Educadores

Ínicio : Língua Portuguesa : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A(s) violência(s) na literatura infantojuvenil brasileira: uma análise a partir do PNBE 2013 Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SOUZA, Elaine Leonarczyk


A pesquisa apresentada nesta dissertação teve como objetivo analisar como as violências são representadas em narrativas infantojuvenis brasileiras selecionadas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola –PNBE/2013, a partir de um corpus de doze narrativas, a saber: Um sonho no caroço do abacate (2002), do escritor Moacyr Scliar; Quarto de despejo: diário de uma favelada (2013), de Carolina Maria de Jesus; Ordem, sem lugar, sem rir, sem falar (2013), de Leusa Araujo; Sangue Fresco (2011), de João Carlos Marinho; O golem do Bom Retiro (2011), do escritor Mario Teixeira; Antes que o mundo acabe (2012), de Marcelo Carneiro da Cunha; O livreiro do alemão (2011), de Otavio Junior; Um na estrada (2011) e O outro passo da dança (2011) do escritor Caio Riter; A primeira vez que eu vi meu pai (2012), de Márcia Leite; A distância das coisas (2012), de Flávio Carneiro; O Homão e o menininho –Histórias de filhos e de pais (2010), de Luís Pimentel. A metodologia de pesquisa teve um caráter descritivo, na medida em que objetivou descrever de que modo se poderia observar o tema da violência representado nas narrativas a partir do estudo de seus vários elementos constitutivos, tais como a construção das personagens, da focalização, do tempo e da linguagem. A fundamentação teórica teve base nos estudos de autores como Nilo Odalia (1983), Angel Pino (2007), Irme Salete Bonamigo (2008), Ana Maria Borges de Sousa (2002, 2010), Michel Maffesoli (1987), Regina Dalcastagnè (2008, 2012), entre outros autores que tematizam a questão da violência. As análises permitiram observar que a focalização ocorre de fora do espaço de exclusão, de modo que tal focalização não permite um conhecimento mais aprofundado da realidade representada. A linguagem, na maioria das narrativas analisadas, retrata o universo e o interesse do jovem de classe média, sendo que os livros, de modo geral, apresentam espaços de exclusão bem delimitados para alguns personagens femininos, pobres, negros e pueris.O homem branco e de classe média tem maior mobilidade pelo espaço urbano na maioria das narrativas.Não há protagonismo do jovem negro e pobre destinado para vencer. Sendo assim, a questão da violência está estritamente relacionada ao aspecto da representação desses personagens e espaços, uma vez que as representações de espaço não corroboram uma construção mais plural da realidade e da diversidade, pois, em muitos momentos, são estereotipadas, negando, desta forma, ao leitor, uma perspectiva mais rica e verossimilhante da vida e da sociedade. Observa-se, portanto, que a violência acontece não apenas no plano do mundo representado, mas, também, no modo de construção do próprio discurso literário.

Palavras-chave: Literatura infantojuvenil. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE). Violência(s).

Downloads 327  327  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Afro-colombianidade e Oralidade na Contística de Carlos Arturo Truque Versão: PDF
Atualização:  10/1/2019
Descrição:
SANTOS, Natã do Espírito

A afro-diáspora na América Latina deixou muitas heranças culturais a partir dos povos africanos que povoaram o continente pela imposição coercitiva da escravização de humanos provenientes de outro continente, associados aos elementos indígena e europeu, sendo que este gerenciava toda atividade capitalista de colonização e exploração de riquezas locais. A literatura manifesta sua visão dos resultados produzidos por este fenômeno histórico e humano. A partir da ideia da América Afro-Latina e das concepções de teóricos pós-colonialistas, abordaremos a inserção de temas literários por meio das experiências que afirmam a identidade do negro como sujeito ativo de sua história, memória e práticas ancestrais ao longo da aportação do mesmo em região tão diferente de sua terra originária na obra de um escritor afro-colombiano. Partindo da afro-colombianidade e da literatura colombiana, apresentamos a obra contística de Carlos Arturo Truque como representante da literatura afro-colombiana. Reproduz Truque em seus contos retratos da vasta cultura africana, pois dialoga não somente com a oralidade do passado como também com a produção de autores contemporâneos africanos, assim como à de outros escritores colombianos. Serão apresentados exemplos de contos representativos não só da cultura afro-colombiana como também o registro escrito das falas cotidianas das personagens. No texto de Carlos Arturo Truque, são introduzidos os ribeirinhos, os guerrilheiros, as donas de casas, os pais desempregados, os amores frustrados, a religiosidade estéril, o desespero de uma família com o filho doente, o filho em busca do pai, o pai à espera do filho que foi à guerra, dentre outros. Por fim, o trabalho discute a validade dos conceitos à luz de teóricos da oralidade, crioulismo, e outros pertinentes à teoria da negritude e do pan-africanismo, bem como explora alguns horizontes linguísticos a partir de um texto literário, com o objetivo de enriquecer os estudos sobre a produção literária e a devida critica a respeito de referido autor colombiano.

Palavras-chave: Afro-Colombianidade. Literatura Afro-colombiana. Conto negrista. Oralidade.

Downloads 13  13  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!As bibliotecas escolares do ensino médio e a formação do leitor literário: um encontro possível? Popular Versão: 
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
FONTANA, Ana Cláudia Costa

O presente trabalho tem o objetivo de descrever como se estruturam e como funcionam as bibliotecas escolares do Ensino Médio da cidade de Ponta Grossa e qual é o papel que têm desempenhado (e se têm desempenhado) para a promoção da leitura, sobretudo a literária. Trata-se do resultado de uma investigação qualitativa de caráter descritivo, desenvolvida ao longo do ano de 2013, a partir da coleta de dados em cinco colégios público-estaduais da cidade de Ponta Grossa, tendo como base as reflexões de Ezequiel Theodoro da Silva, Luís Milanesi, Rovilson da Silva, Bernadete Campello, Ana Maria Machado, Michele Pètit, Teresa Colomer e outros. Foi feita uma investigação nos locais denominados bibliotecas em cada instituição escolar pesquisada, contando como sujeitos informantes os profissionais que são responsáveis pelo seu funcionamento, os professores de Língua Portuguesa e os alunos de EM. Além de traçar o perfil das bibliotecas, apresentam-se também algumas possibilidades para a transformação do quadro com vistas a sua melhoria a partir de um trabalho em parcerias.

Palavras-chave: Bibliotecas Escolares. Formação de leitores. Mediadores de leitura.

Downloads 396  396  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Ponta Grossa  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!As Relações entre Ficção Histórica e Autobiografia na Obra Terra Vermelha de Domingos Pellegrini Versão: PDF
Atualização:  3/1/2019
Descrição:
RIBEIRO, Alessandra Pilati

O presente trabalho busca analisar a obra Terra vermelha, de Domingos Pellegrini, identificando as relações entre ficção histórica e memória a fim de compreender o uso da autobiografia como estratégia de recuperação do passado histórico de uma família e afirmação de Pellegrini como escritor paranaense. Para cumprir este propósito, recuperaremos, no primeiro capítulo, os conceitos de memória coletiva e a memória individual, elencando desde os preceitos da antiguidade clássica, representados por Platão e Aristóteles, passando por Tomás de Aquino e Santo Agostinho, até as teorias literárias contemporâneas, representadas pela reflexão de Maurice Halbwachs. As reflexões sobre romance histórico, ficção histórica, metaficção historiográfica, autobiografia e autoficção também serão recuperadas, no segundo capítulo, no sentido de compreender como Pellegrini (re)constrói a história de sua família, considerando a escassez de análises da obra deste escritor dentro de um viés autobiográfico. Os autores que utilizaremos para cumprir este propósito serão Paul Ricoeur, György Lukács, Philippe Lejeune, Pedro Brum dos Santos, Marilene Weinhardt, Linda Hutcheon, entre outros. No terceiro capítulo, consideraremos a importância de Domingos Pellegrini no cenário literário brasileiro, bem como sua inserção no contexto da literatura paranaense contemporânea a as amizades com intelectuais de relevância na época de sua formação intelectual, entre eles Paulo Leminski. O que se depreende de Terra vermelha, além dos aspectos da história paranaense, é o choque entre memória coletiva e a memória individual, trazido à tona por intermédio da narração do neto, que seria o próprio Pellegrini, reforçando, com isso, o componente autobiográfico da narrativa. O referido choque permite uma reflexão, no desfecho do romance, quanto à representatividade dos valores tão bem estabelecidos pelos personagens principais na construção da autobiografia, na qual a história da colonização e agricultura paranaense servem de pano de fundo para o desenrolar da saga de uma família.

Palavras-chave: Memória. Ficção histórica. Autobiografia.

Downloads 26  26  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Uniandrade  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Atlas Linguístico de Curiúva-PR: Aspectos Lexicais Popular Versão: PDF
Atualização:  22/6/2016
Descrição:
SIQUEIRA, Fátima da Silva.

Esta dissertação, composta de dois volumes,tem por objetivo principal construir um Atlas Linguístico da cidade de Curiúva,registrando em cartas linguísticas,algumas variantes lexicais da fala coletadas por meio de questionário estruturado, observadas em usuários naturais do município de Curiúva, Paraná. Neste trabalho,realizado sob o método geolinguístico, considerando,sobretudo, os pressupostos da Dialetologia Pluridimensional, objetivamos, especificamente:(i) analisar os dados coletados, com base nas variáveis faixa etária, sexo e escolaridade; (ii) comparar alguns dados coletados nesta pesquisa com os registrados por Aguilera (1994) e por Altino (2007), trabalhos de maior abrangência realizados no estado, que possibilitarão visualizar a qual região linguística paranaense pertence Curiúva; (iii) compor um arquivo de dados das entrevistas e disponibilizar para a sala 169 (UEL -Regional ALiB –Paraná) para pesquisas linguísticas posteriores. Como instrumento de coleta de dadosfoi utilizado o questionário completo do Atlas Linguístico do Brasil(ALiB, 2001), a fim de propiciar material suficiente para seguintes estudos nesta área, considerando a fato de não termos explorado o corpus em sua totalidade, ao optarmos por trabalhar somente o léxico desta comunidade. As entrevistas foram realizadas in loco junto a 24 curiuvenses, em 06 pontos linguísticos selecionados mediante maior importância na formação da cidade. Os dados apontampara inovações linguísticas entre os jovens e para maior conhecimento de mundo entre os idosos, principalmente, no que diz respeito a variantes tipicamente rurais. Quanto ao polimorfismo, foi observada maior produtividade lexical entre homens do que entre as mulheres e, ao contrário de nossa hipótese inicial,concluímos que o município não apresenta uma linguagem sulistano que diz respeito ao léxico, apesar de haver marcas queremetem tanto para o norte quanto para o sul.

Palavras-chave: Dialetologia. Geolinguística. Atlas Linguístico. Curiúva.

Downloads 772  772  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Colônias Suábias em Guarapuava e o efeito discursivo da memória no espaço de imigração: ... Popular Versão: PDF
Atualização:  19/2/2016
Descrição:
BERNARDIM, Adriana Cristina

O objeto de estudo, em nossa investigação, é o discurso de imigração e os discursos que constituem e sustentam esse espaço. Para recobrir esse objeto, buscamos articulações organizando-as para criar pontos de reflexão pelo fio condutor da memória em funcionamento e, por meio de gestos interpretativos adentramos aos efeitos de sentido. O objetivo maior é a análise da constituição da “Velha” e da “Nova” Pátria, por meio de lugares e de instituições que sustentam o duplo em um mesmo lugar. Os objetivos específicos são: buscar pelos efeitos de sentidos que ressoam dos discursos da imigração suábia, que emanam do MH e marcam o embate/encontro/desencontro entre a velha e a “Nova” Pátria; estabelecer relação entre a ‘comunidade imaginada’ de Entre Rios e Guarapuava para verificar se o lugar físico do sujeito constitui a identificação com a Pátria-Brasil; analisar o museu como lugar que interpreta e controla os sentidos em circulação no espaço de imigração, buscando o funcionamento da língua ensinada na escola, que circula nos monumentos, placas e mapa, sustentando/legitimando dois lugares/pátrias em um mesmo lugar.

Palavras-chave: Língua. História. Espaço de imigração. Memória. Patrimônio.

Downloads 405  405  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual do Centro-Oeste  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Concepção de Alfabetização em Documentos que se Referem às Salas de Apoio à Aprendizagem de Língua P Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
ONIESKI, Simone Bueno

Esta dissertação tem como objetivo principal analisar os documentos que dão suporte ao trabalho na Sala de Apoio à Aprendizagem (Programa SUED/SEED/PR), procurando observar qual concepção de alfabetização está presente nesses textos. Os documentos analisados são os seguintes: a) Resolução nº 1690/2011 GS/SEED; b) Instrução nº 05/2017 SUED/SEED; c) Ficha de encaminhamento. Também verificamos se há, e quais são, os direcionamentos apontados para superação de dificuldades de aprendizagem em língua materna e fazemos um levantamento da legislação das SAA (2004 a 2017) observando em que sentido as mudanças nesses documentos significam avanços ou retrocessos. Como referencial teórico para discutir a temática da alfabetização e, principalmente, a noção de sistema de escrita alfabética (SEA) nos baseamos em Cagliari (2008), Ferreiro (2011, 2012), Morais (2012) e Soares (2016). Para discussão sobre letramento, em Kleiman (2007). A metodologia de pesquisa utilizada foi a da pesquisa bibliográfica e documental dentro da perspectiva qualitativa (LÜDKE; ANDRÉ, 2015). Os dados analisados demonstraram que a ficha de encaminhamento aponta para uma concepção de alfabetização baseada no SEA como forma de compreender a natureza das defasagens na alfabetização dos alunos das SAA. Entre os direcionamentos para superação de dificuldades identificamos referência à ampliação do tempo de permanência na escola (PARANÁ, 2011) e a atribuição de uma sobrecarga de responsabilidades aos profissionais que atuam nas SAA (PARANÁ, 2017). A comparação entre os documentos das SAA, que vigoraram entre os anos de 2004 e 2017, revelou uma descontinuidade das disposições (no que diz respeito aos anos atendidos, número de alunos, escolha das escolas), o que consideramos fragilizar o trabalho que acaba não tendo uma continuidade.

Palavras-chave: Concepção de alfabetização. Sistema de escrita alfabética. Sala de apoio à aprendizagem de Língua Portuguesa. Dificuldades de aprendizagem.

Downloads 66  66  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Contextos educacionais inclusivos de alunos surdos: ações frente à realidade inclusiva ... Popular Versão: PDF
Atualização:  23/2/2016
Descrição:
SOUZA, Márcia Cristina

Este trabalho, de cunho qualitativo, fundamenta-se nas ações docentes dos professores de matemática da educação básica que tem em suas turmas alunos surdos incluídos. Tem como objetivo compreender a realidade de tais contextos educacionais inclusivos e contribuir com os debates e estudos sobre o processo de inclusão de alunos surdos na educação básica. Foram utilizadas entrevistas estruturadas com quinze professores de Andirá-PR e municípios vizinhos, que trabalhavam em 2011 com alunos surdos incluídos em suas aulas de matemática. As transcrições das entrevistas foram submetidas aos procedimentos e conceitos apresentados pela Análise de Conteúdo (AC) proposta por Bardin (1977) até a sua estruturação e após a organização das informações, na fase da análise, migrou-se para uma interpretação utilizando-se da Metanálise, proposta por Fiorentini e Lorenzato (2009). As respostas dos professores de matemática da região pesquisada possibilitou a compreensão de seus conhecimentos sobre a surdez, sobre as políticas de inclusão e sobre as ações educativas na educação inclusiva do
aluno surdo. Foi possível também levantar informações sobre a necessidade de maiores investimentos na formação continuada dos professores para que os mesmos possam participar da construção de currículos inclusivos como solicita as Diretrizes Curriculares da Educação Especial para a construção de currículos Inclusivos (PARANÁ, 2006). Espera-se com os resultados da pesquisa contribuir para o avanço dos estudos referentes à educação inclusiva de alunos surdos de maneira geral. Em suma, o presente trabalho adentrou os ambientes inclusivos e verificou que ainda são muitas as dificuldades vivenciadas pelos professores com a inclusão do aluno surdo pois existe falta de aprofundamento teórico desses profissionais da educação e os ambientes educacionais não estão gerenciados e estruturados de acordo com as leis de inclusão.

Palavras-chave: Educação básica. Professores de matemática. Educação inclusiva. Aluno surdo. Ações docentes inclusivas.

Downloads 195  195  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!De Saint-Exupéry a Limeira: uma Leitura Comparativa de O Pequeno Príncipe Popular Versão: PDF
Atualização:  17/10/2017
Descrição:
OLIVEIRA, Pedrina Carvalho de

Ao ministrarmos aulas de literatura para turmas de Ensino Médio, constatamos que grande parte dos alunos não aprecia textos poéticos, pois os consideram de difícil compreensão. Como despertar o interesse pela leitura de poesia? Após experiências exitosas, envolvendo a abordagem da literatura de cordel, percebemos que a estrutura composicional desse gênero discursivo pode sensibilizar os alunos para a linguagem poética. Desse modo, optamos por produzir, para esta dissertação, uma “sequência expandida de leitura”, destinada a alunos do 7º ano do Ensino Fundamental II, abordando a literatura de cordel. Esta proposta, além de atender à necessidade de produção de material didático voltado para a poesia, vem ao encontro de outra carência observada nas escolas: a de se abordar o letramento literário – como ressaltam Candido (2004), Compagnon (2009), Cosson (2014) e Michelleti (2000) – e, especialmente, a literatura não canônica – conforme assevera Abreu (2006). Para elaboração desse material, escolhemos o conto filosófico de Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe (1943), e sua versão em cordel, publicada pelo cordelista pernambucano Josué Limeira, em 2015. A contextualização das obras selecionadas se deu a partir das pesquisas realizadas por Munhoz (2014) sobre a vida e obra do escritor francês e de entrevistas concedidas pelo cordelista e pelo ilustrador de O Pequeno Príncipe em Cordel (2015). Para conceituarmos e analisarmos os gêneros discursivos a que pertencem as obras, recorremos a Cortázar (2013), Bosi (1989) e Aragão (1985), que abordam a teoria do conto, e a Abreu (2006), Evaristo (2011) e Marinho e Pinheiro (2012), que tratam da valorização do cordel e da literatura não canônica. Para a elaboração das atividades, analisamos os dois enunciados, seguindo as etapas de leitura sugeridas por Cosson (2014), Michelleti (2000) e rediscutidas por Corsi (2015), observando os elementos que, segundo Bakhtin (2003), constituem os gêneros discursivos – “conteúdo temático”, “estrutura composicional” e “estilo”. A análise das relações intertextuais entre as obras foi realizada a partir dos estudos de Kristeva (1974), Nitrini (2000), Jenny (1979), Samoyault (2008) e das categorias hipertextuais e hiperestéticas de Genette (1989). Os encaminhamentos previstos em nossa proposta, embasados nas proposições de Rildo Cosson (2014), ressaltam o diálogo entre os textos abordados, suas especificidades estruturais, a valorização da literatura de cordel, as relações entre o gênero épico – a que se filia o cordel – e o gênero lírico, utilizando outros gêneros discursivos e recursos audiovisuais para explorar o conteúdo temático e contextualizar as obras. Após as atividades de leitura e interpretação dos enunciados, os alunos são convidados a produzirem seus próprios cordéis, para que, também através do fazer poético, estejam mais sensíveis e receptivos às composições com as quais se depararem ao longo de sua vida.

Palavras-chave: Literatura de Cordel. Letramento literário. Intertextualidade. O Pequeno Príncipe. O Pequeno Príncipe em Cordel.

Downloads 1679  1679  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Língua Portuguesa Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Ecos do romantismo em a Casa das Sete Mulheres Popular Versão: PDF
Atualização:  16/2/2016
Descrição:
LEONHARDT, Daniela

O objeto desta pesquisa é o romance A casa das sete mulheres (2002), de Leticia Wierzchowski, que narra a história das mulheres da família do General Bento Gonçalves, isoladas na Fazenda da Barra a fim de que permanecessem em segurança enquanto a Revolução Farroupilha estendia-se por dez anos.A pesquisa tem o objetivo de analisar como esse romantismo tardio colabora para a concepção de um imaginário coletivo e de averiguar o motivo para a popularidade de um romance que mantém menos afinidade com obras contemporâneas do que com outras, produzidas no século XIX.Verifica-se, ainda, se o romance pode ser considerado uma obra contemporânea ou se os aspectos acentuados de elementos que retomam o Romantismo não permite essa classificação. Para isso, elenca-se contribuições de estudos que tratam da contemporaneidade, para que, ao observar-se, no romance, o que é intrínseco a ela, encontre-se o que dela se afasta. Observa-se como questões marcantes como o nacionalismo romântico, o resgate do gênero épico e o sentimentalismo exacerbado estão presentes no romance e contribuem para a manutenção do imaginário que ainda existe em torno da Revolução Farroupilha e que foi estabelecido a partir do século XIX. Verifica-se também a influência de outras estéticas, de épocas e estilos diferentes, que se enredam no romance, trazendo ao leitor a segurança do que é conhecido.

Palavras-chave: Literatura. Romantismo. Contemporâneo. A Casa das Sete Mulheres.

Downloads 1000  1000  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 2 (3) 4 5 6 7 »