Educadores

Ínicio : Arte : Dissertações : Produções de Profissionais da Seed: Dissertações : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do pior para o melhor avaliado)

Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Ensino da Arte nas Prisões: desafios, possibilidades e limites para uma Educação Humanizadora Popular Versão: PDF
Atualização:  17/10/2017
Descrição:
MARTINS, Valdir Borges

A presente pesquisa tem por objetivo analisar o ensino a arte a partir de sua dimensão humanizadora, enquanto disciplina escolar ofertada a alunos em situação de privação de liberdade, verificando os desafios, limites e possiblidades para tal oferta. Para tanto, foi direcionado um estudo da arte a partir de uma conceituação que caracterize seu aspecto humanizador. Desta forma, escolheu-se como fundamentação teórica a estética marxista, por compreendermos que o marxismo, fundamentado na historicidade humana, nos fornece sólidas bases para compreensão do humanismo, pois nos tornamos mais humanos na medida em que tomamos consciência de nossa história. Ao relacionar arte e humanização à educação prisional, optamos por um estudo sobre as políticas públicas para esta modalidade de ensino, verificando os desafios para efetivação dessa oferta, a legislação existente, a aplicabilidade na educação enquanto direito e a possibilidade de reintegração social de alunos atendidos em unidades penais. Após a análise conceitual da arte e a compreensão da especificidade da penitenciária enquanto potencial espaço educacional, verificamos a possiblidade de humanização pela arte e pela educação em si nesse espaço. Refletiremos, ainda, sobre as concepções de ensino da arte no Brasil, e sobre o universo prático desse ensino por meio da análise do Projeto Político Pedagógico da escola no que se refere ao ensino de arte. Este trabalho, portanto apresenta os desafios e possibilidades relacionados aos temas: humanização, arte, educação e prisão.
.
Palavras-chave: Arte. Humanização. Educação. Prisão. Estética marxista.

Downloads 767  767  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Tuiuti  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Desenvolvimento de Estratégias de Gestão de Sala de Aula no Pibid Artes Visuais: Pesquisa e Interven Popular Versão: PDF
Atualização:  6/6/2017
Descrição:
RODRIGUES, Lilian

Este estudo apresenta resultados relacionados ao desenvolvimento de estratégias de gestão de sala de aula no âmbito da formação docente inicial pelo PIBID Artes Visuais do Instituto Federal - câmpus Palmas. Para a realização desta pesquisa foi feita uma intervenção usando a metodologia Vigotskyana e Bakthiniana da Clínica da Atividade (CLOT, 2007/2010), tendo como lócus as aulas da disciplina de Arte do Colégio Estadual Alto da Glória. Utilizando como método a autoconfrontação simples e cruzada (FAÏTA, 1996; CLOT, 2007/2010) verificou-se como problemática as adaptações que a dupla de professoras em formação envolvida realizava no seu trabalho docente. Para a fundamentação teórica deste trabalho apresentamos uma discussão entre a racionalidade técnico instrumental e o modelo da totalidade complexa (MORIN, 2005; RAYNALT, 2004; LEFF, 2010), trazendo a proposta da Clínica da Atividade como uma alternativa deste segundo modelo. Buscamos em Santos (1997/2010) a relação entre a Universidade e a escola pública; na Linguística de Bakhtin (2011/2016) mobilizamos os conceitos de conteúdo temático, construção composicional, estilo e arquitetônica; na Psicologia de Vigotsky (1998/2007) abordamos o conceito de zona de desenvolvimento proximal (ZDP); na Ergonomia de Guérin et al. (2004) abordamos os conceitos de trabalho prescrito e trabalho realizado também utilizados na atividade docente por Souza-e-Silva (2004). Para a análise dos dados produzidos nas aulas e nas sessões de autoconfrontação simples e cruzada, utilizamos além das teorias já citadas, o conceito de gestão de classe, aqui denominado gestão de sala de aula (GAUTHIER ET AL. 1998); a concepção de atenção como função psicológica superior (VIGOTSKY, 2001) e a perspectiva da discussão como forma de aprendizagem (PONTECORVO, 2005). A partir da análise dos dados constatou-se que mesmo em meio às adversidades da escola pública, as professoras em formação encontram alternativas de gestão de sala de aula, pensando em questões relativas à aprendizagem, como a atenção, a discussão, a apercepção e o interesse dos alunos em suas propostas. A observação dos dados traz ainda o PIBID como recurso capaz de tornar visível a precariedade da escola pública. O Programa possibilita ainda a capacitação dos professores iniciantes em situações práticas de ensino. Através da implementação da Clínica da Atividade foi possível observar uma mudança de racionalidade na forma como as docentes conduzem as suas aulas. Essa tomada de consciência e as críticas trazidas pelas professoras representam um indicativo de esforço por mudança e uma nova perspectiva para a escola pública.

Palavras-chave: Formação Docente Inicial. PIBID Artes Visuais. Estratégias de Gestão de Sala de Aula. Clínica da atividade. Autoconfrontação.

Downloads 1130  1130  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UTFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Impactos, dificuldades e avanços na inserção de tecnologias na cultura escolar Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
SILVA, Raul César

As tecnologias são instrumentos fundamentais no processo de evolução humana. Desde o início proporcionam maior eficácia aos trabalhos e produções intelectuais, que diferenciam o homem dos demais animais. Perpassando os diversos campos das atividades diárias, estão em constante mudança e evolução, influenciando comportamentos, oportunizando mudanças e efetivando dinâmicas sociais e culturais.No campo da educação formal, representada pela escola, as tecnologias são indispensáveis para o ensino. As tradicionais como papel, lápis, lousa etc, já estão reconhecidamente incorporadas ao processo de ensino e aprendizagem, como sendo fundamentais. Com o advento e acesso as tecnologias eletrônicas e microeletrônicas, as escolas estão diante de nova realidade, cujo potencial e o papel educacional necessitam de reflexões. Estes novos recursos, representados nas escolas, com maior frequência por televisores, computadores e seus complementos, são gradualmente integrados a esta instituição. Nesse processo, há que se considerar que estes instrumentos estão contaminados pelos interesses do capitalismo que, por meio das mídias de massa, utilizam os recursos tecnológicos e sua capacidade de integrar múltiplas linguagens, seduzindo para o consumo. Neste sentido a educação formal, além deste desafio precisa considerar a influência que as mídias de massa exercem sobre os alunos, os impactos são claramente percebidos na relação dos alunos com o conhecimento. Diversas iniciativas, governamentais e de professores são realizadas para encontrar o lugar e o papel das tecnologias na educação. Muitas delas esbarram em limites pessoais, institucionais e carência de aprofundamento teórico. Nesse sentido as formações continuadas são fundamentais para este debate. Esta pesquisa foi baseada nas experiências das escolas públicas estaduais do Paraná e realizada em três escolas de Ensino Médio do município de Francisco Beltrão. Procuramos identificar como têm sido utilizados os recursos tecnológicos disponíveis na escola, as limitações e dificuldades no uso destes instrumentos. Abordamos a diferença no uso e domínio destes recursos entre professores e alunos. Assim como, buscamos ampliar o debate para questões curriculares e sociais que interferem no processo de ensino e aprendizagem.

Palavras-chave: Novas Linguagens. Tecnologias e educação. Mídia de Massa. Rede Pública Estadual de Ensino do Paraná.

Downloads 590  590  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O som, seus parâmetros, e a música: o ensino dos elementos musicais  Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
IBAÑEZ, César Augusto

Este trabalho consiste numa pesquisa teórica e de campo, com vistas a produzir orientações pedagógicas para o ensino de música. Teve por objetivo propor uma alternativa de ensino dos elementos musicais (melodia, ritmo, harmonia e timbre, entre outros) mediante sua observação como fenômeno físico, investigar a origem destes elementos por meio dos parâmetros do som (altura, intensidade, duração e timbre) e das variáveis de uma onda sonora (freqüência, amplitude, período e comprimento), reconhecer a percepção destes conceitos como expressão de inteligência sonora, e verificar o perfil cognitivo dos educandos acerca dos elementos musicais e dos parâmetros do som, e o que isso implica para o aprendizado em música. A pesquisa de campo desenvolvida constitui um estudo de caso com abordagem qualitativa. Os dados foram obtidos de uma turma do segundo ano do ensino médio de uma escola pública estadual, localizada na região norte do Paraná, na cidade de Londrina. Frente às leituras feitas realizaram-se reflexões voltadas à necessidade de preservar e incentivar a autonomia do educando, propondo-se a ele diretrizes e atividades que contribuíssem para a sua formação como leitor de textos sonoros, assim como, para o desenvolvimento da inteligência sonora. Buscou-se definir a relação existente entre os parâmetros do som e os elementos musicais gerados por eles, reconhecendo-se que a compreensão da origem desses conceitos sonoros como fenômeno físico deve ser vista como uma manifestação de inteligência sonora. Concluiu-se que a turma investigada ignora boa parte das definições dos conceitos sonoros tratados nesta pesquisa; a aprendizagem e o reconhecimento destes conceitos são facilitados quando acompanhados de uma ilustração sonora; é possível tornar o ensino desses conceitos sonoros significativo, partindo-se da perspectiva de explicá-los na qualidade de fenômeno físico, levando a perceber que o conhecimento dos parâmetros do som e dos elementos musicais é fundamental para desenvolver a inteligência sonora. Assim, este entendimento, além de outras reflexões acerca da educação foram considerados como subsídios para a prática pedagógica do professor, e também como uma forma de criar condições de acesso à cultura para o educando e para o educador, uma vez que os conceitos tratados neste estudo estão presentes na linguagem sonora e no discurso musical e, portanto, na leitura de textos sonoros.

Palavras-chave: Educação. Leitura. Formação de Professores. Música. Inteligência Sonora.

Downloads 955  955  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Drama no Ensino Médio: Compartilhando diferenças Popular Versão: PDF
Atualização:  15/2/2017
Descrição:
ZANIN, Ana Karina do Nascimento

Esta dissertação focaliza um processo de Drama (método de origem inglesa de abordagem teatral na educação) realizado com estudantes do segundo ano do ensino médio de um Colégio Estadual, localizado na cidade de Guarapuava no estado do Paraná durante o primeiro semestre de 2016. O processo dramático foi realizado em quatro episódios a partir do texto “Nós e Eles”, de David Campton (1977). Entre as características próprias do Drama, realizadas nessa intervenção, destacase o contexto de ficção em consonância com o contexto real, processo através dos episódios e professor personagem. O objetivo foi observar se a experiência estética vivenciada através do Drama propiciou o debate de questões referentes à ética e a política reconhecendo e problematizando a questão das diferenças entre os indivíduos. Para isso, foram utilizados procedimentos da pesquisa ação e a transcrição de alguns diários e relatos de cenas observadas com vistas a considerar a voz do discente como elemento fundamental na construção do conhecimento e motivar as suas percepções da experiência dramática que tiveram. Entre os aspectos mais evidentes dessa ação destacam-se a interação entre a política, a ética e a estética que, problematizadas, ampliaram o repertório dos discentes com relação às formas de ver, sentir, agir e dizer na sociedade.

Palavras-chave: Drama. Ensino Médio. Ética. Estética. Política

Downloads 547  547  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade do Estado e Santa Catarina  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O jovem e a aula de música: uma vivência para além da organização não governamental Popular Versão: PDF
Atualização:  22/6/2016
Descrição:
MALAGUTTI, Vânia Gizele

Este estudo trata da relação entre os jovens e a música, entendendo a juventude pela ótica da diversidade, tendo a cautela de não cair em determinismos, levando em consideração os diferentes sistemas de interação simbólica e sociais que interferem na trajetória social dos jovens (DAYRELL, 2001). Neste trabalho, tem-se como objetivo geral investigar qual o papel que a música cumpre na vida de jovens que participam de aulas de música em uma ONG (Organização Não Governamental) na cidade de Maringá/PR. Optou-se por construir as questões de pesquisa tendo como ponto de partida as aulas de música em ONGs. A partir da fala dos jovens, foram buscadas respostas para as seguintes perguntas: O que os levam a participar das aulas de música em ONGs? Os conhecimentos musicais adquiridos são levados para outros espaços de convívio, como a escola, a família ou espaços religiosos? Como eles passaram a se relacionar com a música a partir da participação nas aulas de música proporcionadas pela instituição? Das aulas de música participam jovens com idades entre 10 e 18 anos, tendo como instrumento principal o violão. A pesquisa se caracteriza como um estudo de caso com abordagem qualitativa (MINAYO, 1995; BOGDAN e BIKLEN, 1994; LUDKE e ANDRE, 1986). Utilizou como instrumentos para coleta de dados documentos fornecidos pela instituição, observações das aulas, entrevista com grupo focal e entrevistas individuais. Foram realizadas observações entre os meses de maio e dezembro de 2012, duas entrevistas com grupo focal e entrevistas semi-estruturadas com seis jovens, com idade entre 13 e 17 anos. Além dos jovens, o presidente e o professor da ONG também foram entrevistados a fim de conhecer como o trabalho da instituição é organizado. A partir da análise dos dados, foi possível perceber que os jovens participantes da pesquisa reconhecem como conhecimentos musicais o aspecto vivencial da música (SMALL, 1989), no caso a prática musical com o violão. Esses jovens buscam participar de práticas comunitárias em diversos ambientes e o aprendizado não se dá apenas na instituição, mas de forma “não linear” (SMALL, 1989) a partir da interação em diversos espaços de convívio.

Palavras-chave: Juventude. Música. ONG.

Downloads 3491  3491  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Representação social de danças tradicionais gaúchas Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
IOTTI, Valdenir

A cultura gaúcha, disseminada principalmente no sul do Brasil, é expressão de um contexto sociocultural da região sulina, marcada por forte influência dos imigrantes que ocuparam o território. Com características singulares, a cultura gaúcha se diferencia das demais culturas brasileiras, encontrada em outras regiões do Brasil. Sua maneira de atuar permite vivenciar e atualizar valores que referencia a tradição. A pesquisa tem como objetivo compreender as representações sociais de dança para um grupo de pessoas que participam do festival de danças tradicionais gaúchas do estado do Paraná, pelo CTG Recordando os Pagos de Francisco Beltrão. Ao pensar o CTG (Centro de Tradições Gauchas) como um espaço que promove a educação não-formal, essencial para a formação do sujeito na cultura gaúcha, com saberes e valores que não se aprendem na vivência escolar, a presente pesquisa justifica-se no mestrado em educação, pois aborda um tema de educação. Há a necessidade de identificar as representações sociais que são ancoradas nos valores propostos nas práticas das danças tradicionais, conseqüentemente relacionar a cultura gaúcha com a linguagem das danças tradicionais, contemplando a educação não formal que ocorre entre os sujeitos. Para tanto a pesquisa se deu entre os meses de outubro e novembro do ano de 2013, com a contribuição de 14 dos 24 dançarinos do Centro de Tradição Gaúcha Recordando os Pagos. Após feita a geração dos dados, realizou-se uma análise por meio dos dois métodos apresentados pela Representação Social, que é apresentada na abordagem processual e estrutural, constatando a representação dos dançarinos no que se refere a Dança Tradicional Gaúcha. Podemos destacar, a relação de sentimento apresentado pelos dançarinos e a relação dança competição que fica evidente nas análises.

Palavras-chave: Cultura. Saberes. Valores. Representação social. Cultura gaúcha.

Downloads 2036  2036  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU – FURB  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Inscrições performáticas no campo visual das obras de Leonilson e Basquiat Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
PENHARBEL, Silvia Flores

Esta dissertação tem como propósito avaliar a presença da palavra (sob a forma escrita) na obra de arte. Partimos do entendimento que tal inscrição não serve apenas como título ou modo peculiar de caligrafia, mas se presta a referendar a presença do signo verbal no campo visual das obras para além de uma função ornamental ou explicativa. Para tornar possíveis as reflexões em torno desse objetivo e premissas, adotamos o conceito de rizoma dos filósofos Gilles Deleuze e Felix Guattari, uma plataforma teórico-metodológica que vem nos franqueando possibilidades múltiplas de estabelecer novas cartografias a partir do território visual, com intuito de rastrear linhas que permitam o estabelecimento de novos campos e ao mesmo tempo em poder nos levar a novas linhas de fuga, de desterritorialização, da eclosão do novo. O corpus de pesquisa escolhido está circunscrito às obras dos artistas Jean-Michel Basquiat e Leonilson Bezerra Dias. O fato de ambos apoiarem-se com frequência no par escrita versus imagem justifica a nossa escolha por esse objeto. Entre os resultados alcançados até o momento, verificou-se que a conjugação entre várias materialidades de linguagem responde aos princípios de construção de sentidos sem que nenhuma possa desempenhar papel hierárquico na posição dos elementos. Tal constatação, extraída do campo artístico, poderá ser estendida aos suportes visuais da contemporaneidade – cinema, TV, internet –, que se apoiam igualmente, no cruzamento de vários códigos da linguagem.

Palavras-chave: Signo verbal e visual. Rizoma. Discurso. Arte. Imagem.

Downloads 348  348  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Das brinquedotecas de Londrina ao espaço/tempo lúdico, político e pedagógico do brincar infantil Popular Versão: PDF
Atualização:  17/2/2016
Descrição:
MONTAGNINI, Rosely Cardoso

Neste texto, apresentamos os resultados da pesquisa de Mestrado em Educação que tem como objetivo investigar o fenômeno brinquedoteca na cidade de Londrina-PR, quanto aos aspectos das condições de sua existência e do que pensam os sujeitos envolvidos com ela no âmbito escolar. Para atingi-lo, estruturamos a investigação em três fases: 1) levantamento bibliográfico; 2) fase de campo e 3) sistematização e análise dos dados.

Palavras-chave: Participação infantil. Ética da criança. Direito de brincar. Valores humanos.

Downloads 411  411  Tamanho do arquivo 10.66 KB  Plataforma UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Arte Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!Simulação: Recursos do Teatro em Cursos de Medicina e Enfermagem Popular Versão: PDF
Atualização:  11/1/2019
Descrição:
MASTEY, Raquel Júlio

Esta dissertação apresenta os recursos de teatro presentes na prática metodológica de Simulação, especificamente nas graduações de medicina e enfermagem. A metodologia incluiu várias estratégias de pesquisa. Foi realizada revisão bibliográfica em documentos que discutem a educação e saúde como Política Pública, considerando as reflexões sobre a formação humanizada, para estudantes ou trabalhadores que atuam ou atuaram no SUS. Foi também realizado o detalhamento dos recursos de teatro, pinçados na literatura de saúde e mesclados à visita técnica e observações em Laboratórios de Simulação, nos quais é possível juntar teoria e prática, na compreensão da estrutura da Simulação e os Recursos de Teatro, presentes nela, tais como: roteiros, cenários, bonecos e manequins estáticos, trabalho de atrizes e atores e caracterização. Além disso foram descritas: as práticas observadas em Laboratórios de Simulação de quatro universidades, a minha participação como atriz de Simulação e as entrevistas com profissionais que prestaram serviços interpretando personagens nos cenários de Simulação. Este trabalho traz como principal objetivo dar ciência à comunidade acadêmica de Teatro, por meio de informações relevantes, sobre os pressupostos teóricos e trabalhos práticos, de uma metodologia da saúde que faz uso de diversos recursos de teatro e tende a expandir, inaugurando um novo espaço de trabalho e pesquisa para artistas da cena.

Palavras-chaves: Simulação. Saúde. Educação. Teatro.

Downloads 3900  3900  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Udesc  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 »