Educadores

Ínicio : Pedagogia : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Uso da Programação Scratch para o Desenvolvimento de Habilidades em Crianças do Ensino Fundament Popular Versão: PDF
Atualização:  9/10/2017
Descrição:
CASTRO, Adriane de

O ensino de programação na escola é uma tendência mundial. A linguagem de programação Scratch foi desenvolvida especialmente para crianças, pois usa uma interface gráfica fácil sem códigos, apenas blocos parecidos com lego. Pensando nisso, este trabalho visa à inserção da programação para crianças dos anos iniciais do ensino fundamental de uma escola municipal da cidade de Ponta Grossa. Esta pesquisa usa a abordagem do Construtivismo de Jean Piaget em busca de compreender o desenvolvimento da criança e também a perspectiva construcionista de Seymour Papert, já que visa o uso de computadores por meio da programação. A pesquisa busca investigar o desenvolvimento de atributos como raciocínio e autonomia diante do uso da programação. Desenvolveu-se uma pesquisa aplicada, com enfoque qualitativo de cunho interpretativo. O projeto realizado teve uma duração de um ano, no qual as crianças tiveram a oportunidade de aprender conceitos básicos da programação Scratch e atividades com uso da criatividade e lógica. O estudo apresentou resultados positivos no desenvolvimento intelectual, autonomia, raciocínio lógico, comunicação. O trabalho relata mudanças observadas nos alunos entre o início e o término do projeto.

Palavras-chave: Scratch. Raciocínio Lógico. Criatividade. Programação.

Downloads 547  547  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Processos Mediadores Desenvolvidos pelo Professor Pedagogo na Escola Pública Estadual do Paraná: Nov Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
SILVA, Sonia Cristina da

A pesquisa propõe analisar a atuação mediadora realizada por professores pedagogos na escola básica atual da rede pública estadual paranaense, tomando como cenário, os processos da cultura escolar e da cultura da escola como movimentos do e no cotidiano e as influências das mudanças sociais contemporâneas que permeiam o processo da escolarização pública atual, considerando as teorizações de Forquin, Frago, Heller e Rockweel e Ezpeleta. Situa-se a profissão do pedagogo em breve histórico que retoma as questões da ambiguidade desta profissão ao longo do tempo. Propõe-se investigar se a atuação do professor pedagogo contribui e de que forma junto aos professores, como mediador entre os conteúdos de ensino e os processos de ensino-aprendizagem que desenvolvem, considerando as novas necessidades científicas e tecnológicas da escola contemporânea. A pesquisa de cunho qualitativo, foi realizada com base em Lüdke e André, Mazzoti e Hébert Lessard. A metodologia foi desenvolvida a partir de entrevistas semiestruturadas com professores pedagogos que desenvolvem práticas bem-sucedidas nas escolas públicas da Rede Estadual do Paraná. Foram selecionados os professores pedagogos que apresentaram um investimento significativo na ampliação da formação e prática dos docentes em suas escolas, diante das necessidades teórico práticas do currículo para o ensino e formação dos alunos. As práticas examinadas, denominadas processos mediadores, resultaram dos condicionantes históricos e socioculturais contemporâneos, e foram consideradas em sua dialogicidade com as novas demandas científicas e tecnológicas do mundo atual, tomando como base os autores selecionados em estudos sobre a educação escolar na pós modernidade: Giroux, Costa, Pinto, Franco, Hagemeyer, Bauman e Bhabha. Para a investigação realizada, foram entrevistados dezesseis pedagogos (as), dos quais foram selecionados cinco profissionais, que se destacaram em suas práticas mediadoras, contribuindo de forma significativa para a atuação docente no espaço-tempo da escolarização. Buscou-se identificar em seus depoimentos e práticas, as concepções, atividades e atitudes presentes nos processos de mediação que desenvolvem e que, de várias formas demonstraram: a consciência sobre a função social da escola atual, o domínio da ciência pedagógica, bem como os efeitos que suas atividades promovem no processo de ensino e aprendizagem no cotidiano escolar. Na análise realizada, evidenciou-se a ênfase nos processos de formação continuada em serviço e foram constatados cinco focos de interesse para uma atuação mediadora, destacando-se: a proposta pedagógica curricular por disciplina, a avaliação e a diversidade cultural, as tecnologias e novos interesses dos estudantes na escola, o diagnóstico e formação para a autonomia, e o Pré-conselho de classe registrado. Esses focos, apontaram para as dimensões de atuação a serem estabelecidas pelos professores pedagogos nas escolas públicas, na articulação e organização do Projeto Político Pedagógico. Como nova dimensão da atuação do professor pedagogo, foram identificados os processos mediadores que apresentam na ação, os conhecimentos de domínio teórico metodológico, com base na ciência pedagógica e nos saberes do cotidiano escolar. Esses processos comportam conhecimentos relacionados ao contexto social mais amplo e se orientam pela produção científica e tecnológica, gerando novos conhecimentos e domínios, que incluem novas estratégias para o desenvolvimento dos processos de ensino, aprendizagem e formação humana.

Palavras-chave: Professor Pedagogo. Ciência pedagógica. Função da escola contemporânea. Processos de mediação.

Downloads 294  294  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Um Olhar Investigativo sobre a Relação entre as Políticas Públicas Educacionais, as Tecnologias de Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
TORQUATO, Rosane Andrade

Esta pesquisa teve como objetivo investigar a relação das políticas públicas educacionais, dos pressupostos teóricos necessários à formação continuada dos docentes do Ensino Médio na sua atividade pedagógica no uso de tecnologias de informação e comunicação (TIC). O problema enfatiza a importância da coerência entre políticas educacionais, espaços de formação continuada e uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC); assim se apresenta a questão: as políticas educacionais de formação continuada estão sendo suficientes para garantir a formação de docentes numa perspectiva de apropriação não apenas técnica, mas, também conceitual, cultural e pedagógica na utilização de tecnologias de informação e comunicação? A base metodológica utilizada foi a pesquisa qualitativa conduzida por revisão bibliográfica acerca da historicidade do Ensino Médio, da elaboração de recentes políticas educacionais de formação continuada de professores e uso de tecnologias. A pesquisa de campo ocorreu entre os meses de julho e agosto de 2015, numa escola pública da rede estadual de ensino, situada no município de Curitiba (PR). Os sujeitos investigados foram docentes do Ensino Médio. O estudo abrangeu duas etapas. A primeira caracterizou-se pela observação participante da prática docente em sala de aula em que se fez uso do Diário de Campo como instrumento de pesquisa, a fim de registrar as ações pedagógicas do docente em sua compreensão e uso de tecnologias. A segunda etapa especificou-se por entrevistas semidirigidas aplicada aos docentes em caráter individual. A análise dos resultados utilizou a técnica de Análise de Conteúdo que encontra referencias em Laurence Bardin. Os resultados obtidos evidenciaram que políticas educacionais referentes as tecnologias na escola estão sendo implementadas por meio de envio de equipamentos, dispositivos e realização de cursos de formação continuada para docentes. Entretanto, ainda permanecem contradições como o descompasso entre o envio de materiais e a viabilidade pedagógica refletida na ausência de manutenção periódica dos equipamentos e mínimas ações docentes no uso das tecnologias (TIC). Indica-se a necessidade constante de processos reflexivos e a promoção de ações que melhor articulem as políticas públicas educacionais, as TIC e formação continuada de professores do ensino médio atentando para cuidados específicos que daí decorrem ante realidades comunitárias e sociais emergentes das quais a escola faz parte.

Palavras-chave: Políticas Educacionais. Formação continuada de professores. Tecnologias de informação e comunicação.

Downloads 752  752  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicentro  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Modos de Estar na Escola: Experimentar, Criar, Contagiar Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
SANTOS, Pollyana Aguiar Fonseca

Esta pesquisa investigou processos experimentais de formação disparados por um projeto realizado em uma escola estadual de Curitiba, durante o ano de 2014. Buscou-se, com a pesquisa, acompanhar alguns efeitos produzidos com sua proposição, especialmente práticas instauradoras de formações como potências liberadoras de devires. Devires efetuados nos/pelos encontros envolvendo a comunidade escolar, entre ideias, corpos, conflitos, olhares, desejos potencializados com o desenvolvimento do projeto e tudo que o envolveu. Nesse sentido, evidenciou-se a dimensão processual do projeto e seus desdobramentos – especialmente durante o ano de 2015 –, buscando, com a cartografia (DELEUZE; GUATTARI, 1995; DELEUZE; PARNET, 1998), seguir os traçados de algumas das linhas que o compõem. Operar a cartografia exigiu desnaturalização, suspensão dos automatismos e desterritorialização, em um movimento para construir uma sensibilidade, uma abertura para o acontecimento. Buscou-se, com a pesquisa, dar passagem ao que acontece, performatizando um corpo-pesquisadora atento e presente. Compondo uma escrita com várias vozes, buscou-se ainda apontar a potência de alguns desdobramentos do projeto, no sentido da produção de outras relações e práticas pedagógicas, atravessando e indo além das rotinas e repetições. O projeto ultrapassou as fronteiras da sala de aula, dos muros da escola e das grades curriculares, através da promoção de debates, pesquisas, visitas, intervenções, esgarçando os tecidos mais endurecidos das tramas do cotidiano escolar, possibilitando aberturas para uma educação menor (GALLO, 2007; 2013; 2015). Os processos de formação envolveram aprendizagens que se deram por contágio, apostando também na potência dos estudantes para desestabilizar os processos de subjetivação excludentes (GUATTARI; ROLNIK, 1986). Criaram-se fendas no espaço-tempo escolar para a emergência do inesperado, mobilizando os grupos, contagiando a comunidade escolar e potencializando a produção de outros modos de estar na escola.

Palavras-chave: Educação menor. Formação. Cartografia. Experiência. Singularização.

Downloads 417  417  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Do Silêncio às Vozes: Biblioteca Escolar sob o Ponto de Vista das Crianças Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
NUNES, Maristela Aparecida

Muito embora neste início de século XXI estudos das mais diversas áreas tenham proporcionado um conhecimento mais amplo do desenvolvimento infantil, ainda não é garantido à criança o direito de ter seus interesses e especificidades devidamente reconhecidos. Ademais, observa-se que dentro da instituição escolar, a criança, assim como a biblioteca escolar - elementos fundamentais do processo educativo - encontram-se igualmente desvalorizados. Contudo, estudos da área da infância apoiados nos pressupostos da Sociologia e Antropologia da infância (1990), apontam para a necessidade de se olhar as crianças com outros olhos, considerando-as como produtoras de história e cultura, pensadas na construção das relações sociais. Similarmente, a biblioteca escolar precisa ser ressignificada como um local de incentivo à leitura, construção de conhecimento, da cultura, do estímulo ao gosto pela leitura e de constituição dos sujeitos críticos. Diante do exposto, esta pesquisa se justifica pelo necessário desenvolvimento da consideração da cultura infantil, da escuta e do reconhecimento dos interesses das crianças, assim como também da compreensão das crianças como sujeitos ativos nas práticas educacionais -que consideramos imprescindíveis no âmbito escolar quanto no social - e pela vivência profissional da pesquisadora como educadora atuante em uma biblioteca escolar. Assim, objetivamos com este estudo, reconhecer e problematizar a percepção da biblioteca do ponto de vista das crianças. Esse objetivo maior se desdobrou em outros: apresentar questões históricas e as potencialidades da biblioteca escolar, oportunizar à criança expor suas ideias sobre a biblioteca escolar, identificar como estáorganizado o espaço da biblioteca na instituição pesquisada e quais práticas são ali desenvolvidas. Esta pesquisa construiu-se mediante um estudo bibliográfico e de campo. Nos pautamos na literatura da área da infância e da biblioteca escolar. Por caracterizar-se de natureza qualitativa, nos firmamos nos postulados de Ludke e André (1986), Fazenda (2008) e Triviños (2009). Os procedimentos metodológicos adotados foram a entrevista semiestruturada sob os postulados de Manzini (2003) e Kaufmann (2013) e a observação (in loco) do espaço físico da biblioteca, sendo que o tratamento dos dados se assentou na análise de conteúdo (BARDIN, 2011). Os sujeitos da pesquisa foram crianças, estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental, sendo que a coleta de dados aconteceu na biblioteca de uma escola municipal da cidade de Guarapuava/PR. De forma geral, as conversas com as crianças nos revelaram que elas gostam de frequentar a biblioteca e que gostariam de ir mais vezes a esse espaço, que a biblioteca é um lugar de silêncio, que exige imobilidade, e que elas possuem o desejo de poderem manusear mais os livros tal como o empréstimo domiciliar. Este estudo nos possibilitou reconhecer que, muitas vezes, a criança é silenciada na escola e sua participação limita-se a ficar sentada e calada. Além disso, percebemos que a própria existência ou ausência da biblioteca no interior da escola evidencia uma concepção de ensino, de criança e de formação humana.

Palavras-chave: Biblioteca escolar. Educação. Infância. Pesquisa com crianças. Leitura.

Downloads 539  539  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicentro  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Aprender a ser Professor: Contribuições da Educação Histórica na Formação Inicial de Professores (PI Popular Versão: PDF
Atualização:  7/1/2019
Descrição:
TOMAZINI, Elizabete Cristina de Souza

Esta pesquisa teve como objetivo central analisar a participação de licenciandos do curso de História da Universidade Estadual de Londrina, no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), financiado pela Coordenação do Aperfeiçoamento do Pessoal do Ensino Superior (CAPES) e as possíveis apropriações por esses sujeitos sobre os pressupostos da Educação Histórica no que se refere ao ensino de História, de maneira a poder interferir na formação desses futuros profissionais da área de História. Para tanto, foi estabelecido um recorte temporal que contemplou o subprojeto de História do referido programa entre os anos de 2011 e 2013, pelo fato de nesse período terem sido realizadas atividades pensadas a partir de diálogos com a Teoria da Educação Histórica. Pesquisadores deste campo teórico, como Barca (2001a;2011), defendem que devemos ter um olhar atento sobre a formação inicial ofertada graduandos. Sobre esse tema, recorremos aos estudos de Nóvoa (1992), Saviani (2009), Cainelli (2002), (2009), Ramos (2011), bem como escolhemos realizar esta pesquisa a partir da Metodologia Qualitativa, que nos possibilitou flexibilidade, principalmente quanto às técnicas de coleta de dados, incorporando aquelas mais adequadas à investigação. Como fonte da nossa análise, optamos por documentos produzidos pelos alunos (bolsistas) durante sua participação no programa como relatórios e artigos publicados em revista científica voltada para o ensino de História. Posteriormente, realizamos uma investigação por meio de questionários semiestruturados aplicados em dois momentos da pesquisa, durante um estudo piloto e durante o estudo principal. Com esse procedimento, buscamos identificar como se deu a apropriação de alguns conceitos teóricos que os egressos do PIBID tinham acerca da docência em História. Recorremos também a dados provenientes de uma entrevista com ex-pibidianos que assumiram a função de professores da Educação Básica para investigarmos como estes se utilizaram de conceitos da Educação Histórica em suas aulas, em especial na aula-oficina. Conceitos esses propostos por Lee (2001), Barca (2004a) e Schmidt (2009) tais como conhecimentos prévios, conteúdos substantivos e de segunda ordem. Como resultado, esta pesquisa traz contribuições para as reflexões sobre a formação inicial de professores de História, no sentido de entender que é necessário integrar os conhecimentos teóricos e práticos nos currículos dos cursos de licenciatura. Tais reflexões perpassaram o planejamento das atividades bem como o processo de intervenção didática no subprojeto do PIBID investigado. A Educação Histórica entende o professor como um pesquisador social (BARCA, 2004a), desse modo, esperamos que esta pesquisa fomente discussões e futuras pesquisas acerca da necessidade de futuros professores de História, inseridos em um contexto real de atuação, ocuparem o papel de agentes em seu processo de formação.

Palavras-chave: PIBID. Formação inicial de professor. Educação histórica. Ensino de História.

Downloads 236  236  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Educação Multicultural na Perspectiva de Peter McLaren Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
MANFREDO, Yasmin Coelho Figueiredo

Esta pesquisa buscou compreender a proposta de educação multicultural na perspectiva do educador canadense Peter McLaren, para quem a educação escolar e a práxis docente devem ser compreendidas a partir de uma vertente crítica para a construção de um multiculturalismo revolucionário que promova, de fato, a transformação social. Para tanto, buscamos compreender o advento do movimento multiculturalista e sua relação com a educação. Também abordamos a polissemia do termo e os seus diferentes usos, para, em seguida, situarmos o referido autor e sua proposta de educação multicultural. O desenvolvimento da pesquisa realizou-se a partir da reconstrução da trajetória intelectual, seguida da análise crítica das obras de Peter McLaren. Crítico ferrenho do capitalismo e da globalização, McLaren denuncia que o projeto neoliberal tem voltado os olhos para a educação escolar como forma de reconfigurar as relações de exploração e dominação da classe trabalhadora. Nesse sentido, defende que os processos que envolvem as relações de classe, etnia, gênero devam ser pensados organicamente, posto que estas últimas podem introduzir mudanças nas condições para as transformações nas primeiras, ou seja, a análise de classe deve incluir os processos sociais e culturais. Em se tratando da cultura dos grupos subalternos ou marginalizados, é fundamental que suas vozes sejam ouvidas para que a educação escolar não continue a cumprir apenas uma função reprodutiva da escolaridade na sociedade capitalista tardia.

Palavras-chave: Peter McLaren. Multiculturalismo. Pedagogia crítica. Ensino.

Downloads 2996  2996  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unespar  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Formação na Escola pelo Progama Pacto Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
DUARTE, Volmar

Com vivência prática na educação, por mais de 15 anos, encontramos várias situações preocupantes, como a falta de motivação dos estudantes para os estudos, índices elevados de evasão escolar e número considerável de aprovações por conselho de classe como forma de ludibriar o índice de reprovação, o qual seria bastante elevado. Esses fatores têm dificultado, consideravelmente, o alcance das expectativas, para atingir no processo de ensino e aprendizagem. Diante desse quadro, com o desenvolvimento da presente pesquisa, ancorada em um estudo de caso, apresentamos as atribuições, perspectivas e limites de um Programa de Formação Continuada de Professores, conforme trâmites propostos pelo Ministério da Educação (MEC) denominado: Pacto Nacional Pelo Fortalecimento do Ensino Médio. O propósito da pesquisa contempla o seguinte questionamento: Como o Pacto Nacional Pelo Fortalecimento do Ensino Médio contribuiu para mudanças no trabalho pedagógico dos professores? Os lócus da pesquisa foi o Colégio Estadual Padre Anchieta de Salgado Filho - PR (CEPA), instituição escolar que vive sua realidade educacional não diferente das demais escolas brasileiras, no que se refere ao processo de ensino e aprendizagem. Um dos principais objetivos do Pacto consiste atingir a formação integral dos estudantes do Ensino Médio (EM), proporcionando-lhes condições e possibilidades de construção do conhecimento para autonomia e cidadania. Portanto, os resultados da presente pesquisa objetivam analisar os objetivos do Pacto Nacional Pelo Fortalecimento do Ensino Médio na visão dos professores do EM, dos pedagogos, do diretor e das professoras das Instituições de Ensino Superior (IES) para verificarmos os resultados, por meio da implantação desta formação dos professores, nessa instituição escolar. A metodologia foi fundamentada, principalmente, no estudo de caso, idealizado por Yin (2010), pela relevância que apresenta no que se refere às formas de analisar determinada política educacional, neste caso, a formação de professores e os possíveis resultados no trabalho pedagógico. Além da análise das obras de 10 (dez) Cadernos utilizados durante a formação dos professores pelo Pacto, utilizamos como base para fundamentação teórica, Bernard Charlot, Marilena Chauí, Maria Ciavatta, Antonio Gramsci, Francisco Imbernon, dentre outros. Com essa base, avaliamos os desdobramentos e os resultados deste Programa de Formação de Professores trabalhando com 17 professores do Ensino Médio, os quais participaram da formação pelo Pacto, com 4 (quatro) membros da equipe pedagógica, sendo 3 (três) pedagogos e 1 (um) diretor/gestor e mais 3 (três) professoras de Instituições de Ensino Superior (IES) que participaram da execução do referido Programa de Formação de Professores.

Palavras-chave: Formação de professores. Programa Pacto. Trabalho Pedagógico.

Downloads 254  254  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Trabalho Docente no Espaço-tempo da Hora-atividade nas Escolas Públicas Estaduais do Município de  Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
SCHOLOCHUSKI, Virgínia do Carmo Pabst

Esta pesquisa apresentou como objeto de investigação o trabalho docente na hora-atividade dos professores da rede estadual de ensino do Paraná. Seu objetivo geral foi analisar como o tempo do trabalho docente destinado à hora-atividade é utilizado pelos professores dentro das escolas estaduais do município de Almirante Tamandaré. Assim, a pergunta que se desejou responder foi: como vem sendo aproveitado pelos professores o espaço-tempo destinado à realização da hora-atividade nas escolas públicas estaduais do Município de Almirante Tamandaré? Para tanto, partiu-se de uma análise da educação brasileira desde as duas últimas décadas do século XX, até chegar à conjuntura atual, buscando compreender em que contexto se deu a conquista da hora-atividade, o aumento do seu percentual e o recente retrocesso na carga horária dessa atividade docente. Para melhor compreensão desse processo, discutiu-se, também, sobre a categoria trabalho docente a partir da definição de trabalho de Karl Marx (2013), bem como a respeito das influências da sociedade capitalista na educação. A partir das ideias de Nacarato et al. (1998), debateu-se sobre as condições do trabalho docente no Brasil. Encontrou-se, também, a necessidade de entender o significado da terminologia hora-atividade, buscando conhecer a legislação que respalda a sua efetivação, a sua concepção na literatura e entre os profissionais da educação. A abordagem metodológica escolhida foi a da pesquisa qualitativa proposta por Minayo (2009), Moreira e Caleffe (2008) e Ludke e André (1986), e as técnicas de coletas de dados utilizadas foram: entrevistas semiestruturadas (com professores e pedagogos), observação participante (do espaço tempo da hora-atividade) e análise documental. Em relação à análise e tratamento do material empírico e documental coletado, apoiou-se na análise de conteúdos proposta por Bardin (1979). Para entender a realidade do trabalho docente na hora-atividade, buscou-se investigar as duas únicas Instituições escolares do município de Almirante Tamandaré – PR, que ofertam apenas os anos finais do Ensino Fundamental. Os dados evidenciaram péssimas condições físicas e estruturais das escolas para a realização da hora-atividade. Em relação ao aproveitamento do tempo da hora-atividade, verificou-se que os professores dedicam a grande maioria do seu trabalho nesse espaço-tempo para realizar atividades imediatistas, voltadas ao planejamento das aulas e às burocracias cristalizadas no seu cotidiano de trabalho e, que, dificilmente estudam na hora-atividade. O pedagogo, por sua vez, encontra-se sobrecarregado de atividades na escola e não consegue organizar momentos de estudos e reflexão durante o espaço-tempo da hora-atividade. Verificou-se, também, que o retrocesso do percentual da hora-atividade desmotivou os docentes e aumentou a quantidade de trabalho desse profissional, e que para dar conta de tudo, muitas vezes, leva trabalho para realizar em casa. Assim, conclui-se que a hora-atividade não é um benefício para os professores, mas ao contrário, é um direto garantido por lei, conquistado pelos professores através de lutas e resistências, e entre os seus principais objetivos se destaca: melhorar as condições de trabalho docente e a qualidade do ensino ofertado à população.

Palavras-chave: Hora-atividade. Trabalho docente. Almirante Tamandaré. Escolas estaduais.

Downloads 1022  1022  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Tuiuti  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Pro Brasilia Fiant Eximia: Paulistanidade Impressa em Livros Didáticos Aprovados no Estado de São Pa Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
ABBEG, Valter André Jonathan Osvaldo

Esta pesquisa se insere no conjunto de estudos sobre a história do livro didático. Tem por objetivo identificar e analisar marcas de paulistanidade impressas em séries graduadas, conjunto de livros didáticos, aprovados pelo Estado de São Paulo para uso nas escolas públicas de 1911 a 1937. Conta com aportes teóricos da história cultural articulando concepções de nação (Hobsbawn), imaginário social (Veyne e Castoriadis) e imagem (Aumont e Joly). Utilizou-se três movimentos para exemplificar as diferentes características da paulistanidade: o separatismo, o federalismo e o nacionalismo; todos constituídos em discursos públicos veiculados em jornais e revistas paulistas. A compreensão da paulistanidade perpassa os discursos políticos do Partido Republicano Paulista e de outras instituições e movimentos que agregaram intelectuais e profissionais, seja o Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, o Movimento Modernista (que teve um de seus ápices a Semana de Arte Moderna), ou mesmo a Liga Nacionalista de São Paulo. Os procedimentos de pesquisa utilizados foram: o levantamento dos títulos aprovados pelo governo de São Paulo; busca dos livros em acervos gerais e específicos; seleção dos livros que pertenciam a séries graduadas; classificação dos elementos textuais e gráficos que representassem o imaginário paulista; leitura e identificação das marcas nacionais e paulistas a partir da repetição de termos, expressões e frases, tornando possível a identificação de padrões e singularidades. Na organização das fontes foram selecionados 40 livros pertencentes a 20 séries graduadas. Foram encontradas marcas nacionais em 37 títulos e marcas paulistas em 27 livros didáticos. As marcas nacionais demarcam-se na relação entre o país e seu contorno geográfico (mapa), bandeiras, referências à proclamação da República, a capital da nação, a recorrência na caracterização e personificação do brasileiro. As marcas paulistas encontradas fazem referência direta ao Estado de São Paulo, ao café, a ferrovia, ao bandeirante, aos hinos entre outros símbolos. Este simbolismo paulista, apresentados nos livros retratam o Estado, suas características, personagens, constituem a formação de um dado imaginário composto por uma definição de sociedade associada à exigência de vanguarda, crescimento econômico, político e cultural.

Palavras-chave: Livro didático. Paulistanidade. Nacionalismo. Imaginário. São Paulo.

Downloads 2126  2126  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unifesp  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 (3) 4 5 6 7 8 9 10 »