Educadores

Ínicio : Física : Artigos : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Brincar para construir o conhecimento: jogo e cinemática Popular Versão: pdf
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
LIMA, Magali Fonseca de Castro; SOARES, Vitorvani

A utilização de jogos como instrumento pedagógico no ensino das ciências vem sendo bastante aplicada atualmente. Este trabalho apresenta uma estratégia envolvendo o jogo e a cinemática que pode ser empregada pelos professores para atrair os seus alunos para o aprendizado.

Palavras-chave: Prática docente. Jogos. Cinemática.

Downloads 330  330  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Física na Escola, v. 11, n. 1, 2010  Site http://www.sbfisica.org.br/fne/Vol11/Num1/a07.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Caetano, o quantum de Planck e a expansão do universo Popular Versão: 
Atualização:  29/10/2012
Descrição:
VELOSO, Caetano.

Caetano Veloso na música Livros do seu CD Livro (agraciado no ano passado
com o Grammy, a mais importante premiação musical dos Estados Unidos,
na categoria World Music), se expressa em belos versos.

Palavras-chave: Radiação, quantum de energia.

Downloads 370  370  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Caixa de cores para o estudo de mistura de luzes coloridas Popular Versão: pdf
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
COSTA,Gláucia Grüninger Gomes; CORTESE, Antonio Benedito; SCURACHIO, Roberto; CATUNDA, Tomaz

A “caixa de cores” aqui proposta é um equipamento de baixo custo, fácil manuseio e com uma projeção abrangente para a sala de aula toda. Com ela é possível realizar demonstrações interativas sobre adição e subtração de cores e discutir fenômenos correlatos (sombras coloridas, televisão colorida, mistura de tintas em pintura, impressoras, etc.)

Downloads 334  334  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Física na Escola, v. 9, n. 2, 2008  Site http://www.sbfisica.org.br/fne/Vol9/Num2/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Calculando o coeficiente de atrito entre superfícies com material alternativo Popular Versão: pdf
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
ROCHA, Maristela do Nascimento; SABINO, Aline Ribeiro; MURAMATSU, Mikiya

Este artigo tem como principal objetivo propiciar aulas interativas através da construção de um experimento simples de colisão inelástica, com o qual é possível calcular o coeficiente de atrito entre superfícies utilizando as leis da conservação de energia e da quantidade de movimento, além do conceito de trabalho e forças dissipativas. Para isso construiu-se um aparato experimental com materiais de baixo custo, a fim de viabilizar a sua aplicação em escolas públicas. Após efetuar as medidas e aplicar os conceitos envolvidos, compararam-se os valores obtidos com os esperados teoricamente para o coeficiente de atrito entre duas superfícies de madeira. O resultado foi próximo do esperado, o que valida o método experimental e o torna uma boa opção a ser desenvolvida e discutida em sala de aula.

Palavras-chave: Prática docente. Ensino Médio. Coeficiente de atrito.

Downloads 366  366  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Física na Escola, v. 11, n. 1, 2010  Site http://www.sbfisica.org.br/fne/Vol11/Num1/a03.pdf
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Calor e temperatura e suas explicações por intermédio de um enfoque histórico Popular Versão: 
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
CINDRA, José Lourenço; TEIXEIRA, Odete Pacubi Baierl. Calor e temperatura e suas explicações por intermédio de um enfoque histórico. In: MARTINS, R. A.; MARTINS, L. A. C., P.; SILVA, C. C.; FERREIRA, J. M. H. (eds.). Filosofia e história da ciência no Cone Sul: 3o Encontro. Campinas: AFHIC, 2004. Pp. 240-248. (ISBN 85-904198-1-9)

No presente trabalho procuramos discutir a categorização das explicações realizadas por Halbwachs relacionando-a com o desenvolvimento histórico dos conceitos de calor e temperatura. Identificamos e discutimos as explicações homogênea, heterogênea e batígena no contexto histórico destes conceitos. Verificamos que as explicações utilizadas pelos cientistas para formularem teorias do calor e da temperatura, de modo geral, refletem os tipos de explicações indicadas por Halbwachs. Constatamos, por exemplo, que o conceito de temperatura, que no início ainda não havia se separado do conceito de calor, foi aos poucos se estabelecendo como uma grandeza física fenomenológica. Uma espécie de explicação homogênea era suficiente para conceituá-la, e o mesmo pode ser dito no que tange ao conceito de calor. Posteriormente, à medida em que houve um aprofundamento na compreensão dos fenômenos térmicos, todo o enfoque conceitual da questão caminhou no sentido de uma explicação mais profunda, por isso, podemos afirmar que os cientistas passaram a fazer uso de explicações batígenas para o de temperatura. A grandeza entropia, que inicialmente foi introduzida por Clausius como uma grandeza fenomenológica, aceitava também explicação homogênea. Contudo, no enfoque de Boltzmann, que procurou dar um tratamento estatístico para a entropia, houve a introdução de uma explicação batígena.

Downloads 479  479  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Calor e Temperatura no Ensino Fundamental: relações entre o ensino e a aprendizagem numa perspectiva Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2013
Descrição:
AGUIAR JR., Orlando
Nesse trabalho, iremos examinar, em caráter exploratório e preliminar, as possibilidades e contribuições de um Modelo de Ensino como instrumento auxiliar ao planejamento, desenvolvimento e avaliação de propostas de ensino de ciências, voltados para a promoção de mudanças cognitivas. Para isso, serão descritos os instrumentos utilizados no planejamento de um curso introdutório de Calor e Temperatura junto a alunos/as de 8ª série do ensino fundamental, e analisados seus resultados. O Modelo proposto procura estabelecer patamares pedagógicos concebidos a partir das tríades sucessivas que marcam a evolução do conhecimento causal em termos intra, inter e trans-objetais (Piaget e Garcia, 1987). A avaliação dos resultados do trabalho, a partir da análise dos materiais escritos produzidos pelos estudantes ao longo do processo, nos levam a afirmar a complexidade intrínseca da aprendizagem humana, entendendo por complexidade fenômenos históricos, irreversíveis, imprevisíveis e indeterminados (Prigogine e Stengers 1997/1984). Concluímos com reflexões acerca do alcance das mudanças efetivadas no ensino de ciências e da improcedência de uma leitura linear de seus resultados. A análise do modelo será conduzida em termos do ensino, da aprendizagem e, sobretudo, das relações entre ensino e aprendizagem.

Palavras-chave: Calor e temperatura. Ensino e aprendizagem. Modelo de ensino.

Downloads 450  450  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Investigações em Ensino de Ciências – V4(1), pp. 7  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Calor e Temperatura: que noção têm os alunos universitários desses conceitos? Popular Versão: 
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
CALDEIDA, Maria Helena; MARTINS, Décio R.

Gaz. Fis., Vol. 13, Fasc. 2, 1990.

Downloads 3368  3368  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Gaz. Fis., Vol. 13, Fasc. 2, 1990.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Caracterizando a autoria no discurso em sala de aula Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2013
Descrição:
MONTEIRO, Marco Aurélio Alvarenga; SANTOS, Daniella de Almeida; TEIXEIRA, Odete Pacubi Baierl

Nosso trabalho visa discutir como o discurso do professor pode interferir na construção de argumentos por parte dos alunos, quando estes se encontram envolvidos com um problema experimental em aulas de ciências. Assim, buscamos compreender como professor e alunos se interrelacionam num movimento discursivo para a estruturação de sentidos dos dados experimentais obtidos. Com essa preocupação, focamos nosso olhar nos processos de autoria dos discursos, tanto dos alunos quanto dos professores, nos episódios em que os atores do processo de ensino e de aprendizagem organizam suas falas, mediados pela atividade experimental.

Palavras-chave: Análise do discurso. Interações dialógicas. Ensino de Física.

Downloads 1089  1089  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Investigações em Ensino de Ciências. V12(2), 2007  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Cidade do Átomo, um Software para o Debate Escolar sobre Energia Nuclear Popular Versão: 
Atualização:  23/4/2013
Descrição:
EICHLER, Marcelo Leandro; JUNGES, Fernando; DEL PINO, José Claudio

Cidade do Átomo é um software educativo que pretende colaborar para a abordagem escolar do tema radioatividade. O software utiliza uma abordagem de resolução de problemas relacionados à proteção radiológica e permite desenvolver uma estratégia pedagógica de jogo de papéis para discussões sobre a produção de energia elétrica através do uso da energia nuclear.

Downloads 1552  1552  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Física na Escola, v. 7, n. 1, 2006  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Física Artigos
Fazer Download agora!Ciência e senso comum: entre rupturas e continuidades Popular Versão: pdf
Atualização:  27/3/2012
Descrição:
GERMANO, Marcelo Gomes; KULESZA, Wojciech Andrzej

Uma importante questão relacionada aos fundamentos teóricos das práticas educacionais em popularização e comunicação pública da ciência refere-se à problemática relação entre conhecimento científico e saberes de senso comum. Duas formas de conhecer que parecem excluírem-se em seus critérios de explicação da realidade. Se a ciência desenvolve-se em flagrante negação aos saberes de senso comum, como afirmar a possibilidade de sua popularização? Como fazer um caminho inverso de reaproximação e diálogo entre estes dois discursos que pretendem explicar uma mesma realidade por caminhos tão diferentes? Neste trabalho, revisitamos a epistemologia bachelardiana para, em confronto com a opinião de outros pensadores, desenvolver uma crítica no sentido de apontar a importância e o lugar do senso comum em meio a essa antiga e persistente discussão.

Palavras-chave: Ciência; senso comum; popularização.

Downloads 2178  2178  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Cad. Bras. Ens. Fís., v. 27, n. 1: p. 115-135, abr  Site http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/13515
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 (8) 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 »