Educadores



Categoria: Sociologia Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!O Protagonismo das Mulheres nos Movimentos Sociais da Perifieria: Memórias e Experiências dos Clubes Versão: PDF
Atualização:  4/1/2019
Descrição:
DINIZ, Carlos Alberto Nogueira

Neste trabalho analisamos a construção da memória e as experiências dos Clubes de Mães da zona sul de São Paulo entre os anos de 1972, seu início, e de 1988, marcado pelas mobilizações em torno da criação da nova constituição. Os Clubes de Mães da zona sul de São Paulo foram grupos da Igreja Católica formados basicamente por mulheres, que durante muito tempo se resumiram à promoção de oficinas sobre serviços domésticos e artesanato, mas, a partir da década de 1970, com o apoio de agentes de pastoral e de setores da Igreja Católica ligados à denominada Teologia da Libertação, acabaram se tornando protagonistas na articulação e mobilização dos principais movimentos sociais da periferia de São Paulo. A luta por água potável e saneamento básico foi a primeira demanda social liderada pelas mulheres dos Clubes de Mães da zona sul. Houve também a luta por creches e escolas, a participação da mulher na construção da nova constituição já nos anos 1980, mas a principal atividade foi a criação do Movimento Custo de Vida (MCV). O MCV não contestou somente os preços dos alimentos e os salários dos trabalhadores, mas todo o sistema socioeconômico imposto pela Ditadura Militar, que gerou miséria, desigualdade e exclusão social. Mesmo desempenhando um papel tão importante na história recente do Brasil, as participantes dos Clubes de Mães se ressentem de uma valorização maior desse legado de luta e protagonismo das mulheres da periferia de São Paulo.

Palavras-chave: Clubes de mães. Movimento custo vida. Movimento social. Memória e história social das mulheres.

Downloads 61  61  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNESP  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.