Educadores



Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora!A Política de Avaliação de Larga Escala e suas Implicações no Curriculo do Estado do Paraná nos Anos Popular Versão: PDF
Atualização:  17/10/2017
Descrição:
SILVA JUNIOR, Silvio Borges da

Com a implantação do IDEB, em 2007, que atribui notas às escolas e redes de ensino a partir da combinação dos resultados da Prova Brasil, aplicada aos 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e do SAEB, para os 3º anos do Ensino Médio, com as taxas de rendimento escolar, tem-se notado uma grande preocupação no interior das escolas para elevar seus índices. Isso se deve, muito provavelmente, ao fato de que estados e municípios estão usando estas notas para ranquear as instituições escolares, estimulando a competição entre elas. Em alguns lugares, é oferecido bônus aos profissionais da educação de escolas que conseguirem elevar sua nota. Um dos problemas observados nessa corrida para elevar os índices das escolas é que o ensino está sendo cada vez mais focado nos conteúdos cobrados na Prova Brasil e os alunos têm sido submetidos, periodicamente, a testes baseados nos modelos dessa prova, para se familiarizarem com o formato das questões. Isso tem causado o que muitos autores chamam de estreitamento curricular. O estado do Paraná tem uma importante história na elaboração de Currículos fundamentados nas teorias pedagógicas contra-hegemônicas, com ênfase na formação integral e crítica do ser humano para a transformação da realidade. O primeiro documento da rede estadual de ensino com essa perspectiva foi o Currículo Básico para a Escola Pública do Paraná, publicado em 1990, o qual apresentava como sua matriz teórica o materialismo histórico-dialético. Atualmente o documento oficial que norteia a prática pedagógica das escolas são as Diretrizes Curriculares Orientadoras da Educação Básica do Paraná (DCE’s), publicadas em 2008, e construídas de forma coletiva. A partir dessas considerações e de observações feitas no interior das escolas estaduais, enquanto professor, e das políticas educacionais adotadas pelo governo do Paraná nos anos de 2011 e 2012, pôde-se perceber a influência das políticas de avaliação de larga escala no currículo da rede estadual de ensino do Paraná. Exemplo disso foi a criação em 2012, do Saep e a redução da carga horária das disciplinas de História, Geografia, Arte e Educação Física para a ampliação do número de aulas de Língua Portuguesa e Matemática. Nesse contexto o objetivo geral dessa pesquisa é verificar se, concretamente, está havendo uma mudança nas orientações curriculares do Paraná, por meio da política de avaliação de larga escala, com o objetivo de aumentar a nota do estado no IDEB.

Palavras-chave: IDEB. avaliações de larga escala. Currículo. Políticas educacionais do Paraná.

Downloads 274  274  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.