Educadores



Categoria: Geografia Dissertações
Fazer Download agora!Impactos ambientais gerados pela nova conformação das atividades da microbacia do Ribeirão Jacutinga Popular Versão: 
Atualização:  23/9/2013
Descrição:
MRTVI, Paulo Roberto

Com a implantação a partir dos anos 60, da "Revolução Verde" no Brasil, a ocupação e a exploração do solo trouxe consigo as práticas inadequadas de uso do solo. A partir da década de 80, lançou-se a base do Programa de Manejo Integrado de Solo (PMIS), tendo por objetivos implantar o uso e o manejo adequado do solo, segundo sua aptidão agrícola, otimizar a renda do produtor rural com práticas de controle a erosão, recuperar e manter as condições físicas, químicas e biológicas do solo, operacionalizando a propriedade rural. Era um "novo rural", caracterizado pelo: a) uso de uma agropecuária moderna, baseada em commodities e intimamente ligada às agroindústrias, b) num conjunto de atividades não-agrícolas, ligadas à moradia, ao lazer e às várias atividades industriais e de prestação de serviços, e, c) num conjunto de "novas" atividades agropecuárias, localizadas em nichos especiais de mercados. Esse conjunto de medidas faz com que possamos buscar um "modelo ambiental" no qual a natureza seja explorada de uma maneira racional, uma vez que o crescimento vai sempre ligado à degradação do meio ambiente, por isso é necessário pensar um desenvolvimento sustentável que respeite e se sirva da natureza da forma mais duradoura possível. O Município de Londrina participou deste contexto de transformação rural, sendo referência nas culturas de algodão, café, soja, trigo e milho. A Microbacia Ribeirão Jacutinga obteve recursos financeiros subsidiados pelo Programa Paraná Rural, para práticas conservacionistas, após um minucioso levantamento das propriedades e reuniões com os produtores beneficiários, buscando otimizar a renda do produtor rural, operacionalizar a propriedade, controlar a poluição ambiental, e adequar o solo à sua aptidão, contribuindo para o desenvolvimento rural integrado e sustentável. Logo, a nova conformação da atividade é mais impactante ao meio ambiente do que o binômio soja - trigo - A implementação de uma nova maneira de se trabalhar a terra, colocada na busca de um "modelo ambiental", onde "desenvolvimentos sustentáveis" levem o nosso produtor rural a produz sem, no entanto, destruir, é um questionamento que nos propomos a discutir neste projeto de Mestrado.

Palavras-chave: Geografia agrícola. Meio ambiente. Impacto ambiental. Desenvolvimento sustentável. Gestão ambiental. Proteção ambiental. Recursos naturais - Conservação.

Downloads 692  692  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Estadual de Londrina - UEL  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.