Educadores



Categoria: Pedagogia Dissertações Produções de Profissionais da Seed: Dissertações
Fazer Download agora! A Formação Continuada nas Semanas Pedagógicas de Fevereiro no Período 2007-2013 no Estado do Para Popular Versão: PDF
Atualização:  5/6/2017
Descrição:
TESSARI, Elisabete Valdira de Sousa

Esta dissertação tem como objeto de análise as Semanas Pedagógicas de fevereiro como modalidade de formação continuada oferecida no Paraná. O objetivo geral foi analisar a formação continuada de professores oferecida no formato de Semana Pedagógica de fevereiro no Paraná, durante os governos Roberto Requião Mello e Silva (2007-2010) e Carlos Alberto Richa (2011-2013). Por meio dos documentos orientadores das Semanas Pedagógicas buscou-se compreender nas ações desses governos o que trazem enquanto proposta de educação, como se projeta a formação continuada de professores durante as Semanas Pedagógicas, as ações desenvolvidas na escola para essa finalidade, a construção do conhecimento e concepção de educação e sociedade, uma vez que, as linhas ideológicas destes governos pareciam divergir. Para apreensão do objetivo geral da pesquisa, formulamos objetivos específicos que orientaram nossa pesquisa: apresentar a legislação educacional referente à formação continuada de professores; discutir as diferentes denominações e conceitos que a formação continuada recebeu nos documentos oficiais e autores que discutem o tema; e apresentar e analisar os documentos orientadores das Semanas Pedagógicas de fevereiro 2007-2013, tendo como ponto de partida as categorias Projeto Político-Pedagógico, Currículo, Organização do Trabalho Pedagógico e Gestão Escolar. A pesquisa realizada de caráter teórico, se fundamenta na análise bibliográfica e documental. Nessa acepção, estabelecemos interlocução com autores que vêm discutindo a temática e que nos auxiliaram a compreender a ideia de política pública de formação continuada dos professores, sua forma de organização utilizando os recursos públicos, seus limites técnicos e financeiros, suas contradições, seus possíveis limites ou contribuições para a melhoria na qualidade da educação pública no Paraná. A gestão de Roberto Requião apresentou o anúncio de superação das políticas neoliberais implantadas por seu antecessor Jaime Lerner, que se manteve nos documentos orientadores das Semanas Pedagógicas. Chegamos à compreensão de que o discurso anunciado esteve permeado de caráter contraditório, ainda que, concomitantemente houvesse um esforço por parte da SEED em superar o modelo educacional neoliberal, com uma proposta de Semana Pedagógica mais consistente no que tange ao entendimento do Currículo, PPP, Gestão Escolar e Organização do Trabalho Pedagógico. A gestão de Beto Richa e seu ‘no jeito de governar’, trouxe nos encaminhamentos dos documentos orientadores das Semanas Pedagógicas a retomada dos princípios de políticas educacionais neoliberais e transfere para as Semanas Pedagógicas o espaço formativo a proposta de formação com moldes gerenciais, motivacionais, monitoramento constante na tentativa de retomada da pedagogia de projetos, implementação de um instrumento oficial de avaliação sistemática para todo o estado SAEP, desconsiderando o instrumento federal SAEB, numa proposição ranqueamento das escolas paranaenses e o processo meritocrático.

Palavras-chave: Semanas pedagógicas. Formação continuada de professores. Políticas educacionais. Políticas públicas.

Downloads 398  398  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site http://
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.