Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!"Eventos de letramento em contextos de línguas em contato: reflexões sobre o desenvolvimento ... Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
MATUCHAKI,Silvana Soares da Silva

A presente pesquisa tem como tema a análise de eventos de letramento em contextos de línguas em contato, em uma escola do campo situada na comunidade de Santa Rosa do Ocoí, no município de São Miguel do Iguaçu. A comunidade, colonizada por descendentes de alemães, desperta o interesse da pesquisa pela presença do bilinguismo (alemão/português) e, por localizar-se em uma região de fronteira, ter contato com o guarani e o espanhol, caracterizando-se como um ambiente sociolinguísticamente complexo. Os contextos de línguas em contato chamam a atenção devido à complexidade que o ensino de língua portuguesa assume diante da aprendizagem da escrita, fazendo-se necessária a compreensão de como a escola lida com a variação linguística, sem desconsiderar as questões que se inter-relacionam com os aspectos culturais da comunidade. Nesse sentido, centramos o objetivo da pesquisa em investigar eventos de letramento em contextos de línguas em contato e de variação linguística, por meio da análise reflexiva das interferências da fala na produção escrita de crianças matriculadas no 7º ano do Ensino Fundamental. Para isso, sustentamos o estudo a partir dos pressupostos teóricos da Sociolinguística Educacional segundo autores como Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2011), Damke (1988, 1998, 2006 e 2013); Pereira (1999), von Borstel (2011); Calvet (2002, 2007); Bagno (1999, 2009, 2013), Kleiman (2010, 2012), entre outros. A pesquisa qualitativa, de cunho etnográfico, apresenta a análise das interferências da fala na escrita das crianças, tendo em vista os eventos de letramento desenvolvidos em sala de aula. A geração dos dados se deu, primeiramente, por meio de uma entrevista com os moradores do local e um questionário sociolinguístico, aplicado aos alunos, a fim de verificar a existência de línguas em contato na comunidade, para depois, observar as aulas e a partir dos eventos de letramento, analisar a produção escrita das crianças, tendo em vista as interferências das línguas em contato. Como resultado dessa investigação, percebemos que as interferências na escrita dependem do grau de bilinguismo do falante e se mesclam com a variação linguística da língua portuguesa, sendo que a maioria delas é regular, o que permite criar atividades de intervenção pedagógica que levem em consideração contextos específicos de escrita.

PALAVRAS-CHAVES: Línguas em Contato. Variação Linguística. Eventos de Letramento. Ensino.

Downloads 355  355  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual do Oeste do Paraná  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!(Des)construção do imaginário de fronteira  Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
STAHL, Scheila

Este estudo objetiva apresentar reflexões e promover a análise sobre as narrativas de Horacio Quiroga (1878 – 1937), situadas historicamente no contexto de início do século XX e geograficamente em um ambiente de fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai, territórios em processo de consolidação cujos habitantes buscavam, além de desenvolvimento econômico, libertar-se da herança cultural trazida pelo colonizador europeu. Os contos Los pescadores de vigas (1913), Los mensú (1914), Una bofetada (1916) e Los desterrados (1925) abordam temáticas como a violência que se manifesta através da exploração humana que sofrem aqueles sujeitados ao trabalho no espaço rural sob o comando do patrón, geralmente representado por um estrangeiro ou por um descendente dos colonizadores. Considerados os momentos social e histórico, os contos analisados abordam questões que envolvem primordialmente as relações entre o homem e a natureza, cujo enfrentamento resulta na composição dos conceitos de civilização e barbárie presentes na literatura latino-americana, pois em sua narrativa o leitor não encontrará apenas a luta entre homem e natureza, mas encontrará, sobretudo, contos que descrevem o embate homem versus homem, revelando situações que ajudam a contar a história de um espaço pouco conhecido naquele contexto temporal, contribuindo com a construção da história local de Misiones, no interior da Argentina, ambiente de fronteira constante na vida e na obra do escritor uruguaio e nas obras selecionadas para este estudo. A leitura dos contos citados reforça que a Literatura, por meio da catarse que provoca no leitor, contribui para uma reflexão de cunho mais humanista dos sujeitos históricos, e os contos de Horacio Quiroga refletem o homem de seu tempo, observador que se transforma em narrador da fronteira.

PALAVRAS-CHAVE: Horacio Quiroga. Conto. Fronteira. Violência. Mensú.

Downloads 331  331  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Estadual do Oeste do Paraná   Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Resumo-escolar: entre a (in) definição e os limites da prática escolar Popular Versão: PDF
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
JESUS, Klabyr Wanderson Cristovão de

Nesta pesquisa, busco verificar se a produção de resumos, nos ambientes escolares, tem se estabelecido como uma prática mecânica de resolução de atividades, como um gênero de texto em que os aspectos formais são privilegiados, ou como um gênero discursivo em que a situação real de comunicação é levada em consideração. Para delimitar fronteiras entre essas abordagens, filio-me teoricamente ao Círculo de Bakhtin, elegendo o dialogismo como a categoria central de onde todas as outras categorias emergirão. Ou seja, assumo o dialogismo, característica constitutiva da linguagem, como a junção, nem sempre harmônica, entre discursos para, em uma dada situação comunicativa, constituir outro discurso. Nessa “negociação” entre os discursos, os sujeitos se reconhecem entre si e se constituem como tal, deixando, na materialidade dos textos, marcas de sua existência. Logo, através da análise dos resumos-escolares, apresento como as marcas linguísticas constituem não só os sujeitos envolvidos no processo de produção dos resumos, mas, também, a própria situação comunicativa.

Palavras-chave: Resumo-escolar. Dialogismo. Sujeito. Efeito de autoria. Gênero textual. Gênero discursivo.

Downloads 144  144  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Paraná  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Ensino da Ortografia: uma Proposta de Trabalho Reflexivo com o 7º Ano do Ensino Fundamental Popular Versão: PDF
Atualização:  6/6/2017
Descrição:
ROMANINO, Julhana Cella

Esta pesquisa apresenta uma descrição e análise dos erros ortográficos registrados em produções escritas de alunos do 7º ano do Ensino Fundamental, com a finalidade de propor atividades que os auxiliem a compreender o funcionamento da escrita em sua variante padrão. As questões relacionadas à escrita ortográfica têm denunciado um trabalho, às vezes, superficial da escola no que tange à compreensão do código escrito, à consciência fonológica e às arbitrariedades da língua. Os alunos demonstram a incompreensão do funcionamento da escrita, transcrevendo a sua fala e registrando marcas dialetais. Na perspectiva de alcançar o objetivo proposto, sustentamos a pesquisa nos pressupostos teóricos e metodológicos da Linguística Aplicada e nos estudos de autores como: Cagliari (1998, 2007, 2009), Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2006, 2008), Oliveira (2005) e Morais (2007, 2010). Para o desenvolvimento da pesquisa optamos pela abordagem qualitativa, e o método da pesquisa-ação. Na tentativa de compreender os processos pelos quais o aluno aprende a escrita ortográfica, após a realização de produções de textos de diferentes gêneros discursivos, os erros foram identificados e catalogados a partir de Oliveira (2005), para verificação das ocorrências e delimitação dos fenômenos a serem explorados na Unidade Didática. Foi possível perceber muitas ocorrências de equívocos decorrentes das arbitrariedades da própria língua e erros relacionados à presença da oralidade na escrita. A unidade didática contempla atividades de produção e fixação da escrita, buscando descrever o trajeto que o aluno realiza na compreensão do sistema gráfico da língua. A partir de reflexões sobre a fala e a escrita e seus princípios, práticas de leitura e de escrita, pretende-se envolver o aluno em situações reais de escrita, para que crie uma postura de autor, assumindo a palavra em toda a sua dimensão. Esperamos que esta proposta possa auxiliar no trabalho com a escrita, especificamente a ortografia, de forma a levar o aluno a dominar o código gráfico da língua e ampliar sua competência linguística.

Palavras-chave: Escrita. Ortografia. Ensino fundamental.

Downloads 487  487  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O gênero carta do leitor em diferentes suportes e mídias: uma análise de aspectos ... Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2016
Descrição:
BROCARDO, Rosângela Oro

Essa pesquisa de mestrado objetivou investigar a constituição e o funcionamento do gênero discursivo carta do leitor, do jornalismo de revista, considerando sua circulação em diferentes suportes e mídias. A fundamentação teórico-metodológica sustenta-se nos escritos do Círculo de Bakhtin e nas pesquisas de seus interlocutores contemporâneos (ACOSTA-PEREIRA, 2008, 2012; BRAIT, 2006, 2012; FARACO, 2009; RODRIGUES, 2001, 2005), no campo que, dadas suas particularidades, se convencionou a ser denominado de Análise Dialógica do Discurso (ADD). Considerando a ordem metodológica (BAKHTIN/VOLOSHINOV, 2012[1929]), as perguntas que movem esta pesquisa são: como se configura essa reorganização do projeto linguístico-discursivo do locutor, tendo em vista um novo contexto de interação verbal promovido pela Internet? Que fatores determinam a constituição e o funcionamento da carta do leitor em diferentes suportes e mídias? Quais as relações dialógicas que se estabelecem por meio do gênero carta do leitor nas versões da revista Veja em seus suportes impresso e online? Para aclarar essas questões, selecionamos o gênero discursivo Carta do leitor como tema, buscando ampliar nosso conhecimento sobre sua função social, seu contexto de produção, sua organização composicional e seu estilo, lançando um olhar, também, para as influências do suporte impresso e digital. Quanto aos dados da pesquisa e sua delimitação, selecionamos como objeto, 38 cartas do leitor publicadas em diferentes suportes da revista Veja, referentes a dois artigos de Lya Luft publicados no mês de abril de 2013. A metodologia e a apresentação dos dados têm como base Rodrigues (2001) que propõe a análise do gênero a partir de duas categorias articuladas: sua dimensão social e sua dimensão verbal.

PALAVRAS-CHAVE: Jornalismo de revista. Gênero do discurso. Carta do leitor. Suporte. Mídia.

Downloads 367  367  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual do Oeste do Paraná  Site 
Avaliação: 5.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Compreensões dos Professores de Língua Portuguesa sobre os Pressupostos Teórico-metodológicos das Popular Versão: PDF
Atualização:  5/6/2017
Descrição:
MENEZES, Estela Mari Tomazelli Silveira

O tema desta pesquisa é o trabalho com os gêneros discursivos em turmas de 6º a 9º anos do Ensino Fundamental, em escolas públicas da Rede Estadual, a partir do que está proposto nas Diretrizes Curriculares Estaduais – DCE – (PARANÁ, 2008). Esse interesse pelo tema sustenta-se na preocupação de que, se no trabalho com a linguagem não considerarmos os gêneros discursivos, incorremos no risco de focar a língua apenas como forma e estrutura, revelando, assim, outra concepção de linguagem que se distancia daquela defendida por esse documento curricular que norteia o ensino no Estado do Paraná. Nessa perspectiva, nosso propósito foi responder às seguintes perguntas de pesquisa: a) Qual é a compreensão do professor da disciplina de Língua Portuguesa (LP), na rede estadual de ensino de Cascavel, em relação aos pressupostos teórico-metodológicos das DCE, no trabalho com os gêneros discursivos na sala de aula? b) De que forma essa compreensão está transparecendo nos encaminhamentos didáticos da disciplina? c) A formação continuada (FC) ofertada pelo Estado, após a publicação das DCE, tem favorecido a compreensão dos pressupostos teórico-metodológicos desse documento? Para isso, propomos, como objetivo geral, verificar como estava ocorrendo o trabalho com os gêneros discursivos em turmas de 6º a 9º ano do Ensino Fundamental da rede pública Estadual de Cascavel, a partir do que está proposto nas DCE e se as formações, após a implementação do documento, contribuíram de alguma forma. Para que esse objetivo se materializasse, foi necessário eleger um quadro teórico que coadunasse com o que é proposto pelas DCE, ao explorar conceitos como concepção dialógica de linguagem, discurso, gêneros discursivos, enunciado e texto, os quais são apresentados por Bakhtin/Volochínov (2009[1929]) e Bakhtin (2003[1979]; 2010[1929]; 2010[1975]). Recorremos, ainda, a outros autores que compartilham dessa teoria: Brait (2003, 2005, 2012); Rodrigues (2005); Faraco (2009, 2011); Acosta-Pereira (2013); Costa-Hübes (2014); dentre outros. Trata-se, assim, de uma pesquisa que se insere na Linguística Aplicada, tendo em vista que se voltou para o estudo da linguagem no âmbito educacional. Quanto à perspectiva metodológica, inscreve-se dentro de uma abordagem qualitativa-interpretativista, de cunho etnográfico, estudo de caso. Os sujeitos foram 4 professoras que atuam nos anos finais do Ensino Fundamental em duas escolas estaduais no Município de Cascavel, e os dados foram gerados por meio de entrevistas e observação de aulas. Como resultado, concluímos que as docentes que se colocaram como sujeitos da pesquisa, mesmo não compreendendo integralmente a base teórico-metodológica do documento e não obtendo subsídios suficientes por meio das FC ofertadas pelo Estado, ministram suas aulas em torno do conteúdo gênero discursivo com autonomia, explorando-o de acordo com o conhecimento que têm sobre o assunto.

Palavras-chave: Concepção dialógica de linguagem. Gênero discursivo. Formação continuada. Ensino de Língua Portuguesa.

Downloads 150  150  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Narrativa e memória: a construção da visibilidade social da Escola Pública Popular Versão: PDF
Atualização:  24/2/2016
Descrição:
SOARES, Simone Aparecida

Este trabalho é resultante de uma pesquisa com alunos e professores que cursaram a educação básica na rede de ensino público. A investigação toma a narrativa desses personagens como objeto de análise, por meio da qual se torna possível analisar as memórias, os discursos, a cultura, a fim de compreender como se construiu a visibilidade social adquirida pela escola pública.Trata-se, portanto, de uma abordagem interpretativa, de uma leitura sobre o modo pelo qual esses sujeitos concebem, veem e se relacionam com a instituição. Faz-se ainda uma análise das Constituições Federais, no período de 1824 a 1988, no que tange a sistematização do ensino básico público brasileiro, com o objetivo de compreender o processo de construção dos direitos dos cidadãos ao ensino básico público, gratuito, laico e de qualidade. O desenvolvimento da pesquisa, bem como a análise das informações ocorre numa perspectiva interdisciplinar entre as áreas de literatura, história e educação e são fundamentadas nos conceitos de Michel Foucault sobre discurso e em autores que versam sobre os conceitos de narrativa, memória e cultura.

Palavras-chave: Narrativa. Memória. Discurso. Educação.

Downloads 179  179  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Tuiuti do Paraná  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Atlas Linguístico de Curiúva-PR: Aspectos Lexicais Popular Versão: PDF
Atualização:  22/6/2016
Descrição:
SIQUEIRA, Fátima da Silva.

Esta dissertação, composta de dois volumes,tem por objetivo principal construir um Atlas Linguístico da cidade de Curiúva,registrando em cartas linguísticas,algumas variantes lexicais da fala coletadas por meio de questionário estruturado, observadas em usuários naturais do município de Curiúva, Paraná. Neste trabalho,realizado sob o método geolinguístico, considerando,sobretudo, os pressupostos da Dialetologia Pluridimensional, objetivamos, especificamente:(i) analisar os dados coletados, com base nas variáveis faixa etária, sexo e escolaridade; (ii) comparar alguns dados coletados nesta pesquisa com os registrados por Aguilera (1994) e por Altino (2007), trabalhos de maior abrangência realizados no estado, que possibilitarão visualizar a qual região linguística paranaense pertence Curiúva; (iii) compor um arquivo de dados das entrevistas e disponibilizar para a sala 169 (UEL -Regional ALiB –Paraná) para pesquisas linguísticas posteriores. Como instrumento de coleta de dadosfoi utilizado o questionário completo do Atlas Linguístico do Brasil(ALiB, 2001), a fim de propiciar material suficiente para seguintes estudos nesta área, considerando a fato de não termos explorado o corpus em sua totalidade, ao optarmos por trabalhar somente o léxico desta comunidade. As entrevistas foram realizadas in loco junto a 24 curiuvenses, em 06 pontos linguísticos selecionados mediante maior importância na formação da cidade. Os dados apontampara inovações linguísticas entre os jovens e para maior conhecimento de mundo entre os idosos, principalmente, no que diz respeito a variantes tipicamente rurais. Quanto ao polimorfismo, foi observada maior produtividade lexical entre homens do que entre as mulheres e, ao contrário de nossa hipótese inicial,concluímos que o município não apresenta uma linguagem sulistano que diz respeito ao léxico, apesar de haver marcas queremetem tanto para o norte quanto para o sul.

Palavras-chave: Dialetologia. Geolinguística. Atlas Linguístico. Curiúva.

Downloads 455  455  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Geração Coca - Cola, Filhos da Revolução: efeitos de sentido em canções da Legião Urbana Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SANTOS, Cleverson Lucas dos

Este trabalho busca compreender os efeitos de sentido produzidos pelas canções da banda brasiliense Legião Urbana, sob o viés da Análise de Discurso de Linha Francesa, considerando as condições de produção discursivas na constituição dos sujeitos jovens e da juventude. Para tanto, tem como ponto de partida um recorte sobre a produção da banda Legião Urbana em seus três primeiros trabalhos: Legião Urbana (1985), Dois (1986), Que País é Este (1987), que contém canções individuais e/ou coletivas compostas por Renato Russo, no período da banda Aborto Elétrico (1978-1982) e de seu solo Trovador Solitário (1982). A pesquisa fundamenta-se no referencial teórico-metodológico da Análise de Discurso, nos estudos Pêcheux (1990, 1997, 2009) e nos desdobramentos brasileiros presentes em Orlandi (1997, 2004, 2005, 2007, 2008, 2012); Mariani (2003); Nunes (2006) e Rodriguez-Alcalá (2011), que possibilitaram verificar o funcionamento discursivo presentes no dito da materialidade linguística presente nas canções, bem como no não-dito, que se coloca na perspectiva de silêncio fundante, possibilidade mesma do dizer e silêncio local, silenciamento, da censura do período em questão, e, em outras materialidades discursivas, como o não-verbal correspondente à sonoridade. Ressalve-se que as constantes referências ao pensamento e à história de vida de Renato Russo, o líder da banda, acontecem devido a literatura existente sobre a banda e seus primórdios terem nele seu principal interlocutor. As histórias de Renato e da banda acabam por misturar-se. Foram, então, subdivididas as 32 canções dos três discos em cinco unidades temáticas, apresentando as inter-relações dos sujeitos jovens construídas em três planos: individual, social e institucional. Por fim, observou-se que a juventude primeiramente constituída correspondia a jovens de classe média e alta, situados em um espaço que possibilitou brechas, mesmo em meio à repressão da ditadura, e, aliados à própria compreensão que se tinha e que ainda permanece de que esses sujeitos estão ainda em formação, em quaisquer que sejam as FDs, possibilitando que tenham discursos divergentes aos postos, sem que isso signifique realmente um rompimento com estas. Por outro lado, ao compreenderem essa condição, os sujeitos irão valer-se da repetição das condições impostas, para parafrasear a própria vida, fazendo do mesmo algo diferente.

PALAVRAS-CHAVE: Análise de Discurso. Legião Urbana. Juventude.

Downloads 383  383  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A(s) violência(s) na literatura infantojuvenil brasileira: uma análise a partir do PNBE 2013 Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SOUZA, Elaine Leonarczyk


A pesquisa apresentada nesta dissertação teve como objetivo analisar como as violências são representadas em narrativas infantojuvenis brasileiras selecionadas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola –PNBE/2013, a partir de um corpus de doze narrativas, a saber: Um sonho no caroço do abacate (2002), do escritor Moacyr Scliar; Quarto de despejo: diário de uma favelada (2013), de Carolina Maria de Jesus; Ordem, sem lugar, sem rir, sem falar (2013), de Leusa Araujo; Sangue Fresco (2011), de João Carlos Marinho; O golem do Bom Retiro (2011), do escritor Mario Teixeira; Antes que o mundo acabe (2012), de Marcelo Carneiro da Cunha; O livreiro do alemão (2011), de Otavio Junior; Um na estrada (2011) e O outro passo da dança (2011) do escritor Caio Riter; A primeira vez que eu vi meu pai (2012), de Márcia Leite; A distância das coisas (2012), de Flávio Carneiro; O Homão e o menininho –Histórias de filhos e de pais (2010), de Luís Pimentel. A metodologia de pesquisa teve um caráter descritivo, na medida em que objetivou descrever de que modo se poderia observar o tema da violência representado nas narrativas a partir do estudo de seus vários elementos constitutivos, tais como a construção das personagens, da focalização, do tempo e da linguagem. A fundamentação teórica teve base nos estudos de autores como Nilo Odalia (1983), Angel Pino (2007), Irme Salete Bonamigo (2008), Ana Maria Borges de Sousa (2002, 2010), Michel Maffesoli (1987), Regina Dalcastagnè (2008, 2012), entre outros autores que tematizam a questão da violência. As análises permitiram observar que a focalização ocorre de fora do espaço de exclusão, de modo que tal focalização não permite um conhecimento mais aprofundado da realidade representada. A linguagem, na maioria das narrativas analisadas, retrata o universo e o interesse do jovem de classe média, sendo que os livros, de modo geral, apresentam espaços de exclusão bem delimitados para alguns personagens femininos, pobres, negros e pueris.O homem branco e de classe média tem maior mobilidade pelo espaço urbano na maioria das narrativas.Não há protagonismo do jovem negro e pobre destinado para vencer. Sendo assim, a questão da violência está estritamente relacionada ao aspecto da representação desses personagens e espaços, uma vez que as representações de espaço não corroboram uma construção mais plural da realidade e da diversidade, pois, em muitos momentos, são estereotipadas, negando, desta forma, ao leitor, uma perspectiva mais rica e verossimilhante da vida e da sociedade. Observa-se, portanto, que a violência acontece não apenas no plano do mundo representado, mas, também, no modo de construção do próprio discurso literário.

Palavras-chave: Literatura infantojuvenil. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE). Violência(s).

Downloads 234  234  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 »