Educadores



Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!O Trabalho Docente no Espaço-tempo da Hora-atividade nas Escolas Públicas Estaduais do Município de Versão: PDF
Atualização:  14/1/2019
Descrição:
SCHOLOCHUSKI, Virgínia do Carmo Pabst

Esta pesquisa apresentou como objeto de investigação o trabalho docente na hora-atividade dos professores da rede estadual de ensino do Paraná. Seu objetivo geral foi analisar como o tempo do trabalho docente destinado à hora-atividade é utilizado pelos professores dentro das escolas estaduais do município de Almirante Tamandaré. Assim, a pergunta que se desejou responder foi: como vem sendo aproveitado pelos professores o espaço-tempo destinado à realização da hora-atividade nas escolas públicas estaduais do Município de Almirante Tamandaré? Para tanto, partiu-se de uma análise da educação brasileira desde as duas últimas décadas do século XX, até chegar à conjuntura atual, buscando compreender em que contexto se deu a conquista da hora-atividade, o aumento do seu percentual e o recente retrocesso na carga horária dessa atividade docente. Para melhor compreensão desse processo, discutiu-se, também, sobre a categoria trabalho docente a partir da definição de trabalho de Karl Marx (2013), bem como a respeito das influências da sociedade capitalista na educação. A partir das ideias de Nacarato et al. (1998), debateu-se sobre as condições do trabalho docente no Brasil. Encontrou-se, também, a necessidade de entender o significado da terminologia hora-atividade, buscando conhecer a legislação que respalda a sua efetivação, a sua concepção na literatura e entre os profissionais da educação. A abordagem metodológica escolhida foi a da pesquisa qualitativa proposta por Minayo (2009), Moreira e Caleffe (2008) e Ludke e André (1986), e as técnicas de coletas de dados utilizadas foram: entrevistas semiestruturadas (com professores e pedagogos), observação participante (do espaço tempo da hora-atividade) e análise documental. Em relação à análise e tratamento do material empírico e documental coletado, apoiou-se na análise de conteúdos proposta por Bardin (1979). Para entender a realidade do trabalho docente na hora-atividade, buscou-se investigar as duas únicas Instituições escolares do município de Almirante Tamandaré – PR, que ofertam apenas os anos finais do Ensino Fundamental. Os dados evidenciaram péssimas condições físicas e estruturais das escolas para a realização da hora-atividade. Em relação ao aproveitamento do tempo da hora-atividade, verificou-se que os professores dedicam a grande maioria do seu trabalho nesse espaço-tempo para realizar atividades imediatistas, voltadas ao planejamento das aulas e às burocracias cristalizadas no seu cotidiano de trabalho e, que, dificilmente estudam na hora-atividade. O pedagogo, por sua vez, encontra-se sobrecarregado de atividades na escola e não consegue organizar momentos de estudos e reflexão durante o espaço-tempo da hora-atividade. Verificou-se, também, que o retrocesso do percentual da hora-atividade desmotivou os docentes e aumentou a quantidade de trabalho desse profissional, e que para dar conta de tudo, muitas vezes, leva trabalho para realizar em casa. Assim, conclui-se que a hora-atividade não é um benefício para os professores, mas ao contrário, é um direto garantido por lei, conquistado pelos professores através de lutas e resistências, e entre os seus principais objetivos se destaca: melhorar as condições de trabalho docente e a qualidade do ensino ofertado à população.

Palavras-chave: Hora-atividade. Trabalho docente. Almirante Tamandaré. Escolas estaduais.

Downloads 17  17  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Tuiuti  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.