Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (Z a A)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Erosão marginal no rio Paraná após a conclusão do reservcatório da UHE Sérgio Mptta (Porto Primavera Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BORGES, Cássio Ziliani

Erosão marginal no rio Paraná após a conclusão do reservatório da UHE Sérgio Motta (Porto Primavera) a jusante da barragem.

O objetivo do presente trabalho é estudar a variabilidade espaço-temporal da erosão marginal no alto Rio Paraná, como um dos efeitos geomorfológicos causados pela construção da barragem de Porto Primavera. O segmento de estudo está a jusante da barragem e tem aproximadamente 90Km, desde a Ilha Óleo Cru até a Ilha Barbado. A metodologia aplicada foi a observação direta no campo, através das técnicas dos pinos e estacas. Os resultados demonstraram que a parte mais a montante da área de estudo apresentou comportamento diferente do restante do segmento. As taxas de recuo foram maiores no setor mais ao centro do segmento. As taxas de recuo foram diferentes de períodos estudados anteriormente. Foi constatado que a erosão das margens é diferente tanto espacial quanto temporalmente. Foi verificado ainda, que o leito está sendo modificado de montante a jusante e a erosão marginal também deve ser alterada, provavelmente acompanhando as mudanças do leito e propagando as modificações a jusante. Dessa forma, resume-se que a erosão marginal pode estar sendo modificada para que o rio estabeleça um novo equilíbrio geomorfológico em resposta à construção da barragem.

Palavras-chave: Erosão marginal. Rio Paraná. Geomorfologia fluvial.

Downloads 2926  2926  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Entre tradição e modernidade: dilema do desenvolvimento no Brasil Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
BUBLITZ, Juliana

Às vésperas da independência do Brasil, o desfecho da revolução do Porto acirrou o antilusitanismo brasileiro e fomentou indiretamente as discussões sobre os destinos do Brasil e sobre como fomentar o seu desenvolvimento – ou, para usar o termo da época, o seu progresso. Dois projetos nacionais elaborados no contexto da independência são o tema e o foco de análise desta pesquisa, cujo recorte temporal abrange a primeira metade do século XIX. Um deles foi elaborado pelo político e intelectual paulista José Bonifácio de Andrada e Silva, um dos condutores do processo de emancipação, e o outro, pelo baiano José da Silva Lisboa, Visconde de Cairu, conhecido como o prócer do liberalismo econômico no Brasil.

Palavras-chave: Tradição. Modernidade. Desenvolvimento. Progresso. Modernização. José Bonifácio de Andrade e Silva. José da Silva Lisboa.

Downloads 1038  1038  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unisc.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Ensino da Geografia e a linguagem cartografica na 5ª série: o real, o necessário e o possível Popular Versão: 
Atualização:  14/5/2013
Descrição:
NEVES, Ronaldo José

Essa pesquisa objetivou analisar a realidade do ensino e conhecimento da Cartografia como linguagem de representação, dos professores de Geografia da 5ª série do ensino fundamental em escolas públicas de Cáceres/MT. As informações de campo foram obtidas nos anos de 2000 e 2001, através de: 1- questionários e atividades práticas com mapas, para investigarmos o conhecimento dos professores quanto a linguagem cartográfica e seu compromisso com procedimentos metodológicos ao utilizar a Cartografia como linguagem auxiliar no processo de ensino-aprendizagem da Geografia; 2- ficha catalográfica, para analisarmos os mapas temáticos do livro didático, utilizado pelos professores em sala de aula. Identificamos como principais problemas: 1-dificuldades conceituais e metodológicas/procedimentais dos professores quanto a linguagem cartográfica e o ensino de Geografia; 2- ausência de uma metodologia de ensino da linguagem cartográfica no livro didático. Os dados levantados nas investigações de campo foram analisados com base na pesquisa bibliográfica, o que nos possibilitou caminhar da identificação das necessidades dos professores de sala de aula, para discussão das possibilidades/alternativas para superar as dificuldades e contribuir para a melhoria do ensino-aprendizagem de Geografia nos diferentes níveis.

Downloads 3195  3195  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Ensinar Geografia nas séries iniciais: o desafio da totalidade mundo Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
STRAFORINI, Rafael

Este trabalho teve por objetivo discutir o ensino de Geografia para as primeiras séries do Ensino Fundamental (l_ a 4_ séries) no que se refere ao entendimento do espaço geográfico enquanto totalidade-mundo, uma vez que no atual período de globalização as escalas não se apresentam dispostas linear e independentemente, ou seja, a casa, a rua, o quarteirão, o bairro, a cidade, o estado, o país, o continente e por fim o mundo. Foram aplicadas várias atividades de ensino apoiadas na metodologia da pesquisa-ação e fundamentadas nas teorias da educação (sociointeracionismo) e geográfica (Geografia Crítica). Nas séries iniciais o ponto de partida deve ser sempre o imediato concreto ou o lugar, mas esse entendido como o ponto de encontro de lógicas locais e globais, longínquas e próximas. A partir das atividades de ensino as crianças puderam compreender que o lugar que moram ultrapassa suas explicações egocêntricas, estabelecendo, assim, relações com outras escalas e tempos.

Palavras-chave: Geografia - Estudo e ensino (primeiro grau).

Downloads 1947  1947  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 1.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Elementos Semióticos no Planejamento Urbano: O Caso de Curitiba Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
MULLER, Juliane

O planejamento urbano de Curitiba caracteriza-se por um amplo uso de elementos semióticos, especialmente quando observadas as três décadas passadas. Estes elementos aparecem no sistema de transporte público desde os anos 70, fazem-se mais visíveis na paisagem urbana durante os anos 90 com os parques étnicos, as Ruas da Cidadania e os Faróis de Saber, e são incorporados na propaganda para a "Capital Social", logo da segunda gestão TANIGUCHI (2000-2004).

Palavras-chave: Curitiba. Planejamento urbano. Semiótica. Pós-modernismo. Cidadania.

Downloads 1668  1668  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufpr.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Ecologia e imaginário nos Cariris Velhos do Paraíba: memória cultural e natureza no cerimonial da vi Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
MARIANO NETO, Berlamino

Esta é uma pesquisa realizada na Microrregião do Cariri Oriental da Paraíba, Planalto da Borborema, Nordeste do Brasil. O objetivo é analisar a constituição do imaginário e a natureza relacionando a topofilia e a percepção como elementos para a constituição de uma sociedade ecológica. O método baseia-se na história oral, memória cultural, análise de conteúdo e narrativa descritiva informativa. O trabalho busca a identificação da percepção, o grau de espiritualidade e a integração das comunidades do Rio Paraíba com a natureza, para encontrar as raízes culturais que tinham a natureza como elemento sagrado e as formas como elas deixaram de existir ou ainda remanescem no cotidiano. Relacionar os costumes e tradições locais sob as influências da modernização, no tocante ao mundo da sociedade, da natureza, os problemas de ordem socioambientais e desenvolvimento sustentável a partir das práticas de convivência com a Região Semiárida.

Palavras-chave: Topofilia. Ecologia. Sociedade. Natureza. Imaginário. Cariris velhos. Semiárido. Práticas de convivência. Percepção.

Downloads 10435  10435  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPB  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Do fordismo à produção flexível: a produção do espaço num contexto de mudança das estratégias de acu Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BOTELHO, Adriano

O objeto do presente trabalho é uma análise da produção do espaço da indústria, privilegiando a indústria automobilística brasileira, no contexto de passagem do chamado fordismo para a produção flexível. O objetivo do trabalho é o de examinar a intrincada rede de relações entre o espaço e as estratégias de produção e reprodução do capital, num contexto de transformação dessas estratégias. O espaço é considerado como um produto, mas por outro lado, também é aqui tomado como produtivo. Buscou-se, então, detectar quais são as principais mudanças (políticas, sociais, econômicas e espaciais) que ocorrem na passagem das estratégias fordistas de reprodução e acumulação do capital para as ligadas à produção flexível. E como essa passagem altera os fatores de localização industrial no território, além da própria organização das indústrias. Foi, portanto, feito um estudo de como o espaço da indústria se reorganiza a partir das transformações nas estratégias de reprodução do capital e a partir das relações deste com o Estado - dando destaque para a ideia a crescente importância do fundo público -, com o trabalho e com o espaço. Nesse processo, foi dado destaque ao estudo da indústria automobilística no Brasil, pois ela seria um exemplo paradigmático das recentes transformações no capitalismo contemporâneo, e, dada a sua importância e influência no Brasil, também um exemplo de como o espaço geográfico é produzido e reestruturado a partir de tais transformações. Para a viabilização do presente trabalho foi feita uma revisão bibliográfica de parte da literatura disponível sobre o tema, um levantamento de dados em fontes apropriadas e foram realizadas entrevistas com representantes e funcionários da Volkswagen do Brasil e com membros do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Palavras-chave: Fordismo. Indústria automobilística. Produção do espaço. Produção flexível. Reestruturação produtiva.

Downloads 1062  1062  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br
Avaliação: 8.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Dinâmica sedimentar e hidrológica na confluência do rio Ivaí com o rio Paraná, município de Icaraím Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
BARROS, Carolina Silva


O estudo das confluências de rios ainda é pouco destacado dentro da geomorfologia fluvial e da hidrologia comparado aos outros sítios dos sistemas fluviais. O rio Paraná e o rio Ivaí são rios tropicais de características particulares que se fundem a partir de sua área de confluência. É nesta área que este trabalho foi desenvolvido para compreender a dinâmica sedimentar e hidrológica da confluência desses rios, onde o acesso terrestre se dá pelo município de Icaraíma, no Paraná. Foram levantados quatro perfis transversais aos canais para coletas de dados e observações. Ao longo deste perfil foram coletadas carga de suspensão, de fundo e tomadas as medidas de velocidade da corrente, ao longo de um período de 8 meses. O primeiro perfil no rio Ivaí está num canal encaixado de curso sinuoso, muito próximo à confluência com o rio Paraná. O segundo perfil está localizado no canal secundário do rio Paraná, antes de encontrar o rio Ivaí, sendo o menos profundo de todos os perfis. Os terceiro e quarto pontos estão no rio Paraná, após a confluência, e distam um do outro apenas 500m. A dinâmica sedimentar apresentou uma quantidade 5 vezes maior de sedimento em suspensão no rio Ivaí do que no rio Paraná.

Palavras-chave: Confluência de rios. Canais fluviais. Dinâmica sedimentar. Dinâmica hidrológica.

Downloads 1310  1310  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Dinâmica fluvial e qualidade da água da bacia de drenagem do ribeirão Maringá:uma contribuição para  Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
COELHO, Adilson Rodrigues

A cidade de Maringá está localizada no divisor de águas entre as bacias dos rios Pirapó e Ivaí. As bacias hidrográficas ocorrentes no município são constituídas de sub-bacias de pequena ordem da bacia do rio Pirapó (ribeirão Maringá e ribeirão Morangueira, quadrante norte do município) e da bacia do rio Ivaí (ribeirão Pinguim, quadrante Sul). As cabeceiras dessas drenagens estão dentro do sítio urbano, sendo que o seu desenvolvimento se dá em direção às áreas rurais. Uma consequência desta situação peculiar é a forte vulnerabilidade dos recursos hídricos do município ante os agentes poluentes produzidos pela atividade antrópica, recebendo efluentes produzidos tanto da cidade quanto da área rural. A degradação ambiental, daí resultante, é facilmente reconhecida mesmo após uma rápida observação.

Downloads 2677  2677  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Dinâmica das formas de leite e transporte de carga de fundo no alto rio Paraná Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MARTINS, Débora Pinto

O conhecimento das características e da dinâmica das formas de leito dos grandes rios é de grande interesse tanto nos estudos geomorfológicos e de hidráulica fluvial, como também para dar suporte em vários problemas concernentes às ciências ambientais que envolvem o gerenciamento dos recursos hídricos.O presente trabalho contempla o transporte de carga de fundo no rio Paraná, na seção de Porto São José, num trecho a jusante da Usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta (Porto Primavera), em operação desde 1999. A descarga sólida do rio Paraná tem sido determinada indiretamente a partir de um percentual da descarga em suspensão. Na seção estudada, a empresa Itaipu Binacional determinou uma descarga média anual de sólidos suspensos de 6,61 x 106 ton/ano. Assumindo a relação de 20% entre carga suspensa e carga de fundo, obteve-se um volume de 1,2 x 106 ton/ano para carga de fundo.O presente trabalho propõem a medição direta da carga de fundo baseando-se na velocidade de deslocamento linear das formas de fundo, que são observadas periodicamente em perfis ecobatimétricos longitudinais dispostos ao longo do trecho de estudo. Para a realização deste estudo foram feitas três campanhas de levantamentos ecobatimétricos, as quais serviram de base para aplicação da metodologia proposta. Durante o período analisado as formas de leito, na seção Porto São José, apresentaram um deslocamento linear médio de 47,35 m/mês (1,6 m/dia) e o transporte de carga de fundo foi estimado em 2.820,6 ton./dia, o que corresponde a um total de 1.029.300 ton./ano.

Palavras chave: Rio Paraná. Dunas. Carga de fundo.

Downloads 1146  1146  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.uem.br
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 (10) 11 12 13 14 15 16 17 »