Educadores

Ínicio : Geografia : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (30)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!As relações de poder no contexto político-econômico de Foz do Iguaçu/PR Popular Versão: pdf
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
NASCIMENTO, Wagner Cipriano do

O presente trabalho busca dissertar sobre os conflitos, arranjos de interesses e dissidências dos grupos de poder político-econômicos no município de Foz do Iguaçu-PR. Inicialmente, busca-se caracterizar, de forma integrada, a região Oeste do Estado do Paraná e o município de Foz do Iguaçu, abordando alguns aspectos da dinâmica territorial ligada ao desenvolvimento econômico e regional, como o processo de ocupação. O trabalho fundamenta-se, ainda, nas abordagens da Geografia Política e de algumas ciências afins que trabalham com problemáticas ligadas às práticas político-sociais, como à Ciência Política e à Sociologia, com o objetivo de destacar as estratégias de articulação/desarticulação dos grupos de poder local, como a troca de favores, os interesses particulares ideológicos e/ou partidários e, sobretudo, as ações de manutenção do poder de grupos hegemônicos. Neste caso, alicerçar-se nas possibilidades teóricas condizentes com a intermediação dos conceitos de Estado e poder, poder local e poder político local, bem como apresenta uma breve análise da Teoria Pluralista e do discurso político como subsídios às questões investigadas. Como procedimento metodológico utiliza-se de jornais, da realização de entrevistas e da formulação de sociogramas a partir das redes sociais. As entrevistas permitem identificar os agentes políticos, econômicos e demais instituições do município de Foz do Iguaçu, dando suporte à elaboração de um estudo sobre os grupos de poder político-econômicos do mesmo, além de identificar os principais grupos político-econômicos dos municípios da tríplice fronteira, no caso de Ciudad del Este (Paraguai) e Puerto Iguazú (Argentina). A partir daí deram-se os resultados da pesquisa, com a apresentação de sociogramas pela análise das redes sociais.

Palavras-Chave: Grupos de poder político-econômicos. Geografia política. Redes sociais. Foz do Iguaçu.

Downloads 590  590  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM - Universidade Estadual de Maringá  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!O clima como um dos fatores de expansão da cultura da soja no Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Gross Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2012
Descrição:
ALMEIDA, Ivan Rodrigues de

O clima pode ser considerado como um dos componentes mais importantes do ambiente ao estabelecer limite às atividades humanas e à sua organização na superfície da Terra. Entre essas atividades, a agricultura exerce papel fundamental ao produzir alimentos e garantir o comércio entre as nações por intermédio da produção de excedentes. A cultura da soja coloca o Brasil no mercado internacional como o segundo maior produtor mundial, e com a participação interna liderada pelos estados do Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul. A hipótese do presente trabalho sugere que as diferentes condições climáticas no território brasileiro têm favorecido a migração dos polos de produção até então concentrados na Região Sul para a Região Centro-Oeste, produzindo impactos ambientais e acentuando desigualdades sociais. No desenvolvimento dos objetivos constatou-se essa afirmativa avaliando-se as condições da distribuição fundiária e da produção, caracterizando a menor variabilidade da pluviosidade no estado do Mato Grosso, bem como o regime e distribuição da pluviosidade, por intermédio de técnicas de geoprocessamento e da elaboração de um sistema de análise e consulta baseado nos recursos de navegação da internet, disponível em http://www.ivanrdea.pop.com.br.

Palavras-chave: Desenvolvimento regional. Impacto ambiental. Pluviosidade. Geoprocessamento. Glicyne max.

Downloads 1294  1294  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A Geografia que se ensina e a abordagem da natureza nos livros didáticos Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SILVA, Dakir Larara Machado da

O livro didático, frente às atuais condições de trabalho do professor de Geografia, torna-se cada vez mais instrumento, senão indispensável, pelo menos necessário como complemento às atividades didático-pedagógicas. Dessa forma, é relevante analisar a forma de abordagem, não só o conteúdo proposto por este estudo, bem como os demais conhecimentos e conteúdos que tangem o saber geográfico, sobretudo aqueles ligados à natureza. Nesse trabalho são analisadas a concepção e a forma de abordagem da natureza nos livros didáticos de Geografia, particularmente na quinta série do Ensino Fundamental. De maneira específica, investiga-se os conteúdos abordados e suas adequações aos conceitos mais atuais decorrentes do acúmulo e evolução do conhecimento científico no último século. É, também, objetivo desta dissertação apresentar uma estrutura que foge da apresentação acadêmica, mais especificamente nos capítulos 3 e 4, com o intuito de tornar mais dinâmica e interessante a leitura, não só para o público acadêmico, mas também aos professores do Ensino Fundamental e Médio que estão diretamente envolvidos nesta discussão e que necessitam de um estímulo à pesquisa e ao conhecimento de novos materiais a serem investigados. A elaboração dessa dissertação foi composta das seguintes etapas: escolha dos livros didáticos a serem trabalhados; elaboração da ficha de avaliação; mapeamento e apreciação dos livros, análise dos conceitos, identificação de erros e/ou lacunas e avaliação dos resultados encontrados. A análise feita nessa dissertação permite observar que os livros didáticos apresentaram uma melhoria na sua consistência em relação ao conteúdo e à forma de abordar a natureza, objetivo deste trabalho. Percebemos que os materiais didáticos atuais têm muita qualidade, embora apresentem alguns erros, em particular no âmbito da climatologia e geomorfologia do fundo dos oceanos. A estrutura proposta e a forma de abordagem dos conteúdos da natureza demonstram uma evolução e adequação destes às críticas feitas, ao longo dos anos 80, à Geografia, ao ensino de Geografia e em particular aos livros didáticos até então produzidos.

Palavras-chaves: Geografia. Educação. Ensino fundamental. Livro didático. Natureza.

Downloads 999  999  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul  Site http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/6780
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Patrimônio histórico-cultural: leitura crítica dos conceitos e suas implicações na prática escolar Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SANTOS, Irene da Silva F. dos

Esta dissertação é o resultado da análise crítica e releitura do que, comumente se entende por Patrimônio Histórico-Cultural. Os objetivos foram: analisar os conceitos de Patrimônio, História e Cultura envolvidos nessa expressão e os jogos de interesses e poder implicados com as questões sobre origem, representações e empregos contraditórios da mesma realidade; e investigar os caminhos político-educacionais viáveis para que a Escola se torne a instituição onde crianças e jovens aprendam a preservar o Patrimônio Histórico-Cultural, a reinterpretar o passado de maneira crítica e a fazer que o espaço de cada um e de todos passe a ser construído de modo coletivo. Tanto a escolha do tema como do referencial dialético-crítico (Escola de Frankfurt); sobretudo Adorno e Horkheimer, é que, de fato, momentos de encontro, convocados pela história e pela arte, podem ser alienantes e de fetichização de produtos da indústria cultural. Para a maioria e, sobretudo, para jovens e crianças das escolas, resulta necessária reinvidicar o direito a conhecer a história criticamente, a desfrutar das obras de arte, sem consentir na perigosa interpretação das elites de poder. É uma investigação bibliográfica, com exame de fontes oficiais inclui também a etnografia ao realizar-se uma pesquisa de campo com Professores do Ensino Superior e com Professores do Ensino Fundamental e Médio da rede pública, referente a disciplinas de História, Geografia, Letras e Turismo. Responderam a questões abertas, quanto à dinâmica da sala de aula e à política das relações internas e de planejamento para que o chamado Patrimônio-Histórico Cultural seja inserido no currículo e programas escolares. A pesquisa deparou com o problema da educação formal referente à questão patrimonial, conforme respostas dos professores, o Patrimônio Histórico-cultural constitui riqueza de um povo e herança para futuras gerações. A proposta é que a análise crítica sobre cada elemento patrimonial, e conceito correspondente, não seja operada apenas por uma elite intelectual, e que a educação se apoie mais intensamente no uso crítico do Patrimônio no âmbito escolar, sobretudo, com a elaboração participada de programas. A educação não aceita o papel de reprodutora de estruturas educacionais de dominação e exploração. A análise possibilita indicar novas relações históricas e políticas mais democráticas, levando a sociedade a uma compreensão concreta sobre o patrimônio histórico-cultural e mais próxima de seus interesses.

Palavras-chave: Patrimônio histórico. Poder. Educação. cultura. Preservação. Globalização.

Downloads 5814  5814  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://bdtd2.ibict.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Agricultura orgânica como processo territorial no município de Chapecó-SC Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
SILVA, Franciane Cristine da

A chamada modernização da agricultura representou um período de intensificação do processo de degradação ambiental e modificação profunda nas relações de trabalho. Um dos movimentos de resistência a esse novo padrão de produção verticalizada é a agricultura orgânica. No Estado de Santa Catarina, essas experiências têm se desenvolvido amplamente, assumindo características próprias e gerando uma diversidade de relações sociais que tem deflagrado novos movimentos territoriais. No caso chapecoense, a agricultura orgânica desenvolve-se amparada por agricultores, ONG’s e Cooperativas, criando uma rede territorial que assume ritmos e tempos diferentes, mas que tem construído um novo território nesse município. Novo justamente porque pensa e organiza os elementos do espaço geográfico seguindo um padrão próprio, construído coletivamente e produto da diversidade cultural, política, econômica e ambiental local. Novas redes e fluxos foram ativados inserindo esses atores sociais de uma forma singular no contexto local. Buscando compreender essas relações lançou-se mão de revisão bibliográfica, revisão de sítios especializados, entrevistas, trabalhos de campo, aplicações de questionários, entre outros, que possibilitaram a coleta de dados para posterior compilação e apresentação em forma de mapas temáticos, tabelas, gráficos e conclusões teóricas a respeito da agricultura orgânica enquanto movimento territorial no município de Chapecó, Oeste catarinense.

Palavras-chave: Agricultura orgânica. Chapecó. Movimento territorial. Organização territorial. Redes.

Downloads 1626  1626  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www.dominiopublico.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Shopping Centers: segregação, exclusão e inclusão - Análise a partir de bairros residenciais em Pres Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
RUIZ, João Antônio Martinez

Esta pesquisa tem por objetivo investigar os residentes em bairros próximos ao Prudenshopping e ao Shopping Center Americanas, na cidade de Presidente Prudente, observando se têm ou não acesso a esses espaços, pois entendemos que o não acesso e/ou afastamento geram processos de segregação socioespacial e reforçam os de exclusão que foram analisados pelo não possibilidade da realização do consumo de bens e serviços em equipamentos dessa natureza. Busca-se, ainda, delinear os deslocamentos dessas pessoas para as demais áreas de comércio e serviços da cidade, uma vez que esses equipamentos propiciaram novas centralidades intraurbanas e mudaram a reestruturação interna da cidade de Presidente Prudente. Pretendeu-se, assim, avaliar se a multiplicação de áreas de concentração de atividades comerciais e de serviços tem provocado práticas socioespaciais que expressam as diferenças socioespaciais no interior das cidades médias.

Palavras-chave: Shopping centers. Comércio. Serviços. Segregação socioespacial. Exclusão social. Espaço urbano.

Downloads 14572  14572  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www4.fct.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Saneamento e Saúde : um estudo de caso da Vila Roriz, em Goiânia/Goiás Popular Versão: 
Atualização:  24/9/2013
Descrição:
MACEDO, Helen

O estudo analisa a produção do espaço urbano construído em Goiânia a partir da ótica do saneamento ambiental. Focaliza a problemática da Vila Roriz, propositalmente produzida nos domínios da planície de inundação do ribeirão Anicuns e do Rio Meia Ponte. Destaca-se que a preocupação com as questões ambientais, mesmo que crescente, ainda é muito incipiente no Brasil e aquém do desejável mostrando que as camadas mais pobres da população são as que mais sofrem as consequências da baixa infraestrutura dos sistemas de saneamento básico e ambiental. Mostra ainda que a ocorrência de doenças como a dengue, a diarreia, os ataques de animais peçonhentos e antirrábicos são constantes entre esses indivíduos, evidenciando a iniquidade social existente no país e contribuindo para a diminuição da qualidade de vida da população. Mostra-se que as ações de saneamento ambiental refletem diretamente as condições ambientais urbanas e, em consequência, no bem estar humano, produzindo a redução na morbidade e mortalidade, correlacionando desta forma, as ações de saneamento ambiental com a saúde da população, ao longo do tempo, dos riscos e agravos à saúde que tenham como origem as questões ambientais. Apesar dos problemas apresentados, vários moradores habitam no local há muito tempo e não conseguem perceber que têm sido prejudicados, pela falta de saneamento ambiental, talvez por terem vivenciado, situação de moradia, ainda piores.

Palavras-chave: Urbanização. Saneamento. Saúde. Meio ambiente urbano. Doenças de veiculação hídrica. Cidade. Geografia.

Downloads 1092  1092  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB  Site http://bdtd2.ibict.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!A paisagem como tema de estudo na 5ª série do ensino fundamental Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
FARIA, Daniela Resende de

Esse estudo tem como objetivo a construção do conceito de paisagem, a partir de uma abordagem sociocultural, para crianças em uma quinta série do Ensino Fundamental. Como método de trabalho, escolhemos a pesquisa-ação, na qual, a professora atua como mediadora do processo de ensino-aprendizagem, viabilizando um diálogo entre os conceitos prévios que as crianças trazem consigo e os conceitos geográficos que desejamos construir. Para tanto, são analisados desenhos, discursos textuais e escritos antes e após o processo de mediação pedagógica, assim como diálogos, que foram transcritos durante todas as etapas. A partir desse material, elaboramos três categorias para o entendimento da paisagem: Paisagem Meio (na qual há a predominância da dicotomia homem meio-natural), Paisagem Bucólica (na qual encontramos o homem em perfeita harmonia com o meio) e Paisagem Humanizada (homem e meio em contraste, havendo a interferência humana em um sentido negativo). Entendemos, em uma abordagem sociocultural, que a paisagem deve ser estudada como uma categoria de entendimento da realidade presente, na qual os alunos vivem e convivem e, portanto, por onde acreditamos se iniciar um processo de ensino-aprendizagem da Geografia/Geociências mais capaz de oferecer ferramentas para o entendimento do mundo atual.

Palavras-chave: Geografia. Ensino - Aprendizagem. Paisagem. Pesquisa - Ação. Ensino de Geociências.

Downloads 10317  10317  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma http://libdigi.unicamp.br  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!As praças públicas de Araçatuba/SP: Análise de um indicador da qualidade ambiental urbana Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
MINAKI, Mônica

A remoção da cobertura vegetal é um efeito negativo, promovido pela ocupação de um ambiente natural. Em geral, no processo de edificação e ocupação das cidades, sobressaem-se os referenciais arquitetônicos, que se materializam em empreendimentos, resultando no máximo aproveitamento do solo urbano. Nesse sentido, as áreas verdes assumem papel fundamental na reestruturação e reorganização das cidades, já que desempenham importante função na regeneração do meio ambiente frente à urbanização e às perspectivas ambientais. Portanto, propõe-se, neste estudo, a análise da distribuição espacial das praças públicas de Araçatuba e a avaliação dos aspectos referentes ao conteúdo paisagístico e de infraestrutura, a fim de compreender o papel que desempenham na qualidade ambiental urbana. A cidade, considerada de porte médio (com 169.254 habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE 2000), possui 145 praças públicas. Foi necessária a organização e realização de trabalho de campo, que teve como objetivo levantar subsídios para a caracterização de cada praça pública identificada. A partir das informações obtidas em campo, foram elaborados dois tipos de cadastros. O primeiro – Cadastro Quantitativo – teve como principal objetivo identificar e determinar o número de praças públicas. No segundo, cada praça foi analisada de acordo com uma série de itens qualitativos estipulados no formulário de campo, constituindo o Cadastro Qualitativo. Os dados obtidos foram tabulados para subsidiarem as análises feitas sob dois aspectos: avaliando a distribuição espacial das praças públicas, com o intuito de observar seu acesso e uso, e considerando os aspectos quali-quantitativos, relacionados às características dos equipamentos, infraestrutura e mobiliário urbano. Além disso, foram elaborados três mapas temáticos (referentes aos aspectos físicos e sanitários da vegetação, ao estado de conservação e limpeza, e à qualidade paisagística das praças públicas). Foi possível observar mudanças nos padrões urbanísticos, provenientes de um processo de ocupação desordenado, que nem sempre se preocupou em preservar as praças públicas existentes ou criar áreas verdes. Isso demonstra a ausência de critérios locacionais definidos para a distribuição espacial das praças públicas e o descaso do poder público no processo de implantação e manutenção das mesmas. Assim, buscou-se propor algumas diretrizes para o seu planejamento ambiental urbano, visto que o empirismo e o imediatismo não podem mais orientar uma cidade cuja complexidade dos fatores que nela agem obrigam maior intensidade e compromisso com o seu desenvolvimento.

Palavras-chave: Cobertura vegetal. Áreas verdes. Praças públicas. Planejamento urbano. Qualidade ambiental urbana.

Downloads 6930  6930  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www4.fct.unesp.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Transformações culturais e território : o kaingang da Reserva Indígena de Serrinha - RS Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
ARESI, Cláudia

Este trabalho é um estudo sobre a reserva indígena de Serrinha-RS, localizada no Norte do Estado do Rio Grande do Sul, que abrange parte do território dos municípios de Constantina, Engenho Velho, Três Palmeiras e Ronda Alta. No passado foi terra de índios, habitada mais tarde (por volta de 1930) por colonos, originando a expulsão de seus antigos moradores. A Constituição Federal de 1988 devolveu o direito de posse dessas terras aos indígenas e, a partir de 1996, se iniciou o processo de retirada dos colonos da área da reserva. O objetivo deste trabalho é analisar a origem dos conflitos no campo entre colonos e indígenas pela posse da terra. Busca-se também estudar a relação do índio com o território, transformado pelo colono, e de identificar se ocorreram transformações culturais e se estas foram relevantes para os indígenas. Além disso, pretende-se mostrar como todas as mudanças ou transformações culturais vêm sendo articuladas no contexto da reserva e qual a sua repercussão nos aspectos da cultura “tradicional” por eles ainda mantida. A metodologia utilizada para a realização deste trabalho contou com um embasamento teórico sobre o processo histórico do conflito, sobre os aspectos culturais Kaingang e sobre os conceitos de cultura, paisagem, território e identidade, pertinentes a esta discussão. A pesquisa de campo junto à comunidade Kaingang foi realizada através da elaboração de entrevistas semidiretivas, de coleta de histórias de vida e de diários de campo. Uma das conclusões considerada mais relevante para esta pesquisa refere-se à importância do território para a manutenção da vida e da cultura Kaingang. Somente após a reconquista do território é que os indígenas conseguiram revitalizar sua cultura.

Palavras-chave: Geografia cultural. Geografia humana. Reserva indígena de serrinha. Território. Rio Grande do Sul.

Downloads 968  968  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul  Site http://www.lume.ufrgs.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 (13) 14 15 16 17 »