Educadores

Ínicio : Educação Especial : Surdez : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Título (A a Z)

Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Caminhos para Inclusão dos Surdos na Educação de de Jovens e Adultos: ouvintes falando com as mãos/l Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
FUKUSHIMA, C. S. M.

A proposta deste artigo é dar a conhecer ações de intervenção que venham a contribuir para a melhoria da qualidade do ensino na Rede Pública do Paraná intermediado pelo Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE). Para tal foram criados espaços de reflexão e discussão, envolvendo a comunidade escolar, sobre a educação dos surdos. Como proposição de atendimento às necessidades dos surdos no ensino regular foi implantada a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e a presença de intérpretes. Porém, há a necessidade do envolvimento da comunidade ouvinte em estar receptiva à inclusão dos surdos. Como procedimento para a efetivação de ações, propôs-se encontros de discussão acerca da temática surdez na educação de jovens e adultos, incluindo discussões concernentes às legislações, à história da educação dos surdos, da educação de jovens e adultos (EJA). Aliada a essa incursão histórica e à abordagem sócio-antropólógica fundamentada por Skliar, ressaltou-se a importância da LIBRAS como elemento mediador de comunicação entre surdos e ouvintes. Por fim, importante ressaltar que um ano após o início deste trabalho, registra-se neste momento, três alunos surdos freqüentando a EJA assessorados por intérprete.

Palavras-chave: Inclusão. Surdez. Língua Brasileira de Sinais. EJA.

Downloads 15077  15077  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Concepções sobre surdez e linguagem e a aprendizagem de leitura Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
ALPENDRE, E. V.

Este artigo destaca concepções sobre surdez e linguagem, assinalando as implicações nas abordagens educacionais, particularmente em relação à prática de leitura. A educação dos surdos tem sido marcada pelas representações dos ouvintes acerca do significado de “ser surdo”, focalizando por muito tempo a aquisição da oralidade como seu maior objetivo. Apesar de as diferentes abordagens educacionais implementadas ao longo da história terem como foco o domínio da língua (aqui a portuguesa), as estratégias metodológicas utilizadas no processo de letramento para alunos surdos não consideram as especificidades de sua diferença, pressupondo a oralidade e a audição como requisitos fundamentais neste processo. Além disso, a educação de surdos também tem compartilhado da mesma concepção de língua e linguagem adotada na educação comum, ancorando-se na concepção de código, sem considerar a linguagem como atividade discursiva, afastando os interlocutores do processo de produção e desvinculando-os das condições de interação social. Tais fatores parecem contribuir para o fracasso de propostas educacionais para o surdo, particularmente aquelas direcionadas à apropriação da língua portuguesa.

Palavras-chave: Concepções sobre Surdez e Linguagem; Letramento de Surdos; Estratégias de Leitura.

Downloads 439  439  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Desdobramentos politico-pedagógicos do bilinguismo para surdos: reflexões e encaminhamentos  Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
FERNANDES, S.; MOREIRA, L. C.

O artigo trata do bilingüismo para surdos, suas implicações no processo educacional, bem como alguns dos desdobramentos das políticas lingüísticas inclusivas propostas oficialmente a partir do final da década de 1990 para esse segmento. Discutem-se as características socioculturais e lingüísticas das comunidades surdas brasileiras e a importância das mesmas serem conhecidas e valorizadas socialmente. Apontam-se algumas diretrizes e desafios para o acesso e permanência de estudantes surdos no processo educacional escolar. Por fim, o texto reflete acerca dos programas de educação bilíngüe para estudantes surdos, visto que esses são complexos, justamente porque perpassam interesses econômicos, ideológicos e culturais contraditórios e heterogêneos.

Palavras-chave: Bilingüismo. Educação de Surdos. Língua Brasileira de Sinais.

Downloads 376  376  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Educação com bilinguismo para crianças surdas Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
FERNANDES, E.; RIOS, K. R.

Este artigo visa apresentar uma proposta de atuação interdisciplinar dos campos de estudo da Lingüística e da Educação, tendo, como parâmetros, estudos de Lingüística Aplicada à Educação de crianças surdas, fundamentando-se numa proposta sócio-interacionista. O suporte lingüístico para este modelo educacional é o de estabelecer um comportamento bilingüe para as crianças atendidas em um projeto de implantação de Educação com bilingüismo para crianças surdas, considerando a Língua Brasileira de Sinais como L1 e a Língua Portuguesa como L2. A implantação deste projeto é resultado da parceria feita entre a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), em crianças de até sete anos de idade.

Downloads 368  368  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Educação de surdos e preconceito - bilinguismo na vitrine e bimodalismo precário no estoque Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
WITKOSKI , S.A.

Realiza estudo etnográfico, com base teórica sócio antropológica sobre a surdez, que a perspectiva como uma diferença, contrapondo-se aos discursos clínico terapêuticos. A pesquisa de campo desenvolveu-se em uma escola para surdos de uma capital brasileira, que oficialmente se autodenomina como bilíngue, durante todo o ano de 2010. A observação efetivou-se no espaço da sala de aula, de uma turma de alunos surdos, da sétima série, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais. A realidade observada demonstra que, na contramão da proposta bilíngue prevista para a educação dos surdos, a escola observada, que representa o universo de outras escolas para surdos, caracteriza-se pela absoluta ausência de um ensino qualificado e diferenciado para os surdos, com o predomínio de práticas oralistas. Confirma que a escola continua produzindo e reproduzindo práticas que induzem a condição de iletrados-funcionais, que a maioria dos surdos brasileiros alcança mesmo depois de permanecerem anos nos bancos escolares. Entre os fatores que conduzem a este resultado, a análise dos dados empíricos aponta para: (a) o preconceito contra os alunos surdos que os estigmatiza a como deficientes e sem condições efetivas de desenvolvimento semelhante aos ouvintes, (b) a não formação ou formação deficitária dos professores, (c) as tentativas de normalização do surdo à cultura hegemônica, que repercutem negativamente na sua formação identitária e no seu sentimento de pertença.

Palavras-chave: preconceito, educação, surdos, Libras.

Downloads 357  357  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Estudo jurídico sobre a inclusão escolar da criança com deficiência auditiva no ensino regular Popular Versão: 
Atualização:  15/7/2012
Descrição:
ALMEIDA, I.M. dos S.

O presente trabalho versa sobre a inclusão escolar da criança com deficiência, com enfoque especial a deficiência auditiva, tendo como pressuposto a dignidade humana, eleita como um dos fundamentos do Estado democrático de Direito. O objetivo principal do estudo é discutir a urgente necessidade de inclusão da criança com deficiência no sistema educacional regular, no sentido de ser este um dos caminhos principais, se não, o único para alcançar uma sociedade mais justa e igual para todos em direitos e oportunidades, e como conseqüência, efetivar os princípios constitucionais da igualdade, da dignidade e da não-discriminação. Para conduzir a argumentação, examinam-se os direitos constitucionais, a legislação pertinente e o processo de inclusão escolar, com ênfase na necessidade de romper barreiras que impossibilitam a inserção da criança com deficiência no ensino regular, com base em posturas e comportamentos esterotipados e preconceituosos, que, há muito tempo, vem legitimando toda forma de exclusão. Propõem-se mudanças atitudinais urgentes por meio de propostas de ações afirmativas, como forma de efetivar a inclusão escolar, em cumprimento ao ideário da Declaração Universal dos Direitos Humanos: uma sociedade mais igualitária, mais justa e solidária para todos.

Palavras-chave: Crianças com fundamentais- igualdade – dignidade.

Downloads 3530  3530  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 9.00 (2 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Habilidades Auditivas e Conteúdos Curriculares: processo simultâneo no indivíduo com implante coclea Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
FORNAZARI, B.

O Processo de educação das pessoas com necessidades educacionais especiais na área de deficiência auditiva tem recebido diversas mudanças nas últimas décadas. O debate entre as diferentes metodologias de ensino, como por exemplo, oralismo e bilinguismo, têm levado a estudos sobre a eficácia de cada uma delas. Novos avanços tecnológicos capazes de aproximar a pessoa surda da condição de ouvinte fomentam a necessidade de estudar também, os processos educativos de pessoas que se utilizam destas tecnologias.

Downloads 1943  1943  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Letramento para Alunos Surdos através de textos sociais Popular Versão: 
Atualização:  15/7/2012
Descrição:
BALDO, C. F.; IACONO, J. P.

Vive-se um momento de transição na educação de surdos. Após muitos anos de tentativas para oralizar estes estudantes - sem grandes resultados – constatou-se que existe outra possibilidade, já utilizada por alguns educadores há séculos atrás: os sinais. Sendo a oralidade, para o surdo, mais complexa, deve-se, então, tornar a comunicação mais natural e tirar proveito dos recursos visuais através da língua de sinais - no Brasil, Libras - já reconhecida como Língua oficial da comunidade surda. Somente após o domínio do aluno em Libras, parte-se para o ensino de uma segunda língua: a língua portuguesa. Porém, para que tal prática se concretize, faz-se necessário, que o professor aprofunde os conhecimentos sobre a educação de surdos e compreenda como pode ser efetivado o processo de Letramento através de práticas sociais de leitura e escrita. Objetivando tornar o Letramento mais próximo do professor e do aluno, propõem-se um processo ou encaminhamento metodológico utilizando textos do cotidiano dos alunos, os chamados textos sociais. Tal processo revelou-se eficaz e possível de ser utilizado na prática escolar, pois é um estudo seguido da elaboração de material didático para ser aplicado aos alunos surdos. As atividades contribuem para conduzi-los à apropriação da Língua Portuguesa escrita, como sua segunda língua.

Palaras-chave: Educação. Alunos surdos. Letramento. Textos de circulação social.

Downloads 801  801  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 6.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Libras como possibilidade e alternativa para o ensino da língua portuguesa para o aluno surdo Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
BORTOLOTI, R. T.

O presente artigo tem como tema a importância da Língua de Sinais na aprendizagem da Língua Portuguesa pelos alunos surdos. Considerando que a Língua de Sinais, língua natural dos surdos é a primeira língua utilizada por eles no contexto da comunicação, no convívio escolar e social com pessoas ouvintes, entende-se que a Língua Portuguesa, na modalidade leitura e escrita deve ser a segunda língua a ser apropriada pelas pessoas surdas no currículo escolar. É importante que o professor em sala de aula tenha a apropriação do conhecimento da LIBRAS, somando-se assim na Proposta Bilíngüe de acordo com as Políticas Públicas do Estado do Paraná. Autores como Fernandes (1998,1999,2003,2004,2006,2007), Bueno (1993) e Salles (2007), permitem uma reflexão sobre as dificuldades encontradas na aprendizagem da Língua Portuguesa pelos alunos surdos, fator relevante no processo ensino aprendizagem. Metodologias diversificadas e adequadas para o apoio na leitura e escrita da Língua Portuguesa, a qualidade do ensino, a comunicação entre surdos e ouvintes e o aprendizado acadêmico, possibilita o crescimento pessoal e pedagógico dos surdos no compromisso de Inclusão. Através da difusão da LIBRAS aos familiares, comunidades escolares e sociedade, os surdos poderão transformar em realidade a luta por seus direitos lingüísticos e de cidadania, participando ativamente no contexto social em que vivem.

Palavras-chave: Aluno surdo; Língua Brasileira de Sinais; Língua Portuguesa; Ensino-aprendizagem.

Downloads 486  486  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Educação Especial Surdez
Fazer Download agora!Libras: A Língua de Sinais dos Surdos Brasileiros  Popular Versão: 
Atualização:  12/7/2012
Descrição:
RAMOS, C. R.

Mesmo quando estiveram banidas da educação dos surdos, as Línguas de Sinais (ou mímica, com se dizia) despertavam o interesse dos educadores. Como surgiram? Quando? Por que não existe uma Língua de Sinais única para que os surdos de todo o mundo possam se comunicar entre si? Essas perguntas, porém, são as mesmas que se fazem com relação à própria existência da linguagem humana. Desde que o homem passa a refletir sobre sua existência enquanto homem, ele reflete sobre essa questão. O mito ocidental da Torre de Babel pode servir como símbolo dessa busca de respostas. São incontáveis os estudos lingüísticos, históricos, sociológicos sobre o surgimento da língua falada pela humanidade. Houve um desenvolvimento gradual, progressivo da linguagem, no qual ela se tornou o sistema complexo de significação e comunicação que é hoje, ou, como consideram outros pesquisadores, desde que existe é a linguagem formalmente completa, idêntica ao que conhecemos hoje em dia?

Downloads 485  485  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 »