Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do pior para o melhor avaliado)

Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Políticas Línguísticas e Gestão de Línguas em Escolas Interculturais de Fronteira - Brasil/Argentin  Popular Versão: PDF
Atualização:  11/1/2019
Descrição:
FEIX, Silvane Deila

Esta pesquisa tem como foco principal a investigação relacionada às políticas linguísticas e a gestão de línguas em região de fronteira, e justifica-se pelo fato de que, apesar de o Brasil ser considerado um país monolíngue, onde pouco se discute sobre as tantas outras línguas existentes em seu território, contrapõe-se ao fato de ser um país que recebeu e recebe grupos e pessoas de várias partes do mundo e faz fronteira com tantos países que possuem idioma, cultura e costumes diferentes, além das línguas indígenas e de sinais que se apresentam no país. Foz do Iguaçu- PR é uma cidade localizada no extremo oeste do PR, Brasil, possuindo uma grande diversidade de grupos étnicos provenientes de diversas partes do mundo, destacando-se entre eles a descendência/imigração de italianos, árabes, alemães, haitianos e “hispânicos”, estes provenientes principalmente dos países que fazem fronteira com a cidade brasileira: Paraguai e Argentina. Devido à localização da cidade, é comum a interação diária entre os habitantes destes três países, tanto em situações informais, como em relações econômicas, o que faz com que estes tenham que encontrar formas de comunicação eficientes para que esta interação seja satisfatória. Desta forma, a fim de entender esta relação entre língua, cultura, diversidade e educação é que se estabeleceram os objetivos desta investigação, que se determinam em analisar as políticas linguísticas e a gestão de línguas existentes nas práticas pedagógicas nas aulas de língua adicional em uma comunidade considerada bilíngue (Foz do Iguaçu/Brasil e Puerto Iguazu/Argentina), por meio do PEIF (Programa de Escolas Interculturais de Fronteira). Para tanto, pautou-se em levantar fontes bibliográficas acerca das políticas linguísticas e línguas de fronteira no estado do Paraná; analisar como a língua espanhola e portuguesa são gerenciadas na sala destas escolas participantes do PEIF, buscando responder às seguintes perguntas: Quais são as línguas em que os alunos de escolas em cidade de fronteira interagem? Qual idioma utiliza o professor em suas aulas? Como o professor atende as necessidades cotidianas com relação à língua adicional, tendo em vista seu contexto de diversidade linguística e cultural? Como é organizado o trabalho pedagógico no PEIF? Como os professores do PEIF definem o papel das línguas neste contexto? O aporte teórico da pesquisa segue os estudos de Berger (2015), Calvet (2002, 2007), Orlandi (2007), Krause-Lemke (2010), Rajagopalan (2013), Sturza (2006), entre outros, e a geração dos dados foi por meio da pesquisa bibliográfica e a pesquisa etnográfica e sociolinguística para assim compreender o processo de ensino/aprendizagem e os papéis das línguas que circulam em regiões de fronteira. Por meio deste estudo foi possível, portanto, verificar que as políticas monolíngues adotadas no Brasil exercem ainda grande impacto no país sendo um fator desfavorável no que se refere à promoção e valorização das diferentes línguas que circulam neste território. O PEIF se apresenta como uma política linguística idealizada especificamente para a região de fronteira, o qual precisa de atenção a fim de que haja o seu fortalecimento e a permanência de seu funcionamento. No que se refere à gestão de línguas dentro da sala no PEIF, contata-se que o professor, que neste caso exerce certo poder na condução das atividades em sala de aula, é o responsável pelos caminhos a serem adotados como estratégias de fala e de comunicação entre ele e os estudantes, buscando, na maioria do tempo, o uso da língua materna dele e adicional dos alunos, fato que corrobora um dos objetivos do PEIF, programa que, além do intercâmbio cultural entre países fronteiriços, visa também o contato com a língua do outro. Desta forma faz-se necessário reconhecer que a diversidade cultural na fronteira é evidente, e que as línguas que circulam neste multifacetado ambiente devem ser consideradas em suas especificidades. Para tanto, é essencial a existência e aplicação de políticas que reconheçam este ambiente multilíngue e multicultural.

Palavras-chave: Políticas linguísticas. Gestão de línguas fronteira. PEIF.

Downloads 398  398  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicentro  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Concepção de Alfabetização em Documentos que se Referem às Salas de Apoio à Aprendizagem de Língua P Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
ONIESKI, Simone Bueno

Esta dissertação tem como objetivo principal analisar os documentos que dão suporte ao trabalho na Sala de Apoio à Aprendizagem (Programa SUED/SEED/PR), procurando observar qual concepção de alfabetização está presente nesses textos. Os documentos analisados são os seguintes: a) Resolução nº 1690/2011 GS/SEED; b) Instrução nº 05/2017 SUED/SEED; c) Ficha de encaminhamento. Também verificamos se há, e quais são, os direcionamentos apontados para superação de dificuldades de aprendizagem em língua materna e fazemos um levantamento da legislação das SAA (2004 a 2017) observando em que sentido as mudanças nesses documentos significam avanços ou retrocessos. Como referencial teórico para discutir a temática da alfabetização e, principalmente, a noção de sistema de escrita alfabética (SEA) nos baseamos em Cagliari (2008), Ferreiro (2011, 2012), Morais (2012) e Soares (2016). Para discussão sobre letramento, em Kleiman (2007). A metodologia de pesquisa utilizada foi a da pesquisa bibliográfica e documental dentro da perspectiva qualitativa (LÜDKE; ANDRÉ, 2015). Os dados analisados demonstraram que a ficha de encaminhamento aponta para uma concepção de alfabetização baseada no SEA como forma de compreender a natureza das defasagens na alfabetização dos alunos das SAA. Entre os direcionamentos para superação de dificuldades identificamos referência à ampliação do tempo de permanência na escola (PARANÁ, 2011) e a atribuição de uma sobrecarga de responsabilidades aos profissionais que atuam nas SAA (PARANÁ, 2017). A comparação entre os documentos das SAA, que vigoraram entre os anos de 2004 e 2017, revelou uma descontinuidade das disposições (no que diz respeito aos anos atendidos, número de alunos, escolha das escolas), o que consideramos fragilizar o trabalho que acaba não tendo uma continuidade.

Palavras-chave: Concepção de alfabetização. Sistema de escrita alfabética. Sala de apoio à aprendizagem de Língua Portuguesa. Dificuldades de aprendizagem.

Downloads 603  603  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Paisagens sem Cor: Visualidades e Imagens na Poesia de Álvaro Campos Popular Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
SANTOS, Valeria Santos

Álvaro de Campos foi a criação mais próxima de Fernando Pessoa, dentre os seus heterônimos. Como criador, investiu sua existência na procura por si mesmo, pelo sentido da vida, além de exprimir a intensa dor de existir, a angústia e a solidão. Em seus poemas, registrou a vida e os homens e, para explicá-los e explicar-se, procurou “sentir tudo de todas as maneiras”. Buscou incessantemente por respostas, distanciando-se da vida cotidiana e transformando sua vivência em experiências subjetivas. A presente dissertação objetiva demonstrar como as vivências individuais do poeta geraram versos e paisagens sem cor. A cidade, a cidade e a infância e a viagem aliada ao sonho são as principais paisagens a serem tratadas. A cidade surge como paisagem moderna, juntamente com o homem que acompanha a agitação da modernidade. Quando visitada, nasce como testemunha da angústia, palco de sua infância perdida e das experiências do passado. A referência à infância é revelada como um período de satisfação perdida, quando a conquista do espaço era simples e natural, diferentemente da idade adulta, marcada pelo amor perdido. As viagens, possibilitadas pelo sonho, revelam a angústia do poeta que não se satisfaz com a existência e, metaforicamente as toma como uma experiência inútil tal qual a vida. Álvaro de Campos é o heterônimo para quem “vida é uma quinta / Onde se aborrece uma alma sensível”, como a sua. Tomado pelo tédio mortal de existir, ao lançar seu olhar sem brilho sobre a vida, produz uma poesia em que as cores não encontram onde se fixar, pois a subjetividade angustiada do poeta é a grande responsável por desenhar a paisagem de seus poemas, como pudemos concluir nos textos estudados. A pesquisa é de cunho bibliográfico e busca os conceitos de espaço, imagem e paisagem propostos por Alfredo Bosi, Octavio Paz, Gaston Bachelard, Michel Collot, entre outros, bem como as noções de Fenomenologia, os pressupostos teóricos de Maurice Merleau-Ponty e de Terry Eagleton sobre Edmund Husserl. Os estudos críticos a respeito da poesia de Álvaro de Campos foram embasados por Natália Gomes, Eduardo Lourenço, Massaud Moisés, Teresa Rita Lopes, Augusto Seabra, entre outros. A dissertação visa, finalmente, contribuir com a fortuna crítica dos estudos de Fernando Pessoa e fortalecer a linha de pesquisa Literatura e Historicidade.

Palavras-chave: Álvaro de Campos. Paisagens sem cor. Cidade. Infância.

Downloads 555  555  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Atlas Linguístico de Curiúva-PR: Aspectos Lexicais Popular Versão: PDF
Atualização:  22/6/2016
Descrição:
SIQUEIRA, Fátima da Silva.

Esta dissertação, composta de dois volumes,tem por objetivo principal construir um Atlas Linguístico da cidade de Curiúva,registrando em cartas linguísticas,algumas variantes lexicais da fala coletadas por meio de questionário estruturado, observadas em usuários naturais do município de Curiúva, Paraná. Neste trabalho,realizado sob o método geolinguístico, considerando,sobretudo, os pressupostos da Dialetologia Pluridimensional, objetivamos, especificamente:(i) analisar os dados coletados, com base nas variáveis faixa etária, sexo e escolaridade; (ii) comparar alguns dados coletados nesta pesquisa com os registrados por Aguilera (1994) e por Altino (2007), trabalhos de maior abrangência realizados no estado, que possibilitarão visualizar a qual região linguística paranaense pertence Curiúva; (iii) compor um arquivo de dados das entrevistas e disponibilizar para a sala 169 (UEL -Regional ALiB –Paraná) para pesquisas linguísticas posteriores. Como instrumento de coleta de dadosfoi utilizado o questionário completo do Atlas Linguístico do Brasil(ALiB, 2001), a fim de propiciar material suficiente para seguintes estudos nesta área, considerando a fato de não termos explorado o corpus em sua totalidade, ao optarmos por trabalhar somente o léxico desta comunidade. As entrevistas foram realizadas in loco junto a 24 curiuvenses, em 06 pontos linguísticos selecionados mediante maior importância na formação da cidade. Os dados apontampara inovações linguísticas entre os jovens e para maior conhecimento de mundo entre os idosos, principalmente, no que diz respeito a variantes tipicamente rurais. Quanto ao polimorfismo, foi observada maior produtividade lexical entre homens do que entre as mulheres e, ao contrário de nossa hipótese inicial,concluímos que o município não apresenta uma linguagem sulistano que diz respeito ao léxico, apesar de haver marcas queremetem tanto para o norte quanto para o sul.

Palavras-chave: Dialetologia. Geolinguística. Atlas Linguístico. Curiúva.

Downloads 3421  3421  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!As bibliotecas escolares do ensino médio e a formação do leitor literário: um encontro possível? Popular Versão: 
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
FONTANA, Ana Cláudia Costa

O presente trabalho tem o objetivo de descrever como se estruturam e como funcionam as bibliotecas escolares do Ensino Médio da cidade de Ponta Grossa e qual é o papel que têm desempenhado (e se têm desempenhado) para a promoção da leitura, sobretudo a literária. Trata-se do resultado de uma investigação qualitativa de caráter descritivo, desenvolvida ao longo do ano de 2013, a partir da coleta de dados em cinco colégios público-estaduais da cidade de Ponta Grossa, tendo como base as reflexões de Ezequiel Theodoro da Silva, Luís Milanesi, Rovilson da Silva, Bernadete Campello, Ana Maria Machado, Michele Pètit, Teresa Colomer e outros. Foi feita uma investigação nos locais denominados bibliotecas em cada instituição escolar pesquisada, contando como sujeitos informantes os profissionais que são responsáveis pelo seu funcionamento, os professores de Língua Portuguesa e os alunos de EM. Além de traçar o perfil das bibliotecas, apresentam-se também algumas possibilidades para a transformação do quadro com vistas a sua melhoria a partir de um trabalho em parcerias.

Palavras-chave: Bibliotecas Escolares. Formação de leitores. Mediadores de leitura.

Downloads 1117  1117  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Ponta Grossa  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Provérbios na escola e na vida: Uma visão discursiva Popular Versão: 
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
STRASSACAPA, Araceli

É muito importante ao educador conceber a linguagem como um significado amplo e dinâmico que se relaciona plenamente com a participação social. Nesse sentido, pode-se trabalhar qualquer gênero discursivo favorecendo reflexões variadas, pois o gênero inclui o discurso e a sociedade. Este trabalho objetivou analisar como se constituem os sentidos dos enunciados proverbiais, inseridos no ambiente escolar como metodologia de ensino por meio do gênero discursivo e de uma pesquisa-ação realizando, concomitantemente, um processo educativo para o enfrentamento da realidade escolar em sala de aula com alunos do nono ano da rede pública de ensino. A pesquisa teve como base teórica a concepção interacionista de linguagem e a vertente Bakhtiniana de gêneros discursivos. Foi desenvolvido um trabalho direcionado por meio de uma sequência didática ambicionando promover ação – reflexão – ação. Desta forma, os alunos puderam adentrar em situações de comunicação mais próximas da sua realidade sócio-cultural, a fim de compreenderem a função discursiva da linguagem e, desse modo, consolidar as habilidades de leitura, de compreensão, de interpretação e de escrita.

Palavras-chave: Provérbios. Gênero discursivo. Sequência didática. Ensino e aprendizagem.

Downloads 4653  4653  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Meninices de uma poetisa: um estudo de O Menino Poeta, de Henriqueta Lisboa Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
REIS, Carla Francine da Silva

Henriqueta Lisboa (1901-1985) é uma poetisa reconhecida por sua obra no contexto da literatura brasileira, destacando-se também por um livro direcionado ao público infantojuvenil, O menino poeta (1943). Embora sua produção literária seja apreciada por vários estudiosos da área, não há um estudo sistemático da crítica de que foi objeto esse título publicada em jornais, revistas, livros e trabalhos acadêmicos (dissertações, teses e artigos científicos). Nesse sentido, a presente pesquisa busca a organização e sistematização da fortuna crítica sobre O menino poeta, a partir de uma análise apresentada nesta dissertação em quatro capítulos.

Palavras-chave: O Menino Poeta. Henriqueta Lisboa. Crítica literária. Literatura Infantojuvenil. Poesia.

Downloads 4918  4918  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNESP – Universidade Estadual Paulista  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Ecos do romantismo em a Casa das Sete Mulheres Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
LEONHARDT, Daniela

O objeto desta pesquisa é o romance A casa das sete mulheres (2002), de Leticia Wierzchowski, que narra a história das mulheres da família do General Bento Gonçalves, isoladas na Fazenda da Barra a fim de que permanecessem em segurança enquanto a Revolução Farroupilha estendia-se por dez anos.A pesquisa tem o objetivo de analisar como esse romantismo tardio colabora para a concepção de um imaginário coletivo e de averiguar o motivo para a popularidade de um romance que mantém menos afinidade com obras contemporâneas do que com outras, produzidas no século XIX.Verifica-se, ainda, se o romance pode ser considerado uma obra contemporânea ou se os aspectos acentuados de elementos que retomam o Romantismo não permite essa classificação. Para isso, elenca-se contribuições de estudos que tratam da contemporaneidade, para que, ao observar-se, no romance, o que é intrínseco a ela, encontre-se o que dela se afasta. Observa-se como questões marcantes como o nacionalismo romântico, o resgate do gênero épico e o sentimentalismo exacerbado estão presentes no romance e contribuem para a manutenção do imaginário que ainda existe em torno da Revolução Farroupilha e que foi estabelecido a partir do século XIX. Verifica-se também a influência de outras estéticas, de épocas e estilos diferentes, que se enredam no romance, trazendo ao leitor a segurança do que é conhecido.

Palavras-chave: Literatura. Romantismo. Contemporâneo. A Casa das Sete Mulheres.

Downloads 5317  5317  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O gênero resumo de texto no livro didático do nono ano: análise e proposta de intervenção Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
ROCHA, Édila Regina da Silva

Esta pesquisa temo como temática o ensino de gêneros discursivos na sala de aula do ensino fundamental II e aborda de forma específica a produção do resumo em aulas de língua portuguesa, dentro da concepção de linguagem como forma de interação, no âmbito da Linguística Aplicada.

Palavras Chaves: Gênero discursivo. Resumo escola. Proposta de interação.

Downloads 349  349  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Maringá  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Recursos Linguístico-Enunciativos em colunas de opinião de Diogo Mainardi Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
FRANCISCHINI, Eliane Luiza de Aguiar

A Retórica, arte da persuasão, nasceu quando os filósofos gregos passaram a sistematizar atos linguísticos inerentes à linguagem humana. Por meio do registro e, do consequente ensino deste processo, eles puderam verificar os efeitos de sentido alcançados pelos processos argumentativos. Instrumentalizar, manipular e produzir escolhas linguísticas com o objetivo de convencer o interlocutor é, claramente, a forma mais adequada para que percebamos o poder que as palavras possuem. Na contemporaneidade, a Semântica Argumentativa e a Linguística Textual, como ciências da linguagem, retomaram esses conceitos e, por meio de suas pesquisas consideram a linguagem como um fenômeno pragmático e discursivo e seus produtores como sujeitos dotados de intencionalidade. Nessa perspectiva, nosso trabalho analisará duas colunas de opinião produzidas por Diogo Mainardi, para a revista Veja, no ano de 2010.

PALAVRAS-CHAVE: Coluna de Opinião. Argumentação. Fatores textuais.

Downloads 1554  1554  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 3 (4) 5 6 7 »