, pretendemos verificar quais são os principais elementos textual-discursivos materializados pela noticia hipertextual. Para tal, fizemos uso do levantamento bibliográfico e da análise de notícias como passos metodológicos. Os resultados apontam que, dos elementos constituintes da notícia na web, os textos publicados pelo Portal G1 trazem consigo: a Hipertextualidade, a Multimidialidade, a Customização e a Atualização Contínua, deixando de lado a Interatividade e Memória.

Palavras-chave: Hipertexto. Notícia. Web. Leitura.

Downloads 184  184  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Anais do Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão  Site http://encontro.anais.faculdadesenacpe.edu.br/volumes/anais/volume%208/028-2014.pdf
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A notícia no jornal O Diário de Pernambuco (1825 - 1925): uma abordagem histórica Popular Versão: 
Atualização:  25/8/2016
Descrição:
SILVA, Silvio Profirio da

De acordo com Gomes & Iapechino (2011), as discussões atinentes aos gêneros jornalísticos ampliaram-se consideravelmente, abrangendo uma gama de perspectivas. Entre estas, estão as Tradições Discursivas, que, segundo as autoras, elegem como objeto de estudo as formas tradicionais de texto, focando nos elementos textual-discursivos da constituição linguística dos gêneros textuais, como também nas marcas de continuidade e de mudança desses gêneros disseminados socialmente. Dentre esses gêneros, está a notícia. A notícia, segundo Benassi (2007), consiste em um gênero textual, que volta seu olhar para acontecimentos de diversos expedientes ocorridos recentemente. Recorrendo, teoricamente, às contribuições de Andrade et al. (2011), Gomes (2008), Gomes & Iapechino (2011), Oliveira (2009), Patriota (2013), entre outros, este trabalho tem por objetivo abordar o tratamento dado ao gênero notícia no Jornal Diário de Pernambuco, em uma perspectiva diacrônica, analisando as notícias publicadas por esse jornal dentre um intervalo de 100 anos [1825 - 1925].

Palavras-chave: Jornal. Gênero Notícia. Mudança.

Downloads 193  193  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Livros didáticos de Língua Portuguesa: como eram antes? Como são agora? Popular Versão: 
Atualização:  25/8/2016
Descrição:
SILVA, Silvio Profirio da; SOUZA, Francisco Ernandes Braga de; CIPRIANO,
Luís Carlos; LUCENA, Josete Marinho de.

Este trabalho objetiva verificar quais são as alterações na organização interna dos Livros Didáticos de Língua Portuguesa. Decorrente disso, pretendemos verificar como se dá: (I) a abordagem das atividades de compreensão textual; (II) a abordagem das atividades de produção textual; (III) a abordagem gramatical; (IV) a abordagem do vocabulário. Para tanto, pautamo-nos na revisão de literatura, ancorando-se em Bezerra (2001; 2010), Cardoso (2003), Mendonça (2007), Doretto e Beloti (2011) e
Santos et al. (2007). Para isso, efetuamos a análise de dois livros didáticos de Língua Portuguesa: Português Dinâmico (Siqueira e Bertolin, 1978) e Linguagens (Cereja e Cochar, 2012), ambos utilizados em escolas estaduais no Estado de Pernambuco, no 7º ano. Os resultados apontam que o primeiro livro concede proeminência à descrição da morfossintaxe, materializando atividades estruturais calcadas na reprodução de modelos, bem como atividades de compreensão e produção textual calcadas na decodificação e na primazia à norma gramatical, respectivamente. O segundo dá protuberância à reflexão e ao uso, trazendo atividades calcadas na contextualização e na multiplicidade de significações da linguagem. Neste sentido, a organização interna desses manuais está calcada em concepções de língua opostas. O primeiro materializa uma concepção de língua como código e estrutura. O segundo, uma concepção de língua como interação social, o que demonstra o respaldo em abordagens teóricas distintas (Linguística Estrutural e Linguística da Enunciação).

Palavras-chave: Pedagogia da língua. Livros didáticos. Organização interna. Modificações.

Downloads 221  221  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 1.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!O ensino da compreensão textual na contemporaneidade: um olhar sobre a multimodalidade discursiva Popular Versão: 
Atualização:  25/8/2016
Descrição:
SILVA, Silvio Profirio da; SOUZA, Francisco Ernandes Braga de; CIPRIANO,
Luís Carlos; LUCENA, Josete Marinho de

Consoante Moraes e Dionísio (2009), a propalação dos artefatos da informática e da tecnologia deflagrou um amplo contingente de alterações na construção informacional. A composição textual dar-se não só através de signos alfabéticos, como também de um vasto contingente de elementos textual-discursivos provenientes do plano visual. Com isso, o conceito de texto modificou-se consideravelmente e não se refere somente ao código verbal escrito. Hoje, o texto é algo multimodal, o que abrange múltiplas semioses. Para Dionísio (2007), o documento multimodal consiste numa prática de construção textual viabilizada pela mobilização de diferenciadas formas de representação. Isso tem viabilizado a efetivação de novos formatos de leitura. Ancorados em Antunes (2009), Barbosa e Souza (2006), Costa Val (2004), Dionísio (2007), Kleiman (1989), Koch e Elias (2006), entre outros, este trabalho objetiva refletir acerca da compreensão textual pautada em textos multimodais. Ou seja, como o caráter multimodal carrea subsídios para a efervescência de novos formatos de leitura.

Palavras-chave: Multimodalidade. Ensino. Compreensão leitora. Modificações

Downloads 225  225  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Construções identitárias: ser leitor e alfabetizador de jovens e adultos. Popular Versão: 
Atualização:  29/10/2012
Descrição:
VÓVIO, Cláudia Lemos

Este artigo focaliza as relações entre linguagem e construção de identidades leitoras por alfabetizadores de jovens e adultos. Apresenta resultados de uma pesquisa de doutorado que teve como foco o letramento desses agentes. Ao interpelar os discursos desses agentes sobre si mesmos e acender aos sentidos atribuídos à leitura, pretende-se contribuir para o delineamento de processos de formação. A análise, numa perspectiva linguístico-enunciativo-discursiva, revelou um aspecto distintivo frente aos resultados de pesquisas prévias com profissionais docentes: a forma assertiva e positivada com que produziram imagens de si, como leitores e, consequentemente, como alfabetizadores. Nessa construção, observa-se ainda um movimento de autolegitimação por meio de operações discursivas que têm como foco a exaltação de propriedades pessoais, a referência a objetos culturais tomados como legítimos e o trânsito por novas práticas culturais.

Palavras-chave: Identidade. Letramento. Prática de leitura. Formação de professores. Alfabetização de jovens e adultos.

Downloads 231  231  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNISUL  Site http://aplicacoes.unisul.br/pergamum/biblioteca/index.php?resolution2=1024_1&tipo_pesquisa=&filtro_b
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Os mediadores das práticas de letramento de professores em formação inicial. Popular Versão: 
Atualização:  29/10/2012
Descrição:
GUEDES-PINTO, Ana Lúcia.

Tomando como base a geração de dados proporcionada pela pesquisa “Formação do professor: processos de retextualização e práticas de letramento”, focalizo o processo de apropriação da prática de leitura vivenciada pelos professores em formação inicial. Nas narrativas de memórias sobre suas experiências pessoais da infância, da juventude e da contemporaneidade do curso de Pedagogia, identificamos indícios de como esses sujeitos se inseriram nas práticas de letramento das quais se apropriaram ao longo de seus percursos. Nesse processo de inserção no mundo da escrita, conforme narrado pelos professores, emergem diversos mediadores de suas práticas leitoras. Tendo como referência teórico-metodológica do trabalho de campo a História Oral, os princípios da etnografia, e assumindo a abordagem dos estudos do letramento e da História Cultural, procuro identificar esses diferentes mediadores e discutir seu papel no percurso de formação do profissional do ensino. Considerando, portanto, a memória de leituras narradas e o que elas nos trazem de conhecimento acerca dos variados personagens que co-protagonizaram suas histórias, busco apontar possibilidades de trabalho com relação à formação de professores.

Palavras-chave: Letramento. Leitura. Formação de professores. Memória. Narrativa.

Downloads 233  233  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://aplicacoes.unisul.br/pergamum/biblioteca/index.php?resolution2=1024_1&tipo_pesquisa=&filtro_b
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!O discurso político na charge  Popular Versão: 
Atualização:  26/10/2012
Descrição:
SILVA, Rosilene Alves da

O trabalho tem como objetivos: (1) desenvolver uma reflexão sobre o discurso político na charge; (2) definir a charge sob o ponto de vista da Análise do Discurso (AD); (3) apresentar a carnavalização como estratégia discursiva; (4) verificar como ou até que ponto a charge pode veicular informações e comentários. Nesse sentido, propõe-se como metodologia a articulação entre a teoria semiolinguística (Charaudeau) e o “agir comunicativo” (Habermas), uma vez que este seja parte da fonte teórica daquela, uma nova leitura de Habermas pode vir a formular novos conceitos e a desenvolver estudos de recepção para a Análise do Discurso.


Downloads 253  253  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG/FALE/POSLIN   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Corpora comparáveis e variação lexical nas variedades africanas do português Maria Fernanda Bacelar  Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
NASCIMENTO, Maria Fernanda Bacelar do

Neste artigo são apresentados resultados de um projecto de constituição de corpora orais e escritos das cinco variedades africanas do português (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe) e de extracção dos respectivos léxicos. Os cinco corpora, que no total perfazem 3.200.124 palavras, são comparáveis em dimensão, constituição interna e cronologia. Com a realização deste trabalho, pretendeu-se dar uma contribuição para colmatar uma grave lacuna no que respeita aos Recursos Linguísticos (corpora e léxicos) existentes para o português. Existiam já, em elevado número e grandes dimensões, corpora e léxicos das variedades europeia e brasileira do português, mas eram quase inexistentes (se excluirmos Moçambique) Recursos Linguísticos semelhantes para as variedades africanas que permitissem análises objectivas de cada uma delas e que, pela sua comparabilidade permitissem estudos contrastivos entre essas variedades ou entre elas e o português europeu ou do Brasil. O projecto, intitulado Recursos Linguísticos para o Estudo das Variedades Africanas do Português, foi executado pelo grupo Linguística de Corpus do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa – CLUL e por uma equipa do Centro de Física Teórica e Computacional da mesma universidade, tendo sido acompanhado pela consultora do projecto, Perpétua Gonçalves, da Universidade moçambicana Eduardo Mondlane.

Palavras-chave: Corpus África. Léxico. Variação. Português.

Downloads 260  260  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Alfa: Revista de Linguística  Site http://www.alfa.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Palavras escritas, indícios de palavras ditas Popular Versão: 
Atualização:  29/10/2012
Descrição:
GERALDI, João Wanderley

Segundo o ponto de vista bakhtiniano, toda a enunciação é apenas uma fração de uma “corrente de comunicação verbal ininterrupta”. Como situar nesta corrente os textos escritos por crianças em seus primeiros anos de escolaridade? Excluí-los desta corrente significaria assumir que o esforço da criança para escrever produz o perverso efeito de uma desterritorialização enunciativa: enquanto falantes, as crianças participariam do processo contínuo de produção de enunciados; enquanto aprendizes da escrita, face ao estranhamento próprio dos convívios iniciais, produziriam textos excluídos deste mesmo fluxo, como se fossem estrangeiros diante das palavras de sua própria língua. Meu objetivo neste trabalho é encontrar, com base na leitura de um conjunto aleatório de textos escritos por crianças, indícios de outros textos, produtos de práticas discursivas escolares cujas palavras, retomadas pelos aprendizes da escrita, adquirem novos tons apreciativos em seus textos e podem revelar suas compreensões das palavras, dos discursos, das atitudes e das relações que se instituem no ambiente escolar.

Palavras-chave: Enunciação. Subjetividade. Escrita. Ensino.

Downloads 262  262  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNISUL  Site http://aplicacoes.unisul.br/pergamum/biblioteca/index.php?resolution2=1024_1&tipo_pesquisa=&filtro_b
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »