Educadores

Ínicio : Educação Fisica : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Guia Prático para Auxílio na Execução de Exercícios com Pesos em Academia Versão: PDF
Atualização:  3/1/2019
Descrição:
GRALA, Alan Pablo

Este material apresenta uma descrição detalhada das fases de elaboração do guia prático intitulado: Guia prático para auxílio na execução de exercícios com pesos em academia. A elaboração do guia prático foi realizada em 4 etapas: (1) Escolha dos exercícios, (2) Obtenção das imagens, (3) Elaboração do guia prático, e (4) Arte final. Inicialmente, foram selecionados os exercícios de musculação para compor o conteúdo do guia prático. A escolha dos exercícios e procedimentos de auxílio foi realizada mediante um consenso entre o conhecimento prévio dos pesquisadores e profissionais de Educação Física que atuam no âmbito das academias de musculação da cidade de Umuarama-PR e Londrina-PR. Após a escolha dos exercícios, um fotógrafo profissional foi contratado para obtenção das imagens ilustrativas, referentes ao posicionamento e conduta do profissional durante o procedimento de auxílio dos exercícios. As imagens foram obtidas em uma academia de ginástica com auxílio de modelos fotográficos, e tratadas posteriormente com software Adobe Photoshop® CC. Após a finalização do conteúdo, um profissional de Design Gráfico foi contratado para concluir os processos de criação, diagramação e arte final do guia prático utilizando o software Adobe Illustrator® v.23. Finalmente, o guia prático será submetido à análise de mérito editorial, visando à solicitação do número ISBN e subsequente divulgação do material. Este guia prático foi elaborado visando atender as características peculiares do curso de Mestrado Profissional em Exercício Físico na Promoção da Saúde da presente IES, cujo escopo principal é apresentar um produto técnico para auxiliar na atuação profissional direcionada ao mercado de trabalho.

Palavras-chave: Treinamento com pesos. Academia. Movimento. Auxílio. Técnica de movimento.

Downloads 18  18  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unopar  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Respostas Agudas e Crônicas da Pressão Arterial entre o Exercício Resistido Tradicional e o Exercíci Versão: PDF
Atualização:  7/1/2019
Descrição:
DOMINGOS, Everton

O exercício resistido com restrição de fluxo sanguíneo (RFS) e baixa intensidade é uma alternativa aos protocolos tradicionais de exercícios de alta intensidade visando obtenção e manutenção de força muscular, principalmente para populações com limitações à alta carga. Entretanto, estudos envolvendo respostas da pressão arterial (PA) a essa estratégia de exercício ainda são inconsistentes. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática da literatura sobre os efeitos do exercício resistido com RFS nas respostas de PA agudas e crônicas e, por meio da meta-análise, identificar variáveis associadas. Métodos: As buscas foram realizadas nas bases PubMed, SPORTDiscus e Web of Science, resultando em 2581 referências. Após análises baseadas nos critérios de inclusão e exclusão, 18 referências foram selecionadas para compor a revisão sistemática e meta-análise. A PA foi o desfecho principal para as análises de efeito agudo, efeito hipotensivo e efeito crônico ao exercício resistido com RFS. O effect size (ES) foi calculado utilizando o modelo de efeito randômico. A influência de variáveis moderadoras, transformadas em work-rest ratio (WRR), foi verificada pela meta-regressão. ANOVA baseada em teste Q foi usada para identificar possíveis diferenças em subgrupos. Resultados: Quando o exercício tradicional foi realizado com alta carga, ocorreram valores mais elevados (P<0,01) para a PA diastólica (PAD) no exercício com RFS (ES=17,84) em relação ao exercício tradicional (ES=5,53). No exercício tradicional realizado com baixa carga, a PA sistólica (PAS) apresentou diferença entre esse exercício e o exercício com RFS para pessoas hipertensas (ES=48,05 vs 69,83; P=0,03) e pessoas treinadas (ES=22,36 vs 32,30; P=0,02). Para a PAD, também foram observadas diferenças em pessoas hipertensas (ES=28,37 vs 43,66; P=0,04) e pessoas treinadas (ES=17,54 vs 24,47; P=0,03). A meta-regressão mostrou associação significativa apenas para a PAS e o WRR tanto no exercício com RFS (slope=50,55; P=0,03) quanto no exercício tradicional (slope=30,77; P=0,02). Para o efeito hipotensivo, houve diferença na medida de 30-60 pós-exercício (P=0,02), na PAS, entre exercício com RFS (ES=-5,13) e exercício tradicional (ES=-3,76), e na PAS (P<0,01), entre o exercício com RFS (ES=-4,70) e o exercício tradicional (ES=-3,04). Pessoas hipertensas também apresentaram diferença entre os dois tipos de exercício na PAS (P<0,01), enquanto pessoas normotensas mostraram diferença na PAD (P=0,01), com maior efeito hipotensivo na RFS. A meta-regressão mostrou associação significativa, com efeito hipotensivo, para a PAD e o WRR apenas no exercício resistido tradicional (slope=0,11; P<0,01). Conclusão: O exercício com RFS apresentou maiores valores de PAD em relação ao exercício tradicional com alta carga; e maiores valores de PAS e PAD em relação ao exercício tradicional com baixa carga, principalmente em pessoas hipertensas. Dessa forma, a prescrição da RFS deve ser feita com cautela quando o controle da PA for necessário durante o exercício.

Palavras-chave: Pressão arterial. Respostas hemodinâmicas. Exercício resistido. Restrição do fluxo sanguíneo. Kaatsu training.

Downloads 20  20  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM/UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Concepção Docente dos Jogos Cooperativos na Educação Física Escolar: Construção de Instrumento Ava Popular Versão: PDF
Atualização:  16/10/2017
Descrição:
SIKORA, Giseli

Compreender as finalidades do jogo cooperativo na Educação Física e suas contribuições para o desenvolvimento do ser humano potencializa a qualidade de ensino em ambiente escolar. Este estudo teve como propósito a elaboração de instrumento investigativo, voltado a investigar a concepção docente dos jogos cooperativos na Educação Física Escolar. População e Amostra: Para este estudo utilizaram-se três populações em fases distintas no processo de elaboração do instrumento QJC. Cinco professores de Educação Física, que atuam nos diversos níveis de ensino, no estado do Paraná e três especialistas, com doutorado na área de Educação Física, para a validação de conteúdo, e ainda, 15 professores de Educação Física para a validação semântica. Instrumentos de medida: foram utilizados os seguintes instrumentos: 1) Roteiro de questões para grupo focal 2) Formulário de análise do conteúdo; 3) Formulário de análise semântica para especialistas; 4) Formulário de validação semântica para participantes do estudo piloto; e 5) Questionário Jogos Cooperativos. Ambos foram utilizados nas adequações do QJC. Desenho do estudo: Esta pesquisa caracteriza-se como descritiva, exploratória e correlacional, do tipo transversal, onde análises quantitativas foram utilizadas em consonância com análise qualitativa. Análise Qualitativa: foi utilizada a análise de conteúdo proposta por Bardin (2011), a fim de avaliar as inferências produzidas em grupo focal, para excluir e modificar itens do questionário QJC. Análise estatística: Utilizou-se o coeficiente de Concordância de Kappa, para avaliar o formulário de análise do conteúdo e a concordância por porcentagem absoluta no formulário de análise semântica aplicado em especialistas e na validação semântica aplicada em professores. Também utilizou-se o Alfa de Cronbach para verificar a consistência interna do QJC. Resultados: Na validação de conteúdo, o grupo focal indicou os questionamentos relevantes ao instrumento de investigação QJC e permitiu a exclusão e a convergência de categorias e itens do questionário. Já as análises estatísticas, provenientes da tabulação dos dados, dos formulários de análise do conteúdo e análise semântica, aplicada em especialistas, contribuíram qualitativamente para a reformulação do questionário QJC. A concordância entre especialistas, em relação à classificação de itens às suas respectivas categorias, foi moderada e após alterações sugeridas no formulário de análise semântica, conferiu ao QJC a validade de conteúdo. O questionário QJC foi validado semanticamente, em relação aos critérios simplicidade, facilidade de leitura, vocabulário adequado, objetividade e a não necessidade de adequação. A consistência interna apresentou um Alfa de Cronbach total de 0,7892. Considerações Finais: Conclui-se que o QJC possui validade de conteúdo, validade semântica e consistência interna satisfatória. Sugere-se a validação externa por meio da verificação da confiabilidade e da reprodutibilidade através da aplicação em uma amostra maior da população.

Palavras-chave: Elaboração de instrumento investigativo. Concepção docente. Questionário Jogos Cooperativos.

Downloads 128  128  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Respostas fisiológicas, perceptuais e afetivas de seis protocolos de treinamento intervalado de alta Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
FOLLADOR, Lucio

Objetivo: comparar as respostas fisiológicas, perceptuais e afetivas de seis protocolos de treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT, do inglês High Intensity Interval Training) em universitários. Métodos: quatorze universitários moderadamente ativos (idade: 23,4 ± 2,8 anos; estatura: 178,1 ± 9,9 cm; massa corporal: 78,0 ± 13,4 kg; IMC: 24,5 ± 2,9 kg/m²; cicloergômetro: V̇ O2máx: 45,8 ± 4,8 ml/kg/min, FCmáx: 180,8 ± 10,8 bpm; esteira: V̇ O2máx: 49,9 ± 5,6 ml/kg/min, FCmáx: 185,6 ± 11,1 bpm) completaram, em ordem randomizada, três protocolos de HIIT em cicloergômetro (4 x Wingate, 10 x 60 seg a 90% FCmáx e Tabata) e três protocolos de HIIT em esteira (4 x 4 min a 90-95% FCmáx, 5 x 50% tlimvV̇ O2max e 4 x 1000 m a uma PSE = 8 da escala OMNI-Walk/Run). Durante as sessões, as respostas fisiológicas (V̇ O2 e FC) foram monitoradas continuamente com o uso de um sistema metabólico portátil (K4 b2 , Cosmed, Roma, Itália). A PSE (escalas OMNY-Cycle e OMNIWalk/Run) foi determinada após cada repetição. As respostas afetivas (Feeling Scale) foram determinadas pré-exercício e 10 min após o término da sessão (afeto-S). Resultados: a ANOVA demonstrou que, entre os protocolos de cicloergômetro, o Tabata apresentou os maiores valores médios para o V̇ O2, a FC e a PSE, e a menor média para o afeto-S. Nos protocolos para esteira, os valores médios do V̇ O2 foram maiores para o vV̇ O2máx, em comparação ao 4 x 4 min e ao 4 x 1000 m. Os valores médio da FC foram menores para o 4 x 4 min, em relação ao vV̇ O2máx e ao 4 x 1000 m. A PSE média foi maior para o 5 x 50% tlimvV̇ O2máx. As respostas para o afeto-S foram menores para o 5 x 50% tlimvV̇ O2máx, em comparação ao 4 x 4 min. Nenhum dos participantes foi capaz de finalizar os protocolos Tabata e 5 x 50% tlimvV̇ O2max sem que fosse necessário realizar ajustes para diminuir a intensidade do exercício. Conclusão: os resultados salientam o potencial limite de aplicação de alguns protocolos de HIIT, especialmente em populações com baixa aptidão física ou não atlética. Além disso, os protocolos mais intensos geraram respostas afetivas negativas, o que pode diminuir a aderência a programas de exercícios.

Palavras-Chave: Cicloergômetro. Esteira. PSE. Afeto. Treinamento Intervalado. HIIT.

Downloads 187  187  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Tensões entre MEC e Seed/PR: uma análise a partir do programa ensino médio inovador Popular Versão: PDF
Atualização:  18/2/2016
Descrição:
RAMOS, Edna Amancio De Souza

O presente trabalho possui como foco a análise de tensões nas relações entre os entes federados estado-União, a partir do estudo da adoção do Programa Ensino Médio Inovador pela Secretaria de Educação do Paraná. Sua construção sobre federalismo e relações intergovernamentais aponta tensões dentro dos princípios de autonomia e interdependência entre os entes federados, tensões essas que são de várias ordens/aspectos: fiscal, política, de responsabilidades para com as políticas públicas.

Palavras-chaves: Programa Ensino Médio Inovador. Relações intergovernamentais. Ensino médio.

Downloads 232  232  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Livro didático público de Educação Física do Estado do Paraná: potencial formativo Popular Versão: PDF
Atualização:  18/2/2016
Descrição:
GILIOLI, Eduardo Borba

A Educação Física imputa-se, ao longo de sua história, a finalidade de contribuir para a formação de indivíduos saudáveis e produtivos, os quais são necessários ao sistema capitalista. Esse modelo formativo, pautado no paradigma da aptidão física e saúde, visa apenas adaptar os indivíduos às exigências do mercado e, por isso, pouco contribui para a formação humana, entendida como o desenvolvimento das faculdades psíquicas superiores, que proporcionam a reflexão e a possibilidade de intervenção na realidade. O embate entre a perspectiva da saúde e a perspectiva da cultura corporal influencia a elaboração do Livro Didático Público de Educação Física do Estado do Paraná (LDP-EF) que se opõe às orientações dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCN-EM), o qual defende o paradigma da saúde.

Palavras-chave: Livro didático público. Educação Física. Potencial formativo. Crítica.

Downloads 241  241  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Política educacional no Brasil: proposições educacionais no plano plurianual dos governos Lula/Dilma Popular Versão: PDF
Atualização:  18/2/2016
Descrição:
MICHELON, Edimor Antônio

Este estudo analisa as flexibilizações das políticas educacionais considerando as proposições educacionais no plano plurianual dos governos Lula e Dilma Rousseff (2008-2011). Considerando que em decorrência das tensões e pressões de classe, emergem políticas educacionais socialmente delineadas e circunscritas, no contexto do desenvolvimento econômico proposto e sustentadas pelo Estado brasileiro, nos eixos norteadores, apresentados no campo educacional pelo Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), Plano de Metas Compromisso Todos para Educação e Plano de Ações Articuladas (PAR), e no campo econômico pelo Plano Plurianual Desenvolvimento com Inclusão Social e Educação de Qualidade e o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC I). Os planos, programas e projetos que emergem do plano plurianual, constituem uma política educacional de cunho produtivo, pela forma como articula e mobiliza diversos órgãos e mecanismos de Estado. Nessa direção estão os programas de Inclusão Digital, Saúde na Escola, Mais Educação, Ensino Médio Inovador, Apoio ao Transporte Escolar, Caminho da Escola e o Brasil Profissionalizado, entre outros. Essa categoria de política intersetorial aciona mecanismos que dialogam entre si, a fim de sintetizar ações que minimizem os conflitos desencadeados pelos grupos populacionais em risco, pela insuficiência dos meios, da própria produção social imediata. Nessa direção, os programas educacionais propostos a partir do plano plurianual, representam nas flexibilizações das políticas sociais, as tensões e pressões que revelam do mesmo modo as relações entre classes.

Palavras-chave: Política educacional no Brasil. Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Plano plurianual do Brasil.

Downloads 272  272  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site http://
Avaliação: 9.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Corpo e cultura midiática: fronteiras (in)visíveis à prática pedagógica da Educação Física. Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
BISCARO, Marlene Vitoria.

O objetivo desta dissertação foi investigar as relações entre as representações do corpo (preocupação essencial da Educação Física) e a cultura midiática (aspecto marcante da contemporaneidade). Considerando que a cultura e suas representações se transformam ao longo do tempo, foi necessário rever o percurso histórico da Educação Física no Brasil, as diversas concepções teóricas e as relações entre a Educação Física e a posição do corpo no contexto da Educação Física escolar. A cultura midiática influencia a construção das representações. Assim, o pressuposto é que as representações estereotipadas sobre corpo sejam alimentadas ou questionadas durante a formação inicial dos professores e contribuem para a continuidade ou melhoria das práticas pedagógicas a fim de romper com concepções e modelos que instrumentalizaram e instrumentalizam o corpo e que ainda estão presentes na escola. A pesquisa se fundamentou na abordagem qualitativa, cuja natureza exploratória envolve o levantamento realizado por meio da pesquisa de campo amparada pela pesquisa bibliográfica. Participaram da pesquisa 70 acadêmicos do curso de Educação Física de uma instituição de ensino superior do interior do estado do Paraná. Para coleta de dados, utilizou-se um questionário online, com perguntas abertas e fechadas. A partir do aporte teórico de autores tais como Soares (2001), Bauman (2001), Darido e Rangel (2005), Santaella (2008), Neira e Nunes (2008) entre outros, percebeu-se que a mídia fixa determinado modelo de imagem corporal a ser seguido e que atende a veemência do mercado do consumo. Foi possível perceber que as influências da mídia estão presentes entre os graduandos de Educação Física e que isso deve ser motivo de reflexão em razão da importância que os futuros professores têm na formação das crianças e adolescentes. Considera-se que a busca incessante pela beleza na modernidade líquida é preocupante. Destaca-se que cabe ao profissional da área uma reflexão crítica para futuras intervenções pertinentes aos reflexos que o corpo midiático exerce nos sujeitos e como esses padrões sociais se constroem na sociedade.

Palavras-Chave: Educação Física. Corpo. Mídia. Educação.

Downloads 275  275  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNOPAR  Site 
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!As práticas de cultura corporal na escola: entre os significados e a obtenção do capital corporal na Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
JANOWSKI, Daniele Andrea


O presente trabalho objetivou estabelecer a relação entre componentes curriculares e a possibilidade de obtenção de capital corporal a partir dos conteúdos da cultura corporal. A conexão do conceito de capital corporal com a Educação Física aparece como fio condutor desta pesquisa, sendo considerada a disciplina fundamental na veiculação da cultura corporal, no desenvolvimento e na aprendizagem de conhecimentos que possibilitem ao aluno o investimento corporal e a obtenção de capital corporal a partir de práticas e conhecimentos. Buscou-se no quadro teórico de análise do sociólogo francês Pierre Bourdieu, elementos para configurar a problematização em relação à construção social do corpo do aluno no espaço escolar, como um campo social fundamental para a consolidação do habitus, para apropriação cultural presente nos conteúdos escolares, bem como nas vivências e experiências que adquire nesse contexto. A pesquisa bibliográfica parte da cultura no espaço escolar e da cultura corporal presente nos conteúdos e nos elementos articuladores do currículo da disciplina de Educação Física presentes nas Diretrizes Curriculares da Educação do Estado do Paraná, no Projeto Político Pedagógico, no planejamento anual da disciplina de uma escola do interior do Paraná. A pesquisa empírica foi delineada em dois momentos. O primeiro contou com a produção de dados decorrentes de questionários respondidos por 134 escolares do 8º e 9º anos do ensino fundamental e o segundo com uma entrevista realizada com um professor de Educação Física que ministra aulas na referida escola para buscar esclarecimentos sobre planejamento e práticas pedagógicas ligadas aos conteúdos estruturantes da disciplina e aos conhecimentos articulados nos documentos oficiais. Após a inferência de dados foi possível concluir que existe uma significativa aceitação da disciplina de Educação Física pelos alunos e certa nitidez no entendimento com relação aos benefícios da aquisição dos conhecimentos veiculados pelos conteúdos da disciplina para a manutenção da saúde, a preservação do corpo, a potencialização do corpo para desenvolver atividades cotidianas, a importância dos cuidados com o corpo, para a saúde, a imagem e a comunicação. É expressiva a compreensão, dentro dos limites de percepção desses alunos, da possibilidade de investimento corporal atual e futuro e da existência possível de obtenção de capital corporal, não nomeada, latente, como potencial cumulativo e lucrativo.

Palavras-chave: Educação Física. Componentes curriculares. Cultura corporal. Práticas escolares. Capital corporal.

Downloads 275  275  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Fisica Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Docência Universitária e Formação Pedagógica: o Estágio de Docência na Pós-Graduação stricto sensu Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
COSTA, Daiene de Cássia Souza da

Este trabalho de pesquisa está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universida de Estadual de Londrina, inserido na Linha de Pesquisa Docência: Saberes e Práticas –Formação de Professores e consistiu na análise da contribuição do Estágio de Docência na Pós-Graduação stricto sensu para formação do professor do Ensino Superior. Teve como problema a seguinte questão: Quais as contribuições do Estágio de Docência para formação do professor do Ensino Superior em uma universidade pública? O objetivo geral foi analisar a contribuição do Estágio de Docência para a formação dos pós-graduandos dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu, destacando ações, que colocassem em evidência a valorização da docência neste processo. Especificamente pretendeu: (a) identificar aspectos relevantes da perspectiva dos pós-graduandos, professores e coordenadores dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu sobre o Estágio de Docência e sua contribuição na formação para a docência e (b) analisar, com base na literatura, a perspectiva dos pós-graduandos, professores e coordenadores consultados relativamente ao Estágio de Docência como proposta e ação formativa para a docência no Ensino Superior. A pesquisa realizada pode ser caracterizada como de natureza qualitativa e como um estudo exploratório descritivo. Os participantes desta pesquisa foram pós-graduandos em formação, coordenadores e professores de cinco Programas de Pós-Graduação stricto sensu da Universidade Estadual de Londrina que foram consultados por meio de questionários e entrevistas. Os resultados obtidos nos permitem considerar que: (ii) as avaliações dos Programas, as exigências de produtividade e as demandas próprias da pesquisa absorvem todos os envolvidos e são fatores que comprometem uma dedicação maior às questões da docência; (ii) o Estágio de Docência, embora contribua para a Formação Docente quando realizado com planejamento da disciplina e orientação adequada, precisa ainda ser mais bem sistematizado e estruturado, proporcionando, assim, um momento de aprendizagem aproximando teoria e prática, aspectos esses destacados pelos participantes da pesquisa.

Palavras chave: Ensino Superior. Formação Docente. Estágio de Docência. Pós-Graduação.

Downloads 276  276  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 »