Educadores

Ínicio : Ensino Religioso : Teses : 

Produções de Profissionais da Seed: Teses (0)


Ordenar por:  Título () Data () Notas () Popularidade ()
Ordenados por: Popularidade (Do menos para o mais procurado)

Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!As igrejas neopentecostais: educação e doutrinação Popular Versão: 
Atualização:  8/5/2012
Descrição:
WREGE, Rachel Silveira

Este trabalho corresponde à preocupação de elucidar os vínculos entre educação e doutrina religiosa através do estudo do neopentecostalismo no Brasil. Elegi o neopentecostalismo, dado o fenômeno do seu crescimento entre os países da América Latina. Em razão da diversidade de denominações que se inserem dentro desta tendência, escolhi as mais expressivas em termos quantitativos: a “Igreja Universal do Reino de Deus” e a “Igreja Internacional da Graça de Deus”. A análise das respectivas igrejas fundamentou-se nas contribuições da Antropologia e da Sociologia das Religiões, principalmente em Eliade e Durkheim. O material que serviu de fonte para que se pudesse traçar o perfil das igrejas foi os livros escritos por Edir Macedo, da “Igreja Universal do Reino de Deus”, e por Romildo R. Soares, da “Igreja Internacional da Graça de Deus”. A análise dessas fontes, seguindo a proposta de análise de conteúdo de Bardin, considerou os temas que mais se fizeram presentes, com a finalidade de constituir um corpo de doutrinas, crenças e valores que tem influenciado os membros dessas igrejas.

Palavras-chave: Igreja Pentecostal Autônoma. Pentecostalismo. Educação.

Downloads 5047  5047  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000218785
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!A missa e o culto vistos do lado de fora do altar: religião e vivências cotidianas e Popular Versão: 
Atualização:  1/3/2011
Descrição:
TOSTA, Sandra de Fátima Pereira

A presente tese de doutoramento em Antropologia Social teve como objetivo pesquisar e compreender os rituais católicos da missa e do culto, nos modos como são vivenciados por um grupo de agentes religiosos, de origem rural, em seus processos de incorporação na vida urbana. A tese resultou de uma pesquisa etnográfica junto a duas Comunidades Eclesiais de Base, Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora de Guadalupe, da Paróquia Jesus Operário, no bairro Petrolândia, no município de Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, MG. Foram feitas observações sistemáticas sobre o cotidiano do bairro e dos grupos de agentes, entrevistas individuais e coletivas, histórias orais, registros fotográficos e usadas pesquisas quantitativas sobre aspectos socioeconômicos da região. Os rituais da missa e do culto foram estudados em sua dimensão institucional e vivencial. Para o primeiro nível, fez-se o exame das mudanças que ocorreram na liturgia e que foram propiciadas pela realização do Concílio Vaticano II (1962-1965). E, ainda, fez-se a descrição dos rituais, segundo os textos católicos. Para o segundo nível, realizou-se um estudo sobre a história do Bairro Petrolândia e da Paróquia Jesus Operário. Posteriormente, foram feitos estudos sobre a formação do campo religioso local e a etnografia dos rituais em sua realização e tradução pelos agentes das Comunidades de Base. Acrescentou-se a essa etnografia, a análise dos modos como se dá a construção nativa da "comunidade", como locus de realização da experiência religiosa. E em que medidas essa experiência serve de mecanismos de sociabilidade na integração dos grupos no meio urbano.

Palavras-chave: Catolicismo. Católico. Comunidade. Cultura. Religião. Simbólico.

Downloads 5404  5404  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma USP  Site http://www.teses.usp.br/
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!A Santiago de Compostella brasileira: religião, turismo e consumo no Caminho da Fé Popular Versão: pdf
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
CALVELLI, Haudrey Germiniani

O objetivo desta tese é analisar o fenômeno da peregrinação na sociedade moderna e contemporânea e suas interfaces com o turismo religioso. Serviu como campo etnográfico da pesquisa o Caminho da Fé, uma rota para peregrinação inaugurada oficialmente no dia 12 de fevereiro de 2003. O itinerário inicia-se em Tambaú (SP), cidade onde viveu o Padre Donizetti Tavares de Lima, e passa por várias cidades do interior de São Paulo e do sul de Minas Gerais, com o objetivo de chegar a Aparecida (SP), local do maior santuário católico brasileiro. Com um total de 415 quilômetros, pode ser considerada a mais nova e maior trilha permanente do Brasil. Este estudo enfocará uma interpretação do fenômeno da peregrinação no Caminho da Fé a partir da perspectiva teórica adotada por Eade e Sallnow (1991), que estabeleceram uma nova abordagem para os estudos da peregrinação, qual seja analisar a diversidade de discursos e pontos de vista presentes na peregrinação. O meu olhar estará direcionado preferencialmente para a diversidade de contextos históricos, culturais, religiosos, econômicos e políticos que são atualizados nas diversas dimensões constitutivas do objeto de estudo.

Palavras-chave: Peregrinação. Turismo religioso. Caminho de Santiago de Compostella. Caminho da Fé.

Downloads 10017  10017  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Domínio Público  Site http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=100504
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Os judeus helenistas e a primeira expansão cristã: questões de narrativa, visibilidade histórica e e Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
SELVATICI, Mônica

O presente trabalho de pesquisa tem por objetivo analisar as evidências textuais e arqueológicas que permitam construir um contexto histórico plausível para a primeira expansão do movimento cristão, ocorrida na década de 30 do século I d.C., após a morte de Jesus. Esta expansão se caracterizou, segundo apresenta o relato do livro de Atos dos Apóstolos nos capítulos 6:1 a 8:40, e, possivelmente, também no relato da fundação da comunidade de Antioquia em Atos 11:19-26, pela ação missionária de judeus cristãos, ditos helenistas, saídos de Jerusalém, na região da Samaria e em áreas exteriores à Palestina, nomeadamente, a província romana da Síria e a ilha de Chipre, e pelas primeiras conversões de gentios à fé em Jesus como o Messias de Israel. O trabalho parte de uma historização do modelo interpretativo dominante sobre o Cristianismo antigo e de uma discussão dos propósitos teológicos e da questão da visibilidade histórica da narrativa de Atos dos Apóstolos. A análise da documentação textual é realizada a partir dos pressupostos da Nova História Cultural e o conceito de etnicidade é utilizado no sentido de compreender o aspecto mutável das identidades cristãs nos primeiros anos de vida do movimento cristão. A abordagem cronologicamente invertida da seqüência de passagens do livro de Atos acima apresentada permitiu a esta tese alcançar resultados diferenciados, em relação àqueles da historiografia dominante, sobre a questão da expansão inicial do movimento cristão do universo judaico palestino para o mundo helenizado do Mediterrâneo romano.

Palavras-chave: História. Judaísmo. Cristianismo. Templo de Jerusalém. Identidade.

Downloads 15320  15320  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000378084
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


Categoria: Ensino Religioso Teses
Fazer Download agora!Buscadores do Sagrado: as transformações da maçonaria em Belém do Pará Popular Versão: 
Atualização:  27/4/2012
Descrição:
SOUZA, Patricia Ines Garcia de

A presente tese investiga as transformações da maçonaria na cidade de Belém do Pará, dando ênfase aos aspectos relacionados à religiosidade. Para tanto, faz um levantamento histórico dos embates da instituição na cidade e de sua presença, relevando também a forma como se deu a constituição de um campo maçônico. Em seguida, para comprovar a existência desse campo, destaca os lugares em que um maçom compõe sua identidade, a partir de um habitus, o da instituição. Essa conserva suas próprias leis e modos de funcionamento e de transformação, admitindo transformações internas dentro de limites. Se a reprodução de um habitus constitui o maçom, lugares como a ritualística agenciam diversos lugares de interesse, produzindo-se assim vários tipos de maçons. Para comprovar tal fato descreve-se o ritual de iniciação ao grau de aprendiz, do Rito Escocês Antigo e Aceito, que é quando o indivíduo começa a conhecer a instituição, dando início à incorporação de um habitus e a inscrição desse como uma pessoa particularizada - um maçom - que então passa a fazer parte de uma comunidade. Mas nem todos vivem essa ritualização desse modo, na cidade, não passando por nenhuma performance transformadora e colocando em questionamento os significados da instituição. As reações a esse estranhamento são variadas. E então os lugares de interesse que enformam a instituição entram em crise, a partir de uma crise dos próprios maçons, tomando-se lugares de incerteza - um campo de embates. Esses embates se vêem mais intensificados com o surgimento de uma maçonaria mista na cidade, segmento considerado "espúrio" pela maçonaria "regular", que, além de dar entrada às mulheres no ritualismo maçônico, também surge para recuperar um "espírito tradicional maçônico" que julga estar perdido pela maçonaria regular, em inter-relação com o espiritismo kardecista. A invenção dessa maçonaria rompe com os limites estabelecidos. Para se compreender esse processo, faz-se uso do conceito de Das, de evento crítico. Em seguida, se abordam duas trajetórias pertinentes para se traduzir o processo de transformação local da maçonaria: a etno-biografia do fundador da maçonaria mista e, do mesmo modo, a de um maçom considerado uma estrela do esoterismo contemporâneo na cidade, pois concentra redes de relações pessoais que interconectam a maçonaria com o movimento do esoterismo. Por fim, se explora o termo "buscadores do sagrado" termo êmico recolhido durante a pesquisa, tradutório de embates internos locais da maçonaria.

Palavras-chave: Maçonaria. Amazônia. Antropologia urbana. Brasil. Religiosidade. Ciências ocultas. Antropologia. Métodos biográficos.

Downloads 17856  17856  Tamanho do arquivo 0 bytes  Plataforma Unicamp  Site http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000378094
Avaliação: 0.00 (0 votos)
Avaliar | Alterar | Informar erro | Indicar | Comentários (0)


« 1 (2)