Educadores

Ínicio : Química : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (11)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Estratégias de ensino-aprendizagem de conceitos relacionados ao tema equilíbrio químico utilizando m Popular Versão: 2010
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
VIANA, Ana Paula Pinto

A pesquisa desenvolvida teve a intenção de propiciar elementos para auxiliar o trabalho docente ou orientar aqueles que de alguma forma estejam interessados em fazer com que o processo ensino-aprendizagem ocorra de forma analítica, abrangente, integrada e integradora, contribuindo para formar cidadãos capacitados para enfrentar um mundo tecnificado, informatizado e competitivo, oferecendo ferramentas para melhor compreendê-lo ou interpretá-lo. Nessa perspectiva, procuramos levantar e discutir as concepções mais relevantes apresentadas por alguns alunos do 3º Ano do Ensino Médio acerca dos conceitos envolvidos no tema Equilíbrio Químico, buscando analisar os principais obstáculos envolvidos nesse tema e, a partir das concepções identificadas, desenvolver uma proposta de estratégias de ensino-aprendizagem dos respectivos conceitos, por meio do uso de modelos e modelagem. Modelos e processos de elaboração de modelos estão no centro de qualquer teoria e são fundamentais para a construção do conhecimento científico. Assim, a escolha por uma abordagem que utilize modelos e processos de modelagem propicia a aprendizagem de conceitos de forma analítica, participativa e articulada, rompendo com os moldes da corrente positivista ainda presente em muitas salas de aula. O estudo foi desenvolvido como uma pesquisa-ação com um grupo de alunos do 3º Ano do Ensino Médio em uma escola cenecista de uma cidade do Noroeste de Minas Gerais. A coleta dos dados deu-se por meio dos materiais escritos produzidos pelos alunos, bem como de gravações de áudio de todas as aulas, contemplando as discussões das propostas expostas pelos alunos nos grupos, entre os pares e com a professora, e as apresentadas à turma. Foram discutidas todas as propostas apresentadas pelos grupos e, a partir de processos de reflexão mediados, foi elaborado um modelo consensual abrangendo os principais fatores determinantes do equilíbrio químico. A análise dos dados permitiu discutir a contribuição de cada um dos elementos da estratégia proposta, evidenciando a importância da discussão das ideias prévias dos alunos e como concebem as entidades submicroscópicas e suas transformações. Os resultados dessa pesquisa mostram que a estratégia proposta propicia uma aprendizagem mais ampla e emancipatória, suportando adaptações para o ensino de outros conceitos químicos de forma similar. Como nenhuma pesquisa em Educação se esgota por completo, sugerimos a utilização dessa estratégia fundamentada em modelos e modelagem na busca da compreensão de como alunos e professores concebem o "como‟ e o "porquê‟ de outros fenômenos, tais como: ligações químicas, interações intermoleculares e suas implicações, cinética química, entre outros.

Palavras-chave: Modelos. Modelagem. Equilíbrio químico. Mediação.

Downloads 830  830  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2010.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Fontes de energia - usos e consequências. Proposta de material didático para o ensino de ciências Popular Versão: 2009
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
BASTOS, Denise Cunha Sardenberg

A passagem da primeira década do século XXI marca o surgimento de uma nova visão de mundo, baseada na compreensão plena da finitude dos recursos naturais que o Planeta pode prover, juntamente com a percepção das consequências ambientais que o consumo desmedido provoca e que podem, claramente, comprometer a vida na Terra. A situação atual força uma reflexão sobre qual é a melhor forma de organização social para preservar os recursos naturais e energéticos do Planeta e, que ao mesmo tempo, seja um sistema inclusivo. Um entendimento mais amplo das várias forças que concorrem para a nova sociedade ora em construção, que implica mudança de cultura, torna-se oportuno para a geração de estudantes que atualmente cursa o ensino médio e que se transformará em força de trabalho na próxima década. Como a questão energética é central em qualquer movimento de reorganização que se pretenda para a sociedade atual, essa dissertação teve como objetivo a preparação de um Material Didático, dirigido aos professores do ensino médio, tendo como tema norteador o estudo dos combustíveis para o aprendizado de parte dos conteúdos de Química. Tomando-se por base a matriz energética brasileira, que utiliza 46% de recursos renováveis, muito acima da média mundial que é de 12%, além das recentes descobertas de campos de petróleo em camadas mais profundas do oceano, o entendimento da maneira pela qual o país alcançou resultados tão relevantes se relaciona com os dados obtidos pela pesquisa acadêmica e suas aplicações tecnológicas. Assim, o ponto de partida para a confecção desse material foi transpor os resultados das pesquisas sobre o petróleo e o álcool realizadas no Centro de Pesquisa da Petrobras (CENPES) e os resultados das investigações realizadas no Laboratório de Materiais Combustíveis (LMC), instalado no Instituto de Química da Universidade de Brasília, que concentra suas pesquisas no biodiesel. Ao escolher os resultados da pesquisa acadêmica como ponto de partida na preparação desse material de ensino, o instrumento que se julgou mais apropriado para sua construção foi o método de Transposição Didática desenvolvido por Yves Chevallard. A contextualização do tema priorizou as relações Ciência — Tecnologia — Sociedade — Ambiente, um movimento denominado CTSA, que enfatiza a importância do conhecimento na formação de um cidadão mais crítico na sua atuação na sociedade. Os conceitos abordados a partir de tal perspectiva permitem ampliar o escopo de interferência positiva que esses alunos podem exercer no futuro em suas áreas de atuação profissional.

Palavras chave: Combustível. Material didático. Transposição didática. Pesquisa científica.

Downloads 854  854  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!A história da ciência e a experimentação no ensino de Química Orgânica Popular Versão: 2008
Atualização:  10/5/2012
Descrição:
PEREIRA, Cláudio Luiz Nóbrega

A motivação para este trabalho partiu da percepção de que os alunos não demonstram muito interesse pelo estudo do conteúdo relativo à Química Orgânica. A literatura tem enfatizado que este é um caso particular de um problema mais amplo: o ensino de ciências passa por uma crise. Segundo vários estudos, esta situação se deve à abordagem pela qual o conhecimento científico é apresentado. Tal abordagem caracteriza-se por ser focada na transmissão de conteúdos que se distanciam da realidade dos alunos, tendo como objetivo a formação de futuros profissionais para carreiras ligadas à ciência. Além do mais, esta abordagem apresenta o conhecimento científico como uma verdade inquestionável, já que, em termos epistemológicos, apoia-se em um modelo empírico indutivista da ciência, cujos fundamentos têm sido duramente criticados pela moderna Filosofia da Ciência. Com intuito de superar tais dificuldades, produzimos um módulo de ensino que aborda o tema corantes, segundo uma perspectiva histórica aliada à experimentação. Este módulo foi avaliado por sete professores de Química. A avaliação de cada um deles foi coletada por meio de entrevistas semiestruturadas. Como resultado os professores destacaram a potencialidade do material em permitir uma abordagem que rompa com a fragmentação do conhecimento químico, aproxime o conteúdo da realidade do aluno, e apresente as inter-relações entre ciência tecnologia e sociedade. Os professores indicaram, ainda, que os experimentos sugeridos podem contribuir para articular o nível macroscópico com os níveis teórico e representacional do conhecimento químico. Também realizamos uma análise sobre a forma como foram inseridas a História da Ciência e a Experimentação nos livros didáticos de Química, que irão fazer parte do Programa Nacional do Livro Didático de 2008.

Palavras-chave: Química Orgânica. História da Ciência. Experimentação.

Downloads 3827  3827  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2008.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Produção de papel artesanal de fibra de bananeira: uma proposta de ensino de química por projeto Popular Versão: 2009
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
LACERDA, Nília Oliveira Santos

O projeto de produção de papel artesanal a partir da fibra de bananeira surgiu no Colégio Estadual Jardim América, em Goiânia – GO, a partir de uma experiência vivenciada por alunos do Ensino Médio, durante uma visita na Cooperativa de Reciclagem Cooprec, em função de um trabalho que estava sendo realizado sobre o tema gerador LIXO. A partir desse projeto sentimos a necessidade de um estudo mais aprofundado do tema, o que foi feito por meio de um material paradidático sobre a produção de papel e suas relações com conceitos científicos. Para fundamentação do material proposto utilizamos com referenciais norteadores: o ensino por projetos numa perspectiva freireana, o enfoque CTSA, a educação ambiental, a experimentação investigativa, a necessidade de contextualização e de interdisciplinaridade. A metodologia utilizada para aprofundamento do tema foi: pesquisas sobre história e química do papel, entrevistas semiestruturadas com os sócios da cooperativa (Cooprec), com a Assessora do Núcleo Artesanal de Reciclagem. Também foi proposto aos alunos participantes do projeto que formulassem questões que gostariam de aprender em relação ao processo e que pudesse ser explicado por meio de conceitos científicos de maneira interdisciplinar. As questões apresentadas foram analisadas e relacionadas aos conteúdos de química e áreas afins (biologia, geografia etc.). Em seguida as questões foram relacionadas com todos os tópicos que ajudariam a respondê-las, definindo os conteúdos a serem trabalhados no material paradidático. Para a elaboração desse material partimos dos seguintes princípios: (a) o aproveitamento de resíduos da bananicultura como matéria-prima natural; (b) possibilidade de um trabalho com enfoque na preservação ambiental; (c) o resgate e a valorização de técnicas artesanais; (d) a utilização de tema gerador para o ensino de conceitos científicos, ambiente e cidadania; (e) a inserção de textos que tratam sobre atitudes e valores importantes para a formação de alunos críticos e ativos. Um dos objetivos da nossa proposta apresentada é aprimorar o projeto com uma problematização, relacionando esse tema gerador com os conteúdos de química, na tentativa de tornar seu ensino mais significativo para os alunos.

Palavras-chave: Ensino por projetos. Papel de fibra de bananeira. Material paradidático.

Downloads 1356  1356  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Questões socioambientais no ensino de ciências: superando visões naturalistas no Ensino Fundamental Popular Versão: 2008
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
SANTANA, Valéria Raquel

A presente dissertação refere-se a um trabalho desenvolvido com estudantes do nono ano do Ensino Fundamental em uma escola particular em Brasília, no ano de 2007. O trabalho desenvolvido teve como objetivo planejar, aplicar e avaliar uma abordagem pedagógica de Educação Ambiental (EA) em aulas de ciências, visando ampliar as percepções dos estudantes sobre meio ambiente e problemas ambientais, e contribuir para o desenvolvimento de uma preocupação socioambiental. A necessidade de se realizar o presente trabalho surgiu em meio a discussões em sala de aula acerca de temas relacionados ao meio ambiente. A análise das percepções iniciais dos estudantes revelou que os mesmos possuem uma percepção de meio ambiente naturalista, ou seja, com foco centrado nos aspectos naturais. Nesse sentido, buscou-se ampliar essas percepções por meio de abordagens de temas socioambientais nas aulas de ciências. A abordagem desenvolveu-se por meio de atividades como aulas expositivas, discussões de textos, saídas de campo, apresentação de seminários, palestras e trabalhos desenvolvidos pelos estudantes. Para a coleta de dados foram utilizados observação das aulas com registros no diário de aula e gravação em vídeo; aplicação de questionários; atividades desenvolvidas pelos estudantes e uma exposição de fotografias. Os questionários utilizados buscavam identificar as representações sociais dos estudantes acerca de meio ambiente e problemas ambientais e foram aplicados no inicio, no meio e no fim da pesquisa. À medida que se analisavam os dados, as aulas e as atividades iam sendo planejadas a fim de se alcançar os objetivos pretendidos.

Palavras-chave: Educação ambiental. Ensino de Ciências. Ensino fundamental. Percepção de meio ambiente. Questões socioambientais.

Downloads 576  576  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2008.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!A Radioatividade como tema em uma perspectiva Ciência-Tecnologia-Sociedade com foco em História e Fi Popular Versão: 2009
Atualização:  10/5/2012
Descrição:
SILVA, Luciana da Cruz Machado da

Este trabalho, desenvolvido no contexto da escola pública, buscou investigar e propor estratégias para melhorar a compreensão dos alunos de Ensino Médio sobre conceitos científicos de Radioatividade. Uma dessas estratégias consistiu em pôr em prática propostas de ensino que integrassem os conhecimentos científicos, suas aplicações tecnológicas e suas implicações sociais em um contexto interdisciplinar; bem como, valorizassem o papel do aluno como sujeito ativo no processo de aprendizagem. Questionários e produções dos alunos, além de entrevistas com professores participantes, foram utilizados para avaliar os resultados. Com base nesses materiais foi observada uma maior relevância atribuída, pelos alunos, aos conceitos científicos trabalhados e uma melhor compreensão dos mesmos.

Palavras-chave: Ensino Médio. Interdisciplinaridade. CTS. HFC. Radioatividade.

Downloads 3868  3868  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!O reúso da água como tema gerador para o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem de ciênc Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
ARAÚJO, Paulo César Ramos

Este trabalho descreve o desenvolvimento de uma proposta de ensino que busca a aprendizagem de conceitos científicos. A proposta surgiu nas discussões em torno de um destilador elétrico e se expandiu para o estudo de diferentes possibilidades do reúso de água na escola. O projeto foi desenvolvido tendo, como base teórica, o método Paulo Freire de educação de jovens e adultos, as orientações dispostas nos Parâmetros Curriculares Nacionais e as propostas de educação pelo trabalho, defendidas por Vygotsky e Saviani. Os alunos foram observados em seus afazeres e, ao término dos trabalhos, foram entrevistados com vistas à avaliação dos resultados.

Palavras-chave: Reúso de água. Educação pelo trabalho. Experimentação no ensino de Ciências.

Downloads 805  805  Tamanho do arquivo 1.96 KB  Plataforma UnB, PPGEC, 2008.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!A história da ciência e a experimentação na constituição do conhecimento escolar: a química e as esp Popular Versão: 2009
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
RODRIGUES, Ronaldo da Silva

As pesquisas relacionadas ao Ensino de Química registram as inúmeras dificuldades sofridas pelos professores e estudantes em compartilhar os conceitos pertencentes a essa ciência. Um dos componentes dessa problemática diz respeito à predominância, no ambiente escolar, de uma concepção de Ciência e da construção do conhecimento científico seguindo uma orientação empirista e acumulativa, não marcada por aspectos qualitativos do tipo histórico, tecnológico, sociológico e humanístico. Nesse contexto, a maioria dos estudantes sente grande dificuldade, que acaba por ocasionar o desinteresse em apreender os conceitos discutidos em sala, uma vez que não identificam sua relação com o dia a dia ou sua importância no momento de tomar qualquer decisão. Cabe, então, ao Ensino de Química – como área distinta do conhecimento, na pessoa do educador – desmitificar essa ciência, fazendo com que os conteúdos discutidos em sala de aula ganhem uma significação relevante para os estudantes e se mostrem como um terreno fértil onde esses últimos possam atuar. Na busca desse objetivo, este trabalho apresenta uma proposta de módulo de ensino que possa auxiliar o trabalho de ensino-aprendizagem do conteúdo denominado funções orgânicas. Antes, porém, focalizou a relação existente entre o conhecimento produzido pela Ciência, pelo grupo de pessoas integrantes de uma sociedade imersa em uma cultura e pela escola, além da função desempenhada pela experimentação e pela História no ensino de Ciência nesse contexto.

Palavras-chave: Conhecimento escolar. História da ciência. Experimentação. Química orgânica.

Downloads 2701  2701  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UnB, PPGEC, 2009.  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!Compreensões e Significados sobre o Novo Enem entre Profissionais, Autoridades e Escolas Popular Versão: 2012
Atualização:  7/8/2013
Descrição:
MACENO, NICOLE GLOCK. Compreensões e Significados sobre o Novo Enem entre Profissionais, Autoridades e Escolas. Dissertação (mestrado), UFPR, PPGECM, Curitiba, 2012.

Diante da importância que indiscutivelmente tem a avaliação para o alcance dos objetivos formativos da Educação Básica, dos desafios que impõe a terceira Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e dos objetos de estudo do Projeto de pesquisa em rede “Inovações Educacionais e Políticas Publicas de Avaliação e Melhoria da Educação no Brasil” (Iepam) do Programa Observatório da Educação, interessou-nos as “Compreensões e significados sobre o Novo Enem entre Profissionais, Autoridades e Escolas”. Também foi de interesse compreender os aspectos examinados para a disciplina de Química na Matriz de Referencia do Enem de 2009 e as implicações do referido exame para as Escolas de Educação Básica de Curitiba. A pesquisa apresenta abordagem qualitativa e os dados foram produzidos a partir de documentos públicos sobre o Novo Enem, entrevistas com uma representante da Diretoria de Políticas e Programas Educacionais da Secretaria de Estado da Educação do Paraná e com sete professores de Química de cinco Escolas Estaduais de Curitiba, donde cento e cinquenta e três estudantes de terceiro ano do Ensino Médio responderam a um questionário. Para a análise das entrevistas, utilizamos as contribuições da Análise Textual Discursiva. Foi possível compreender e refletir sobre sentidos e entendimentos dos interlocutores considerados sobre o Novo Enem, sobre as concepções de ensino e de avaliação, sobre as implicações do referido exame em redes escolares, os objetivos educacionais em relação ao Ensino Médio e da Educação Química. Também foi possível discutir as potencialidades e limitações da Matriz de Referencia do Enem de 2009 para o Ensino de Química e as abordagens que os professores consideram como inovação para este ensino. Dentre as compreensões alcançadas, foi possível identificar que o Novo Enem e entendido pelas Autoridades como um instrumento que pode estimular o debate sobre as orientações curriculares oficiais, sobre o significado do Ensino Médio e estabelecer uma relação positiva entre este nível de ensino e os exames de seleção das Universidades. Entretanto, diante de concepções tradicionais de ensino e de avaliação, das condições de trabalho de professores, das dificuldades de compreensão deste exame e da subutilização dos dados pelos Profissionais da Secretaria de Estado de Educação do Paraná, o Novo Enem tem sido pouco significativo para a reflexão e a investigação das práticas pedagógicas nas Escolas de Educação Básica consideradas, de modo que as ações engendradas por elas tem sido pontuais e que pouco alteram o trabalho escolar, os Programas de Ensino e de Avaliação.

Palavras-chave: Avaliação. Políticas educacionais. Enem. Educação Química. Exames nacionais. Inovação. Matriz de Referência. Ensino Médio. Interdisciplinaridade. Contextualização.

Downloads 852  852  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR-PPGECM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Química Dissertações
Fazer Download agora!“+ Química Digital” Recursos digitais no ensino da Química: uma experiência no 7º ano de escolaridad Popular Versão: 2006
Atualização:  9/8/2013
Descrição:
MORAIS, Carla Susana Lopes

Dissertação de Mestrado em Educação Multimédia. Faculdade de Ciências, Universidade do Porto, Portugal. O século XXI caracteriza‐se pelo ritmo de vida alucinante, pela imensa quantidade de informação que flui continuamente e pela expansão da informática e da tecnologia que saiu das empresas e entrou nas nossas casas, cultura e escolas. Os jovens adolescentes que frequentam as nossas escolas nasceram e cresceram na era digital e não concebem o mundo sem tecnologia. A sua vida é um verdadeiro zapping, sendo frequentemente designados por zap generation. A escola ainda não conseguiu integrar todas as mudanças da sociedade, afastando‐se cada vez mais dos nossos jovens. Ao professor, também se pede um esforço de readaptação. O seu papel deverá ser activo e responsável no enquadramento pedagógico das tecnologias, para que estas possam tornar‐se um meio de renovação do ensino e não apenas um mero reforço de práticas tradicionais. Neste cenário impõem‐se a necessidade de informar e motivar os alunos para a aprendizagem dos conteúdos programáticos de Ciências dado o crescente “divórcio” da zap generation com a Ciência. Assim, é fundamental tornar o seu ensino mais atractivo, desafiante e actualizado, o que em parte pode ser mediado pelas tecnologias emergentes. Produzir e validar novos recursos digitais capazes de constituir uma oferta com qualidade científica, pedagógica, técnica e estética, passíveis de serem utilizados por professores e alunos na disciplina de Ciências Físico‐Químicas do 7º ano do ensino básico; fazer a experiência de utilização dos recursos produzidos avaliando o seu impacto e recolher o feedback dos alunos de modo a obter sugestões de enriquecimento e reformulação dos mesmos, foram os objectivos que impulsionaram a construção dos recursos “+ Química Digital”. De modo a atingir os objectivos referidos anteriormente, utilizou‐se uma metodologia de investigação científica de cariz qualitativo – o Estudo de Caso. Os dados foram recolhidos através dos registos de observação das aulas, da análise de folhas de resposta e de entrevistas individuais realizadas aos alunos. A etapa final do trabalho centrou‐se numa análise autocrítica dos recursos digitais produzidos, da metodologia utilizada e dos resultados obtidos. Também se reflectiu sobre a existência de alguns constrangimentos inerentes à desejável mas difícil generalização da utilização destes recursos. Ainda, nesta etapa final, avançaram‐se algumas sugestões para projectos futuros.

Palavras-chave: TIC. Zap generation. + Química Digital.

Downloads 3402  3402  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma  Faculdade de Ciências, Universidade do Porto, Por  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 4 5 6 »