Educadores

Ínicio : Geografia : Cartografia : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Data (novos listados primeiro)

Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Cartografia do Oriente Médio Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:

Apresenta uma base histórica e geográfica para a compreensão de questões relacionadas ao Oriente Médio desde a Antiguidade até nossos dias. Ao longo do tempo, os fatos aconteceram em um espaço determinado e com pessoas que fizeram uma história que influenciou todo o mundo. Essa pesquisa geográfica pauta-se também em referências bíblicas como fonte, pois esta fornece parâmetros e indicação de lugares, povos e outros fatos geográficos importantes para a localização. As regiões antigas foram correlacionadas com as regiões atuais e representadas em mapas.

Palavras-chave: Geografia do Oriente Médio. Mapas do Oriente Médio. Oriente Médio. Geopolítica. Geografia. Regiões. Culturas. Povos.

Downloads 2108  2108  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Atlas Geográfico de Curitiba Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:

O Atlas geográfico de Curitiba é fruto do trabalho desenvolvido pela Professora Noemi Morceli Fanini, com a colaboração de alguns professores PDE, colegas seus, durante seus estudos no Programa de Desenvolvimento Educacional - Seed -PR. O Atlas traz um breve histórico da cidade de Curitiba, seus símbolos, localização e temas de geografia como relevo, clima, hidrografia, vegetação e uso do solo. Também destaca os principais pontos turísticos da cidade, além de mapas e imagens relacionadas a esses locais e temas.

Palavras-chave: Geografia. Localização. Atlas. Curitiba. PDE. Cidade. Mapas. Pontos turísticos.

Downloads 3815  3815  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Atlas do Paraná - O uso de novas tecnologias Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:

O Atlas do Paraná - O uso de novas tecnologias - é fruto do trabalho desenvolvido pelo professor Clóvis do Espírito Santo Júnior, com a colaboração de alguns professores PDE, colegas seus, durante seus estudos no Programa de Desenvolvimento Educacional - Seed -PR. O Atlas mostra o uso de novas tecnologias aplicadas ao ensino de Geografia com ênfase nos aspectos geográficos do estado do Paraná, colaborando para que professores, alunos e todas as pessoas que acessem esse instrumento disponham de informações cartográficas com apoio de textos explicativos.

Palavras-chave: Geografia. Localização. Atlas. PDE. Cidade. Mapas. Pontos turísticos. Paraná. Novas tecnologias. ArcView.

Downloads 17257  17257  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFPR  Site 
Avaliação: 10.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!As limitações da Linguagem Cartográfica no Ensino Médio: análise do livro didático e do Vestibular Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
PALOMO, Vanessa de Souza

A leitura dos Mapas. Este é, sem dúvida, um tema bastante discutido dentro da ciência geográfica. Quais os limites existentes para o pleno entendimento das informações contidas em uma representação cartográfica? Muito se fala sobre como elaborar um mapa que seja de fácil leitura a qualquer pessoa e ao mesmo tempo contemple a complexidade da realidade em que vivemos. Muito tem sido discutido e vários trabalhos vêm sendo realizados na perspectiva de entendimento de como se dá o aprendizado de noções cartográficas (tempo e espaço) em crianças, de acordo com sua habilidade cognitiva, baseados nos estudos de Jean Piaget. Enfatiza-se aqui, neste artigo, a preocupação com a leitura dos mapas feita pelos estudantes do Ensino Médio, ressaltando que estes já não se encontram em plena maturidade cognitiva e possuem todos os atributos para o entendimento de uma representação cartográfica. Nesse sentido, como o aluno do Ensino Médio tem acesso à Linguagem Cartográfica? Sabe- se que muitos problemas são enfrentados nas escolas públicas brasileiras, e destaca-se aqui a ausência da distribuição de livros didáticos de Geografia para o Ensino Médio. Muitas escolas não possuem mapas, enfim, vários são os limites encontrados dentro do Ensino no Brasil. O que nos propomos aqui é analisar livros didáticos produzidos para o Ensino Médio e, assim, discutir se estes são capazes de instrumentalizar os estudantes para uma correta leitura dos mapas para que, posteriormente, estes consigam analisar e refletir sobre fenômenos geográficos. Adrede a isso, as questões que envolvem a linguagem cartográfica nos vestibulares da Unicamp também foram analisadas, no intuito de responder se os livros didáticos produzidos para o Ensino Médio são ferramentas eficazes para a leitura e compreensão da Cartografia e se, sobretudo, contêm os atributos necessários ao que é requisitado nas provas dos vestibulares.

Palavras-chave: Mapas. Geografia. Ensino médio. Linguagem cartográfica. Cartografia. Livros didáticos.

Downloads 4709  4709  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Uniesp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!A organização de dados de favelas para o planejamento territorial: uma proposta metodológica Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
OLIVEIRA, Suzana Dias Rabelo de ; ANJOS, Rafael Sanzio Araújo dos

Este trabalho tem como objetivo apresentar uma proposta básica de organização e sistematização de dados de favelas para a elaboração de um banco de dados para auxiliar o planejamento municipal. Selecionou-se como área de estudo as cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes. Devido à dimensão dos espaços segregados e informais nas cidades brasileiras, a organização e sistematização de dados de favelas assumem uma importância particular, sobretudo com abordagens geográficas, uma vez que esses espaços apresentam maior grau de dificuldade para identificação de seus dados. O tratamento dos dados revelou a precariedade da organização dos mesmos nas cidades pesquisadas. Os dados coletados subestimam a realidade, são obsoletos e, na maioria das vezes, não servem para comparação com outros trabalhos. As causas para tal precariedade são muitas e vão desde a ausência de recursos humanos qualificados, passando pela falta de recursos materiais, até a falta de vontade política. Com a utilização de diversas ferramentas cartográficas e de editoração gráfica chegou-se ao produto final da pesquisa que foi o banco de dados experimental sobre as favelas aplicado ao planejamento municipal, contemplando informações sobre a origem das favelas, a estrutura da população, a propriedade da terra e também, a localização espacial delas. Recomenda-se, neste trabalho, que as prefeituras reconheçam e assumam a importância e necessidade da organização de dados e criem as condições para a implantação e implementação de sistemas de informação, incluindo no planejamento territorial o S.D.R de Oliveira & R.S.A. dos Anjos monitoramento de dados, e em particular, o acompanhamento espacial das áreas com ocorrência de favelas. Espera-se que esta pesquisa sirva de estímulo para que outros estudiosos do tema possam aprimorá-lo e contribua de forma efetiva para o processo de planejamento nos municípios brasileiros.

Palavras-Chave: Favelas. Planejamento municipal. Sistematização de dados. Banco de dados. Cartografia temática.

Downloads 845  845  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNB  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Webquest com orientações para a construção de mapas temáticos Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
ARCHELA, Rosely S. ; ARCHELA, Edison

WebQuest proposta para ensino de cartografia temática com orientações detalhadas sobre a construção de mapas digitais. Essa metodologia pode ser utilizada em disciplina de cursos de geografia, cartografia ou na formação de outros profissionais que trabalham com mapas em suas pesquisas. Utiliza o software Microsoft Excel® para a construção da base de dados, o Adobe Illustrator® para a base cartográfica e o software Philcarto para a elaboração dos mapas temáticos. A partir de uma tabela de dados coletados em campo é possível construir vários mapas da cidade. O desafio será encontrar o método cartográfico mais adequado para a construção de mapas úteis.

Palavras-chave: WebQuest. Cartografia. Mapas. Mapas temáticos. Geografia.

Downloads 662  662  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!A Cartografia digital como ferramenta para a Cartografia histórica Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
CINTRA, Jorge Pimentel

O trabalho apresenta, por meio de exemplos concretos, o auxílio que a Cartografia digital presta à Cartografia histórica. Para isso, apresenta uma sequência de atividades com vistas a avaliar e a trabalhar com mapas históricos no meio digital: escolha de um programa que possua os recursos adequados para realizar os estudos pretendidos; obtenção de cópia do mapa em meio digital, estudo dos dados técnicos do mapa para o registro do mesmo: escala, tipo de projeção cartográfica, coordenadas que utiliza, meridiano de origem. Apresentam-se diversas potencialidades que esse tipo de programa propicia, com base em casos reais. Por exemplo, o estudo da precisão de uma carta ou mapa antigo, tarefa na qual se deve contar com um mapa de referência de melhor precisão para extrair coordenadas de pontos homólogos em ambas as fontes, criando tabelas e exportando-as para uma planilha eletrônica, que permite calcular parâmetros estatísticos como média, desvio padrão, curtose e assimetria, e realizar os testes básicos de detecção de erros grosseiros, verificação de tendência e cálculo da precisão. Outra possibilidade é a localização exata de monumentos, edifícios e ruas não mais existentes (exemplificado para a cidade de São Paulo). Para isso deve-se fazer, numa mesma seção de trabalho, o registro conjunto do mapa antigo da cidade com um mapa atual, e utilizar os recursos de transparência, isto é, colocar um sobre o outro, mantendo uma porcentagem de transparência para que se veja o fundo. O registro exige a identificação de pontos comuns, que na prática consiste em identificar pontos do mapa antigo que continuam a existir, como cantos de edifícios históricos, cruzamentos de ruas que não sofreram alargamento, etc. Essa aplicação para cidades pode ser estendida a outro tipo de cartografia: mapas históricos de maneira geral. A introdução do elemento quantitativo no dado histórico permite ilustrar e definir melhor o aspecto qualitativo, ou seja, precisar e matizar as informações. Em suma, o trabalho mostra como aproveitar o novo em proveito do antigo, a técnica em benefício da história.

Palavras-chave: Cartografia digital. Cartografia histórica. Cidade de São Paulo. Mapas.

Downloads 1341  1341  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site 
Avaliação: 9.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!O portal da Cartografia Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
ARCHELA, Rosely S. ; ARCHELA, Edison

O grande volume de publicações, dispersos nas diversas áreas do conhecimento, dado ao próprio caráter da cartografia, está reunido em uma única fonte, com atualização sistemática. O “Portal da Cartografia” permite ao usuário a oportunidade de interagir com outros pesquisadores, como também apresentar novas informações, alimentando o banco de bibliografias que contêm títulos relacionados a vários campos da Cartografia: agricultura, ambiental, cidades, geografia, geologia, geomorfologia, hidrologia, planejamento, população, transportes, turismo, vegetação e uso do solo. Seu conteúdo possibilita muitos eixos de discussões, análises e abordagens.

Palavras-chave: Cartografia. Cartografia brasileira. Cartografia temática.

Downloads 603  603  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEL  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!O mapa tátil no ensino de Geografia: algumas reflexões Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
SALVADOR, Diego S. C. de O.

O mapa é um instrumento que representa de maneira codificada diversos espaços geográficos. A leitura e a compreensão desse instrumento são de suma importância para o desenvolvimento significativo do ensino geográfico. Um mapa construído de maneira acessível a todos representa um meio pelo qual o ensino geográfico pode se tornar motivante e eficaz para todos os alunos, tanto os com deficiências quanto os considerados “normais”. Dessa maneira, o estudo em tela traz reflexões sobre a importância desse instrumento para o desenvolvimento inclusivo do ensino de Geografia. Além dessas reflexões, são apresentados passos para a confecção de um mapa tátil do Brasil, que pode ser trabalhado por todos os alunos e professores. Destaca-se que a apresentação desses passos tem a finalidade de despertar a motivação e a criatividade de professores e alunos para a construção de outros mapas táteis, que possam auxiliar na significância do processo educacional geográfico inclusivo. Não se pode deixar de frisar que o objetivo do trabalho é refletir sobre a importância do mapa para a significativa compreensão de conhecimentos geográficos por todos os alunos, sem exceções. Para o alcance desse objetivo, adotou-se os seguintes procedimentos metodológicos: realizou-se pesquisas bibliográficas sobre a importância do mapa para o ensino de Geografia; refletiu-se sobre a confecção de mapas táteis e a importância destes para o ensino geográfico inclusivo; e confeccionou-se mapas táteis no âmbito do “Curso de atualização: formação continuada de docentes, visando um sistema educativo inclusivo”, realizado no CEFET-RN, no ano de 2006. O trabalho é desencadeado a partir de uma postura metodológica que segue as concepções geográficas humanistas, calcando-se na subjetividade, nos sentidos, nas percepções humanas, etc.

Palavras-chave: Mapa. Ensino de Geografia. Inclusão.

Downloads 2881  2881  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFRN  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Cartografia
Fazer Download agora!Mapas táteis sonoros como facilitadores na inclusão de invisuais em trilhas ecológicas Popular Versão: 
Atualização:  9/5/2013
Descrição:
GOLIN, Geisa; NOGUEIRA, Ruth Emilia; CUSTÓDIO, Gabriela A.

Conhecer e interagir com o meio ambiente em unidades de conservação, em trilhas pela mata, ou outros ecossistemas são opções do homem urbano para experimentar o que ele não tem oportunidade de acessar senão pelas experiências descritas nos meios de comunicação ou em livros didáticos. Observamos que a pessoa com deficiência visual, devido à inexistência de facilitadores que possibilitem sua interação com o meio ambiente, fica à margem de tais experiências. Então como se pode permitir que uma pessoa com cegueira ou severa restrição visual possa ter oportunidade de ser de fato incluída naquilo que ela ouve falar ou lê nos meios de comunicação falada? Um projeto de extensão desenvolvido no ano de 2008 em parceria estabelecida entre o Laboratório de Cartografia Tátil e Escolar da UFSC (estudantes e professores de Geografia e Design), um grupo de estudantes de Engenharia e Biologia e uma empresa de desenvolvimento (Projeto Sapiens) vêm encarando o desafio de criar uma trilha ecológica acessível para cadeirantes e pessoas com deficiência visual. O grupo é formado por 10 acadêmicos mais cinco pessoas invisuais voluntárias que frequentam a Associação Catarinense para a Integração do Cego. A trilha ecológica em foco está situada na porção norte, em ambiente úmido na Ilha de Santa Catarina, distante aproximadamente 35 km do centro de Florianópolis, em um parque denominado Sapiens Parque. Essa trilha foi implantada ao longo do rio do Brás, com extensão de uns 1200 metros e tem o formato oval, ou seja, começa e termina no mesmo lugar. O projeto foi pensado para ser estruturado a partir de mapas táteis sonoros, sobre o meio ambiente onde está localizada a trilha. Pensamos em educação ambiental tanto de invisuais (inclusão social e educacional) quanto de visuais. Os mapas socializam a informação; são dispositivos de acesso à informação espacial sobre o meio ambiente, proporcionando acesso à localização e ao conhecimento dos diferentes ambientes naturais, trazendo possibilidades de leituras abrangente ou mais detalhada do ambiente a ser conhecido, despertando novos “olhares” e descobertas ao invisual e também aqueles que enxergam. Com o auxílio de uma mesa digital do tipo touch, que responde a estímulos táteis em toda a sua superfície, foram posicionados mapas táteis criados especificamente para esse projeto. Os mapas trazem botões distribuídos em pontos estratégicos, possibilitando que ao serem tocados, instantaneamente se ouça uma informação sonora sobre aquele lugar, ou, se for tocado mais de uma vez se pode acessar mais informações. Os invisuais foram ensinados a ler os mapas com as mãos apertando pontos de interesse para acessar a informação sonora que é disponibilizada pelo banco de dados do computador. Eles foram críticos e orientadores de como seriam os mapas para mais fácil leitura. Os primeiros resultados do projeto mostram o quanto é importante a integração de pessoas com diferentes conhecimentos para desenvolver um dispositivo moderno de fácil acesso aos invisuais para que eles também possam acessar conhecimentos espaciais do meio ambiente. A utilização de mapas táteis com a mesa digital touch proporciona a utilização dos sentidos do tato e da audição facilitando a compreensão do meio ambiente pelo usuário invisual e desperta o interesse daqueles que enxergam. Os mapas táteis mais uma vez se mostram fortes dispositivos auxiliares na inclusão social e educacional. A assimilação das informações pelos invisuais antes e depois de “fazerem a trilha” foi descrita por eles como “muito importante para adquirirem conhecimentos”. Eles consideraram que o contato prévio com os mapas e com as informações acessadas sobre o meio ambiente proporciona conhecimentos que auxiliaram na sua localização no espaço e permitem uma melhor interação com o meio ambiente ao percorrerem a trilha.

Palavras chaves: Educação ambiental. Mapas táteis sonoros. Inclusão social e educacional.

Downloads 2874  2874  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFSC  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2) 3 4 »