Educadores

Ínicio : Geografia : Monografias : 



Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Notas (Do melhor para o pior avaliado)

Categoria: Geografia Monografias
Fazer Download agora!Sensoriamento remoto e Sistemas de informação geográfica para o ensino da Geografia do Pantanal Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
GOMES, Vanessa dos Santos

O Sensoriamento Remoto (SR) e os Sistemas de Informação Geográfica (SIG) têm-se configurados como tecnologias capazes de auxiliar o homem na tomada de decisões, por oferecer uma visão sinóptica. Assim, foram criados materiais didáticos baseados em produtos de SR e SIG do Pantanal e bacia de entorno para o ensino da Geografia, fundamentado nos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCNEM), nos Parâmetros Curriculares Regionais (PCR) e em um livro didático. A constatação da ausência de material ilustrativo na forma de imagens e mapas baseados em tais técnicas para o Pantanal nos livros didáticos foi o ponto norteador deste trabalho, destacando-se que a utilização de imagens de satélite, as confecções de mosaicos de imagens e as visualizações tridimensionais no âmbito da sala de aula permitem ao aluno uma visão geral do espaço geográfico e sua ação sobre o meio em que vive, gerando exemplos da sua realidade regional, além de caracterizarem-se como importantes ferramentas no ensino de geografia. Para a confecção de tais exemplos, foram utilizados imagens dos satélites CBERS-2, sensor CCD e WFI, do ano de 2005 e satélite Landsat, sensor ETM+ do ano 2000, modelos digitais de elevação, além de fotografias aéreas oblíquas tomadas a partir de avião e helicóptero em trabalho de campo no ano de 2005. Foi possível a discriminação de exemplos de temáticas globais que pudessem ser inseridos exemplos regionais do Pantanal. Dessa forma, o presente trabalho possibilitou a difusão do conhecimento acerca do Pantanal e abriu um leque de opções acerca da temática que envolve o ensino da Geografia Regional e aplicação de tecnologias no processo de ensino aprendizagem.

Palavras-chave: Sensoriamento remoto. Sistemas de informação geográfica. Pantanal. Geografia.

Downloads 1500  1500  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Mato Grosso do Sul  Site 
Avaliação: 8.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Monografias
Fazer Download agora!Análise dos impactos socioambientais resultantes da implantação da Pequena Central Hidrelétrica São  Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
LOPES, G. C.

O objetivo deste trabalho é discutir a problemática que envolve a construção/implantação da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) São Francisco no rio São Francisco Verdadeiro, na divisa dos municípios de Toledo e Ouro Verde do Oeste, pela margem direita e esquerda, respectivamente, na região oeste do Estado do Paraná. A fim de alcançar os objetivos propostos foram analisadas questões referentes às Pequenas Centrais Hidrelétricas, tais como legislações do setor elétrico e ambiental, políticas de incentivos financeiros ao setor, além de programas e projetos de incentivos à geração de energias alternativas no Brasil. Foram considerados alguns pontos relevantes quanto à obtenção de licenças, estudo de viabilidade, incentivos governamentais, possíveis impactos socioambientais resultantes da implantação de tais empreendimentos. Com a finalidade de contextualização, foi efetuado ainda um breve histórico das PCHs, desde a implantação das primeiras usinas no início do século XX, passando por uma fase de “esquecimento” de tais empreendimentos pelo poder público até a sua revitalização a partir dos anos de 1990. Foi efetuada a análise da questão socioambiental no que se refere à implantação das PCHs, com ênfase ao estudo de caso da PCH São Francisco.

Palavras-Chave: PCH São Francisco. Pequenas centrais hidrelétricas. Energias alternativas. Energia elétrica.

Downloads 6775  6775  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unioeste  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Monografias
Fazer Download agora!Vista Saga 2005. Sistema de Análise Geo-Ambiental Popular Versão: 
Atualização:  20/11/2014
Descrição:
MARINO, Tiago Badre

Este projeto tem por finalidade apresentar a aplicação de um Sistema Geográfico de Informação no apoio`a pesquisa ambiental. Para tanto, foi desenvolvido no Laboratório de Geoprocessamento da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LAGEOP-UFRJ) o Vista Saga 2005, uma recriação do aplicativo Vista Saga, idealizado na década de 80 pelo Prof. Jorge Xavier da Silva e, hoje, implementado por mim, sob a plataforma de desenvolvimento Borland Delphi 5, com utilização de bibliotecas gráficas extras como OpenGL (código livre) e TImageEn (comercial), além de bibliotecas criadas pelo Laboratório de Geoprocessamento da UFRJ para manipulação de arquivos de formato ”.rst”o qual possui características singulares e específicas para a realização dos trabalhos de análise ambiental. Sua primeira versão foi criada na década de 80, apresentando mapas com, no máximo, 16 cores. Nesta época o geoprocessamento era bastante limitado pela barreira tecnológica. Seguindo a evolução da informática, o Vista Saga também foi evoluindo com novas versões mais sofisticadas, trabalhando com mais cores e maior rapidez no processamento das análises. Hoje, o Vista Saga trabalha com cores de 32 bits, viabilizando até a visualização em três dimensões de áreas de estudos. Este projeto já apoiou inúmeros trabalhos de geoprocessamento pelo país. Dezenas de teses defendidas com o auxílio do projeto S.A.G.A./U.F.R.J., além de trabalhos realizados pelo país como o planejamento da Rodovia Régis Bittencourt, que liga São Paulo ao Paraná.


Downloads 1303  1303  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.ufrj.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Monografias
Fazer Download agora!A industrialização e a questão ambiental na Região Sudeste do Brasil Popular Versão: 
Atualização:  10/5/2012
Descrição:
ALMEIDA, Roberto Schmidt de

O estudo das conflituosas relações industrialização e o meio ambiente na região Sudeste do Brasil é o principal objetivo desse trabalho que está dividido em quatro partes principais. A primeira, apresenta os processos industriais e seus respectivos efeitos de poluição ambiental envolvidos, destacando os principais agentes poluidores do ar e das águas, e historiando a política de controle do meio ambiente na região. A segunda, identifica os principais focos de poluição, definindo três níveis de abrangência espacial para eles: o ponto, a área restrita e a área ampla, analisando-os em dois contextos distintos: o urbano e o rural. A terceira, exemplifica um processo de comprometimento ambiental de grandes proporções e as medidas mitigadoras que foram tomadas no caso da área de Cubatão em São Paulo. Finalizando, é feita uma análise das perspectivas futuras da relação industrialização x controle do meio ambiente nos contextos urbano e rural.

Palavras chaves: Industrialização. Meio ambiente. Poluição. Políticas de controle ambiental.

Downloads 21320  21320  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Monografias
Fazer Download agora!Um olhar geográfico sobre a questão dos materiais recicláveis em Porto Alegre: sistemas de fluxos e  Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
DAGNINO, Ricardo de Sampaio

Esta pesquisa trata da coleta e comercialização de materiais recicláveis, valiosos componentes dos resíduos sólidos urbanos, na cidade de Porto Alegre. O foco está voltado para a indissociabilidade das relações entre os principais agentes envolvidos nesta questão: os catadores, organizados ou não em associações, que colaboram com o retorno dos materiais ao processo produtivo; a indústria, encarregada do beneficiamento e reindustrialização dos materiais; os intermediários, elo de ligação na reciclagem dos materiais e exploração do trabalho nas relações entre os catadores e a indústria; e o poder público, responsável pela regulação e pela normatização dessas relações. O olhar geográfico utilizado tem o seu ponto de vista localizado na base da questão, o que propõe uma percepção maior dos problemas enfrentados pelos catadores. Como referência teórica e metodológica, foram utilizados os estudos de Milton Santos sobre os sistemas de fluxos da economia urbana e as formas de representação gráfica utilizando modelos explicativos.

Palavras-chave: Gerenciamento de resíduos sólidos. Coleta seletiva. Catadores de materiais recicláveis. Geografia urbana. Milton Santos. Teoria dos sistemas de Fluxos da economia. Reciclagem.

Downloads 797  797  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma   Site http://www.dominiopublico.gov.br
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Geografia Monografias
Fazer Download agora!As cadeias operatórias de uma indústria tecnológica lítica: Sítio arqueológico PT-02 (Cerrito da Sot Popular Versão: 
Atualização:  5/9/2013
Descrição:
GARCIA, Anderson M.

Esta monografia apresenta uma análise tecnológica lítica de objetos oriundos de intervenções arqueológicas realizadas nos anos de 2005, 2006 e 2007 em um Cerrito, e suas áreas adjacentes, localizado na Ilha da Feitoria no município de Pelotas-RS, datado pelo método radiocarbônico AMS Standard e interpretado, inicialmente, entre 1010 ± 40 A.P. e 990 ± 40 A.P. Estas intervenções foram desenvolvidas pelo LEPAARQ/UFPel (Laboratório de Ensino e Pesquisa em Antropologia e Arqueologia da Universidade Federal de Pelotas). A pesquisa aqui apresentada está centrada em uma análise tecnológica, buscando evidenciar diferentes Cadeias Operatórias relativas à obtenção de matéria-prima lítica. Desta forma, nesta indústria lítica, a partir de uma perspectiva gestual, são apresentadas duas técnicas distintas de debitagem na produção dos artefatos e também a cronologia de retirada de lascas dos núcleos presentes. Dentro deste enfoque ainda estão interpretações gestuais de preensão para a utilização dos instrumentos manufaturados por técnicas de lascamento, realização de análises de matérias primas com Microscópio Eletrônico de Varredur (MEV) e o mapeamento destas fontes mais próximas ao Cerrito, possibilitando desta forma uma inferência a respeito do pretérito território explorado por estas populações construtoras de Cerritos. Por estes meios, foi possível perceber a quantidade de 501 objetos, sendo estes representados em 74% pelo quartzo, 6% pelo granito e 20% pelas rochas vulcânicas. São instrumentos representativos de cada uma destas Cadeias Operatórias: furadores (quartzo), instrumentos passivos (granito) e pontas (rochas vulcânicas).

Palavras-Chave: Cerrito. Lítico. Cadeia operatória. Gesto técnico. Rochas vulcânicas. Território.

Downloads 2188  2188  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal de Pelotas  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2)