Educadores

Ínicio : Pedagogia : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Histórias e Sentidos da Institucionalização da Criança Pobre em Cianorte Popular Versão: PDF
Atualização:  17/4/2018
Descrição:
FERREIRA-CAMPIOTTO, Fabiana Fernandes

Este trabalho se insere no campo da infância e se propõe a conhecer, sistematizar e analisar a história institucional da criança pobre no município de Cianorte-PR por meio de Organizações Não Governamentais de assistência à infância. O recorte temporal baseia-se no início da fundação do município, em 1955, e vai até o ano 2000, correspondendo este último aos dez primeiros anos de implementação do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA. A pesquisa tem como objetivos específicos: registrar e organizar aspectos históricos de Organizações Não Governamentais de Cianorte a fim de preservar sua memória; relacionar e significar a história contada com a teoria sobre a institucionalização de crianças no Brasil. A metodologia, de caráter bibliográfico e documental, envolveu o estudo de oito organizações não governamentais do município de Cianorte, as quais apresentavam um acervo disperso no que se refere à infância, apontando a necessidade de organização e registro dos arquivos encontrados nestas instituições privadas sem fins lucrativos, já que não havia atendimentos institucionais governamental até o ano 2000. Na pesquisa, foram utilizados os seguintes documentos: atas de fundação e de diretoria, fotos, regimentos internos, estatutos sociais, recortes de jornais, ofícios, solicitações, convênios, orientações, lista de alunos, requerimentos, escritura, memorial, contrato de comodato, relatórios, convocação, certidões, projetos e plantas de casas. Com base no acervo acessado, foi encontrada uma variedade documental de instituições que prestaram/prestam atendimento à criança pobre no munícipio, evidenciando a relevância de seus trabalhos para o período estudado, sobretudo no que se refere à necessidade de valorizar a experiência prática. Para a efetivação desta investigação, foram entendidas como necessárias a nomeação e a sistematização dos documentos localizados, tais procedimentos de arquivística representam o início da visibilidade da história institucional da criança que, até então, não existia. O estudo teórico e a análise documental apontaram, entre outros resultados, a presença de uma forte cultura institucional de caráter filantrópico e caritativo para crianças pobres, apoiada por concepções de infância que dificultam o aperfeiçoamento de práticas igualitárias que contemplem o direito para todos independente da classe social. A institucionalização da criança tem se reconfigurado em diferentes épocas e, mesmo após a implantação do ECA, não têm ocorrido mudanças significativas na política municipal de atendimento. É possível observá-la nos atendimentos atuais chamados em meio aberto, como nas creches, ou instituições sociais voltadas para a assistência social. É possível afirmar que a institucionalização da criança é um dos mecanismos de controle social e da pobreza, apoiados por concepções constituídas na modernidade e criadas exclusivamente para a criança pobre, além da existência de controles velados destas instituições privadas, os quais afetam a participação política da comunidade local e de crianças em instâncias de decisão sobre temáticas infanto-juvenis.

Palavras-chave: Institucionalização da Criança. Infância. Entidades não governamentais de Cianorte/PR. Poder(es). Educação social.

Downloads 1647  1647  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A constituição da escola pública no município de Guaraniaçu: percursos históricos Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
ZANIN, Tatiane

A dissertação A constituição da escola pública no município de Guaraniaçu: percursos históricos, tem como objeto o estudo da escola pública primária no município de Guaraniaçu, de 1950 a 2010. Para a investigação, estabelecemos como objetivos: compreender o processo de constituição da escola pública primária no município de Guaraniaçu e evidenciar os elementos históricos que contribuíram para a organização da educação institucionalizada. Nesse sentido, o problema de pesquisa foi o questionamento: como se constituíram as escolas públicas primárias no município de Guaraniaçu, no período compreendido entre 1950 e 2010? Para esclarecer o problema de investigação, propusemos as seguintes questões de pesquisa: Qual o contexto sócio-histórico de implantação das escolas públicas? Quais as primeiras instituições escolares criadas no município? Como foi o processo de criação, manutenção e cessação destas instituições no município? No desenvolvimento da investigação, analisamos o surgimento das primeiras instituições escolares até a constituição da escola pública propriamente dita, evidenciando os fatores que contribuíram para o processo de expansão e de cessação das escolas do território municipal. Nesse sentido, abordamos sobre a formação dos grupos escolares, com ênfase na história do Grupo Escolar José Francisco da Rocha Pombo, o primeiro fundado na sede do município. A pesquisa apoiou-se em fontes diferenciadas: estudo bibliográfico e pesquisa sobre documentos históricos, tais como: atas de reuniões de professores, atas de posse de professores, acervo fotográfico constante nas escolas públicas municipais, acervo pessoal de professores, entrevistas com professores e alunos, bem como legislação federal, estadual e municipal sobre a temática estudada. Para fundamentação teórico-metodológica, nos valemos das contribuições de Saviani (2004, 2005, 2006), Schaff (1991), Bencostta (2005, 2006), Wachowicz (1982, 1988), Nascimento (2006), Souza (2006, 2009), Vidal (2006), entre outros. Concluímos que o levantamento, catalogação, análise e interpretação das fontes primárias possibilitam a preservação da memória histórica local que, em diálogo com o contexto socio-histórico, permite aprofundar os conhecimentos sobre história da educação.

Palavras-chave: História da educação. Escola pública. Grupos escolares.

Downloads 1735  1735  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O gestor escolar como articulador da integração das tecnologias na escola Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
OGAWA, Mary Natsue

A escola como uma das principais instituições sociais, responsável pela transformação de homens em cidadãos, com potencial de intervenção direta na formação para a o exercício da cidadania, tem a tarefa de atentar às mudanças nos contextos sociais e preparar o seu aluno fornecendo-lhe condições de interagir na sociedade. Os atuais contextos sociais permeados por tecnologias em todos os seus âmbitos exigem da escola nova configuração no seu dia a dia, requerendo também novos processos para a aprendizagem e novas posturas por parte de seus profissionais. Frente a esse desafio, de formar cidadão para uma sociedade caracterizada por relevantes avanços em ciência e tecnologia, surge a necessidade de um gestor que possa conduzir o trabalho no dia a dia da escola respaldado por seus conhecimentos e pela liderança exercida por meio de processos democráticos. Entretanto, a formação de gestores escolares ainda é bastante recente na história da educação brasileira, levando à necessidade de uma reflexão quanto à natureza desses processos formativos e da elaboração de propostas de formação que atendam as atuais demandas da escola. Na perspectiva de identificar o percurso histórico do gestor escolar, esta pesquisa se utilizou dos escritos de Luck (2001, 2006, 2009), Antunes (2008), Souza (2006) sobre a instituição da figura do gestor e a transformação da concepção de administração para a gestão escolar. Também compuseram este estudo Sander (2007), Teixeira(2011).Maria Elisabeth Bianconcini de Almeida (2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2011) e Alonso (2003, 2004, 2005, 2007, 2008) embasam as reflexões quanto ao papel do gestor em relação às tecnologias na escola. Bransford, Brown e Cocking, (2007), Pozo (2002), Portilho (2005, 2011) trazem significativas contribuições quanto ao processo de aprendizagem do adulto. De posse desse arcabouço teórico, compomos um campo para pensar a formação do gestor escolar sobre a perspectiva da integração de tecnologias no contexto educativo e, a partir da metodologia de pesquisa desenvolvimento de Van der Maren (1996), buscamos identificar junto ao gestor quais são os requisitos de uma proposta de formação que possibilitariam a esses profissionais promoverem a integração das tecnologias no espaço escolar. Para essa investigação, foi enviado aos gestores escolares, por meio eletrônico, um questionário composto por questões fechadas e abertas e seus dados foram analisados com auxílio dos softwares Qualtrics e Atlas Ti. No mapeamento das respostas foi possível verificar que muitos gestores reconhecem a importância das tecnologias para o aprendizado escolar e também nas tarefas de gestão. No entanto, nem todos se sentem preparados para articular o uso das tecnologias na escola e, em suas respostas, expressaram o desejo e a necessidade de aprender mais sobre o tema, fornecendo em suas falas algumas sugestões como o uso da lousa digital, softwares, planilhas, editores de textos, internet, simuladores e outros itens, que podem contribuir para uma proposta formativa que atenda às necessidades na promoção das tecnologias no espaço escolar.

Palavras-chave: Gestor escolar. Tecnologias educacionais. Formação.

Downloads 1757  1757  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma PUCPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Marco Túlio Cícero: uma nova proposta para a formação do orador Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
JARDIM, Marilza de Lima.


O objetivo da dissertação é discutir a proposta de educação concebida por Marco Túlio Cícero (106-43 a.C.) para o orador, aquele que responderia às necessidades da sociedade romana de seu tempo. Portanto, buscou-se compreender em que consistia o pensamento ciceroniano no que tange à formação e verificar o modelo de educação oferecida em Roma até o período republicano.A metodologia adotada para o desenvolvimento da pesquisa foi de caráter bibliográfico, compreendendo o processo histórico em construção. Buscou-se identificar os implicativos que contribuíram para a elaboração de seu pensamento, destacando sua trajetória de vida, produções e modelo de educação por ele apresentados no seu contexto histórico. O percurso da pesquisa priorizou uma bibliografia de caráter geral que favorecesse a compreensão do processo formativo e o papel do orador para a sociedade romana. Cícero apresentava-o como o homem ideal e justificava a necessidade da aquisição de um conhecimento geral para a sua formação cujo humanitas se torna o modelo de currículo, na intenção de formar um homem que congregasse valores que o comprometesse com a pátria.

Palavras-chave: Cícero. Homem. Formação. Humanitas. Orador.

Downloads 1775  1775  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Estratégias de Aprendizagem Utilizadas por Professores da Educação Básica da Rede Pública de Ensin Popular Versão: PDF
Atualização:  5/6/2017
Descrição:
PIANCA, Humberto José Cardoso

A partir da Psicologia Cognitiva com base na Teoria do Processamento da Informação, o uso de estratégias de aprendizagem tem sido proposto como um fator de proteção ao sucesso acadêmico, contribuindo para a aprendizagem autorregulada. No entanto, apesar de estudiosos da área destacarem a importância de o professor reconhecer-se como aprendiz, observa-se que a produção científica sobre o uso das estratégias de aprendizagem de professores, principalmente no âmbito nacional, apresenta-se incipiente. Em vista disso, o presente estudo teve como objetivo geral analisar a frequência do uso das estratégias de aprendizagem de professores da Rede Pública de Ensino Estadual, pertencentes ao Núcleo Regional de Educação de Londrina – PR. Como objetivo específico buscou estabelecer relações entre as variáveis: sexo, faixa etária, tempo de atuação como professor e a frequência no uso das estratégias de aprendizagem dos professores participantes da pesquisa. Participaram do estudo 610 professores, com idade entre 22 e 71 anos (43, 46 ± 8,91 anos), pertencentes à Rede Pública do Estado do Paraná, do Núcleo Regional de Educação de Londrina. Foi utilizada como instrumento de medida a Escala de Avaliação de Estratégias de Aprendizagem – EEA-U (BORUCHOVITCH; SANTOS, 2015), constituída por 35 itens de estratégias de aprendizagem, subdivididos em 3 fatores: (1) Estratégias de Autorregulação Cognitiva e Metacognitiva, (2) Estratégias de Autorregulação dos Recursos Internos e Contextuais e (3) Estratégias de Autorregulação Social. Os dados foram submetidos à análise descritiva e inferencial, utilizando-se o Software R. As análises evidenciaram que os professores participantes da pesquisa relatam utilizar, com frequência, as estratégias de aprendizagem. As estratégias de Autorregulação Cognitiva e Metacognitiva e as de Autorregulação dos Recursos Internos e Contextuais foram apresentadas com maior frequência em relação ao uso das estratégias de Autorregulação Social (p<0,01). Não foi verificada diferença significativa em função do sexo (p=0,22). Além disso, observou-se uma tendência de que, quanto maior a idade (p=0,08) e o tempo de experiência na ação docente (p=0,04), mais estratégico é o professor, segundo relato na EEA-U, para os fatores de Autorregulação Cognitiva e Metacognitiva e de Autorregulação dos Recursos Internos e Contextuais. Frente a esses resultados, ressalta-se a necessidade de fomentar as políticas de formação inicial e continuada de professores em relação ao incentivo do uso de estratégias de aprendizagem de processamento profundo da informação, mais precisamente as estratégias cognitivas de elaboração e organização, estratégias metacognitivas de monitoramento e regulação da aprendizagem, assim como estratégias de Autorregulação Social no que diz respeito à produção do conhecimento mediada pelas relações interpessoais, em virtude dos seus benefícios para ensinar e aprender.

Palavras-chave: Estratégias de aprendizagem. Processamento da informação. Professores. Educação Básica.

Downloads 1796  1796  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Pro Brasilia Fiant Eximia: Paulistanidade Impressa em Livros Didáticos Aprovados no Estado de São Pa Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
ABBEG, Valter André Jonathan Osvaldo

Esta pesquisa se insere no conjunto de estudos sobre a história do livro didático. Tem por objetivo identificar e analisar marcas de paulistanidade impressas em séries graduadas, conjunto de livros didáticos, aprovados pelo Estado de São Paulo para uso nas escolas públicas de 1911 a 1937. Conta com aportes teóricos da história cultural articulando concepções de nação (Hobsbawn), imaginário social (Veyne e Castoriadis) e imagem (Aumont e Joly). Utilizou-se três movimentos para exemplificar as diferentes características da paulistanidade: o separatismo, o federalismo e o nacionalismo; todos constituídos em discursos públicos veiculados em jornais e revistas paulistas. A compreensão da paulistanidade perpassa os discursos políticos do Partido Republicano Paulista e de outras instituições e movimentos que agregaram intelectuais e profissionais, seja o Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, o Movimento Modernista (que teve um de seus ápices a Semana de Arte Moderna), ou mesmo a Liga Nacionalista de São Paulo. Os procedimentos de pesquisa utilizados foram: o levantamento dos títulos aprovados pelo governo de São Paulo; busca dos livros em acervos gerais e específicos; seleção dos livros que pertenciam a séries graduadas; classificação dos elementos textuais e gráficos que representassem o imaginário paulista; leitura e identificação das marcas nacionais e paulistas a partir da repetição de termos, expressões e frases, tornando possível a identificação de padrões e singularidades. Na organização das fontes foram selecionados 40 livros pertencentes a 20 séries graduadas. Foram encontradas marcas nacionais em 37 títulos e marcas paulistas em 27 livros didáticos. As marcas nacionais demarcam-se na relação entre o país e seu contorno geográfico (mapa), bandeiras, referências à proclamação da República, a capital da nação, a recorrência na caracterização e personificação do brasileiro. As marcas paulistas encontradas fazem referência direta ao Estado de São Paulo, ao café, a ferrovia, ao bandeirante, aos hinos entre outros símbolos. Este simbolismo paulista, apresentados nos livros retratam o Estado, suas características, personagens, constituem a formação de um dado imaginário composto por uma definição de sociedade associada à exigência de vanguarda, crescimento econômico, político e cultural.

Palavras-chave: Livro didático. Paulistanidade. Nacionalismo. Imaginário. São Paulo.

Downloads 2126  2126  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unifesp  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Experiências de educação em tempo integral no Brasil e no município de Francisco Beltrão - PR: Qual Popular Versão: PDF
Atualização:  21/6/2016
Descrição:
FICANHA, Kathiane

Esta pesquisa pretende discutir a compreensão de “formação integral” presente nas propostas de educação em tempo integral no Brasil, partindo do pressuposto de que quanto mais tempo se passa na escola, instituição cuja função social precípua é a de ensinar os fundamentos dos conhecimentos historicamente produzidos e acumulados pela humanidade, mais facilmente se podem criar as condições para uma formação emancipatória. Dada a importância que a educação em tempo integral adquiriu na educação para as classes populares, constatamos a necessidade de compreendê-la melhor, numa tentativa de superar os limites do assistencialismo rumo à formação onilateral. Para isso, desenvolvemos esta pesquisa, através da qual pretendemos analisar a história da educação em tempo integral no Brasil, delimitando a discussão na necessidade da ampliação do tempo escolar em função de um determinado modelo de formação para as crianças da classe trabalhadora, para, a partir da totalidade, compreender a particularidade dessa modalidade de ensino implantada na rede municipal ensino de Francisco Beltrão desde 1994, no que se refere à ampliação do tempo escolar para uma formação integral dos alunos que permanecem mais tempo na escola, observando seus limites e possibilidades. Eis que surge a necessidade de estudos com uma fundamentação teórico-metodológica que propicie o embasamento sobre uma Educação em Tempo Integral que privilegie a formação de sujeitos autônomos e ativos socialmente, capazes de refletir e analisar os conhecimentos históricos, políticos e sociais sob a luz de uma teoria crítica, articulada ao contexto social capitalista, haja vista a estreita relação entre a educação e a sociedade. Desse modo, é preciso fazer uma análise da sociedade como um todo histórico e socialmente construído, para então entendermos a realidade específica na qual se insere a escola de tempo integral. Por isso, buscamos um referencial teórico baseado no materialismo histórico dialético, numa tentativa de chegar à síntese sobre a história da educação em tempo integral no Brasil, sua influência no município de Francisco Beltrão e as possibilidades de superação da perspectiva liberal. Nessa perspectiva, organizamos nossa pesquisa em três capítulos, nos quais buscaremos atingir os objetivos específicos da pesquisa, sejam eles: 1) conhecer a história de implantação da educação em tempo integral no país, em relação à forma de organização do tempo ampliado e a formação defendida para as crianças em quatro grandes experiências (Escola-Parque, CIEPs, PROFIC e Programa Mais Educação); 2) a influência dessa história nas experiências de ampliação do tempo escolar em Francisco Beltrão, e as formas com as quais se referem às possibilidades de formação integral dos alunos; 3) compreender como se daria a formação emancipatória a partir da educação em tempo integral com base na perspectiva marxista de formação onilateral e tomando o trabalho como princípio educativo. Por fim,analisamos a necessidade de superação do modelo liberal,tomando a educação em tempo integral como importante ferramenta na formação das classes populares.

Palavras-chave: Educação em tempo integral. História da educação. Marxismo. Formação onilateral. Escola unitária.

Downloads 2140  2140  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Panorama de Uso da Experimentação no Ensino da Física em Municípios da Região Oeste do Paraná: uma Popular Versão: PDF
Atualização:  19/4/2018
Descrição:
HOFFMANN, Jairo Luiz

A temática relativa ao uso da experimentação no Ensino de Física apresenta relevância devido às contribuições das mudanças metodológicas e variações de recursos pedagógicos, como forma de oportunizar diferentes possibilidades na construção do conhecimento científico. As reflexões sobre o tema buscam contribuir para a melhoria da aprendizagem da Física e da significação dos conteúdos escolares para os estudantes. A perspectiva é contextualizar as teorias e leis bem como a utilização das estruturas físicas, materiais e instrumentos didáticos disponíveis nas escolas de Ensino Médio e a forma de compensar a ausência ou precariedade desses. Por outro lado, os relatos de alunos e professores que evidenciam dificuldades são constantes na compreensão dos conceitos, a falta de interesse pelas aulas e a escassez de atividades prático-experimentais. A carga horária da disciplina insuficiente e o grande número de alunos por turma justificam parte das dificuldades, em especial, com o trabalho experimental nas escolas. A presente investigação se propõe a analisar como ocorre o uso da experimentação no Ensino da Física no Ensino Médio das Escolas Públicas do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Toledo – PR. Reflete sobre a importância da experimentação no currículo escolar e as condições presentes nas escolas para tais atividades, além da compreensão dos profissionais do ensino acerca do uso da experimentação e o Ensino da Física. A pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo foram adotadas com a técnica de entrevista com professores, observação (diário de bordo) nos estabelecimentos de ensino e aplicação de questionários para docentes e discentes, a fim de se conhecer a realidade da experimentação em Física vivenciada no contexto escolar regional. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo, numa abordagem de pesquisa qualitativa. Identifica-se que, como resultado da pesquisa, embora a temática da experimentação esteja presente nas discussões sobre o Ensino de Física, no âmbito escolar, na formação inicial e continuada, encontra dificuldades na efetivação prática nos ambientes escolares em nível de Ensino Médio. Mas, se por um lado ela é indicada pelos estudantes como estimuladora ao interesse pela aprendizagem dos conteúdos escolares, por outro lado, percebe-se, a partir das falas dos professores, o predomínio das abordagens demonstrativas e de verificação frente ao caráter investigativo da experimentação. Isso justifica a continuidade dos debates para a superação das dificuldades elencadas no contexto da pesquisa, a fim de que se possa explorar o caráter investigativo da experimentação. Mesmo que se reconheça a importância dos experimentos a partir de materiais de baixo custo, é necessária a constante atualização dos laboratórios de ciências e de informática como ampliação de possibilidades para a experimentação.

Palavras-chave: Ensino de física. Ensino por investigação. Experimentação. Ensino médio.

Downloads 2276  2276  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Para Além do Templo das Musas: Museu Virtual como Possibilidade de Leituras de Documentos Históricos Popular Versão: PDF
Atualização:  7/1/2019
Descrição:
YOSHIMOTO, Elton Mitio

A presente dissertação explicita os resultados de uma pesquisa qualitativa, de caráter social e participante, enfocando a formação continuada de professores de dois estabelecimentos de Educação Básica, no uso de novas tecnologias de informação e comunicação (TIC), mais especificamente, ferramentas da Web 2.0 que auxiliem na produção de museus virtuais. Para tanto, desenvolveu-se o curso cognominado “Museu Virtual na Escola: organização de acervos mediada por recursos Web 2.0”, produto educacional resultante das leituras efetuadas em meio à revisão bibliográfica. Definiu-se como ponto de partida os seguintes questionamentos: O museu virtual pode ser utilizado na escola como instrumento de auxílio à organização e leitura de objetos e documentos em ambiente on-line? De que modo os professores da Educação Básica podem dinamizar suas aulas, via museu virtual, além de participar da discussão do seu uso? Tal abordagem justifica-se como possiblidade de reflexão docente sobre sua prática, buscando por alternativas que prezem pelo trabalho colaborativo e multidisciplinar. Portanto, considera-se importante analisar o uso do museu virtual como recurso pedagógico a partir das diferentes dimensões da produção humana. Por isso ofertou-se o curso a professores de disciplinas diversas, promovendo debates enriquecedores, valorizando diferentes visões de realidade. Adotou-se como procedimento epistemológico a didática para uma Pedagogia Histórico-Crítica, de modo que os professores-cursistas fossem motivados a transformar sua postura prática. Os resultados obtidos atestam a necessidade de formação continuada como a proposta nesse trabalho, tendo em vista o caráter de incompletude que envolve o ser humano, para além das tradicionais concepções que consideravam o professor o centro do saber historicamente acumulado. Almeja-se, portanto, que a pesquisa aqui apresentada contribua com os debates que envolvem não apenas a criação de museus virtuais na escola, mas também a formação de profissionais reflexivos como caminho para a transformação da prática docente.

Palavras-chave: Museu virtual. Web 2.0. Formação continuada. Pedagogia histórico-crítica. Pesquisa participante.

Downloads 2417  2417  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Percepções Docentes sobre o Ensino de Ciências e a Educação do Campo em Escolas do Município de Tole Popular Versão: 
Atualização:  9/4/2018
Descrição:
KLIEMANN, Claudia Regina Machado

Nos anos iniciais do século XXI, a educação formal brasileira ofertada para as populações de áreas rurais têm sido reformulada e ressignificada. Estruturou-se uma nova modalidade de ensino da Educação Básica, a Educação do Campo, que está regulamentada na esfera nacional, principalmente, pelas Diretrizes Operacionais da Educação do Campo (BRASIL, 2001a) e, na esfera estadual, pelas Diretrizes Curriculares da Educação do Campo (PARANÁ, 2006), na qual se pretende escolas no campo oferecendo uma Educação do Campo. O ensino de Ciências prevê um ensino significativo, histórico e contextualizado aos estudantes (KRASILCHIK, 2000) e essas preocupações são consideradas como basilares também para a Educação do Campo. Assim, o ensino de Ciências das escolas do campo oportunizado aos estudantes deve se apresentar de forma dialógica, no qual as problematizações estabelecidas sejam contextualizadas com a realidade dos estudantes, mobilizando os seus conhecimentos prévios, articulando os conceitos e estabelecendo os conhecimentos científicos. Como guia do processo, o professor orienta o caminho do processo dialógico do ensino de Ciências nas escolas do campo. Nesse sentido, essa pesquisa tem o objetivo de caracterizar a Educação do Campo e o ensino de Ciências nesse contexto, para isso verificando as percepções dos docentes da disciplina nas escolas estaduais do campo do município de Toledo/PR. Participaram da pesquisa 12 professores de Ciências das escolas estaduais do campo do município de Toledo/PR e dois técnicos do Núcleo Regional de Educação local. O instrumento de coleta de dados foi entrevista individual a partir de um questionário semiestruturado. As declarações prestadas nas entrevistas foram analisadas por meio da técnica da Análise de Conteúdo, conforme formulada pela pensadora francesa Laurence Bardin (1977). Os resultados apontam que os professores conhecem pouco a legislação da Educação do Campo e os respectivos documentos basilares, as escolas do campo são caracterizadas como espaços particulares devido ao contexto em que estão inseridas e, por isso, também os professores buscam assumir uma prática pedagógica diferenciada, com o intuito de aproximar os conteúdos curriculares da realidade dos estudantes. Há também a percepção de que as formações continuadas ofertadas pelo Núcleo Regional de Educação não abordaram a temática até o momento. Ficou evidente a considerável rotatividade dos professores, que é apontada como um dos fatores que mais dificulta o conhecimento da realidade dos estudantes. Assim, ações de caráter interno nas escolas e outras vinculadas à Secretaria de Estado da Educação precisam ser articuladas para viabilizar a efetivação da Educação do Campo nas escolas do Campo.

Palavras-chave: Educação do campo. Ensino de ciências. Professores. Escolas do campo.

Downloads 2627  2627  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 5 6 7 (8) 9 10 »