Educadores

Ínicio : Ciências : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Ciências Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Livros didáticos de ciências: a cultura local como fator de influência sobre sua escolha e uso por p Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
SOUZA, Edna Luiza de

Apresenta resultados de investigação que teve como objetivo analisar a construção de relações entre a comunidade em que uma escola está inserida e as práticas pedagógicas dos professores de Ciências, tomando como foco a escolha e o uso do livro didático dessa disciplina. A pesquisa foi realizada com professoras do 5º ano de uma escola de zona rural, de uma escola indígena e de uma escola urbana, localizadas, respectivamente, nos município de Rebouças, Inácio Martins e Irati, no estado do Paraná. Teve como pressupostos teóricos o conceito de cultura de Williams (1992, 2011), relacionado às mudanças econômicas, sociais e políticas; a concepção de cruzamento de culturas na formação da cultura escolar de Pérez Gómez (2004), que sustenta compreender a escola como uma mediação cultural e considera a sua rede de significações; a conceituação de cotidiano escolar e as relações existentes no mundo escolar conforme o entendimento de Ezpeleta e Rockwell (1989) e Rockwell (1995, 1997); o conceito de “habitus” do indivíduo e a apropriação do capital cultural de Bourdieu (2010), e o entendimento do livro didático como artefato cultural que afeta a escolarização de formas diferenciadas e a ação do professor em toda sua trajetória, segundo Choppin (2000,2004), Batista (1999) e Garcia (2006, 2008). Os dados foram obtidos a partir das respostas dadas a um questionário e pela concessão de entrevistas pelas professoras participantes, visando identificar e compreender as influências que a cultura local exerce sobre as decisões de escolha e de uso dos livros didáticos por parte dessas professoras de Ciências. No que se refere ao uso, foi possível constatar que as professoras procuram adaptar o livro à realidade local e que, especificamente no ensino de Ciências, os conteúdos, direcionados pelo plano curricular, são adaptados de acordo com as especificidades dos alunos. Da mesma forma, os critérios de escolha correspondem a necessidades locais dos alunos, porém oportunizando um aprendizado que amplie e ofereça uma visão mais abrangente de novos saberes.

Palavras-chave: Livros didáticos de Ciências. Cultura local. Ensino de Ciências. Ensino fundamental. Uso do livro didático.

Downloads 150  150  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Manual de Orientações: o Filme como Recurso Didático nas Aulas de Ecologia Popular Versão: PDF
Atualização:  1/12/2017
Descrição:
SANTOS, José Nunes dos

Entendendo a escola como o ambiente mais adequado para a obtenção do saber científico por meio da estimulação das capacidades intelectuais dos alunos, acreditamos ser o professor, como mediador desse processo, o principal ator. Por outro lado, percebemos que há um grande incômodo por parte dos professores de Ciências Naturais da educação básica, na busca de recursos pedagógicos que facilitem a aprendizagem. [...] As reflexões aqui apresentadas para a utilização de filmes como recursos pedagógicos, por apresentarem possibilidades de sistematização de encaminhamentos e procedimentos metodológicos no ensino de Ecologia, são marcadas pela preocupação social. Que sujeitos a escola – como espaço social do alunado e que deve assegurar o direito e acesso à educação e à aquisição de conhecimentos científicos – está formando? Nesse sentido, elaboramos um “Manual de Orientações: O Filme como Recurso Didático nas Aulas de Ecologia”, que tem como objetivo oferecer à comunidade de educadores do ensino de Ciências subsídios para a organização do plano de trabalho docente, bem como, para a condução, em sala, de atividades mediante o uso de filmes. [...]

Palavras-chave: Ecologia. Filme. Recursos didáticos. Ciências.

Downloads 1115  1115  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O uso das tecnologias de informação e comunicação (TIC) no contexto da aprendizagem significativa pa Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
PADILHA, Andrea da Silva Castagini

Esta dissertação investigou os principais obstáculos que os professores de Ciências encontram no uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), em especial da Internet como recurso pedagógico. Esta se delineou como pesquisa qualitativa e têm como objetivo geral elaborar um guia de sugestões metodológicas com o uso de recursos digitais virtuais para auxiliar nas dificuldades identificadas junto aos professores de Ciências do colégio investigado.

Palavras-chave: Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Aprendizagem significativa. Ensino de ciências. Internet. Formação continuada de professores.

Downloads 3573  3573  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR - PPGFCET  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Objetos de Aprendizagem: uma Sequência Didática para o Ensino de Astronomia Versão: PDF
Atualização:  3/1/2019
Descrição:
TROGELLO, Anderson Giovani

O presente trabalho propõe uma sequência didática embasada na utilização de objetos de aprendizagem, para trabalhar conceitos astronômicos, sobretudo enfocando a alternância das estações do ano. Tal proposta foi aplicada a uma turma do sexto ano de uma escola do campo em um município paranaense. Foram dez aulas em ambientes como a sala de aula, o pátio da escola e áreas externas ao estabelecimento de ensino, demonstrando, simulando, observando e investigando por meio de modelos didáticos os movimentos da esfera celeste e sua relação com a alternância sazonal. Para coleta de dados foram aplicados um questionário prévio e outro final. A análise destes instrumentos direcionada por meio da análise de discurso confirmou que os educandos possuíam concepções alternativas, tais como: entendiam a alternância das estações do ano devido a aproximação e afastamento da Terra ao Sol; compreendiam um sistema geocêntrico; afirmavam que o Sol “movimentava-se” na esfera celeste em trajetória fixa durante todo o ano, nascendo a leste e pondo-se a oeste. Estas e outras concepções errôneas foram trabalhadas na sequência didática, obtendo ao final do trabalho importantes resultados que validaram a utilização dos recursos didáticos produzidos e utilizados junto aos educandos. Dentre os resultados é destacável discursos que salientaram a órbita terrestre com baixa excentricidade e o Sol nascendo e pondo-se em diferentes posições do horizonte ao longo do ano. No entanto, mesmo com as intervenções deste trabalho alguns alunos mantiveram suas concepções ressaltando a necessidade de novos trabalhos que abordem outras metodologias, ou mesmo, reutilizem os objetos aqui expostos com outros enfoques.

Palavras-chave: Objetos de aprendizagem. Ensino de Astronomia. Concepções alternativas. Estações do ano.

Downloads 11  11  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Programa nacional de educação do campo Popular Versão: PDF
Atualização:  18/2/2016
Descrição:
MORAES, Vitor de

Esta pesquisa visa compreender, quais bases epistemológicas, filosóficas e princípios teóricos metodológicos da Educação do Campo estão em embate no Programa Nacional de Educação do Campo (Pronacampo). Analisa a correlação de forças entre distintos segmentos sociais no processo de elaboração desse programa e os interesses na participação das agências internacionais, expressas nas políticas de educação do governo federal. Objetiva-se sinalizar limites e avanços na direção de atendimento dos anseios dos Movimentos Sociais do Campo e indicar as contradições existentes à configuração de uma política pública de Estado.O referencial teórico se embasa nas publicações da Articulação Nacional da Educação do Campo, no documento base do Pronacampo e na concepção de Estado ampliado. Este trabalho se alinha ao materialismo histórico dialético, por considerarmos como um método completo para explicitar a história, as contradições, mediações em relação ao movimento dialético da realidade, na sua totalidade.

Palavras-chave: Educação do campo. Programa Nacional de Educação do Campo (Pronacampo). Movimentos Sociais Populares do Campo (MSPC).

Downloads 473  473  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICENTRO  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ciências Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Relação entre formação docente e desempenho de alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental na res Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
MARTINS, Josiane Bernini Jorente

Inúmeros fatores internos e externos à escola afetam a organização escolar e, consequentemente, o processo de ensino-aprendizagem. Entretanto, reconhecendo como função primeira da escola a socialização do conhecimento científico, esta pesquisa objetiva investigar possíveis relações entre o desempenho na resolução de problemas matemáticos por alunos, por futuros professores e por professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental. A pesquisa desenvolveu-se dentro da perspectiva quanti-qualitativa, a partir da questão de investigação: há relações entre o desempenho docente e discente ao resolverem problemas matemáticos relativos ao conhecimento científico específico dos anos iniciais? Para responder a esta questão, realizou-se em um primeiro momento, uma revisão entre os anos de 2004 a 2014, junto à Biblioteca Digital de Teses e Dissertações – BDTD – buscando discutir a formação inicial dos professores para atuarem nos anos iniciais do Ensino Fundamental, com ênfase na apropriação dos conceitos matemáticos. Constatou-se que os professores dos anos iniciais apresentam lacunas em sua formação matemática, dificultando à escola possibilitar a muitos de seus alunos a apropriação dos conceitos matemáticos. Ainda, realizou-se uma pesquisa de campo, utilizando para coleta de dados: um questionário aplicado aos professores (62) que ensinam Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental, no município pesquisado indagando suas principais dificuldades; uma prova modelo da Prova Brasil de Matemática, aplicada a alunos do quinto ano (278), a professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental (17), e a concluintes dos cursos de Formação de Docentes em nível médio (18) e de Pedagogia (18). A análise das respostas dadas ao questionário possibilitou constatar que os conteúdos Matemáticos que os professores consideram mais difíceis para ensinar referem-se aos números racionais, tanto na representação decimal quanto fracionária e suas relações com a porcentagem. Essa constatação vem ao encontro do verificado no desempenho dos sujeitos pesquisados uma vez que, na resolução da prova aplicada, o menor índice de acertos dos alunos do quinto ano (10,1%), dos professores dos anos iniciais (52,9%), dos concluintes do curso Formação de Docentes em nível médio (27,8%) e dos concluintes de Pedagogia (22,2%), referem-se à mesma questão, a qual aborda os conhecimentos sobre frações. Diante dessa constatação, presume-se que alunos, professores e futuros professores dos anos iniciais apresentam lacunas na apropriação do conceito de frações, e que o ensino de Matemática, mais especificamente dos números racionais, tanto na Educação Básica quanto na Educação Superior, pouco têm contribuído para a superação de possíveis obstáculos epistemológicos que surgem no processo de aprendizagem. A pesquisa revela ainda que os conceitos geométricos também constituem uma lacuna comum no conhecimento matemático de docentes e discentes, o que indica uma fragilidade no ensino desses conceitos. Destaca-se, portanto, a necessidade da formação docente continuada. Quando o professor não tem conhecimentos didáticos e/ou matemáticos conceituais bem construídos pode, 8 além de não contribuir para a superação dos obstáculos existentes, criar obstáculos didáticos – provindos da prática docente – dificultando o avanço no processo de escolarização e prejudicando seu desenvolvimento cognitivo.

PALAVRAS-CHAVE: Educação Matemática. Formação de Professores. Ensino Fundamental.

Downloads 171  171  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIOESTE  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2)