Educadores

Ínicio : Ciências : Dissertações : 

Produções de Profissionais da Seed: Dissertações (16)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Experimentação no Ensino de Ciências: atividades problematizadas e interações dialógicas Popular Versão: PDF
Atualização:  20/3/2012
Descrição:
GUESDES, Suzana de Souza.

Este trabalho tem por objetivo investigar a importância do uso das atividades experimentais em contexto e condições reais do ensino de ciências no nível fundamental II. A perspectiva foi pensar tal prática como uma abordagem de ensino que se condiciona mais à natureza epistemológica do conhecimento do que a fatores contextuais e institucionais. A partir da reflexão na ação, emergiu as concepções acerca da natureza da ciência e do ensino experimental, destacando-se em relação às atividades experimentais, o papel que desempenham, as contribuições no processo de ensino-aprendizagem, os desafios a serem enfrentados e os equívocos relacionados. Apresenta-se uma alternativa, contrapondo-se ao tipo de atividade antes utilizada, agora baseada na problematização, com intuito de tornar as atividades dialógicas na perspectiva de Paulo Freire. Foram propostas atividades problematizadas, abordando os temas água e ar para estudantes do 6o ano do ensino fundamental II, com metodologia que instigou a busca de soluções através das ações, das reflexões e do diálogo. Esta proposta promoveu a participação dos alunos propondo explicações para os fenômenos estudados, permitiu a modificação e/ou reelaboração de ideias e pontos de vistas e estabeleceu conexões entre os saberes cotidianos e científicos. Desta forma, transformou-se o contexto de sala de aula em palco de aprendizagens para alunos e professora, em que todos foram igualmente sujeitos no processo.

Palavras-chaves: atividades problematizadas, experimentação, diálogo.

Downloads 806  806  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Formação de professores, ensino de Ciências e os conteúdos procedimentais nas séries iniciais do ens Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
GOMES, Paulo César.

Esse estudo avaliou se interações planejadas entre o pesquisador e professoras das séries iniciais para o planejamento e a execução de duas unidades didáticas contribuiriam para a construção de conhecimentos sobre saberes docentes associados com a seleção de objetivos de ensino, com a escolha de práticas de ensino e de avaliação compatíveis com tais objetivos e com a interpretação das medidas de aprendizagem. Participaram quatro professoras do 2º ciclo (3ª e 4ª séries) do ensino fundamental da rede estadual de ensino. Todas as atividades de coleta de dados foram realizadas na própria escola. Na Fase I ocorreu a caracterização das práticas educativas, por meio de entrevistas e de atividades de observação das aulas ministradas pelas participantes. Na Fase II ocorreram interações entre o pesquisador e cada professora individualmente para o planejamento, a elaboração e a execução de uma unidade didática (UD1) sobre tema da área de Ciências Naturais selecionado pela professora. Em entrevistas realizadas na Fase III foram comparadas as aulas ministradas antes e após a UD1. Em seguida, nas Fases IV, V e VI ocorreram o planejamento, a execução e a avaliação da segunda unidade didática, com os mesmos procedimentos adotadas nas Fases I, II e III, respectivamente. Os resultados principais foram: (a) predomínio de ‘aula expositiva unidirecional’ na condução das unidades de Ciências Naturais nas séries em questão; (b) as professoras primaram pelo ensino dos conteúdos conceituais em detrimento dos demais tipos, sendo que as práticas educativas foram executadas independente das concepções prévias dos alunos; (c) as docentes interpretaram distintamente as medidas comportamentais das capacidades expressas nos PCN’s, aos fazeres demonstrados pelos alunos e por elas próprias; (d) durante o contato com as unidades implementadas, as professoras puderam ‘experimentar’ um contato mais coerente com práticas educativas que contemplassem explicitamente a aprendizagem das diferentes modalidades de conteúdos, inclusive os procedimentais; (e) as professoras foram capazes de mobilizar saberes na busca por e implementação de uma prática educativa que melhor se adequasse às imediatas necessidades dos alunos, bem como, na interpretação de fazeres como expressão de capacidades e as aprendizagens imediatamente resultantes. Investigar procedimentos que garantam autonomia na execução dessas práticas, aliado à programas de qualificação docente quanto aos saberes conceituais em Ciências justificam a continuidade dos estudos relatados.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Séries Iniciais. Conteúdos Procedimentais.

Downloads 2191  2191  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unesp  Site http://www2.fc.unesp.br/BibliotecaVirtual/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Impasses na formação inicial de professores de ciências nas séries iniciais Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
BELUSCI, Heloisa Treche.

Este é o resultado de uma pesquisa que acompanhou uma turma de estudantes e sua professora no desenvolvimento da disciplina Fundamentos do Ensino de Ciências, componente da grade curricular do curso de Pedagogia de uma universidade pública. O objetivo foi destrinçar a relação que os estudantes, ainda na formação inicial de professores, estabelecem com as Ciências Naturais e com seu ensino. Foram registradas e analisadas todas as 15 aulas do semestre, coletando-se dados por meio de 16 entrevistas com estudantes e uma com a professora, gravação em vídeo ou áudio das aulas, diários de campo da pesquisadora e da professora da disciplina e redações de avaliação da disciplina, feitas pelos estudantes. A análise qualitativa dos dados inicialmente buscou narrar a experiência didática, destacando os eventos marcantes ou significativos do desenvolvimento da disciplina. Em seguida, a experiência didática foi interpretada com base na visão de Sartre sobre os momentos do processo grupal dos estudantes e pelo recurso a analogias entre os discursos do inconsciente propostos por Lacan e os discursos do professor. A análise revela impasses vividos no contexto de formação inicial de professores, em que a condução do ensino parece ter contribuído para acentuar a relação dos estudantes com as Ciências Naturais marcada por rejeição, insegurança e por uma crença de que eram incapazes de alcançar o conhecimento pretendido pela professora. O impasse caracterizou-se tanto pelo fato de o discurso da professora, de um modo geral, não ter sido capaz de capturar os estudantes para aprenderem sobre os conteúdos de ensino, quanto pela maneira como os estudantes se organizaram para lidar com os conteúdos da disciplina: a práxis do grupo pareceu não contribuir para que cada um dos integrantes se envolvesse no processo de aprendizagem, pois os estudantes se organizaram de forma a se expor o mínimo possível, agindo de forma burocrática e evitando situações nas quais pudessem ficar aparentes suas fragilidades ou o fato de que não sabiam Ciências. Discutem-se assim os aspectos subjetivos que permeiam os processos de ensinar e de aprender. Este estudo aponta para a necessidade de se atentar para as relações dos sujeitos (professor e estudantes) com o conhecimento e de se capturarem os estudantes de Pedagogia, de modo a se engajarem em aprender o conteúdo de Ciências Naturais e envolver-se com seu ensino.

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Formação de professores. Grupos. Processo ensino-aprendizagem.

Downloads 500  500  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Institucionalização (sistemática) das Representações Sociais sobre a "Deficiência" e a Surdez: relaç Popular Versão: 
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
BORGES, Fábio Alexandre

O presente trabalho trata das possíveis correlações entre as representações docentes e o ensino para surdos. Tanto como sabemos, essa é uma questão ainda pouco investigada no contexto da Pesquisa em ensino de ciências e educação matemática. Nesse sentido, professores de ciências/matemática são entrevistados, sendo solicitados a descreverem suas experiências no estar ensinando surdos no que diz respeito aos seguintes aspectos: formação profissional, recursos didáticos, expectativas suas e dos estudantes quanto ao ensinar/aprender ciências/matemática, e outros. A fala dos professores é submetida a um processo de Análise Textual Qualitativa, a saber: identificação de unidades de significado; delineamento do perfil das ideias do entrevistado e identificação das convergências dentro do conjunto de unidades de significado encontradas. Finalmente, são revelados elementos que auxiliam para com a compreensão do atual estado das coisas do ensino para surdos.

Palavras-chave: Educação de Surdos. Representações Docentes. Ensino de Ciências.

Downloads 839  839  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Maringá - UEM  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Interdisciplinaridade por meio da Concepção do Ciclo da Água em uma Bacia de Drenagem de Campinas  Popular Versão: 
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
RIBEIRO, Stella Regina

Esta pesquisa consiste em um trabalho desenvolvido em escola pública municipal, da cidade de Campinas, em parceria com duas professoras que ministravam as disciplinas de Geografia e Ciências no Ensino Fundamental para alunos de 5ª série. Foram realizadas atividades de formação continuada nas quais o objetivo era investigar o ensino, tratando questões ambientais. Houve um esforço para tratar o Ciclo da Água de forma sistêmica, utilizando distintas fontes de informação desde científicas a populares. O Ciclo da Água foi tratado a partir do local (microbacia de drenagem). O pressuposto do trabalho defende integração curricular por meio de debate e pesquisa colaborativa. Mostra-se a existência de dificuldades no tratamento do Ciclo da Água embora notem-se avanços em relação ao ensino apoiado em modelos extremamente simplificados. Atividades de campo mostraram-se especialmente enriquecedoras para professores e alunos começarem a refletir sobre o modelo de Ciclo da Água.

Palavras-chave: Ensino de Geociências. Pesquisa Qualitativa. Currículo. Formação de Professores. Ciclo da Água. Ensino Fundamental.

Downloads 912  912  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Interferência no Trabalho do Professor de Primeira a Quarta Série Segundo sua Ótica: destaque ... Popular Versão: 
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
MARTINS, Maria Ivanil Coelho

Tendo como preocupação a contradição aparente entre desempenhos supostos para o professor e a sua prática docente, esta pesquisa teve como finalidade evidenciar fatores intervenientes na atividade pedagógica de primeira a quarta séries, segundo a opinião do professor. Conceitos, tais como, currículo oculta - conforme trabalhado por M. W. Apple e continuidade-ruptura por G. Snyders - embasaram nossa abordagem dessa problemática. A metodologia, de natureza etnográfica, teve como principal instrumento para coleta de informações, entrevistas semi-estruturadas com professoras da cidade de Capivari/SP. Foi aplicado questionário e realizadas sessões de observação numa escola, tendo o trabalho contado com a participação de vinte e cinco professoras de três escolas da cidade.

Downloads 530  530  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Laboratório de ensino de Matemática e Laboratório de Ensino de Ciências: uma comparação Popular Versão: 
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
BENINI, Marli Balzan Cavalaro

Muito se tem dito sobre as deficiências do ensino da Matemática. A partir delas, procuramos uma solução para esse problema, surgindo então o tema Laboratório de Matemática.
Este trabalho tem como intenção mostrar como a experimentação no laboratório está inserida historicamente na Ciência e que a idéia de um laboratório de Matemática não é nova. Pretendemos com ele comparar o laboratório de Matemática com o de Ciências.
A apresentação de alguns laboratórios de ensino de Matemática brasileiros e portugueses e seus objetivos se faz presente. Para tanto lançamos mão de dados bibliográficos e documentais. Os objetivos do laboratório de Ensino de Matemática foram coletados e analisados segundo algumas categorias. Essas categorias são a motivacional, a instrucional, a funcional e a epistemológica, usadas na Ciência, baseadas em Laburú (2005).
Com base nos dados, observamos que, em se tratando de um laboratório didático, preocupado com o ensino e a aprendizagem, existem muitos pontos em comum entre o trabalho de laboratório de Ciência e o de Matemática. Este trabalho também se preocupou em trazer um capítulo sobre “Os Diferentes Tipos de Abordagem no Laboratório de Física”, como uma elucidação para as pessoas que
desconhecem as maneiras como pode ser conduzido o trabalho
naquele espaço.

Palavras-chave: Laboratório de Ensino. Experimentação. Ensino e Aprendizagem.

Downloads 2403  2403  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Leitura no Ensino de Física: Concepções, Sentidos, Possibilidades e Dificuldades Segundo o Olhar dos Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
LEITE, Álvaro Emílio

Neste trabalho procuramos entender os sentidos e concepções subjacentes as praticas dos professores quando realizam atividades de leitura em aulas de Física, bem como discutir as possibilidades e dificuldades apontadas por eles para o uso desse recurso. Tomando como referencia a concepção de que a leitura e um elemento da cultura escolar que deve ser explorado, ressaltamos a relação intima entre Educação e Cultura sugerida por Forquin e utilizamos as considerações de Charlot para argumentar que a origem social não e determinante para a formação de bons ou maus leitores, alem de interagirmos com diversos textos e pesquisas produzidos sobre a temática pelos pesquisadores do campo de ensino de Física no Brasil. A partir de uma sondagem inicial entre os professores de Física das escolas estaduais de Curitiba, identificamos aqueles que declararam desenvolver atividades de leitura em suas aulas, dentre os quais, a partir de critérios previamente estabelecidos, alguns deles se dispuseram a participar da pesquisa. Os resultados mostraram que a maioria dos professores, ao desenvolver atividades em sala, não toma o cuidado de sondar o universo de conhecimentos prévios que os alunos trazem sobre o texto e, também, não demonstram preocupações com a intencionalidade dos gêneros textuais propostos nas atividades. Ao destacar as dificuldades para desenvolver as atividades de leitura, os professores apontam a falta de habilidade para interpretação de textos dos alunos e as recorrentes copias de trechos do texto para responder as questões propostas apos a leitura. Atribuem essas dificuldades a maneira como as atividades de leitura são trabalhadas ao longo da historia escolar dos alunos, a falta de exemplos familiares e a origem social. Apontaram também a necessidade de materiais que tragam auxilio para o desenvolvimento de atividades de leitura em sala e a maior aproximação da Universidade com a escola. Por fim, alem de expor nossos pontos de vistas sobre os resultados e analises, destacamos a necessidade de aumentar o numero de pesquisas sobre o tema e encontrar caminhos para que elas façam parte efetivamente da formação dos professores

Downloads 752  752  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://www.ppgeufpr.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=284
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Leituras dos Professores de Ciências do Ensino Fundamental sobre as Histórias da Ciência Popular Versão: pdf
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
FLÔR, Cristhiane Cunha

Neste estudo enfatizo as leituras que os professores de ciências do ensino fundamental apresentam sobre as histórias da ciência. Utilizando como principal referencial teórico a análise do discurso da linha francesa, me propus a buscar junto a cinco professores de ciências do ensino fundamental suas leituras sobre as histórias da ciência, ou seja, quais os sentidos são atribuídos sobre esse tema, quais são suas fontes de leitura e suas possíveis contribuições para promover uma melhoria no ensino de ciências. A forma de olhar para as entrevistas está baseada na compreensão de que a linguagem não é transparente, que os sentidos para um texto não são dados e nem estão à espera de serem descobertos, pois estes são construídos pelos leitores dependendo das condições de produção dessas leituras. O perfil observado nos entrevistados mostrou que são professores abertos a inovações no ensino de ciências, principalmente àquelas de ordem metodológica. A análise das entrevistas semi-estruturadas evidenciou que as fontes de leituras sobre o tema apontam predominantemente para o livro didático, as enciclopédias e os trabalhos extraclasse feitos pelos alunos, onde há uma história geralmente voltada a biografias rápidas, nomes e datas de “heróis” da ciência, algo que está pronto, acabado e linear. Diante desta leitura, os professores não vêem muitos benefícios na utilização de abordagens históricas no ensino de ciências, confundindo a história da ciência com “dar aulas” de história. Por outro lado, fazem uma conexão entre a utilização de abordagens históricas e os vínculos entre ciência, tecnologia e sociedade (CTS), mostrando uma leitura diferente da anterior, mais voltada aos rumos atuais da educação em ciências. De qualquer forma, uma das contribuições desta dissertação é apontar para a necessidade da utilização de abordagens históricas da ciência nos cursos de formação inicial e continuada de professores, a fim de que estas possam chegar às escolas.

Palavras-chave: História da Ciência. Ensino de Ciências. Leituras. Análise do Discurso.

Downloads 617  617  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações
Fazer Download agora!Literatura Infantil no Ensino de Ciências: Articulações a partir da análise de uma coleção de livros Popular Versão: PDF
Atualização:  19/3/2012
Descrição:
LINSINGEN, Luana von

Neste trabalho é desenvolvido algumas articulações entre Literatura Infantil, Animais e Ensino de Ciências, baseadas em referências da Literatura, da Antropologia e da Educação. Para tanto, utiliza-se argumentos que indicam potenciais contribuições da Literatura Infantil para o Ensino de Ciências, levando em conta seu caráter lúdico, atraente e dinâmico, estimulador da leitura e formador de consciência-de-mundo. Argumento que a Literatura Infantil tem propriedades que viabilizam elaborações mais abstratas sobre a realidade, inclusive sobre a Ciência, seus atores e suas peculiaridades. É apresentado e identificado um conjunto de trabalhos já publicados nesta linha, em especial no âmbito dos Encontros Nacionais de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPECs), no período de 1997 a 2007. Analiso também uma coleção de oito livros infantis, cujos personagens principais são animais, propondo e aplicando critérios que articulam texto e ilustrações. A análise realizada permite confirmar as promissoras possibilidades instrumentais dessa coleção para o ensino de Ciências e sugere a realização de futuras pesquisas, no sentido de trabalhar esse material em sala de aula.

Palavras-chave: Literatura infantil. Ensino de ciências. Animais aviltados.

Downloads 2992  2992  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Santa Catarina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 7 »