Educadores



Categoria: Pedagogia Teses Produções de Profissionais da Seed: Teses
Fazer Download agora!Bertha Lutz e a Construção de Condições para a Autonomia da Mulher Brasileira: Trabalho, Política e Versão: PDF
Atualização:  31/1/2019
Descrição:
QUADROS, Raquel dos Santos

Esta tese tem como objetivo analisar as intervenções nas áreas social, política e educacional que Bertha Maria Júlia Lutz (1894-1976) promoveu na sociedade brasileira, no período de 1919 a 1937, com vistas ao reconhecimento da mulher como cidadã. As fontes que deram suporte para o desenvolvimento da pesquisa foram cartas, discursos, jornais, resoluções, projetos e textos produzidos pela autora. Em consequência da análise desses documentos, a problematização do trabalho se apresenta com a seguinte proposição: Quais as ações em que a educadora Bertha Lutz esteve envolvida com a intenção de possibilitar condições para a autonomia da mulher brasileira? As atividades profissionais, como bióloga e museóloga, política e educadora, demonstraram a importância de se considerar Bertha Lutz uma das expoentes da história da educação no Brasil, no decorrer do século XX. Como delimitação espacial, foi eleita a cidade do Rio de Janeiro a capital do Brasil no período estudado. Tomou-se como ponto inicial da investigação o ano de 1919, época em que ela começou a trabalhar no Museu Nacional até o período de 1937, momento em que deixou de ser deputada pela instalação do Estado Novo. A proposta de pesquisa refere-se à história da educação no Brasil no século XX, por meio do estudo de intelectuais ligados à educação. O tema da pesquisa tem envolvimento com o Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação, Intelectuais e Instituições Escolares (GEPHEIINSE), que se define pela investigação acerca da educação e história da educação, entendida em sua articulação com a sociedade em seus aspectos econômicos, sociais e políticos. Destaca-se que o grupo de pesquisa está conexo ao Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil (HISTEDBR). Verifica-se que as leis, as resoluções, a organização de instituições em diferentes níveis não foram fatos lineares e espontâneos nem consensuais, mas foram travadas lutas, debates ideológicos sobre temas relacionados à educação até que se chegasse a uma suposta resolução. As análises permitiram justificar a tese defendida, que se apresenta na seguinte asserção: para Bertha Lutz, a condição de autonomia para a mulher brasileira como cidadã se daria por três eixos: a área do trabalho, a da política e a da educação. Em consequência dessa perspectiva, no âmbito social Bertha Lutz apresentou subsídios voltados à inserção da mulher no trabalho, projetando uma instituição voltada ao público feminino com a centralidade no trabalho. No âmbito político, atuou com ênfase na defesa dos direitos femininos, no período em que esteve exercendo o cargo de deputada e à frente da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino, movimento que procurou informar a mulher sobre questões ligadas à história da mulher e seu espaço na sociedade. Na área da educação defendeu um programa que visava a uma prática educativa por meio dos museus. A importância histórica de Bertha Lutz reside nas ações desempenhadas na sociedade brasileira.

Palavras-chave: Educação. História da educação. Bertha Lutz.

Downloads 12  12  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UEM  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.