Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Resumo-escolar: entre a (in) definição e os limites da prática escolar Versão: PDF
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
JESUS, Klabyr Wanderson Cristovão de

Nesta pesquisa, busco verificar se a produção de resumos, nos ambientes escolares, tem se estabelecido como uma prática mecânica de resolução de atividades, como um gênero de texto em que os aspectos formais são privilegiados, ou como um gênero discursivo em que a situação real de comunicação é levada em consideração. Para delimitar fronteiras entre essas abordagens, filio-me teoricamente ao Círculo de Bakhtin, elegendo o dialogismo como a categoria central de onde todas as outras categorias emergirão. Ou seja, assumo o dialogismo, característica constitutiva da linguagem, como a junção, nem sempre harmônica, entre discursos para, em uma dada situação comunicativa, constituir outro discurso. Nessa “negociação” entre os discursos, os sujeitos se reconhecem entre si e se constituem como tal, deixando, na materialidade dos textos, marcas de sua existência. Logo, através da análise dos resumos-escolares, apresento como as marcas linguísticas constituem não só os sujeitos envolvidos no processo de produção dos resumos, mas, também, a própria situação comunicativa.

Palavras-chave: Resumo-escolar. Dialogismo. Sujeito. Efeito de autoria. Gênero textual. Gênero discursivo.

Downloads 57  57  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Paraná  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Ensino da Ortografia: uma Proposta de Trabalho Reflexivo com o 7º Ano do Ensino Fundamental Versão: PDF
Atualização:  6/6/2017
Descrição:
ROMANINO, Julhana Cella

Esta pesquisa apresenta uma descrição e análise dos erros ortográficos registrados em produções escritas de alunos do 7º ano do Ensino Fundamental, com a finalidade de propor atividades que os auxiliem a compreender o funcionamento da escrita em sua variante padrão. As questões relacionadas à escrita ortográfica têm denunciado um trabalho, às vezes, superficial da escola no que tange à compreensão do código escrito, à consciência fonológica e às arbitrariedades da língua. Os alunos demonstram a incompreensão do funcionamento da escrita, transcrevendo a sua fala e registrando marcas dialetais. Na perspectiva de alcançar o objetivo proposto, sustentamos a pesquisa nos pressupostos teóricos e metodológicos da Linguística Aplicada e nos estudos de autores como: Cagliari (1998, 2007, 2009), Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2006, 2008), Oliveira (2005) e Morais (2007, 2010). Para o desenvolvimento da pesquisa optamos pela abordagem qualitativa, e o método da pesquisa-ação. Na tentativa de compreender os processos pelos quais o aluno aprende a escrita ortográfica, após a realização de produções de textos de diferentes gêneros discursivos, os erros foram identificados e catalogados a partir de Oliveira (2005), para verificação das ocorrências e delimitação dos fenômenos a serem explorados na Unidade Didática. Foi possível perceber muitas ocorrências de equívocos decorrentes das arbitrariedades da própria língua e erros relacionados à presença da oralidade na escrita. A unidade didática contempla atividades de produção e fixação da escrita, buscando descrever o trajeto que o aluno realiza na compreensão do sistema gráfico da língua. A partir de reflexões sobre a fala e a escrita e seus princípios, práticas de leitura e de escrita, pretende-se envolver o aluno em situações reais de escrita, para que crie uma postura de autor, assumindo a palavra em toda a sua dimensão. Esperamos que esta proposta possa auxiliar no trabalho com a escrita, especificamente a ortografia, de forma a levar o aluno a dominar o código gráfico da língua e ampliar sua competência linguística.

Palavras-chave: Escrita. Ortografia. Ensino fundamental.

Downloads 39  39  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!(Des)construção do imaginário de fronteira  Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
STAHL, Scheila

Este estudo objetiva apresentar reflexões e promover a análise sobre as narrativas de Horacio Quiroga (1878 – 1937), situadas historicamente no contexto de início do século XX e geograficamente em um ambiente de fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai, territórios em processo de consolidação cujos habitantes buscavam, além de desenvolvimento econômico, libertar-se da herança cultural trazida pelo colonizador europeu. Os contos Los pescadores de vigas (1913), Los mensú (1914), Una bofetada (1916) e Los desterrados (1925) abordam temáticas como a violência que se manifesta através da exploração humana que sofrem aqueles sujeitados ao trabalho no espaço rural sob o comando do patrón, geralmente representado por um estrangeiro ou por um descendente dos colonizadores. Considerados os momentos social e histórico, os contos analisados abordam questões que envolvem primordialmente as relações entre o homem e a natureza, cujo enfrentamento resulta na composição dos conceitos de civilização e barbárie presentes na literatura latino-americana, pois em sua narrativa o leitor não encontrará apenas a luta entre homem e natureza, mas encontrará, sobretudo, contos que descrevem o embate homem versus homem, revelando situações que ajudam a contar a história de um espaço pouco conhecido naquele contexto temporal, contribuindo com a construção da história local de Misiones, no interior da Argentina, ambiente de fronteira constante na vida e na obra do escritor uruguaio e nas obras selecionadas para este estudo. A leitura dos contos citados reforça que a Literatura, por meio da catarse que provoca no leitor, contribui para uma reflexão de cunho mais humanista dos sujeitos históricos, e os contos de Horacio Quiroga refletem o homem de seu tempo, observador que se transforma em narrador da fronteira.

PALAVRAS-CHAVE: Horacio Quiroga. Conto. Fronteira. Violência. Mensú.

Downloads 215  215  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Estadual do Oeste do Paraná   Site 
Avaliação: 10.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!"Eventos de letramento em contextos de línguas em contato: reflexões sobre o desenvolvimento ... Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
MATUCHAKI,Silvana Soares da Silva

A presente pesquisa tem como tema a análise de eventos de letramento em contextos de línguas em contato, em uma escola do campo situada na comunidade de Santa Rosa do Ocoí, no município de São Miguel do Iguaçu. A comunidade, colonizada por descendentes de alemães, desperta o interesse da pesquisa pela presença do bilinguismo (alemão/português) e, por localizar-se em uma região de fronteira, ter contato com o guarani e o espanhol, caracterizando-se como um ambiente sociolinguísticamente complexo. Os contextos de línguas em contato chamam a atenção devido à complexidade que o ensino de língua portuguesa assume diante da aprendizagem da escrita, fazendo-se necessária a compreensão de como a escola lida com a variação linguística, sem desconsiderar as questões que se inter-relacionam com os aspectos culturais da comunidade. Nesse sentido, centramos o objetivo da pesquisa em investigar eventos de letramento em contextos de línguas em contato e de variação linguística, por meio da análise reflexiva das interferências da fala na produção escrita de crianças matriculadas no 7º ano do Ensino Fundamental. Para isso, sustentamos o estudo a partir dos pressupostos teóricos da Sociolinguística Educacional segundo autores como Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2011), Damke (1988, 1998, 2006 e 2013); Pereira (1999), von Borstel (2011); Calvet (2002, 2007); Bagno (1999, 2009, 2013), Kleiman (2010, 2012), entre outros. A pesquisa qualitativa, de cunho etnográfico, apresenta a análise das interferências da fala na escrita das crianças, tendo em vista os eventos de letramento desenvolvidos em sala de aula. A geração dos dados se deu, primeiramente, por meio de uma entrevista com os moradores do local e um questionário sociolinguístico, aplicado aos alunos, a fim de verificar a existência de línguas em contato na comunidade, para depois, observar as aulas e a partir dos eventos de letramento, analisar a produção escrita das crianças, tendo em vista as interferências das línguas em contato. Como resultado dessa investigação, percebemos que as interferências na escrita dependem do grau de bilinguismo do falante e se mesclam com a variação linguística da língua portuguesa, sendo que a maioria delas é regular, o que permite criar atividades de intervenção pedagógica que levem em consideração contextos específicos de escrita.

PALAVRAS-CHAVES: Línguas em Contato. Variação Linguística. Eventos de Letramento. Ensino.

Downloads 226  226  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual do Oeste do Paraná  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O gênero carta do leitor em diferentes suportes e mídias: uma análise de aspectos ... Popular Versão: PDF
Atualização:  18/10/2016
Descrição:
BROCARDO, Rosângela Oro

Essa pesquisa de mestrado objetivou investigar a constituição e o funcionamento do gênero discursivo carta do leitor, do jornalismo de revista, considerando sua circulação em diferentes suportes e mídias. A fundamentação teórico-metodológica sustenta-se nos escritos do Círculo de Bakhtin e nas pesquisas de seus interlocutores contemporâneos (ACOSTA-PEREIRA, 2008, 2012; BRAIT, 2006, 2012; FARACO, 2009; RODRIGUES, 2001, 2005), no campo que, dadas suas particularidades, se convencionou a ser denominado de Análise Dialógica do Discurso (ADD). Considerando a ordem metodológica (BAKHTIN/VOLOSHINOV, 2012[1929]), as perguntas que movem esta pesquisa são: como se configura essa reorganização do projeto linguístico-discursivo do locutor, tendo em vista um novo contexto de interação verbal promovido pela Internet? Que fatores determinam a constituição e o funcionamento da carta do leitor em diferentes suportes e mídias? Quais as relações dialógicas que se estabelecem por meio do gênero carta do leitor nas versões da revista Veja em seus suportes impresso e online? Para aclarar essas questões, selecionamos o gênero discursivo Carta do leitor como tema, buscando ampliar nosso conhecimento sobre sua função social, seu contexto de produção, sua organização composicional e seu estilo, lançando um olhar, também, para as influências do suporte impresso e digital. Quanto aos dados da pesquisa e sua delimitação, selecionamos como objeto, 38 cartas do leitor publicadas em diferentes suportes da revista Veja, referentes a dois artigos de Lya Luft publicados no mês de abril de 2013. A metodologia e a apresentação dos dados têm como base Rodrigues (2001) que propõe a análise do gênero a partir de duas categorias articuladas: sua dimensão social e sua dimensão verbal.

PALAVRAS-CHAVE: Jornalismo de revista. Gênero do discurso. Carta do leitor. Suporte. Mídia.

Downloads 212  212  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual do Oeste do Paraná  Site 
Avaliação: 5.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Geração Coca - Cola, Filhos da Revolução: efeitos de sentido em canções da Legião Urbana Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SANTOS, Cleverson Lucas dos

Este trabalho busca compreender os efeitos de sentido produzidos pelas canções da banda brasiliense Legião Urbana, sob o viés da Análise de Discurso de Linha Francesa, considerando as condições de produção discursivas na constituição dos sujeitos jovens e da juventude. Para tanto, tem como ponto de partida um recorte sobre a produção da banda Legião Urbana em seus três primeiros trabalhos: Legião Urbana (1985), Dois (1986), Que País é Este (1987), que contém canções individuais e/ou coletivas compostas por Renato Russo, no período da banda Aborto Elétrico (1978-1982) e de seu solo Trovador Solitário (1982). A pesquisa fundamenta-se no referencial teórico-metodológico da Análise de Discurso, nos estudos Pêcheux (1990, 1997, 2009) e nos desdobramentos brasileiros presentes em Orlandi (1997, 2004, 2005, 2007, 2008, 2012); Mariani (2003); Nunes (2006) e Rodriguez-Alcalá (2011), que possibilitaram verificar o funcionamento discursivo presentes no dito da materialidade linguística presente nas canções, bem como no não-dito, que se coloca na perspectiva de silêncio fundante, possibilidade mesma do dizer e silêncio local, silenciamento, da censura do período em questão, e, em outras materialidades discursivas, como o não-verbal correspondente à sonoridade. Ressalve-se que as constantes referências ao pensamento e à história de vida de Renato Russo, o líder da banda, acontecem devido a literatura existente sobre a banda e seus primórdios terem nele seu principal interlocutor. As histórias de Renato e da banda acabam por misturar-se. Foram, então, subdivididas as 32 canções dos três discos em cinco unidades temáticas, apresentando as inter-relações dos sujeitos jovens construídas em três planos: individual, social e institucional. Por fim, observou-se que a juventude primeiramente constituída correspondia a jovens de classe média e alta, situados em um espaço que possibilitou brechas, mesmo em meio à repressão da ditadura, e, aliados à própria compreensão que se tinha e que ainda permanece de que esses sujeitos estão ainda em formação, em quaisquer que sejam as FDs, possibilitando que tenham discursos divergentes aos postos, sem que isso signifique realmente um rompimento com estas. Por outro lado, ao compreenderem essa condição, os sujeitos irão valer-se da repetição das condições impostas, para parafrasear a própria vida, fazendo do mesmo algo diferente.

PALAVRAS-CHAVE: Análise de Discurso. Legião Urbana. Juventude.

Downloads 229  229  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Gênero textual autobiografia em aulas de Língua Portuguesa na EJA: uma perspectiva de aprendizagem n Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
VOLPONI, Margaret de Lourdes


Na educação pública do Brasil há uma grande lacuna em relação ao material didático: a Educação de Jovens e Adultos é negligenciada e desvalorizada pelo Poder Público, e para a terceira idade, praticamente inexiste renovação pedagógica, até porque o material específico é inadequado. Assim, verifica-se uma grande carência de ferramentas exclusivas para o ensino/aprendizagem desse público. Em vista do exposto, a presente pesquisa desenvolve uma proposta de produção de material didático destinado a professores de Língua Portuguesa, para trabalharem o gênero textual autobiografia com alunos da terceira idade da Educação de Jovens e Adultos (doravante, EJA). A pesquisa para respaldar as reflexões está fundamentada principalmente na revisão da literatura específica. Primeiramente, baseou-se em três pontos específicos: 1-os estudos se constituíram de atividades de análises apropriadas de textos selecionados, os quais serviram de subsídio para o suporte teórico, em que a oralidade, a leitura e a produção de textos se fundamentam nas teorias que norteiam a enunciação, o dialogismo e a interação pela linguagem em conformidade com a visão de Bakhtin (1992/2003); 2-a proposta da Secretaria de Educação (1999) vinculada aos PCNs-2008 (Parâmetros Curriculares Nacionais); e 3-a pesquisa baseou-se em textos de autores conceituados -como Geraldi (2003),Bakhtin (1992/2003) e Brandão (2003). Num segundo momento analisou-se o material pedagógico usado no CEEBJA de Sarandi com os alunos do Ensino Fundamental -fase II, e em seguida, desenvolveu-se uma sequência didática como estratégia norteadora de práticas pedagógicas para um ensino de língua mais condizente com a dinâmica social da EJA. Espera-se, com o desenvolvimento deste trabalho, dar suporte ao professor de Língua Portuguesa quando da aplicação do gênero autobiografia, bem como instrumentalizar alunos da terceira idade para escrever em sua própria história, e assim, abrir caminhos capazes de contribuir para a efetivação da aprendizagem desta faixa etária.

Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos. Terceira idade. Ensino-aprendizagem.

Downloads 124  124  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Narrativas autobiográficas de mulheres que (con)vivem com o HIV: identidades sociais de gênero Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
OLIVEIRA , Linite Adma de


Este trabalho assume a identidade compreendida como um processo de produção simbólica e discursiva (SILVA, 2014) através de práticas e interações sociais. A pesquisa teve como justificativa o silenciamento histórico em relação à construção identitária da mulher, a qual, nas relações de poder, é deixada aquém. Assim, os discursos expressos são entendidos como inscritos em práticas diversas. Os objetivos da pesquisa são: conhecer as experiências de vida das mulheres participantes da pesquisa antes de conviverem com o HIV; entender o processo de reconstrução da identidade social feminina a partir das experiências vividas na convivência com o HIV e reconhecer as possibilidades futuras e perspectivas reveladas como ressignificação de uma identidade social de gênero na convivência com o HIV. A pesquisa foi embasada nos referenciais teóricos de identidades sociais de gênero e nos teóricos da linguística aplicada. Na compreensão da identidade de gênero respaldei-me em Louro (2009), Butler (2003) e Pinto (2009), enquanto que Borba (2008, 2010) e Norton (2010) foram tomados como referenciais teóricos para questões de identidade, gênero no contexto do HIV. A pesquisa também teve como base teórica os estudos de linguagem e análise crítica do discurso de Van Dijk (2008) e Fairclough (2001, 2008) como alguns dos autores. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa narrativa, a qual se caracteriza como metodologia e método de investigação. O espaço tridimensional (CLANDININ; CONNELLY, 2000) foi o que norteou a geração de dados - narrativas autobiográficas de mulheres que vivem ou convivem com o HIV. Os resultados obtidos nas narrativas apontam que antes do HIV as identidades sociais reveladas das mulheres pesquisadas mostram que elas têm vínculo afetivo com a figura masculina e acreditam que os afazeres domésticos e cuidado com o outro são suas incumbências. Atualmente, temem o abandono e têm medo de serem julgadas. Nas narrativas referentes logo após à notificação à soropositividade ao HIV, apontaram as identidades maternal, filial e conjugal sobrepostas à identidade soropositiva ao HIV. A adesão à terapia antirretroviral dá-se pela preocupação com o corpo e saúde, por inquietarem-se com os filhos ou outro ente da família. Lamentam por não terem tido preocupação com sua saúde sexual antes de (con)viverem com o HIV ou por confiarem ao extremo em seus companheiros. Nas narrativas das perspectivas futuras dessas mulheres, elas apontam a importância de uma educação sexual preventiva aos jovens e se demonstram mais empoderadas na busca de outros relacionamentos e de conhecimentos e informações relacionadas à saúde sexual. Apontam a importância da ONG como espaço para assumir e discutir a identidade soropositiva ao HIV. As identidades sociais de gênero remetem as mulheres não só às questões negativas, mas também a uma chamada performativa de suas identidades para a reconstrução e vida performativa no processo de reflexão acerca de suas relações sociais no campo afetivo, econômico, social e pessoal. Concluo que as identidades de ser mulher se entrecruzam e que, o processo de construção e reconstrução faz parte do viver. Falar de HIV é falar das relações sociais e práticas sociais entre seres humanos. Além disso, a maneira como falo do outro, muito pode dizer de mim mesmo ou de quais discursos compõem as minhas identidades. Viver é construir e desconstruirmos a nós mesmos a todo tempo.

Palavras-chave: Narrativas autobiográficas. HIV. Identidade de gênero. Mulheres.

Downloads 28  28  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O uso pedagógico do gênero telenovela em proposta de desenvolvimento do letramento crítico. Versão: PDF
Atualização:  11/7/2016
Descrição:
KIERAS, Josiane.


Este trabalho tem por objetivo, por meio de uma pesquisa-ação com alunos de 9º ano, desenvolver o letramento crítico, a partir da leitura e análise do discurso midiático presente no gênero telenovela (Malhação, capítulo 91, exibido em 12/11/2013,e capítulos 01, 69, 70, 71 e 72 da temporada Malhação Sonhos–2014/2015). Para isso, foram considerados, de acordo com Pinto (1989), três momentos alusivos à pesquisa-ação: momento de investigação, de tematização e o de programação/ação, divididos em sete etapas. A pesquisa se desenvolveu em paralelo com a ação, com a prática, levando em conta o perfil de cada educando. Considerando que o letramento crítico tem como ponto de partida a análise crítica dos mais variados discursos e linguagens, pretendeu-se apresentar uma proposta que promovesse o desenvolvimento desse posicionamento crítico dos estudantes. Como principal estratégia metodológica, foram observadas e apresentadas à turma, por grupos de alunos, as variadas linguagens presentes em uma telenovela, e como essas linguagens interferem de forma significativa no modo de pensar e agir de seus interlocutores. Tais observações foram analisadas, pela professora pesquisadora, de acordo com o Modelo Tridimensional da Análise do Discurso, envolvendo as três dimensões: textual, prática discursiva e prática social, apontadas por Fairclough (2008). Desse modo, constatou-se a capacidade crítico-reflexiva e interpretativa dos estudantes; a capacidade de se posicionar em diferentes perspectivas e participar/interagir em diversificados eventos de letramento, incluindo situações naturais e espontâneas de fala e de escrita.

Palavras-chave: Letramento crítico. Pesquisa-ação. Discursos. Linguagens. Prática.

Downloads 72  72  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Tecnologias nas aulas de língua portuguesa: refletindo sobre a formação continuada dos professores Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
GODOY, Wilson Cabral

Esta pesquisa teve como objetivo analisar como foi a formação continuada dos professores de Língua Portuguesa do ensino médio para o uso das tecnologias em um município da região Metropolitana de Curitiba, no Estado do Paraná. Como problema de pesquisa, temos a seguinte questão: qual formação continuada o professor de Língua Portuguesa, do ensino médio, teve no período de 2008 a 2012 para trabalhar com as tecnologias na sala de aula? O estudo foi realizado em três escolas públicas do município de Colombo. Baseamos esta pesquisa numa abordagem metodológica qualitativa, sendo os instrumentos de coleta de dados utilizados um questionário e entrevista, aplicados aos professores de ensino médio dos três colégios pesquisados. Na abordagem teórica, buscamos discutir a tecnologia a partir da cultura, dos movimentos emergentes com a sociedade da informação e da cibercultura, e, para isso, utilizamos autores como, Rockwell (1995); Lopes (1999); Forquin (1993); Lemos (2010); Lévy (1996); Moran (2007, 2012); Sancho (2006) e Brito e Purificação (2008, 2011). A pesquisa traz a organização do ensino médio no Brasil e particularmente no Paraná. Apresenta os programas em nível Federal e Regional de formação em andamento. Nos resultados, verificamos que o professor é aberto às Tecnologias Educacionais (TE) e está preocupado com a sua formação para o uso destas. No entanto, a pesquisa apontou várias questõesproblemas que envolvem o uso do laboratório de informática, revelando que há muito por fazer por parte da Secretaria Estadual de Educação (SEED) para que o professor sinta-se motivado a incluir o uso do laboratório de informática no cotidiano da escola.

Palavras-chave: Formação continuada de professores. Tecnologias educacionais. Laboratório de informática. Educação básica/Ensino médio.

Downloads 39  39  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://Universidade Federal do Paraná
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 »