Educadores



Categoria: Sociologia Dissertações
Fazer Download agora!Jogos de poder : as estratégias de comunicaçăo de mulheres e homens no rádio  Popular Versão: 
Atualização:  16/8/2013
Descrição:
Jogos de poder : as estratégias de comunicaçăo de mulheres e homens no rádio

Autores: Adelman, Miriam
Thomé, Michelle
Data de publicação: 2008
Resumo: Orientador: Miriam Adelman
Inclui bibliografia
Área de concentraçao: Cultura e poder

O rádio é um fenômeno social que reproduz as dimensões de gênero da prática comunicativa cotidiana entre homens e mulheres. As relações de gênero compreendem relações sociais baseadas numa complexa e contínua construção e desconstrução das relações de poder entre homens e mulheres. Esta dissertação é um estudo interdisciplinar sobre gênero e linguagem no radiojornalismo e tem por objetivo o mapeamento e a análise das estratégias de comunicação presentes nos discursos transmitidos ao ouvinte a partir da interação de especialistas mulheres e homens que participaram de cinco programas “CBN Debate”. Os programas escolhidos para este trabalho tiveram a participação igualitária de gêneros e foram ao ar na Rádio CBN Curitiba (Central Brasileira de Notícias) em 2007. Os cinco programas foram analisados a partir da observação pela escuta das gravações e pela transcrição integral das falas. Foram levadas em consideração não somente as falas literais, mas também as emoções dos debatedores passadas através da voz. Buscamos mostrar a história da participação feminina nos espaços de elaboração e transmissão da cultura, o papel dos meios de comunicação na sociedade e as características das vozes femininas e masculinas nos meios de comunicação. Também focamos a história e os avanços dos estudos de gênero e a construção de sentidos e as relações de poder na língua pensada como discurso. Este processo analítico teórico ajudou a mostrar como a mulher se insere no contexto institucional contemporâneo e como se expressa. As semelhanças e as diferenças da prática discursiva dos gêneros contribuem para o entendimento das relações sociais e do posicionamento das mulheres e dos homens na sociedade. Essa problematização amparou-se na articulação entre o referencial teórico dos estudos culturais de Stuart Hall e Raymond Williams, os estudos da linguagem de Mikhail Bakhtin e Michel Foucault, a produção das sociolinguistas Deborah Tannen, Sally McConnell-Ginet e Penelope Eckert, as pesquisas da área da fonoaudiologia de Cida Stier e Clóvis Barros Filho e a contribuição feminista e dos estudos de gênero, principalmente as reflexões de Susan Bordo, Judith Butler e Teresa de Lauretis. Foram criadas especificamente para esta pesquisa 19 categorias para analisar as estratégias e os estilos de comunicação observados nos programas de debate no rádio. A conclusão é que há um jogo de poder – por vezes harmonioso, outras vezes dissonante – nas estratégias de comunicação de homens e mulheres em suas falas públicas no rádio. Neste jogo, todos querem vez e voz. Os recursos usados para atingir este objetivo são semelhantes de uma forma geral, porém com algumas características próprias de cada gênero, uma vez que entendemos que o gênero é discursivamente construído. O comportamento comunicacional feminino e masculino verificado nesta pesquisa também está lá fora, em situações do cotidiano em que homens e mulheres sentem-se confiantes e estimulados a se expressar.

Palavras-chave: Gênero. Comunicação. Radiojornalismo.

Downloads 2670  2670  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.