Educadores

Ínicio : Educação Fisica : Teses : Produções de Profissionais da Seed: Teses : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Educação Fisica Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!As Duas Culturas da Educação Física Escolar e Suas Repercussões na Formação do Professor Versão: PDF
Atualização:  22/1/2019
Descrição:
BATISTA FILHO, Amador Cordeiro

O presente trabalho tem por objetivo analisar a repercussão das duas culturas da Educação Física Escolar na formação do professor. Dentro desta perspectiva, a pesquisa bibliográfica se mostra de grande valia para a incursão sistemática, ampla e quase completa nos domínios das duas culturas que influenciam até hoje a formação dos professores do curso de licenciatura em Educação Física. Ora, em decorrência da abertura política, a comunidade acadêmica existente no país, durante o governo militar, passou a reclamar maior liberdade. Com isso, em todo o território nacional, o fluxo das ideias educacionais alterou-se de modo significativo. De tão sufocante foi a influência do marxismo sob o quadro dos professores, que terminou por fortalecer a dicotomia entre as ciências naturais e as ciências sociais nutrida na Alemanha nos primeiros anos do século XX. Certamente, houve uma continuidade entre as tendências sociológicas que vinham se consolidando no campo da Educação e no espaço conquistado, desta feita, principalmente no movimento renovador da Educação Física Escolar. Em particular, escapou praticamente aos olhos dos vários membros do movimento renovador, o não reconhecimento da inserção do pensamento social na medicina. Na verdade, a falta de consenso, em torno da natureza e dos valores da Educação Física Escolar entre os professores atuantes na escola, tem comprometimento quase por completo a crescente reivindicação de muitos estudiosos pela difusão do conhecimento da área da Atividade Física ou do Exercício Físico. Na verdade, escapou a todos os estudiosos do movimento renovador a diferença crucial exibida entre o “saber que” e o “saber como” e que se mostrou tão útil aos teóricos cognitivos da psicologia educacional. Assim, o trabalho foi estruturado inicialmente (Capítulo I) em torno de uma proposta naturalista para a Educação Física Escolar. O ponto importante é que no estado atual da evolução da espécie humana, muitos comportamentos desenvolvidos e transmitidos às novas gerações acabaram deixando bilhões de pessoas doentes. O capítulo II, denominado “As duas culturas do curso de licenciatura em Educação Física”, tem a pretensão de apresentar os aspectos fundamentais da cultura iluminista e romântica norteiam a formação do professorado de Educação Física Escolar. A cultura iluminista toma o ser humano como parte da natureza e dá muita importância a ciência. Principalmente porque acolhe a Tradição Crítica consolidada nas antigas cidades da Jônia. Quanto à cultura romântica, tornou-se lugar comum na segunda metade do século XVIII na Alemanha. Ao ver dos românticos, a questão mais importante está diretamente associada às ações adequadas ao viver bem ou emancipação do mundo atual. O capitulo III apresenta as implicações gerais dessas duas culturas para o tipo de homem que a Educação Física Escolar espera formar. Destacam-se aí as correntes teóricas da filosofia educacional que encabeçam a formação do licenciado em Educação Física. Devido ao retrato romântico pintado pelos autores do movimento renovador, a oportunidade de uma Educação Física Escolar naturalista foi perdida. Nas considerações finais procurou-se sintetizar prioritariamente o desenvolvimento progressivo da cultura iluminista e a mudança na missão da universidade em face da infiltração dos radicais de esquerda nos cursos identificados com as humanidades e as ciências sociais.

Palavras-chave: Atividade física. Duas culturas. Educação física escolar. Formação de professores. Iluminismo. Romantismo.

Downloads 86  86  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!As Políticas Públicas de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia e Educação no Brasil como determinant Popular Versão: PDF
Atualização:  30/10/2017
Descrição:
CALCIOLARI JÚNIOR, Anísio

A constituição do campo científico no Brasil, a partir de 1950, colaborou para a criação de Aparelhos Ideológicos de Estado responsáveis por elaborar e
implementar Política Públicas de Ciência e Tecnologia. Após esse período, o Estado, passa a criar as condições e as estruturas fundantes para o desenvolvimento da nação. Nesse cenário, a ciência passa a ser significada como elemento estratégico para mostrar o potencial socioeconômico do país. Esse ideal de ciência e desenvolvimento que o Brasil materializou em suas políticas públicas para o setor recebeu forte influência do processo de institucionalização da ciência nos Estados Unidos. Nessa nova relação com a ciência, o Estado passa a ser o principal financiador da pesquisa básica e a Universidade o lugar social para sua realização. Partimos da hipótese de que processo desenvolvido para que a identidade da Educação Física brasileira fosse forjada na ideia de ser ela um campo científico teve sua gênese nas Políticas Públicas brasileiras de Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Educação que foram pensadas e elaboradas nas relações políticoideológicas estabelecidas entre o Brasil e os EUA após a década de 1950. Assim,construímos a seguinte tese: o processo de constituição do campo científico da Educação Física brasileira foi determinado pelos valores ideológicos instituídos nas Políticas Públicas norte-americanas de ensino superior, ciência e tecnologia. Esse trabalho insere-se nos princípios teórico-metodológico da Análise de Discurso de linha francesa com o objetivo de compreender a produção de sentidos presentes no contexto dos Acordos MEC-USAID e as relações de poder presentes no campo científico da Educação Física brasileira. Para tanto, compomos nossa trama teóricoanalítica baseada em alguns conceitos de Bourdieu, Gramsci e Althusser, fundamentais para a compreensão das relações políticas, ideológicas e de poder travadas nas práticas discursivas analisadas. As análises apontam para uma desestruturação da ideia hegemônica estabelecida na área de que a constituição do campo científico da Educação Física ocorreu a partir da influência do movimento disciplinar da Educação Física norte-americana “deflagrada” por Henry (1964). Nesse sentido, acreditamos que esse ideal foi instituído sem uma reflexão do contexto histórico e de uma análise mais apropriada do que estava na base ideológica desse movimento.

Palavras-chave: Políticas públicas. Ciência. Educação física. Campo científico.

Downloads 278  278  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM/UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!As Representações Sociais dos Acadêmicos do Curso de Licenciatura em Educação Física sobre o que é s Popular Versão: PDF
Atualização:  26/4/2018
Descrição:
HONORATO, Ilma Célia Ribeiro

Esta tese tem como objeto de pesquisa a formação inicial do professor de Educação Física a partir dos pressupostos teóricos metodológicos da Teoria das Representações Sociais (TRS). Trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa e caracteriza-se como um estudo de caso, transversal, descritivo. A pesquisa apresenta como problemática: Quais as representações sociais dos acadêmicos do Curso de Licenciatura em Educação Física em relação a sua formação profissional, ao que é Ser professor e Ser professor Educação Física, a partir dos pressupostos teóricos metodológicos da Teoria das Representações Sociais? A pesquisa tem como objetivo geral, analisar as representações sociais dos acadêmicos do Curso de Licenciatura em Educação Física em relação a sua formação profissional, ao que é Ser professor e Ser professor Educação Física, a partir dos pressupostos teóricos metodológicos da Teoria das Representações Sociais. O referencial teórico que fundamenta a pesquisa foi consubstanciado pelos estudos de Jodelet (1985, 2001), Moscovici (2001; 2009), Abric (2001), Doise (2001), Gilly (2001), Flament (2001) e Bourdieu (1983; 1992; 1996; 2001; 2004; 2011; 2015). A pesquisa foi realizada na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG/PR), no Curso de Licenciatura em Educação Física, tendo como sujeitos da pesquisa os acadêmicos dos 1º, 2º, 3º e 4º anos do Curso. A amostra foi constituída de cento e cinco (105) acadêmicos. No que tange ao quadro teórico e metodológico, optamos pelo conceito de Representação Social de acordo com Moscovici (2010). Como delineamento metodológico da pesquisa, optamos pelo estudo de caso para o tratamento da abordagem qualitativa (LÜDKE; ANDRÉ, 1986, GIL, 2009) e um estudo transversal (THOMAS; NELSON; SILVERMAN, 2007) para o tratamento da abordagem quantitativa. A coleta de dados se deu por meio de um questionário aberto e a Associação Livre de Palavras (ALP) (ABRIC, 2001; MARCONI; LAKATOS, 2003). Os dados foram analisados qualitativamente e quantitativamente, com o uso das técnicas da Teoria do Núcleo Central, técnica de zona muda e dos esquemas estranhos (LÜDKE; ANDRÉ, 1986; ABRIC, 2001; DOISE 2001; FLEMENT, 2001; THOMAS NELSON; SILVERMAN, 2007; MOSCOVICI 2011). Os dados foram confrontados por meio da Análise de Conteúdo (BARDIN, 1977) e a luz do conceito de habitus de Bourdieu (1983; 1992; 1996; 2001; 2004; 2011; 2015). Como resultados da pesquisa apontamos que: as representações dos acadêmicos indicam que Ser Professor e Ser Professor de Educação Física é ser uma pessoa responsável, dedicada e comprometida com a ação pedagógica; o conceito evidenciado para a Educação Física no contexto escolar tem sua centralidade no esporte e na saúde; a escolha dos acadêmicos em Ser Professor de Educação Física se deu por meio das vivências nas aulas de Educação Física e com o esporte na infância e adolescência; em relação ao exercício da profissão, os acadêmicos apontam como perspectivas as possibilidades de ter estabilidade no emprego, ser valorizado e realizar avanços na Educação Física escolar por meio de ações pedagógicas inovadoras. Consideramos que as representações desveladas nesta pesquisa retratou a profissão de professor e professor de Educação Física como sendo legítima no ambiente escolar apesar da desvalorização no contexto social e econômico. Ponderamos ainda que especificamente a profissão de professor de Educação Física, nas representações dos acadêmicos apesar dos entraves metodológicos e de infraestrutura, possibilita ações pedagógicas capazes de promover transformações significativas na vida dos alunos.

Palavras-chave: Teoria das representações sociais. Licenciatura em Educação Física. Formação do professor de Educação Física. Acadêmicos.

Downloads 363  363  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEPG  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!Coordenação Motora Associada ao Desenvolvimento do Crescimento Somático de Escolares com Deficiência Versão: PDF
Atualização:  30/1/2019
Descrição:
SILVA, Gilberto Carlos Pereira da

A deficiência intelectual (DI) resulta de alterações no desempenho cerebral provocadas por diferentes fatores, pré e pós-natais. Geralmente os indivíduos com DI apresentam dificuldades de aprendizagem, podendo demonstrar um comportamento inferior à sua idade cronológica. O objetivo do estudo foi investigar o nível da coordenação motora associada ao desenvolvimento e crescimento somático de escolares com DI, com idade entre 11 e 14 anos, de ambos os sexos, pertencentes a rede de ensino público estadual na cidade de Toledo – PR. O estudo teve um caráter descritivo, tendo como sujeitos 24 escolares, 15 do sexo masculino e 9 do sexo feminino, que realizaram avaliação antropométrica (estatura, massa corporal, circunferência da cintura e índice de massa corporal), avaliação da coordenação motora utilizando o Teste KTK, e avaliação da idade biológica através da radiografia da mão e pulso. Os resultados demonstraram que a estatura dos sujeitos do grupo masculino (1,57 ±0,08 m.) e feminino (1,56 ±0,06 m.) se apresentaram dentro dos padrões de normalidade em relação à idade; o IMC demonstrou que 20% do grupo masculino com sobrepeso e 13,4% com obesidade, para o grupo feminino observou-se 22,25% com sobrepeso e 22,25% com obesidade; em relação a circunferência da cintura, 20% do grupo masculino e 33,3% do grupo feminino apresentaram resultados acima dos valores críticos para a idade. Os resultados do desempenho motor, através do teste KTK, demostraram que o grupo masculino apresentou uma classificação de insuficiência na coordenação (QMT de 63,67 ±11,23), apresentando maior dificuldade motora na tarefa do salto lateral; a mesma classificação foi dada para o grupo feminino (QMT de 52,89 ±16,1), tendo apresentando dificuldades nas tarefas de salto monopedal, salto lateral e transferência lateral, relacionadas a necessidade de força e agilidade. Os valores elevados do IMC contribuíram de forma negativa para os resultados do teste nas tarefas que requeriam força, para a elevação do centro de massa, coordenação motora nas tarefas de salto, e agilidade e coordenação na tarefa de transferência lateral. Entende-se que os sujeitos com valores elevados de IMC apresentam menores níveis de coordenação motora em relação ao esperado para suas idades, notadamente nos sujeitos do sexo feminino. O grupo masculino com idade maturacional adequada apresentou uma classificação de perturbação na coordenação (QMT de 72,25 ±14,88), os demais grupos, com idade precoce e tardia e os grupos femininos foram classificados como insuficiência na coordenação. Os resultados apresentados apontam que a idade maturacional não influenciou os resultados do teste KTK.

Palavras-chave: Deficiência intelectual. Coordenação motora. Avaliação.

Downloads 70  70  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!Influência da Atividade Física sobre os Indicadores Antropométricos de Saúde em Crianças e Adolescen Popular Versão: PDF
Atualização:  30/10/2017
Descrição:
BRITO, Lilian Messias Sampaio

Introdução: A escola é um espaço valioso de aprendizagem, além de local que oferece menor exposição a comportamentos de riscos à saúde de escolares. Objetivo: Este estudo objetivou determinar a influência da atividade física (AF) sobre os indicadores antropométricos de saúde em estudantes matriculados em diferentes regimes escolares de escolas públicas. Métodos: Participaram desta pesquisa 378 alunos (as) de Educação em Tempo Integral (ETI) e 1441 de Educação em Tempo Parcial (ETP), de ambos os sexos, na faixa etária de 12 a 16 anos. Todos os escolares foram avaliados quanto ao peso (kg), estatura (cm), circunferência abdominal (cm), pressão arterial (mmHg), estadio puberal e respostas ao Questionário Recordatório de Três Dias para avaliar o nível de AF. Aplicou-se o Teste de Léger para avaliar a aptidão cardiorespiratória (APCR), calculou-se o volume de oxigênio (VO2máx) e verificou-se a frequência cardíaca inicial e final no teste aplicado. Apenas os escolares de ETI responderam ao questionário de comportamento de risco Youth Risk Behavior Survey (YRBS-2007) para as informações sócio-econômicas, e os pais responderam ao questionário sobre o histórico familiar (HF) e dados do nascimento do filho (a). Todos os aplicadores receberam treinamento prévio e coletaram os mesmos dados nas diferentes escolas. Foram avaliados escolares de ETI dos municípios de Apucarana, Curitiba e Bom Jesus do Sul, assim como escolares de ETP do município de Curitiba. Na análise dos dados, as variáveis categóricas foram expressas em frequências absolutas e relativas; enquanto as variáveis contínuas, em suas medidas de tendência central e de dispersão. Testes paramétricos e não-paramétricos foram utilizados de acordo com a distribuição das variáveis, caráter de independência e número dos grupos de estudo, considerando p<0,05. Resultados: 146 meninos e 173 meninas de ETI e 605 meninos e 674 meninas de ETP foram incluídos, amédia de idade foi, respectivamente, de 13,2 anos e 12,9 anos; 21,5% dos estudantes de ETI estavam com excesso de peso (EP), 12,9% com obesidade abdominal (OA), 12,5% com hipertensão arterial sistêmica (HAS), 68% < 300 minutos/semana de AF e 31,8% com APCR insuficiente. Em ETP 31,6% com EP, 29,1% com OA, 18% com HAS, 85,5% < 300 minutos/semana de AF e 69,3% com APCR insatisfatória. A APCR foi melhor em estudantes de ETI da zona rural (92,1%), sendo que meninas (65,6%) atingiram mais o corte do que meninos (33,3%). Estudantes da ETP de ambos os sexos apresentaram maior frequência de HAS (p < 0,05), OA, EP, AF < 300 min/sem e APCR insatisfatória (p < 0,01) comparados aos estudantes de ETI. Observou-se, nos pais dos alunos de ETI, pouca informação sobre HF associado a altas taxas de consumo de álcool, principalmente das mães (72%) e poucas informações sobre os dados de nascimento dos filhos (as). Os comportamentos de risco mais frequentes, em meninas de ETI, foram a menor participação em atividades esportivas na escola, clube ou bairro (46%) e maior consumo de refrigerantes (88%) e os meninos foram menos participativos nas aulas de Educação Física (49%), e permaneceram mais tempo em frente a televisão e jogando video game (24%). Conclusão: Os níveis de AF são semelhantes em meninos de ETI e ETP, porém alunos de ETI têm melhor APCR e indicadores de saúde quando comparados a alunos de ETP. O presente estudo sugere que a ampliação de políticas públicas voltadas à ETI e que possam trazer benefícios a saúde de estudantes de escolas públicas.

Palavras-chave: Comportamentos de riscos. Atividade física. Obesidade. Estudantes.

Downloads 197  197  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)