Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Literatura e Cinema na sala de aula: uma análise da tradução cinematográfica de “O Cortiço”  Popular Versão: 
Atualização:  22/10/2012
Descrição:
SILVA, Marciano Lopes e Silva

Sem resumo disponível.

Downloads 5060  5060  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Revista JIOP no1 – Departamento de Letras Editora   Site http://www.dle.uem.br/revista_jiop_1/sumario.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Teoria e Prática da Adaptação: da fidelidade à intertextualidade  Popular Versão: 
Atualização:  22/10/2012
Descrição:
STAM, Robert

O artigo analisa as formas como as adaptações de filmes a partir de romances têm sido vistas como um processo de perda, em que o romance ocupa um lugar privilegiado. Confrontando esta perspectiva, o ensaio propõe uma linguagem alternativa aos estudos de adaptação. A partir do conceito de dialogismo de Bakhtin e da definição de intertextualidade de Genette, torna-se possível pensar em adaptação em termos de uma prática intertextual.

Palavras-chave: Adaptação. Intertextualidade.

Downloads 805  805  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina   Site http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/desterro/article/view/9775
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!Nível de letramento do professor:. implicações para o trabalho com o gênero textual na sala de aula Popular Versão: 
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
DELA JUSTINA, Eliege Wernke Niehues.

O presente trabalho objetiva apresentar o nível de letramento do professor de português da escola pública de Santa Catarina a partir da leitura e escrita de textos pertencentes aos gêneros da esfera social do trabalho docente. A questão norteadora refere-se à dificuldade da transposição didática pelo professor, da teoria à prática, pela leitura que faz do texto oficial da educação no estado (a Proposta Curricular de Santa Catarina). A pesquisa fundamenta-se em teorias do letramento de Soares (1998, 2001), Kleiman (1995), Rojo (1998, 2000, 2002), Leite (2001), entre outros, e na noção de gênero do discurso bakhtiniana, como foi discutida por Rodrigues (2000, 2001), Rojo (2002) e Schneuwly (mímeo). O corpus analisado resultou de
aplicação de uma pergunta sobre gêneros e tipos textuais a quatro professores da Escola de Educação Básica Dom Joaquim, de Braço do Norte, Santa Catarina. Constatou-se, com a pesquisa, que o nível de letramento do professor de português não é suficiente para que ele compreenda e discuta o capítulo referente à Língua Portuguesa do documento em questão, pelo menos ao ponto de constituir práticas reflexivas no seu cotidiano profissional a partir do que lhe vem sendo proposto. Há ausência total de planejamento de aulas que contemplem os gêneros textuais nos Planos de Curso dos professores pesquisados. Tais professores, também não conseguiram, em sua totalidade, diferenciar gênero de tipo textual.

Palavras-chave: letramento; gêneros do discurso; tipo textual; leitura.

Downloads 998  998  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNISUL  Site http://aplicacoes.unisul.br/pergamum/biblioteca/index.php?resolution2=1024_1&tipo_pesquisa=&filtro_b
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!(Re)ler e (res)significar Pêcheux em relação a Althusser Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
ROSA, Ismael Ferreira; MESQUITA, Diana Pereira Coelho de; CARVALHO, Sônia de Fátima Elias Mariano

O trabalho ora proposto objetiva analisar os fundamentos da teoria marxista na teoria materialista do discurso, proposta por Michel Pêcheux, quando da instauração de outro campo de estudos dentro da Linguística – a Análise do Discurso –, por meio de uma análise interfacial entre os pressupostos teórico-conceptuais de Louis Althusser e as noções propostas por Pêcheux. Nesse sentido, problematizaremos alguns elementos da episteme desse campo teórico que se inaugurou no imo dos terrenos da Linguística, procurando perceber em que medida Michel Pêcheux (res)significou, (re)leu o que Althusser preconizou a respeito do materialismo histórico. Para realizar esse intento, estabeleceremos uma análise da obra Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio, com o fito de mapear as retomadas que o autor faz das noções defendidas por Althusser e como ele as (res)significa e promove deslocamentos conceptuais que vão compor o construto teórico da Análise do Discurso. Tal mapeamento revelou a preocupação de Pêcheux em buscar uma teoria que demonstrasse o lugar da materialidade dos processos políticos, econômicos e ideológicos que tecem a trama da luta de classes, ressaltando um lugar que instaura efeitos desses processos.

Palavras-chave: Michel Pêcheux. Louis Althusser. Ideologia. Discurso. (Re)Tomadas. (Res)Significação.

Downloads 1232  1232  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Alfa: Revista de Linguística  Site http://www.alfa.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A (des) Construção do tema em narrativas de vestibular Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
WIDERSKI, Ana Paula

A elaboração deste artigo se deve ao fato de poder divulgar o trabalho de pesquisa em Lingüística Aplicada ao Ensino de Língua Materna que realizamos. Trata-se de uma dissertação de mestrado que elaboramos na Universidade Estadual de Maringá, sob a orientação da professora Dr.a. Marilurdes Zanini. A pesquisa analisa trinta redações, produzidas na tipologia narrativa, desclassificadas por fuga total ao tema, no Concurso Vestibular de Verão 1999, da Universidade Estadual de Maringá – UEM. O objetivo é, por meio dos elementos e da coerência da narrativa e dos modelos cognitivos de contexto, investigar a (des) construção do tema nesta tipologia textual. Nessa contribuição, tornar mais claros os caminhos a serem percorridos pelo professor-avaliador de textos, no momento de classificar ou desclassificar um texto narrativo por fuga ao tema num contexto muito específico como é o vestibular, quando a redação pode determinar o acesso ou não do aluno ao mundo acadêmico. Os passos seguidos na análise começam pelo levantamento das possibilidades temáticas que a prova oferece e passam pelo mesmo procedimento as redações do corpus. A partir daí, centra-se a atenção nos elementos que caracterizam as
informações fornecidas e nos modelos cognitivos acionados por seu autor, nessas redações. Neles, procura-se traçar o percurso da estruturação dessas informações. Os resultados obtidos e a sua discussão permitem concluir que, de acordo com as similaridades dos procedimentos, há quatro formas de (des) construir o tema em textos narrativos: a) às avessas; b) tema curinga; c) tema ilusório; d) tema abandono, em relação àquele da Prova.

Palavras-chave: Narrativa. Ensino-aprendizagem. Língua materna. , Avaliação. Tema.

Downloads 2142  2142  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A Alma Encantadora das Ruas, Os que Começam: Revisitando João do Rio Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
DAVILA, Richard Emanuek Silveira

A veiculação da cultura e da cultura civilizatória acontece de modo a ninguém se opor significativamente a este processo, tal qual ocorre por conquista, por apresentação de um novo modelo, cujo ideal é dado como melhor, ou pela imposição que ocorre na maioria das vezes; quando em país estrangeiro, pela imposição da língua, pelos bens de consumo e avanços tecnológicos. O distanciamento, o desenraizamento e a vulgarização da cultura, cada qual com sua inscrição teórico-social, é responsável por denominações mais ou menos ponderadas. O distanciamento sucumbe quando na valorização da produção cultural advinda das margens, garantindo a veiculação de seu sôfrego pensamento, suas aspirações e desejos. O meio intelectualizado também perde um pouco sua função quando não encontra maneiras de ensinar às camadas subalternas, cresce aí o distanciamento; já não há mais sabedoria para lidar com os conceitos internalizados e não sistematizados das classes desfavorecidas. As atrações descritas em grosso modo, são ainda singularmente exploradas pelos que fazem da rua o palco de suas vidas, a serem mostradas e analisadas e como se portam frente as tendências coletivas.


Palavras-chave: Rua. Pós-Modernidade. Ruptura Social. Tendências. Cultura.

Downloads 1244  1244  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma OVERMUNDO  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A argumentatividade na charge: Uma análise com base nos postulados da Análise Crítica do Discurso -  Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
CORDEIRO, Wandegreice Santana; SILVA, Silvio Profírio da

Este trabalho tem por objetivo abordar as contribuições dos estudos da Análise Crítica do Discurso para novas abordagens didáticas e pedagógicas, no que tange o texto.

Palavras-Chave: Língua, texto, discurso, ensino.

Downloads 6088  6088  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A aula de redação nas redes da nova era : as estratégias de leitura e escrita no universo hiperte Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
CLEMENTE, Bianca Jussara Borges

Este trabalho apresenta um breve estudo sobre as estratégias utilizadas nas aulas de redação com a inserção da hipermídia, visto que são múltiplos os olhares ao ensino da leitura e da escrita no mundo hipertextual. Sendo, esse mundo hipermidiático, novo aos olhos da sociedade escolar, mas pertinente à inclusão digital, que se põe em voga na atualidade, busca-se na Linguística Textual e nas explicações de Chartier e Lévy, entre outros teóricos, que inferem sobre as possibilidades de apresentação do texto e do hipertexto como requisitos imprescindíveis à produção textual. Objetiva-se não só
discutir a forma oriunda de como o hipertexto é apresentado nos meios hipermidiático, como também verificar as contribuições inseridas nas abordagens textuais, além de como esse oferece entendimentos pertinentes à tessitura textual e às estratégias de
escrita e leitura nesta nova era tecnológica.


Downloads 3157  3157  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma REVISTA LITTERIS No 2 ISSN  Site http://www.revistaliteris.com.br/arquivo_16.html
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A charge em sala de aula Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
SILVA, Daniele de Barros Macedo

Esta pesquisa apresenta uma proposta do uso da charge, como das tiras humorísticas, como valioso recurso didático-pedagógico possível de ser facilmente utilizado em sala de aula no decorrer do processo ensino-aprendizagem, a partir do Ensino Fundamental até o superior.

Palavras-chave: Charge. Interpretação. Jormais. Revistas. Vygotski. Tiras.

Downloads 20663  20663  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.filologia.org.br/ixcnlf/12/01.htm
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Artigos
Fazer Download agora!A construção de um padrão de escrita: um estudo sobre o processo de construção de hipóteses de escri Popular Versão: 
Atualização:  26/3/2012
Descrição:
OLIVEIRA, Aroldo Magno de

Este trabalho analisa as hipóteses de escrita e expressões nos textos produzidos por indivíduos não letrados na escola e/ou pouco letrados; mas que são hipóteses construídas pelos indivíduos nos processos interativos amplos e específicos. Portanto, chega-se à conclusão de que o ensino/aprendizagem da Língua e formas ortográficas empregadas são resultado de reflexões e relações lógicas que os indivíduos realizam no ato de dizer por escrito o que tem a dizer. O presente trabalho, portanto, percorrerá um caminho sinuoso, mas de bastante valia, creio, para que professores de todos os níveis de ensino possam melhor ler e avaliar as produções escritas dos seus alunos.

Palavras-chave: Linguística. Ensino de língua. Produção e leitura de textos.

Downloads 1783  1783  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.letramagna.com/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 (6) 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 »