Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do mais para o menos procurado)

Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Sujeitos em conflito: anarquismo e nacionalidade em um amor anarquista Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
WAMMS, Veronice Oliveira Cristo

A presente dissertação discute a relação discursiva entre língua e o conceito de nacionalismo como constitutivos da identidade de um povo a partir da observação dos entrecruzamentos do discurso histórico com o ficcional, bem como a relação dialógica da obra com os processos que fundem literatura e história para construir o conceito de nacionalidade, a partir da desconstrução do passado como forma de interpretar o presente. A análise dessa obra literária instaura efeitos de sentido pela sua construção narrativa e ressalta os lugares de onde se reproduzem os processos de dominação ainda recorrentes na sociedade contemporânea. A linguagem narrativa empregada desnuda discursos que conflitam o ideal de uma nação igualitária e fraterna com discursos que ideologizam reflexos da cultura dominante. Pela rememoração do passado nacional, ao contrário dos romances saudosistas, o autor representa nesta obra uma visão crítica e no nível da ficção sonda os sentidos dos dizeres desconhecidos na memória e na história viva.

Palavras-chaves: Nacionalidade. Memória. Literatura. História.

Downloads 913  913  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Geração Coca - Cola, Filhos da Revolução: efeitos de sentido em canções da Legião Urbana Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SANTOS, Cleverson Lucas dos

Este trabalho busca compreender os efeitos de sentido produzidos pelas canções da banda brasiliense Legião Urbana, sob o viés da Análise de Discurso de Linha Francesa, considerando as condições de produção discursivas na constituição dos sujeitos jovens e da juventude. Para tanto, tem como ponto de partida um recorte sobre a produção da banda Legião Urbana em seus três primeiros trabalhos: Legião Urbana (1985), Dois (1986), Que País é Este (1987), que contém canções individuais e/ou coletivas compostas por Renato Russo, no período da banda Aborto Elétrico (1978-1982) e de seu solo Trovador Solitário (1982). A pesquisa fundamenta-se no referencial teórico-metodológico da Análise de Discurso, nos estudos Pêcheux (1990, 1997, 2009) e nos desdobramentos brasileiros presentes em Orlandi (1997, 2004, 2005, 2007, 2008, 2012); Mariani (2003); Nunes (2006) e Rodriguez-Alcalá (2011), que possibilitaram verificar o funcionamento discursivo presentes no dito da materialidade linguística presente nas canções, bem como no não-dito, que se coloca na perspectiva de silêncio fundante, possibilidade mesma do dizer e silêncio local, silenciamento, da censura do período em questão, e, em outras materialidades discursivas, como o não-verbal correspondente à sonoridade. Ressalve-se que as constantes referências ao pensamento e à história de vida de Renato Russo, o líder da banda, acontecem devido a literatura existente sobre a banda e seus primórdios terem nele seu principal interlocutor. As histórias de Renato e da banda acabam por misturar-se. Foram, então, subdivididas as 32 canções dos três discos em cinco unidades temáticas, apresentando as inter-relações dos sujeitos jovens construídas em três planos: individual, social e institucional. Por fim, observou-se que a juventude primeiramente constituída correspondia a jovens de classe média e alta, situados em um espaço que possibilitou brechas, mesmo em meio à repressão da ditadura, e, aliados à própria compreensão que se tinha e que ainda permanece de que esses sujeitos estão ainda em formação, em quaisquer que sejam as FDs, possibilitando que tenham discursos divergentes aos postos, sem que isso signifique realmente um rompimento com estas. Por outro lado, ao compreenderem essa condição, os sujeitos irão valer-se da repetição das condições impostas, para parafrasear a própria vida, fazendo do mesmo algo diferente.

PALAVRAS-CHAVE: Análise de Discurso. Legião Urbana. Juventude.

Downloads 839  839  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O ensino da oralidade na escola: uma proposta de trabalho com a ― Contação de histórias ... Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
MEDEIROS, Solange Aparecida

Expressar-se com mais eficiência em qualquer circunstância, de forma clara e organizada, poderá permitir aos educandos se sobressaírem social e profissionalmente. Assim, esta pesquisa possui como foco o trabalho com a oralidade na escola, pois é no ambiente escolar que é possível propiciar ao aluno um conjunto de competências que o prepare para as demandas comunicacionais que, certamente, lhe serão apresentadas. Historicamente, no processo de ensinoaprendizagem, essa modalidade discursiva ainda não possuiu e nem possui um lugar assegurado nas aulas de Língua Portuguesa. Uma das razões desse quadro diz respeito ao fato de que nós, professores dessa disciplina, sabemos pouco sobre gêneros orais e sobre o seu ensino. Como fundamentação teórica para a elaboração dessa pesquisa, buscamos apoio, primeiramente, nos estudos elaborados pelo Círculo de Bakhtin (2003) no que se refere à linguagem, língua e gêneros discursivos. Com o objetivo de verificarmos a compreensão e o tratamento oferecido ao ensino da oralidade em sala de aula, adotamos uma proposta de estudo qualitativa, por conseguinte quantitativa interpretativa. Para tanto, realizamos a análise de um questionário aplicado para 10 professores de 07 escolas estaduais do município de Guaíra - Pr. As informações obtidas permitiram-nos refletir sobre o tratamento dado ao ensino da oralidade nas aulas de Língua Portuguesa desse município. Após os resultados da análise, elaboramos e propomos um trabalho didático pedagógico utilizando-nos da metodologia da sequência didática (DOLZ, NOVERRAZ E SCHNEUWLY, 2004) em torno da ―contação de histórias‖ para ser aplicada numa turma do 6º ano do Ensino Fundamental, como subsídio metodológico para nós, professores de Língua Portuguesa, e como instrumento de aprendizagem para os alunos. Optamos pelo gênero em questão, pois a sua natureza multissemiótica pode proporcionar aos alunos o acesso preliminar não apenas a conteúdos, mas também a diferentes maneiras com que a exposição oral (contação de histórias) pode funcionar, e a diferentes recursos que permitem esse funcionamento.

PALAVRAS-CHAVE: Oralidade. Sequência didática. Contação de histórias.

Downloads 839  839  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual do Oeste do Paraná  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Leitura Literária e Intertextualidade: do Clássico ao Contemporâneo  Popular Versão: PDF
Atualização:  2/6/2017
Descrição:
STRELOW, Celimara Cristine Lima

Para o desenvolvimento desta investigação elaboramos estratégias de Leitura Literária que viabilizassem uma reflexão sobre a intertextualidade entre as seguintes obras: I) Odisseia, de Homero, dos “Cantos XVII ao XXIII”, II) Colheita, de Nélida Piñon e III) A moça tecelã, de Marina Colasanti. Adotamos os pressupostos teórico-metodológicos abordados pelo pesquisador Rildo Cosson, na obra "Letramento Literário: teoria e prática", segunda edição, de 2014, no que se refere à Sequência Expandida, a fim de encaminhar o projeto de intervenção docente no Ensino Fundamental II. Assim, para a realização dessa pesquisa-ação aplicada em Leitura Literária tomamos a seguinte pergunta que a norteou: ‒ Como é possível ressignificar o espaço para a construção da subjetividade do aluno neutralizado pelo dilema existencial? Assumimos, assim, a direção contraposta à realidade limitante a fim de deslocar quadros de referência e permitir a execução de novas narrativas do mundo e de si mesmo. Nesse sentido, um conjunto de ações praticadas na escola, através da leitura do texto literário, contribuiu para ampliar a reflexão sobre a intertextualidade entre as narrativas clássicas e as obras contemporâneas. Dessa forma, preconizar a reinvenção do cotidiano, mediante a leitura, significa admiti-la como um discurso que acompanha o trabalho realizado na escola, enquanto instituição capaz de fomentar interações sociais, dentre as quais muitas resultaram em trocas de experiências, questionamentos, dúvidas e construção do conhecimento. A Leitura Literária, engendrada em constante processo de vir-a-ser, nesta investigação pôde revisitar lugares e espaços, como o lar, o bairro, a comunidade e expandir-se a outros contextos cronotópicos.

Palavras-chave: Leitura literária. Intertextualidade. Sequência expandida.

Downloads 730  730  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A(s) violência(s) na literatura infantojuvenil brasileira: uma análise a partir do PNBE 2013 Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SOUZA, Elaine Leonarczyk


A pesquisa apresentada nesta dissertação teve como objetivo analisar como as violências são representadas em narrativas infantojuvenis brasileiras selecionadas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola –PNBE/2013, a partir de um corpus de doze narrativas, a saber: Um sonho no caroço do abacate (2002), do escritor Moacyr Scliar; Quarto de despejo: diário de uma favelada (2013), de Carolina Maria de Jesus; Ordem, sem lugar, sem rir, sem falar (2013), de Leusa Araujo; Sangue Fresco (2011), de João Carlos Marinho; O golem do Bom Retiro (2011), do escritor Mario Teixeira; Antes que o mundo acabe (2012), de Marcelo Carneiro da Cunha; O livreiro do alemão (2011), de Otavio Junior; Um na estrada (2011) e O outro passo da dança (2011) do escritor Caio Riter; A primeira vez que eu vi meu pai (2012), de Márcia Leite; A distância das coisas (2012), de Flávio Carneiro; O Homão e o menininho –Histórias de filhos e de pais (2010), de Luís Pimentel. A metodologia de pesquisa teve um caráter descritivo, na medida em que objetivou descrever de que modo se poderia observar o tema da violência representado nas narrativas a partir do estudo de seus vários elementos constitutivos, tais como a construção das personagens, da focalização, do tempo e da linguagem. A fundamentação teórica teve base nos estudos de autores como Nilo Odalia (1983), Angel Pino (2007), Irme Salete Bonamigo (2008), Ana Maria Borges de Sousa (2002, 2010), Michel Maffesoli (1987), Regina Dalcastagnè (2008, 2012), entre outros autores que tematizam a questão da violência. As análises permitiram observar que a focalização ocorre de fora do espaço de exclusão, de modo que tal focalização não permite um conhecimento mais aprofundado da realidade representada. A linguagem, na maioria das narrativas analisadas, retrata o universo e o interesse do jovem de classe média, sendo que os livros, de modo geral, apresentam espaços de exclusão bem delimitados para alguns personagens femininos, pobres, negros e pueris.O homem branco e de classe média tem maior mobilidade pelo espaço urbano na maioria das narrativas.Não há protagonismo do jovem negro e pobre destinado para vencer. Sendo assim, a questão da violência está estritamente relacionada ao aspecto da representação desses personagens e espaços, uma vez que as representações de espaço não corroboram uma construção mais plural da realidade e da diversidade, pois, em muitos momentos, são estereotipadas, negando, desta forma, ao leitor, uma perspectiva mais rica e verossimilhante da vida e da sociedade. Observa-se, portanto, que a violência acontece não apenas no plano do mundo representado, mas, também, no modo de construção do próprio discurso literário.

Palavras-chave: Literatura infantojuvenil. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE). Violência(s).

Downloads 704  704  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Tecnologias nas aulas de língua portuguesa: refletindo sobre a formação continuada dos professores  Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
GODOY, Wilson Cabral

Esta pesquisa teve como objetivo analisar como foi a formação continuada dos professores de Língua Portuguesa do ensino médio para o uso das tecnologias em um município da região Metropolitana de Curitiba, no Estado do Paraná. Como problema de pesquisa, temos a seguinte questão: qual formação continuada o professor de Língua Portuguesa, do ensino médio, teve no período de 2008 a 2012 para trabalhar com as tecnologias na sala de aula? O estudo foi realizado em três escolas públicas do município de Colombo. Baseamos esta pesquisa numa abordagem metodológica qualitativa, sendo os instrumentos de coleta de dados utilizados um questionário e entrevista, aplicados aos professores de ensino médio dos três colégios pesquisados. Na abordagem teórica, buscamos discutir a tecnologia a partir da cultura, dos movimentos emergentes com a sociedade da informação e da cibercultura, e, para isso, utilizamos autores como, Rockwell (1995); Lopes (1999); Forquin (1993); Lemos (2010); Lévy (1996); Moran (2007, 2012); Sancho (2006) e Brito e Purificação (2008, 2011). A pesquisa traz a organização do ensino médio no Brasil e particularmente no Paraná. Apresenta os programas em nível Federal e Regional de formação em andamento. Nos resultados, verificamos que o professor é aberto às Tecnologias Educacionais (TE) e está preocupado com a sua formação para o uso destas. No entanto, a pesquisa apontou várias questõesproblemas que envolvem o uso do laboratório de informática, revelando que há muito por fazer por parte da Secretaria Estadual de Educação (SEED) para que o professor sinta-se motivado a incluir o uso do laboratório de informática no cotidiano da escola.

Palavras-chave: Formação continuada de professores. Tecnologias educacionais. Laboratório de informática. Educação básica/Ensino médio.

Downloads 651  651  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://Universidade Federal do Paraná
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! Estórias Abensonhadas, de Mia Couto: Artes de Fazer Leitura Literária na Escola Popular Versão: PDF
Atualização:  8/6/2017
Descrição:
CASTRO, Neuza Brazil de

Este trabalho apresenta uma proposta de Sequência Expandida em Leitura Literária, na Educação Básica, segundo o aporte teórico de Rildo Cosson, desenvolvido por meio de sua obra Letramento Literário: teoria e prática (2014). Para o encaminhamento das atividades, foram selecionados contos da obra Estórias Abensonhadas (2012), de Mia Couto, a fim de estudar, nas narrativas, as configurações simbólicas e culturais da espacialidade africana contemporânea, especialmente as contingências impostas ao idoso. Nesse sentido, foram utilizadas as proposições de Kwame Anthony Appiah (1997) e de Frantz Fanon (2008). Já em relação às imagens simbólicas, recorrentes nos relatos, correlacionadas aos espaços culturais construídos historicamente, foram aplicadas as bases conceituais sobre os Elementos da Imaginação da Matéria, de Gaston Bachelard (1984-1962), bem como, de Michel de Certeau (1998), sobre as proposições capazes de refutar a sociedade de disciplina, pelas artes de fazer, nas quais mecanismos de resistência estariam situados nas práticas ordinárias, nos traços do cotidiano. Este estudo, atrelado às práticas de Leitura Literária compartilhada com alunos adolescentes do 8º ano do Ensino Fundamental II, ressaltou, também, a teoria de Michel Thiollent (2008), vinculada à Pesquisa-Ação, e os estudos de Michèle Petit (2008) dedicados à formação leitora. No decorrer da aplicação do Projeto de Intervenção na escola pública, no município de Planalto, Paraná, foi observado o vínculo concretizado entre pesquisadora, professores colaboradores, alunos, pais e sociedade local, cujas atividades contextualizadas, empreendidas no exercício de realização coletiva, comprovaram nossas expectativas, e a Leitura Literária no âmbito escolar pôde ser proposta com ampla repercussão social daqueles que a efetivaram.

Palavras-chave: Sequência expandida. Leitura literária. Mia Couto. Ensino Fundamental.

Downloads 618  618  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Encontro entre Guimarães Rosa e García Márquez em uma Esquina da Latino-americanidade Popular Versão: PDF
Atualização:  20/4/2018
Descrição:
MARINO, Jociele Fernanda Rodrigues

Silviano Santiago, ao teorizar sobre as novas tendências literárias no ensaio “O entre-lugar do discurso latino-americano”, discorre sobre a relação antropofágica que transforma um leitor, devorador de livros, em escritor. Com este mesmo pensamento, Moreiras (1999) fala do “tercer espacio” e Bernd (1998) do “caminho do meio”, mas, independente do nome, o foco do presente estudo é situar a literatura latino-americana em um espaço próprio de enunciação, contraposto ao da literatura europeia. A característica principal dessa nova escrita latino-americana é a relação que se cria entre autor e leitor através do diálogo tratado entre os dois e a forma como este diálogo se desenvolve. Esta pesquisa, de caráter dialético e bibliográfico, tem como objetivo contextualizar as obras Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, e Cem anos de solidão, de Gabriel García Márquez, no espaço sugerido por Santiago (2000) que, aqui, metaforicamente é identificado como uma esquina da latino-americanidade. Para tanto, no primeiro capítulo, com base na teoria do entre-lugar, nas considerações de Cortázar (1999, 2001) sobre o escritor latino-americano e nas de Rama (2008) sobre o contexto sociocultural latino-americano, foi possível aproximar os romances em análise. A partir de então, no segundo capítulo, analisou-se Grande sertão: veredas, com base nos estudos de Coutinho (1983), Garbulio (1972) e Rosenfield (2006) com o intuito de estabelecer uma correlação entre a obra rosiana e o contexto latino-americano. Em seguida, procurou-se esclarecer o que seria o sertão percorrido por Riobaldo, sua localização e sua temporalidade, para que, enfim, se discutisse sobre o quê fala este narrador. No terceiro capítulo, tendo como suporte teórico Vargas Llosa (2006), Ludmer (1989) e Montaner (1987), analisou-se Cem anos de solidão, objetivando demonstrar que a engenhosa obra de García Márquez renovou o mito de Édipo, ao mesmo tempo em que “reescreveu” a história do povoamento da América Latina. Dessa forma, a presente dissertação procurou indicar possibilidade de leituras para estes dois ícones da literatura latino-americana, compreendendo suas especificidades, contexto de produção, escritura, similitudes e diferenças.

Palavras-chave: Entre-lugar. Grande sertão: veredas. Cem anos de solidão.

Downloads 609  609  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Concepção de Alfabetização em Documentos que se Referem às Salas de Apoio à Aprendizagem de Língua P Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
ONIESKI, Simone Bueno

Esta dissertação tem como objetivo principal analisar os documentos que dão suporte ao trabalho na Sala de Apoio à Aprendizagem (Programa SUED/SEED/PR), procurando observar qual concepção de alfabetização está presente nesses textos. Os documentos analisados são os seguintes: a) Resolução nº 1690/2011 GS/SEED; b) Instrução nº 05/2017 SUED/SEED; c) Ficha de encaminhamento. Também verificamos se há, e quais são, os direcionamentos apontados para superação de dificuldades de aprendizagem em língua materna e fazemos um levantamento da legislação das SAA (2004 a 2017) observando em que sentido as mudanças nesses documentos significam avanços ou retrocessos. Como referencial teórico para discutir a temática da alfabetização e, principalmente, a noção de sistema de escrita alfabética (SEA) nos baseamos em Cagliari (2008), Ferreiro (2011, 2012), Morais (2012) e Soares (2016). Para discussão sobre letramento, em Kleiman (2007). A metodologia de pesquisa utilizada foi a da pesquisa bibliográfica e documental dentro da perspectiva qualitativa (LÜDKE; ANDRÉ, 2015). Os dados analisados demonstraram que a ficha de encaminhamento aponta para uma concepção de alfabetização baseada no SEA como forma de compreender a natureza das defasagens na alfabetização dos alunos das SAA. Entre os direcionamentos para superação de dificuldades identificamos referência à ampliação do tempo de permanência na escola (PARANÁ, 2011) e a atribuição de uma sobrecarga de responsabilidades aos profissionais que atuam nas SAA (PARANÁ, 2017). A comparação entre os documentos das SAA, que vigoraram entre os anos de 2004 e 2017, revelou uma descontinuidade das disposições (no que diz respeito aos anos atendidos, número de alunos, escolha das escolas), o que consideramos fragilizar o trabalho que acaba não tendo uma continuidade.

Palavras-chave: Concepção de alfabetização. Sistema de escrita alfabética. Sala de apoio à aprendizagem de Língua Portuguesa. Dificuldades de aprendizagem.

Downloads 603  603  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Narrativa literária e aprendizagem histórica nos anos iniciais: um estudo a partir de manuais ... Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
NASCIMENTO,Solange Maria do

A investigação tem como objetivo compreender como narrativas literárias presentes em manuais didáticos de História estão sendo trabalhadas por seus autores, entendendo, segundo Fourquin (1993), que o manual didático é um artefato da cultura escolar, no qual são organizados os conteúdos escolares de modo didatizado. Com a finalidade de justificar a relevância da pesquisa e buscar referências sobre o tema foi elaborada uma pesquisa em duas bases de dados, em anais de congressos e revistas da área de Educação e de História, disponíveis on line. Os resultados encontrados mostraram uma incidência baixa de trabalhos sobre a relação entre ensino de História e Literatura.

Palavras-chave: Narrativa histórica. Narrativa literária. Educação Histórica. Ensino de História. Literatura.

Downloads 579  579  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Paraná  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 4 (5) 6 7 »