Educadores

Ínicio : Filosofia : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (2)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!Objetividade e Espacialidade: Kant e a Refutação do Idealismo Popular Versão: PDF
Atualização:  22/7/2013
Descrição:
FALKENBACH, Tiago Fonseca

No presente trabalho, apresentamos uma reconstrução do argumento kantiano em favor da tese que objetividade implica espacialidade. O argumento é exposto na Crítica da Razão Pura (e parcialmente reformulado em algumas Reflexões que integram o Nachlass). Kant, no entanto, é extremamente conciso em alguns de seus passos fundamentais. Para contornar essa dificuldade, recorremos ao trabalho de outros filósofos que defenderam a mesma tese, notadamente, L.Wittgenstein, P.F.Strawson e Gareth Evans. Mesmo nas ocasiões em que nos distanciamos da letra de Kant, porém, buscamos preservar sua estratégia de prova, a saber, fundamentar o vínculo entre as noções de objetividade e espacialidade a partir de sua relação com a noção de temporalidade. A ‘Refutação do Idealismo (problemático)’, acrescentada na segunda edição da Crítica, desempenha um papel central nessa estratégia. Sendo assim, procuramos razões para a afirmação que a representação objetiva de uma existência no tempo – a representação da existência de um sujeito de consciência, para tomar o caso destacado por Kant – pressupõe a representação de objetos espaciais e independentes da mente. Argumentamos que a melhor defesa da validade da Refutação kantiana é uma doutrina da cognição de inspiração wittgensteiniana, mais exatamente, da concepção de conceitos como regras cuja aplicação requer padrões de correção (também denominados, pelo próprio Wittgenstein, de ‘paradigmas’). Segundo essa concepção, padrões devem ser objetos permanentes, existentes no espaço, independentes da mente e usados como paradigmas da aplicação correta de conceitos. Para que sejam usados dessa maneira, devem ser conhecidos pelo sujeito de pensamentos, isto é, por aquele que emprega conceitos e, portanto, segue regras. No primeiro capítulo, é discutida a teoria kantiana da cognição. Isso inclui o esclarecimento da noção de objetividade, assim como da tese que toda cognição requer conceitos. O segundo capítulo trata da relação entre objetividade e temporalidade. Há duas etapas principais nessa discussão. A primeira é uma análise da estrutura diacrônica da atividade conceitual. Nessa parte, examinamos as noções kantianas de juízo e de sujeito de pensamentos, especialmente como expostas na ‘Analítica dos Conceitos’. A segunda etapa é uma análise do argumento em favor da tese que a representação objetiva do tempo requer a representação de um objeto permanente. Kant desenvolve esse argumento na ‘Primeira Analogia (da Experiência)’. O segundo capítulo encerra, assim, com uma interpretação desse texto. Finalmente, no terceiro capítulo, consideramos a relação entre representação objetiva do tempo e espacialidade. Nessa parte, são examinadas duas vias de reconstrução do argumento da ‘Refutação do Idealismo’. A primeira é caracterizada pelo fato de não pressupor uma leitura forte da tese que cognição implica conceitos. Essa é a reconstrução que deve ser adotada pelo não-conceitualista. A segunda, ao contrário, admite a leitura forte da tese, bem como a concepção de conceitos como dependentes do conhecimento de padrões de correção. Defendemos que a segunda reconstrução é, das duas, a que está mais próxima de alcançar o resultado pretendido.

Palavras-chave: Espacialidade. Filosofia alemã. Filosofia moderna. Filosofia transcendental. Idealismo alemão. Idealismo transcendental. Kant, Immanuel 1724-1804. Metafísica. Objetividade.

Downloads 273  273  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma LUME UFRGS  Site http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/61191
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!O discurso teológico-político de Platão : : ensaio de interpretação Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
SANTOS, Maria Carolina Alves dos

Investigar essa questão essencial no pensamento de Platão, as controversas relações entre o Teológicoe o Político,centrando-se na paradigmática KaÀÀ[iToÀlS' - ponto de inserção de domínios distintos mas indissoluvelmente complementares - enseja sensibilidades novas a respeito das imperfeitas sociedades nas quais hoje se habita. Observação: o resumo, na integra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital.

Palavras-chave: Filosofia antiga. Religião e política.

Downloads 359  359  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!Sobre o papel dos "desiderata" na ciência Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
MARTINS, Roberto de A.

Os desiderata constituem um tipo de categoria axiológica representando aquilo a que se dá um valor positivo, sem no entanto adquirir o caráter de imposição. Representam condições suficientes mas não necessárias para que se atribua valor positivo a algo. Na prática científica e epistemológica usualmente se torna necessário avaliar procedimentos e resultados científicos. Em algumas abordagens epistemológicas, procura-se formular regras de avaliação fundamentadas em exigências rígidas, do tipo: "x é aceitável, cientificamente, se e somente se y", que apresentam condições necessárias e suficientes para que algo receba um valor científico positivo.

Palavras-chave: Filosofia. Desiderata.


Downloads 367  367  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!Rousseau e a fundamentamentação da moral : entre razão e religião Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
SILVA, Genildo Ferreira da

Um dos temas centrais da filosofia moderna sempre foi o problema da fundamentação da moral. O cenário que emoldura nosso tema é o confiito que, no século XVIII, envolveu posições da apologia cristã e do ateísmo em torno da definição das bases da justificação do agir moral, no lIuminismo francês. Observação: o resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital Resume: Un des themes centraux de Ia philosophie moderne a été toujours le probleme du fondement de Ia morale. La toile de fond qui sert de cadre à notre theme est le conflit qui, au cours du XVllléme siecle, a opposé les positions de I'apologétique chrétienne et celles de I'athéisme au sujet de Ia définition des bases de Ia justification de I'agir moral, pendant le Siecle des Lumieres français Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations

Palavras-chave: Ética. Religião. Iluminismo. Ateísmo. Cristianismo.

Downloads 379  379  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!Ceticismo e vida contemplativa em Nietzsche Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
LOPES, Rogerio Antonio

A presente tese tem como objetivo reconstruir o diálogo de Nietzsche com a história do ceticismo através da identificação de suas principais fontes. Este diálogo é muitas vezes intermediado por textos de autores contemporâneos a Nietzsche, razão pela qual o trabalho de reconstrução das fontes não pôde se ater exclusivamente à tradição cética, mas se estendeu com alguma frequência a autores da tradição pós-kantiana...

Palavras-chave: Nietzsche, Friedrich Wilhelm, Ceticismo.

Downloads 400  400  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UFMG  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!O circulo restaurado : o resgate da totalidade originaria no primeiro Heidegger  Popular Versão: 
Atualização:  29/4/2012
Descrição:
MICHELAZZO, Jose Carlos
Se o traço fundamental do pensamento de Heidegger é a questão do ser, nela também já está contida uma outra que busca pelo resgate de uma experiência originária da totalidade do real. O esforço central deste trabalho será, portanto, o de fazer aparecer esta comum-pertinência entre "ser e totalidade", a ponto de podermos afirmar que, em Heidegger, recuperar o sentido do ser é também resgatar para o pensamento ocidental a experiência da totalidade do real numa perspectiva mais primordial que aquela outra, teórica, especulativa, sistêmica, própria dos constructos metafisicos, presentes ao longo da filosofia da tradição. Neste trabalho, no entanto, essa conexão entre ser e totalidade ficará restrita à primeira etapa do itinerário de pensamento do filósofo e que pertence à primeira formulação que a sua questão do ser recebeu e que é aquela que pergunta pelo caráter "determinante, simples e unificador" do ser em geral, orientando, assim, os seus trabalhos e cursos até 1919 [Capo 1]. Com a descoberta da "facticidade" (Faktizitiit), Heidegger abre caminho a uma noção mais rigorosa da palavra-guia da Lebensphilosophie, "vida", por meio da qual ele acredita dar continuidade à sua investigação do ser em geral, dirigindo-a para as suas pesquisas do cristianismo primitivo e dos escritos práticos de Aristóteles, como acesso a uma experiência mais originária da vida no seu todo [Capo2]...

Palavras-chave: Filosofia alemã. Metafisica. Ontologia. Filosofia. Todo e partes.

Downloads 405  405  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma UNICAMP  Site 
Avaliação: 3.00 (1 voto)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!A ética no pensamento do 'segundo' Wittgenstein  Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
MARTINEZ, Horacio Lujan

Esta tese pretende, primeiro: reconstruir argumentativamente as considerações éticas de Wittgenstein e, segundo: salientar as relações que estas considerações possuem com as noções de linguagem e subjetividade que o filósofo sustentou ao longo de sua obra. Achamos que existe uma relação muito forte entre subjetividade, ética e linguagem e que esta relação muda entre os dois períodos em que se costuma dividir o seu pensamento. Portanto, um acompanhamento das considerações éticas de Wittgenstein nos obrigará a ver como tais considerações se relacionam com a noção de filosofia que este tinha e, sobretudo, a especificar a noção de "terapia gramatical". A partir destas reflexões tentamos redefinir o caráter ético do conceito de filosofia como "terapia"

Palavras-chave: Ética. Wittgenstein.

Downloads 405  405  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!O continuum, os reais e o conceito de homogeneidade Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
SBARDELLINI, Luis Augusto

O presente trabalho de uma investigação filosófica, com desdobramento matemático didático, acerca da concepção do continuum e dos números reais. Resguardando a ideia de magnitudes variando continuamente como o atributo essencial de maior relevância histórica para o desenvolvimento conceitual do continuum, propomos sua formalização por intermédio da noção matem didática de homogeneidade. Discorremos sobre o emprego da linguagem das categorias como abrigo teórico da investigaçâo, aderindo da sua causa, e examinamos a relação entre a linguagem interna de um topos e o construtivismo matemático.

Palavras-chave: Matemática. Filosofia. Categorias (Matemática). Lógica. Matemática não-clássica.

Downloads 411  411  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!Faculdade do espírito e riqueza material : face e verso do conceito "vermögen" na filosofia de Hegel Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
PERTILLE, Jose Pinheiro

Este trabalho surgiu de um problema colocado por uma questão de tradução. Na língua alemã, o substantivo Vermögen possui dois sentidos diferentes. O primeiro sentido é o de “faculdade, poder, capacidade”, tal como aparece nas definições do pensamento ou da vontade como sendo as “faculdades” da alma humana, die Seelenvermögen. O segundo sentido é o de “riqueza, fortuna, bens”, como quando se diz de algo que é muito caro e, então,se fala que custa uma “fortuna” (ein Vermögen kosten).1

Palavra-chave: Ética. Filosofia alemã. Filosofia moderna. Hegel. Georg Wilhelm Friedrich. Crítica e interpretação

Downloads 413  413  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Universidade Federal do Rio Grande do Sul  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Filosofia Teses
Fazer Download agora!Crítica e ontologia na filosofia de Bergson Popular Versão: 
Atualização:  30/4/2013
Descrição:
CAPPELLO, Maria Adriana Camargo

Levando em conta as possibilidades de abordagem do pensamento de Bergson a partir de Matière et Mémoire - Essai sur la relation du corps à l´esprit, nos propomos, ao percorrer a análise da percepção e de suas consequências metafísicas, a tratar da relação entre o método bergsoniano e a ontologia dele resultante, o que implica uma crítica aos pressupostos do intelectualismo e, nesse sentido, uma nova concepção de Ser e de conhecimento.

Palavras-chave: Duração. Espírito. Matéria. Percepção. Representação

Downloads 419  419  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humana  Site 
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


(1) 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »